Guest Post »
Aplicativo exclui taxista que expulsou casal gay de táxi no Carnaval do Rio

Aplicativo exclui taxista que expulsou casal gay de táxi no Carnaval do Rio

Empresário disse que estava dormindo. Mas o motorista disse: “eu não concordo com esse tipo de perversão no meu carro

no Correio 24h

O taxista do Rio de Janeiro que expulsou um casal gay do veículo durante o Carnaval foi excluído do aplicativo 99Taxis. A empresa decidiu excluir o taxista após tomar conhecimento do caso, publicado nesta quinta-feira (11) no jornal O Globo.

O passageiro, de 36 anos, contou ao jornal que voltava do bloco “Bunytos de corpo”, na Praça Tiradentes, no Centro do Rio, por volta das 2h de terça-feira, junto com um homem. Eles pediram o táxi pelo aplicativo no celular.

“Ele (o acompanhante) estava com muito sono, deu uma encostada em mim, e eu o abracei. Aí, o taxista parou, virou-se para trás e disse: “não aceito essas coisas no meu carro” — relatou o passageiro.

Segundo o jornal Extra, o empresário disse que estava dormindo. Mas o motorista disse: “eu não concordo com esse tipo de perversão no meu carro. Eu gostaria que vocês se retirassem”, contou.

O casal desceu do táxi e pediu outro carro, pelo mesmo aplicativo. “Com esse taxista, foi tudo ótimo. Muita gente diz: “temos que pegar o Uber porque taxistas não prestam”. Não. Era só um indivíduo, não é uma instituição”, disse ao Extra.

O empresário denunciou o caso ao movimento Rio sem Homofobia e fez uma reclamação contra o motorista à empresa 99Taxis.

“Não queria que o taxista ficasse impune. A certeza da impunidade no país está tão grande que as pessoas estão cheias de si. Por mais que a gente tente preservar a nossa imagem, a gente tem que fazer algum barulho, a gente não pode se omitir”.

Escreva um comentário e participe!

Related posts