Guest Post »
Comemoração da Consciência Negra em São Paulo acontecerá neste final de semana no Largo do Paissandu e Vale do Anhangabaú

Comemoração da Consciência Negra em São Paulo acontecerá neste final de semana no Largo do Paissandu e Vale do Anhangabaú

Programação da Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial terá shows, desfiles de escolas de samba, feira de afroempreendedores e inauguração do primeiro monumento de Zumbi dos Palmares

enviado por Cleusa Maria Amarante para o Portal Geledés

Neste final de semana, 19 e 20 de novembro, a Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo (SMPIR) realizará atividades especiais em comemoração ao Dia da Consciência Negra. O centro velho da cidade será o espaço para shows, desfiles de escola de samba e feira de afroempreendedores com artesanato, moda e culinária afro-brasileira, das 10h às 21h.

Diogo Nogueira, Jorge Aragão, Ilê Aiyê, Artpopular, Cellia Nascimento, além de grupos de samba, pagode, maracatu e maculelê serão algumas das atrações nos palcos montados na região do Largo do Paissandu e Vale do Anhangabaú. As escolas de samba Nenê de Vila Matilde, Unidos do Peruche, Mocidade Alegre, Vai-Vai e Rosas de Ouro também se apresentarão.

No domingo, dia 20, às 15h, será celebrada a Missa Afro campal, em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, com a participação de membros das irmandades negras de São Benedito e do Rosário. Após a cerimônia, será realizado um cortejo inaugural até a Praça Antônio Prado, onde será revelado o primeiro monumento de Zumbi dos Palmares da cidade de São Paulo.

As festividades terão como tema “Consciência Negra na Década dos Afrodescendentes – comemorando o Centenário do Samba”, em celebração a dois marcos importantes para a população negra. A Assembleia Geral da ONU proclamou o período entre 2015 e 2024 como a Década Internacional de Afrodescendentes (resolução 68/237), com o tema “reconhecimento, justiça e desenvolvimento”. Além disso, as apresentações vão finalizar as comemorações dos 100 anos do registro, em 27 de novembro de 1916, do primeiro samba gravado em disco no Brasil: “Pelo Telefone”, de Donga e Mario Almeida.

O Secretário Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maurício Pestana, afirma que o Dia da Consciência Negra “é uma oportunidade de homenagear as contribuições históricas da população negra à sociedade brasileira. Fomos oprimidos por mais de 300 anos e essa comemoração serve para que o nosso lugar como cidadãos e parte integrante do país seja reconhecido”.

O dia 20 de novembro, data da morte do líder negro Zumbi dos Palmares (1695), é uma das principais vitórias do movimento negro de luta contra o racismo no Brasil. A data foi criada em 2003 e instituída em âmbito nacional em 2011, (Lei 12.519, de 10 de novembro).  É feriado em mais de mil cidades e nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro. No Brasil mais da metade da população (50,7%) é preta e parda (negra), de acordo com dados do IBGE, de 2010. 

Monumento de Zumbi dos Palmares

Em maio deste ano, a SMPIR promoveu um edital para selecionar e premiar o melhor projeto de cidadãos negros e negras para a construção de uma escultura em homenagem a Zumbi dos Palmares. Entre as propostas recebidas, foi selecionada a do artista José Maria dos Santos, o Jofe, de 60 anos. A obra em bronze será instalada na Praça Antônio Prado, localização da antiga Igreja do Rosário dos Homens Pretos, na região central da cidade. O espaço é bastante simbólico para a comunidade negra, pois além de abrigar uma das primeiras irmandades católicas a aceitar a participação de negros, também costumava ser um local de sepultamento de escravizados.

O concurso teve o objetivo de celebrar, por meio do símbolo de Zumbi, o papel da população afrodescendente no desenvolvimento do país e do município de São Paulo, honrando suas contribuições sociais, culturais, políticas e econômicas à sociedade. Ainda, buscou inserir os cidadãos negros no acesso a recursos públicos para produção de artes visuais e promover sua participação na construção da cultura e historiografia brasileira.

Confira a programação completa:

COMEMORAÇÃO DO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA – PROGRAMAÇÃO
19/11 – Sábado – LARGO DO PAISSANDU
HorárioAtração
10:00 às 20:00Feira de Afroempreendores e DJ
10:30Lumumba
12:00Tobias da Vai-Vai
13:30Sampagode
15:00Tião Carvalho
16:30Art Popular
18:00Cellia Nascimento
19:30Na Palma da Mão
21:00Samba Rock
20/11 – Domingo – LARGO DO PAISSANDU
10:00 às 19:00Feira de Afroempreendores e DJ
13:00Samba de Roda
14:00Grupo Maculelê
15:00Missa Afro campal e Cortejo Inaugural até o monumento de Zumbi dos Palmares
16:30Nenê de Vila Matilde
17:00Unidos do Peruche
17:30Mocidade Alegre
18:00Vai-Vai
18:30Rosas de Ouro
20/11 – Domingo – VALE DO ANHANGABAÚ
19:00Na Palma da Mão
19:45Ilê Aiyê
21:00Diogo Nogueira e Jorge Aragão

Sobre a SMPIR

A Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo tem a finalidade de formular, coordenar e articular políticas e diretrizes para a promoção da igualdade racial e avaliação das políticas públicas de ação afirmativa, com ênfase na população negra. A política de ação afirmativa é o instrumento por meio do qual se busca a promoção dos direitos dos indivíduos e grupos étnico-raciais que sofreram injustiças históricas e, ainda hoje, sofrem com desigualdades sociais motivadas pela discriminação racial e demais formas de intolerância.

Escreva um comentário e participe!

Related posts