Guest Post »
A nova campanha da Gucci só tem modelos negros e isso é maravilhoso

A nova campanha da Gucci só tem modelos negros e isso é maravilhoso

A italiana Gucci parece disposta a entrar na lista de marcas que desafiam a falta de diversidade na indústria da moda. Pela primeira vez, a grife lançou uma campanha estrelada só por modelos negros – e em sintonia com o tema da coleção.

no Hypeness

Soul Scene” é o nome da coleção pre-fall, inspirada no movimento musical Northern Soul, nascido no norte da Inglaterra ao fim da década de 60. Trata-se de uma vertente da música soul negra americana, mas que priorizava artistas alternativos aos hits da Motown.

Alessandro Michele, estilista e diretor criativo da Gucci, teve a inspiração para o tema ao visitar uma exposição fotográfica sobre o estilo de vestimenta “dândi e da masculinidade negra”. O trabalho de Malick Sidibé, que fotografava a cultura jovem do Mali nos anos 60, foi uma grande referência.

  • malick sidibé
  • malick sidibé8
  • malick sidibé7
  • malick sidibé6
  • malick sidibé5
  • malick sidibé4
  • malick sidibé3
  • malick sidibé2

 

Para divulgar a coleção foram selecionados modelos e dançarinos, todos negros, contrariando uma tendência da indústria de moda de priorizar sempre os brancos. A falta de modelos negros, árabes, latinos ou representantes de outras minorias tem sido criticada constantemente.

A iniciativa foi elogiada por boa parte do público, mas há quem diga, como R. Eric Thomas, do NY Times, que se trata apenas de uma estratégia da marca para surfar na onda da diversidade. Alguns internautas também questionam se o que a grife fez pode ser considerado apropriação cultural. E você, o que acha?

Todas as fotos © Glen Luchford/Gucci

Escreva um comentário e participe!

Related posts