quarta-feira, setembro 23, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Adriana graciano'

    shutterstock

    Amálgama – por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano para o Portal Geledés shutterstock Para Wallace Nosso amor é uma força atemporal Que desafia o espaço Que redesenha a fé Que transporta religiões para seu princípio original Que une o Islã e o Candomblé Nas nossas formas Etéreas e terrestres Água e água O gênio e Iansã Profanos e sagrados Cavalgando os céus Transgredindo os infernos No instante do olhar

    Leia mais
    Imagem: Geledés Instituto da Mulher Negra

    #Geledes30anos – Adriana Graciano: Geledés tem reescrito a história da gente

    G eledés tem reescrito a história da gente E mpoderando, acolhendo, aprendendo, se reinventando L uz guiando nossas trajetórias E sperança renovando nossa fé D iáspora pulsante É hora de agradecer e louvar S alve as sacerdotisas da equidade!   Adriana Graciano Adriana Graciano, formada em Letras pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Historia da África e do Negro no Brasil e Literaturas Contemporâneas de Expressão Portuguesa pela Universidade Candido Mendes, tradutora, intérprete e escreve criticas literárias para o Portal Geledés

    Leia mais
    Room by the sea by Edward Hopper

    Room by the Sea, por Adriana Graciano

    Por Adriana Graciano Para Adriana Dias, em gratidão pelo empréstimo metafórico Quero uma porta para um mar de prazeres excessivos não corrompido pela maldição da falta de prazeres excessivos uma porta através da qual eu encontre o deleite perdido para despertar e fazer cantar a sereia adormecida. Se for meia luz que seja meia inteira que possa serenar incontinenti a fome entre os estribilhos orgásticos do sempiterno Amar

    Leia mais
    poema-para-elaine

    Poema para Elaine, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano E xiste um tipo de amor de tal forma colorido que não cabe no arco-íris L onge dos dicionários, enciclopédias, antologias, coletâneas, compêndios e outras amarras A lheio às tentativas de enquadramento I nteiro, perfeito, solto, inominado N avegando pelas estrelas do amar E sse amor é.

    Leia mais
    Para Léia

    Aniversário, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano V amos hoje rever nosso pacto de amor e luz A tualizá-lo para que ele dê conta das novas versões de nós mesmas L egitimá-lo com nossos pensamentos, falas e ações E xpandí-lo para incluir novas promessas R einventá-lo para fazer uso de nossos aprendizados I rmã, quero repetir para que não se perca no caos A mo você e também já amo o projeto de tudo que você ainda virá a ser.

    Leia mais
    mermaid

    Os cinco sabores, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano Primeiro gosto de tocá-lo com os olhos Depois cheiro suas intenções Leio seus sonhos Como seu sexo Ouço seu cheiro Vejo sua fome Danço sua febre Bebo seu calor Devoro seus pudores Degusto seu (de)leite Escrevo sua cor Pinto seu gosto Mas, sereia que sou, Só canto para quem me cavalga (os mares)

    Leia mais
    grabriel1

    Poema para Gabriel, por Adriana Graciano

    G loria ao dia de sua chegada A bençoados sejam seu nome e sua trajetória B eleza que emociona e desconcerta os sentidos na complexidade e perfeição dos detalhes R eescreveu a historia da família com seu sorriso I luminou nossos céus internos E sperançou nossos amanhãs L uz divina em forma de menino, amado seja

    Leia mais
    The Kiss Photographic Print by Rabi Khan

    PHARMAKON, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano As separações atemporais As dualidades inexoráveis Os pólos (supostamente opostos) As dicotomias clássicas A eterna (e mítica) guerra dos gêneros Os quatro elementos O seu Leão e o meu Escorpião O céu e o inferno (terrestres) TUDO Amalgamado e tornado sentido em nós dois No sexo Imagem: The Kiss Photographic Print by Rabi Khan

    Leia mais

    Quando R goza, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano Quando R goza Meu coração quase se esquece de como bater Antes de reaprender aquela batida que sempre conheceu mas julgava perdida Meus olhos (abertos ou não) vêem em cores que só conheço em sonho Meus ouvidos e sentidos se comportam com a reverência e entrega De quem ouve uma sinfonia amada pela milésima inédita vez Quando R goza Minha primavera eclode E morro minha pequena morte

    Leia mais

    Poema para a irmã do meio, por Adriana Graciano

    por Adriana Graciano Poema para a irmã do meio A irmã do meio segura a mão da irmã mais velha e da irmã caçula, unindo o trio A irmã do meio traz humor e calor ao trio e ao mundo ao redor A irmã do meio ri alto, contagiando o trio e o mundo ao redor A irmã do meio fala palavrão, chora e faz birra (porque é a irmã do meio) A irmã do meio faz bolo melhor que a mãe A irmã do meio é a casa longe de casa e o lar em qualquer lugar Por isso que a gente quer morar nela, se aconchegar no cheirinho de casa que emana do pescoço dela A irmã do meio é feita de açúcar e de bossa nova e de estampas florais Ela é a casa longe de casa e o lar em qualquer lugar

    Leia mais

    Poem in search of a muse, por Adriana Graciano

    - Adriana Graciano - Aquela que hei de amar me dará o que ela tem de sobra e me falta Eu lhe darei o que tenho em excesso e que lhe falta Ela me ensinará perdão - que me falta E eu ensinarei-lhe amor - que me sobra Ela será minha poesia e minha canção Sua presença será um bálsamo para minha dor E seu abraço meu destino final Poem in search of a muse The woman I will love will give me what she has in excess and I lack I will give to her what I have in excess and that she lacks She will teach me forgiveness - that I lack And I will teach her Love - that I have plenty She will be my poetry and my song Her presence will be a balm to my pain And her embrace my final destination

    Leia mais
    Joyce Fonseca

    Conceição Evaristo, por Adriana Graciano

    Risky, thought Paul D, very risky. For a used-to-be-slave woman to love anything that much was dangerous, especially if it was her children she had settled on to love. The best thing, he knew, was to love just a little bit; everything, just a little bit, so when they broke its back, or shoved it in a croaker sack, well, maybe you'd have a little love left over for the next one. -Adriana Graciano - Toni Morrison in Beloved Contemporary newspaper reports, abolitionist material, and various biographical and autobiographical accounts provide the sources from which this episode can be reconstructed. (...) Trapped in his house by the encircling slave catchers, Margaret Garner killed her three-year-old daughter with a butcher's knife and attempted to kill the other children rather than let them be taken back to into slavery by their master, Archibald K. Gaines, the owner of Margaret's husband and of the ...

    Leia mais

    Poem to baby sis, por Adriana Graciano

    - Adriana Graciano - The truest thing I can offer you is what I am I loved you at first sight I loved you even before you were born I loved you inside our mother's belly I loved you when I was inside our mother's belly Wondering what this world would be like And the world I pictured then had a happy and welcoming face I came out for you for the picture that I saw was your face smiling at me And this expectation and love anticipated kept me living and waiting for you I loved you at first sight I loved you before I met you Because I first loved the promise of you

    Leia mais
    Adriana Graciano

    Literatura e Cultura, por Adriana Graciano

    Adriana Graciano para o Portal Geledés A coletânea Literatura e Cultura, organizada por Heidrun Krieger Olinto e Karl Erik Schollhammer e publicada pela Editora PUC-Rio em parceria com as Edições Loyola é fruto do aprofundamento dos temas debatidos no seminário Estudos de Literatura e de Cultura que ocorreu em agosto de 2002. O encontro, encabeçado pelos dois professores acima citados, inscreveu-se na área dos Estudos de Literatura, no Programa de Pós-Graduação do Departamento de Letras da PUC-Rio e objetivou fomentar novos diálogos entre os âmbitos literário e cultural a partir da reunião de vozes de estudiosos de Letras e de Antropologia. A precisa enunciação dos organizadores na apresentação da coletânea merece ser destacada: As questões abordadas sugerem a convergência tácita de diversas concepções de cultura a partir da idéia de sua dupla função de orientadora e tradutora de processos comunicativos, materializados em múltiplos sistemas simbólicos, convicções e valores, responsáveis tanto pela ...

    Leia mais
    Apresentadores - IMAGEM: Tela Preta TV

    Tela Preta TV . Uma TV para todos, mas pensada por nós

    Entretenimento. Poder. Novas narrativas. Na conexão Rio e São Paulo, jovens atores, produtores, diretores e profissionais técnicos do audiovisual, negros, decidem pensar uma televisão que busque atender a todas às demandas de entretenimento. por Licinio Fonseca enviado por Adriana Graciano para o Portal Geledés IMAGEM: Adriano Oliveira Inspirador nos canais de TV de Oprah WinFRey (OWN), Issa Rae (CoCre.TV), Kevin Hart (LOL Networks) e outros, a Tela Preta TV se propõe em promover o protagonismo negro como disparador de tantos outros aspectos importantes, como representatividade, visibilidade, legitimidade, imaginário e afeto. Colocar em pauta outras lutas e vozes abafadas, abarcando questões como feminismo, gênero e desigualdade social. Produzir conteúdos socialmente relevantes, esteticamente interessantes e dramaturgicamente envolventes. Por em cena uma ficha técnica composta em sua maioria por negros, criando esse espaço de protagonismo e incentivando outros artistas a fazerem o mesmo. O dia 20 de Novembro foi o ...

    Leia mais
    Bruno Santos:Folhapress

    Escolas de elite dão bolsas e criam projetos sociais para ensinar diversidade

    Colégios têm percebido que quanto mais heterogênea é a sala de aula, melhor os alunos aprendem por Carolina Muniz no Folha de São Paulo As escolas têm percebido que, quanto mais heterogênea é a sala de aula, mais e melhor os alunos aprendem. Isso porque os debates ficam enriquecidos quando existe diversidade —de gênero, credo, raça e classe social. “Se o estudante é capaz de confrontar experiências distintas, ele aumenta a sua capacidade argumentativa”, diz Fernando Luiz Abrucio, professor de gestão educacional da Fundação Getulio Vargas. No Brasil, o desafio das escolas, sobretudo particulares, é promover o contato com o diferente. O recorte social gerado pelas altas mensalidades faz com que o convívio fique restrito a estudantes com vivências muito parecidas. Com mensalidades entre R$ 3.604 e R$ 3.923, o colégio Bandeirantes, na zona sul de São Paulo, trabalha em parceria com institutos que encontram jovens com potencial acadêmico na ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist