quarta-feira, julho 8, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Bolsonaro'

    Bianca Santana processa Jair Bolsonaro. O presidente a acusou de ter produzido uma notícia falsa - Foto: João Benz

    Ataques do governo Bolsonaro a mulheres jornalistas são denunciados ao Conselho de Direitos Humanos da ONU nesta terça-feira

    O Brasil estará mais uma vez com um destaque negativo perante a comunidade internacional: os ataques do governo Bolsonaro a mulheres jornalistas estão sendo denunciados nesta terça-feira (07/07) por um amplo grupo de organizações da sociedade civil durante a 44º sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU). A violência contra mulheres jornalistas está no foco do documento apresentado pela  relatora especial das Nações Unidas sobre a Violência contra a Mulher, suas Causas e Consequência, Dubravka Šimonovic, que aborda ferramentas frequentemente usadas para desonrar, desacreditar e humilhar as jornalistas.  Um dos casos apresentados pelas organizações brasileiras é o de  Bianca Santana, jornalista que, em maio, foi acusada pelo Presidente da República de escrever ‘fake news’ na mesma semana em que escreveu um artigo sobre a relação entre familiares e amigos de Bolsonaro com os acusados ​​de assassinar a vereadora Marielle Franco. Em depoimento que será exibido durante a ...

    Leia mais
    Perguntas serão entregues aos 47 membros do Conselho de Direitos Humanos da ONU (Foto: Xinhua/Xu Jinquan)

    Bolsonaro será alvo de pressão internacional por pandemia

    O governo de Jair Bolsonaro será alvo de uma série de denúncias formais na ONU por sua resposta considerada como insuficiente diante da pandemia da covid-19. Um documento elaborado por entidades nacionais e internacionais será tratado nesta semana em Genebra, pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, enquanto outras acusações serão submetidas ao longo dos próximos dias. Além disso, o organismo vem coletando informação sobre a política brasileira em relação ao coronavírus, elevando a pressão sobre um governo com uma imagem externa já desgastada. O debate sobre a pandemia estará no centro da agenda do Conselho nesta semana, com a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, apresentando um informe sobre a situação internacional. Entidades como a Conectas e Comissão Arns prometem usar a ocasião para denunciar o Brasil. Outra iniciativa está sendo liderada por entidades como Amazon Watch, Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Conectas Direitos ...

    Leia mais
    Milton Nascimento, abraçado a seu violão, que nunca perde de vista  (Foto: Fernando Priamo)

    Milton Nascimento sobre o governo Bolsonaro: “Bicho, que pesadelo é esse? É uma tragédia sem parâmetro”

    Milton Nascimento deu entrevista para O Tempo, de MG, sobre sua live, e acabou falando do Brasil: Você já foi vítima de racismo na infância, na carreira, já se posicionou contra esse tipo de preconceito diversas vezes. Devido aos recentes acontecimentos, houve diversos protestos pelo mundo e artistas e outras personalidades levantaram suas vozes contra o racismo.  Toda essa mobilização pelo mundo é uma prova de que nada disso ia ficar em vão. Mas é muito importante que esse movimento agora ganhe mais força. É preciso continuar, porque é só o começo. Minha vida foi marcada pelo racismo, e isso desde a minha infância em Três Pontas, onde nem no clube da cidade me deixavam entrar. Eu ficava ouvindo os shows na praça, do lado de fora. E esse é só um único fato. O racismo, infelizmente, está aí até hoje, em todos os lugares e, aqui no Brasil, cada ...

    Leia mais
    'Sem solidariedade, sobra a barbárie', diz a psicanalista Maria Rita Kehl sobre a atitude das pessoas durante a pandemia (Imagem: EDITORA BOITEMPO/DIVULGAÇÃO)

    Coronavírus: Falta de empatia de Bolsonaro com mortes por covid-19 parece psicopatia, diz psicanalista Maria Rita Kehl

    Quanto passaram de 10 mil, no dia 11 de maio, Bolsonaro lamentou pela primeira vez as mortes: "Olha, eu lamento cada morte que ocorre a cada hora. Lamento. Agora, o que nós podemos fazer é tratar com devido zelo recurso público. Em vez de fazer a notinha de pesar, que eu acho válido, eu também sou pesaroso a essas questões… Tem que dar exemplo, gastar menos". Quando uma apoiadora pediu uma mensagem de conforto para as famílias em luto no Brasil, e o país superava 30 mil mortes, nesta semana, no dia 2 de junho, Bolsonaro respondeu: "A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino de todo mundo". Essa "impiedade" do presidente da República, nos olhos da psicanalista e escritora Maria Rita Kehl, se aproxima da psicopatia. A designação define pessoas com traço comportamental em que há falta de remorso ou empatia com o próximo, entre outras características. ...

    Leia mais
    Bianca Santana (Foto: Natália Sena)

    Por que fui citada por Jair Bolsonaro?

    "Tem uma tal de Bianca Santana aqui, uma blogueira, né? 'PT tem propaganda barrada pelo TSE, fake news', dizendo que era mentira. Na verdade é que foi proibido, né, pelo TSE, uma campanha do Haddad, dizendo que Bolsonaro votou contra lei brasileira de inclusão de pessoas com deficiência. A minha esposa tem um trabalho nesse sentido. Qual o objetivo? Na teoria é uma coisa, na prática é outra. Fake news." Jair Bolsonaro, na Live da Semana com Presidente Jair Bolsonaro 28/05/2020, na última quinta-feira Sou Bianca Santana, blogueira aqui no UOL dentre outras atividades e títulos, mas nunca escrevi sobre propaganda do PT barrada pelo TSE, nem sobre a lei brasileira de inclusão de pessoas com deficiência. E, cá entre nós, já escrevi muitas vezes sobre o envolvimento da família de Bolsonaro com a milícia que assassinou Marielle Franco. Na terça-feira passada, publiquei aqui contra a federalização do caso Marielle. ...

    Leia mais
    Frederico Vasconcelos (Foto: Imagem retirada do site Folha de S. Paulo)

    Manifesto de operadores do direito condena ‘ação genocida’ de Bolsonaro

    Manifesto assinado por profissionais do direito –de diferentes matizes políticas e ideológicas– afirma “que é preciso dar um BASTA a esta noite de terror com que se está pretendendo cobrir este país”. “A Constituição Federal diz expressamente que são crimes de responsabilidade os atos do presidente da República que atentem contra o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais das unidades da Federação e contra o cumprimento das leis e das decisões judiciais.” O documento sublinha que o povo e as instituições “não podem continuar a ser agredidos por alguém que, ungido democraticamente ao cargo de presidente da República, exerce o nobre mandato que lhe foi conferido para arruinar com os alicerces de nosso sistema democrático”. Os cerca de 700 signatários afirmam que não pode mais ser aceito um presidente da República que “descumpre leis e decisões judiciais diuturnamente porque, afinal, se ...

    Leia mais
    Militantes do movimento negro fazem protesto na Fundação Cultural Palmares, por conta da indicação de seu novo presidente. (Foto: Pedro Ladeira/ FolhaPress)

    Justiça determina que fundação do governo Bolsonaro apague textos contra Zumbi dos Palmares

    A Justiça determinou nesta sexta-feira (29) que a Fundação Palmares deve apagar imediatamente de seus canais de comunicação dois textos que foram publicados contra Zumbi dos Palmares. Na decisão, a juíza Maria Cândida Carvalho Monteiro de Almeida, da 9ª Vara Federal Cível da SJDF​, determinou que os artigos "Zumbi e a Consciência Negra - Existem de Verdade?", de Luiz Gustavo dos Santos Chrispino, e "A Narrativa Mística de Zumbi dos Palmares", de Mayalu Felix, devem ser retirados dos canais de comunicação da instituição, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil. A juíza deferiu pedido de liminar apresentador pelos deputados Túlio Gadêlha (PDT-PE), Benedita da Silva (PT-RJ), Áurea Carolina (PSOL-MG) e Bira do Pindaré (PSB-MA). "Concluo, com base nessas considerações, que a permanência dos artigos questionados no sítio institucional da Fundação Cultural Palmares ameaça o patrimônio histórico-cultural brasileiro e viola o direito à identidade, ação e memória ...

    Leia mais
    Reprodução/YouTube

    Bolsonaro carrega um cemitério nas costas, afirma historiador

    “Uma das razões porque estamos entrando nessa tragédia com esse grau de mortes resulta, em grande parte, não apenas, da atitude do presidente negando a epidemia, pressionando pelo retorno ao trabalho. Felizmente temos prefeitos e governadores que, independentemente de partidos, abraçaram uma atitude mais científica. Se não estaria muitíssimo pior.  Bolsonaro tem um cemitério carregado nas costas. Ele e o Trump. É uma cadeia de servidão. O Brasil é um espelho distorcido dos EUA. Só que lá as instituições são mais sólidas e ativas”. A avaliação é do historiador João José Reis ao TUTAMÉIA (acompanhe no vídeo acima e se inscreva no TUTAMÉIA TV). Professor da Universidade Federal da Bahia, ele é dos principais pesquisadores da escravidão e das revoltas escravas no Brasil. Autor de “Rebelião Escrava no Brasil” (2003), sobre o levante dos malês em 1835, e do recente “Ganhadores” (2019), relatando a greve negra de 1857 na Bahia, ele ...

    Leia mais
    Foto: Saulo Angelo/Futura Press/Estadão

    Cloroquina ‘une’ Bolsonaro e Maduro em meio à pandemia de coronavírus

    Tanto Jair Bolsonaro quanto Nicolás Maduro são entusiastas do medicamento - apesar de seus fortes efeitos colaterais e de sua eficácia ainda não ter sido confirmada cientificamente. Embora haja consenso sobre a substância, os dois líderes têm posicionamentos contrários em relação ao isolamento social. Enquanto Bolsonaro é contra o confinamento da população, Maduro decretou o lockdown na Venezuela. "Entre quarentena e produção, não há contradição", disse o venezuelano na quarta-feira (13) quando renovou por mais um mês o decreto de Estado de emergência. 'Mudança do protocolo' A polêmico em torno do uso da cloroquina teria sido um dos motivos que levou o ministro da Saúde brasileiro Nelson Teich a renunciar ao cargo. Sua saída aconteceu um dia após o ministro receber um ultimato de Bolsonaro para mudar o protocolo de orientação do Ministério da Saúde para uso da cloroquina no tratamento da covid-19. Na quinta-feira, em live na sua conta ...

    Leia mais
    (Foto: Getty Images)

    Especialista do HC vê eugenia em fala de Bolsonaro sobre pandemia

    Arnaldo Lichtenstein, médico diretor técnico de clínicas do Hospital das Clínicas, comentou falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a pandemia do novo coronavírus. Na avaliação do médico, não se trata apenas de negar a ciência, e sim de uma lógica eugenista. O comentário foi feito em entrevista à TV Cultura. (Veja no vídeo abaixo) O comentário do médico foi em resposta a uma fala de espectador lida pela âncora Karyn Bravo. Ele lembrou que Bolsonaro disse que o Brasil vive neurose com o coronavírus e que 70% das pessoas irão pegar a covid-19. "Isso que ele falou levanta um ponto importante. Não é um negacionismo da ciência, é uma linha de raciocínio muito diferente e cruel. Sabe-se que a epidemia vai passar quando 50% a 70% das pessoas estiverem imunizadas, ou com vacina, ou pegar a doença. Quando se pega isso o vírus arrefece. São 140, 120 milhões ...

    Leia mais
    (Foto: NAYRA HALM/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)

    Trabalhadores à espera de auxílio se sentem insultados por Bolsonaro

    A declaração do presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira, de que as pessoas à espera do auxílio-emergencial são uma "minoria barulhenta", não foi bem recebida pelos trabalhadores. A frase foi dita durante sua live semanal transmitida pelas redes sociais. Segundo a Caixa Econômica Federal, há 17 milhões de pedidos do benefício de R$ 600 represados. O estudante de Psicologia e deficiente visual Lucas Bento Morais, de 20 anos, disse ter se sentido humilhado pela fala do presidente, que segundo ele teve um tom pejorativo. — Essa minoria tem pobres, negros, e deficientes visuais, como eu. Não é uma minoria de empresários. Me sinto humilhado porque a gente é pobre e é uma população invisibilizada diariamente. Essa fala do Bolsonaro é de extrema irresponsabilidade. Como chefe do Executivo ele precisa ser ponderado, até porque ele não foi eleito só pelos empresários. Entre as pessoas que estão com pedidos em análise provavelmente ...

    Leia mais

    “Revoltante e lastimável”, diz irmã de Marielle sobre fala de Bolsonaro

    Em seu discurso feito nesta sexta para rebater as declarações do ex-ministro Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou Marielle Franco, vereadora assassinada em março de 2018, quando comparou a investigação da morte dela com a da facada que levou durante a campanha eleitoral. Após a fala, a família da parlamentar repudiou o uso do nome dela pelo presidente. Por Nathália Geraldo, Da Universa (Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo) Anielle Franco, irmã de Marielle e à frente de instituto em memória dela, classificou a declaração de Bolsonaro como "revoltante, lastimável e surreal" e afirmou que o uso do nome da vereadora foi uma "cortina de fumaça" na tentativa de tirar o foco dos ataques que recebia. "Nenhuma vida deve ser ceifada como a da Marielle, ninguém merece levar facada. Não se pode comparar o crime dele com o crime da minha irmã, ...

    Leia mais

    Bolsonaro é alvo de ação em Tribunal Penal Internacional por crime de epidemia

    A ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) apresentou ao Tribunal Penal Internacional uma representação contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. A entidade alega que o presidente pratica crime contra a humanidade ao vitimar a população brasileira diante da pandemia do novo coronavírus. Por Gabriela Coelho, Da CNN (Foto: ONU/Rick Bajornas) No documento, a Associação afirma que o país possui um chefe de governo e de Estado cujas atitudes “são total e absolutamente irresponsáveis.” “Por isso, solicitamos ao TPI que instaure procedimento para averiguar a conduta do presidente e condene Bolsonaro pelo crime contra a humanidade por expor a vida de cidadãos brasileiros, com ações concretas que estimulam o contágio e a proliferação do vírus, aplicando a pena cabível”, diz em trecho do documento. Segundo a entidade, Bolsonaro coloca a vida da população em risco, cometendo crimes e merecendo a atuação do Tribunal Penal Internacional ...

    Leia mais
    Aldeia waimiri atroari. Foto- Homero Martins

    Juíza concede inédito ‘direito de resposta’ dos waimiris-atroaris por discursos de Bolsonaro

    A série de declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro desde janeiro de 2019 sobre os indígenas, de um modo geral, e sobre os waimiris-atroaris, que vivem entre Amazonas e Roraima, deu origem a um inédito direito de resposta ordenado pela Justiça. A juíza federal substituta da 3ª Vara Federal de Manaus (AM), Raffaela Cássia de Sousa, determinou à União e à Funai que uma carta dos waimiris-atroaris seja publicada, num prazo de 30 dias, "nos sítios eletrônicos do Palácio do Planalto e ministérios, em ícone da página inicial". por Rubens Valtente no UOL Aldeia waimiri atroari. Foto- Homero Martins A juíza, que acolheu um pedido feito por um grupo de oito procuradores da República, determinou ainda que a União e a Funai "indiquem às autoridades públicas", nos termos da Convenção contra todas as formas de discriminação racial, da ONU (Organização das Nações Unidas), "que não incitem ...

    Leia mais

    No meio da pandemia, governo Bolsonaro admite que removerá quilombolas

    No meio da pandemia do novo coronavírus, o governo Bolsonaro publicou uma resolução tomada por sete ministros que anuncia a remoção e o reassentamento de famílias quilombolas no Maranhão. A medida poderá atingir 800 famílias de 30 comunidades dos descendentes de escravos que habitam a região desde o século 17. Não foi anunciada uma data para as remoções. Por Rubens Valente, Do UOl BORDADO: COLETIVO/ FOTO: ISANELLE NASCIMENTO O documento, publicado no Diário Oficial de ontem (27), também confirma que o governo federal avançará por mais 12 mil hectares da região de Alcântara além da área já utilizada atualmente pelo CLA (Centro de Lançamentos de Alcântara). O governo Bolsonaro quer abrir a possibilidade de exploração da base para diversos países, cobrando uma espécie de aluguel pela parceria. Com os EUA, já assinou um acordo de cooperação no ano passado. A resolução é assinada pelo general Augusto ...

    Leia mais
    Leonardo Sakamoto. (Foto: RFI/Rui Martins)

    PGR recebe denúncia contra Bolsonaro por campanha “O Brasil não pode parar”

    O presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de infração de medida sanitária, incitando que brasileiros desconsiderassem e descumprissem as medidas impostas para combater o coronavírus. Tanto através de seu pronunciamento à nação, na última terça (24), como no vídeo institucional e na promoção do slogan "O Brasil não pode parar", a partir de quinta (26). Por Leonardo Sakamoto, Do UOL Leonardo Sakamoto. (Foto: RFI/Rui Martins) A avaliação é da Coalização Negra por Direitos e do Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos que protocolaram uma notícia-crime contra Bolsonaro junto ao procurador-geral da República, Augusto Aras. A primeira parte da denúncia, sobre o pronunciamento, foi realizada na quinta e a segunda, a respeito da campanha que pede para pessoas deixem o isolamento social, nesta sexta. As organizações defendem que o presidente, repetidamente, vem cometendo o crime previsto no artigo 268 do Código Penal (Infringir determinação do poder público, destinada ...

    Leia mais
    Medida de isolamento social deixou o Centro de Florianópolis vazio – Foto: Anderson Coelho/ND

    Justiça proíbe Bolsonaro de adotar medidas contra isolamento social e derruba decretos

    O governo de Jair Bolsonaro está proibido pela Justiça Federal de adotar medidas contrárias ao isolamento social como forma de prevenção ao coronavírus. Dois decretos do presidente que ia nesse sentido foram suspensos, o que classificava as igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, o que, na prática, permitia o funcionamento desses estabelecimentos, mesmo em estados em que os governos municipais ou estaduais tivessem proibido aglomerações. Por Erick Mota. Do Congresso em Foco Centro de Florianópolis– Foto: Anderson Coelho/ND O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF). Na decisão, o juiz da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, Márcio Santoro Rocha, determinou que o governo federal e a prefeitura da cidade de Duque de Caxias, "se abstenham de adotar qualquer estímulo à não observância do isolamento social recomendado pela OMS", a multa em caso de desobediência é de R$ 100 mil. O presidente vem ...

    Leia mais

    OAB e entidades de direitos humanos repudiam conduta de Bolsonaro sobre COVID

    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Academia Brasileira de Ciências (ABC) e entidades ligadas à imprensa e aos direitos humanos assinaram agora há pouco um documento em repúdio às manifestações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) relacionadas à pandemia do novo coronavírus. Por André Catto, Da CNN Líder da OAB é um dos signatários da nota (Foto: Divulgação/OAB) Segundo a nota, Bolsonaro faz uma “campanha de desinformação” ao chamar a população para ir às ruas. O manifesto, assinado após reunião virtual entre os presidentes das entidades, ressalta o isolamento social como fundamental para conter o crescimento acelerado do número de pessoas afetadas pela doença. "A hora é de enfrentamento desta pandemia com lucidez, responsabilidade e solidariedade. Não deixemos que nos roubem a esperança", finalizam os presidentes das entidades. Leia a íntegra da nota: EM DEFESA DA ...

    Leia mais
    Getty Images

    Medidas econômicas de Bolsonaro contra o coronavírus são inferiores às de outros países, aponta FGV

    As medidas anunciadas pelo governo de Jair Bolsonaro para conter o impacto do coronavírus no Brasil estão "muito abaixo do que foi anunciado em outros países", segundo levantamento do Observatório de Política Fiscal do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre/FGV), feito pelo economista Manoel Pires. Por Mariana Schreiber, da BBC Getty Images De acordo com ele, iniciativas anunciadas até o momento pelo governo federal — como antecipação do 13º salário de pensionistas e aposentados do INSS, redução temporária de impostos para empresas, ampliação do programa Bolsa Família, novos recursos para o Ministério da Saúde e transferências para Estados e municípios — somam cerca de 4% do PIB do país. Já na Alemanha, os gastos do governo para enfrentar a crise do coronavírus atingiram 37% do PIB na segunda-feira (23/03), com o anúncio de mais um pacote de 800 bilhões de euros (cerca de R$ 4,4 trilhões), nota ...

    Leia mais
    Reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU
Imagem: Xinhua/Xu Jinquan

    Na ONU, mais de 80 entidades pedem apoio internacional contra Bolsonaro

    A Ordem dos Advogados do Brasil, Instituto Vladimir Herzog, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Amazon Watch, Instituto Ethos, Artigo 19, Conselho Indigenista Missionário, Society for Threatened Peoples, Conectas e mais 80 organizações nacionais e estrangeiras se unem num ato raro para pedir que a comunidade internacional pressione o governo brasileiro diante do desmonte dos mecanismos de proteção aos direitos humanos no primeiro ano da presidência de Jair Bolsonaro. Por Jamil Chade, do UOL Reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU (Imagem: Xinhua/Xu Jinquan) Numa denúncia apresentada ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, as entidades afirmam que o Brasil vive "graves ataques" que "corroem o estado de direito e a democracia no País". "Chamamos a comunidade internacional a dar urgente atenção e a desenvolver ações incisivas ante esse grave quadro de direitos humanos no Brasil", pediram. "A situação de direitos humanos no Brasil ...

    Leia mais
    Página 1 de 46 1 2 46

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist