terça-feira, janeiro 26, 2021

Resultados da pesquisa por 'Covid-19'

A pensionista Sebastiana Amaral, de 70 anos, gostaria que os vizinhos em Bangu, no Rio, que, ao contrário dela, também têm comorbidades, fossem vacinados logo contra o vírus (Foto: Hermes de Paula / Agencia O Glob / Agência O Globo)

Cientistas criticam ausência de prioridade a pobres e negros na vacinação contra Covid-19

A vacinação contra a Covid-19 acentuará ainda mais a nossa desigualdade social e racial. Isto ocorre porque pobres e negros, apesar de mais vulneráveis à pandemia por uma série de fatores, não foram diferenciados no Plano Nacional de Imunização — ou seja, continuarão mais expostos ao vírus que o restante dos brasileiros. Diante disso, cientistas defendem que esta parcela da população seja incluída entre as prioridades do PNI. Um estudo inédito do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da UFRJ mostra que trabalhadores negros no Brasil correm risco 39% maior de morrer de Covid-19 do que os brancos. Já um trabalho publicado na revista britânica Public Health revela que brasileiros com educação superior (e brancos são 70% do total neste importante indicador de renda) correm risco 44% menor de serem vítimas fatais do vírus. — Os pobres, em especial os negros, são obrigados a se expor mais, adoecem mais ...

Leia mais
Bianca Santana - Foto: João Benz

“Mas morreu esse tanto de gente por covid-19 mesmo?”

A pergunta que temos ouvido com o anúncio de 200 mil pessoas mortas por covid-19 no Brasil ajuda a compreender o cenário que estamos vivendo. A descrença nas informações oficiais (não à toa). A descrença na imprensa (também não à toa). O negacionismo que, por progressão geométrica, vai do Planalto às praias e bares, tendo passado por campanhas eleitorais da direita e da esquerda. Nosso negacionismo não é novidade. Arrisco afirmar que nossa negação histórica é o ovo da política de morte do governo Bolsonaro. Não apenas porque permitimos, sem sanção, a continuidade da campanha de um pré-candidato que cometeu o crime de racismo ao afirmar que "quilombola não serve nem para procriar". Nem porque renovamos continuamente os mandatos de um deputado federal que elogiava torturadores, defendia a ditadura, e chegou a interromper a inauguração de um busto em homenagem a Rubens Paiva com uma cusparada. Mas principalmente por convivermos ...

Leia mais
(Foto: Danilo Verpa/ Folhapress)

É falso que Ministério da Saúde pré-cadastre para vacinação contra Covid-19 por telefone ou SMS

Golpistas se aproveitam da expectativa pela vacinação contra Covid-19 para enganar cidadãos e obter acesso a aplicativos de mensagens como o WhatsApp e o Telegram, segundo informou o Ministério da Saúde no dia 14 de janeiro. De acordo com publicação da pasta nas redes sociais, os golpistas ligam para os celulares das vítimas e fazem um falso questionário para levar o cidadão a acreditar no golpe e compartilhar com o criminoso um código que dá acesso aos aplicativos de mensagens. A isca usada pelos golpistas é a possibilidade de pré-agendar uma data para a vacinação. A pasta, no entanto, não está agendando datas para a vacinação contra a Covid-19 e não faz ligações para cidadãos. "O Ministério da Saúde esclarece que não realiza agendamento para aplicação de nenhum tipo de vacina, e nem envia códigos para celular dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde). Caso receba solicitação de cadastro, ...

Leia mais
Foto: GETTY IMAGES

Governo de SP retira quilombolas de grupo prioritário da vacinação contra Covid-19; lideranças vão se reunir para recorrer da mudança

As mais de 50 comunidades reconhecidas como remanescentes de quilombos no estado de São Paulo não têm mais data para o início da vacinação contra Covid-19. A população quilombola, que pertencia ao grupo prioritário máximo, ao lado de profissionais de saúde e indígenas, segundo o plano publicado no início de dezembro pelo governo estadual, não consta mais na primeira etapa de prioridade de vacinação de São Paulo. Procurada pelo G1, a secretaria da Saúde disse, por telefone, que o grupo foi excluído da primeira etapa de vacinação porque a Anvisa não teria autorizado o uso emergencial da CoronaVac nesta população. A Anvisa, no entanto, nega a informação, e diz que não há nenhuma restrição deste tipo na autorização para uso emergencial da CoronaVac concedida no último domingo (17). No final de 2020, quando foi divulgado oficialmente pelo Ministério da Saúde, o Plano Nacional de Imunização também incluía quilombolas, comunidades tradicionais ...

Leia mais
Em foto de 2019, Ananda Portela segura a mão da avó, internada com covid-19
Imagem: Acervo Pessoal

Após o final do ano, a covid-19 explodiu em minha família – e no país

Poucos dias depois das festas de fim de ano, as confirmações de infecção pelo novo coronavírus assustaram a família de Ananda Portela, redatora do UOL. As comemorações de Natal e Réveillon resultaram em duas hospitalizações: a do seu pai e sua avó. Os planos para uma festa ao ar livre, na casa da avó em Minas Gerais, não saíram como esperado. Em um momento, Ananda, que não havia recebido diagnóstico positivo, teve de adotar máscaras e distanciamento da família dentro da própria casa. Ela foi a última a receber a confirmação da doença, depois de ter cuidado dos pais, do irmão e da cunhada. "No dia em que escrevo este texto, 13 pessoas da minha família estão contaminadas com o novo coronavírus. Nos encontramos no fim de 2020 para as festas de fim de ano em Minas Gerais. No dia de Natal, o primeiro grupo com 12 pessoas chegou à casa da minha ...

Leia mais
Clientes e comerciantes sem utilizar máscaras de maneira correta em lanchonete na av. Álvaro Ramos, na Água Rasa  (Foto: Zanone Fraissat - 08.jan.2021/Folhapress)

Zona leste tem cinturão de bairros que concentram mortes por Covid-19

O recrudescimento da pandemia de Covid-19 na cidade de São Paulo tem feito mais vítimas na zona leste da capital. Dos dez distritos com mais mortes por 100 mil habitantes nos meses de novembro e dezembro de 2020, seis ficam na região. A concentração de óbitos está localizada em um cinturão formado por Água Rasa, Vila Prudente e São Lucas —colados em Sapopemba, região recordista de mortes em números absolutos na cidade, onde o coronavírus já fez 642 vítimas fatais desde março do ano passado. Entre as áreas mais afetadas, juntam-se ainda os distritos de Aricanduva, Vila Matilde e Tatuapé, bairro de alto padrão da zona leste. Mortes por Covid-19 nos distritos da capital 642 é o número de mortos pelo coronavírus em Sapopemba, região que reúne mais óbitos da doença na cidade.  Fonte: Pro-Aim (Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade), da Prefeitura de São ...

Leia mais
Foto: Geledés

Territórios negros e periféricos no enfrentamento à pandemia da COVID-19: um estudo sobre as ações desenvolvidas na região metropololitana de São Paulo

No ano de 2020, o mundo enfrentou uma experiência singular marcada por perdas, mudanças e inseguranças decorrentes da pandemia da COVID-19. Este cenário impôs novos hábitos e formas de se relacionar devido à necessidade de manter distância e evitar o contato e a presença física, o que impactou de diversas formas tanto a saúde física e mental como a garantia das necessidades básicas de bilhões de pessoas em centenas de países. No Brasil, a pandemia, ao potencializar as crises econômica, política, ambiental e social, explicitou as desigualdades de raça, gênero e classe com a imposição de uma dinâmica baseada no isolamento social. Tal situação trouxe novos desafios para as famílias em condição de vulnerabilidade social, moradoras de favelas e comunidades, para conseguir atravessar as adversidades e, também, auxiliar outras pessoas de seus contextos. As ações de apoio às famílias empobrecidas, desencadeadas por pessoas e entidades para a mitigação dos efeitos ...

Leia mais
Divulgação/Enem

Com alta de casos de Covid-19 no país, estudantes pedem novo adiamento do Enem

Com o aumento de casos e mortes pela Covid-19 no Brasil, entidades estudantis pedem novo adiamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que terá a primeira prova aplicada no próximo dia 17. Além do receio de que a realização do exame, que tem 6 milhões de inscritos, vá aumentar a transmissão do vírus, as entidades afirmam que o MEC (Ministério da Educação) não divulgou medidas suficientemente eficazes para garantir a segurança dos candidatos. O ministério rejeita o novo adiamento e diz que o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão responsável pela prova, estabeleceu regras para “reduzir aglomerações” nos locais de aplicação do exame e adotou medidas preventivas contra a Covid-19. Em ação conjunta, UNE (União Nacional dos Estudantes) e Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) não rejeitam a possibilidade de ingressar com um mandato de segurança para impedir a realização da prova em janeiro. “Os números ...

Leia mais
Foto: Antenna/Getty Images

Medo de engravidar na pandemia de covid-19 se assemelha ao auge da epidemia de zika, segundo pesquisa

Este é um dos resultados preliminares de uma pesquisa ainda inédita da Universidade do Texas em Austin, que entrevistou 2.380 mulheres de 18 a 34 anos no Estado de Pernambuco, um dos mais afetados pelo surto de zika entre 2015 e 2016. A pesquisadora Leticia Marteleto, professora do Centro de Estudos de População da Universidade do Texas em Austin, vem pesquisando as consequências demográficas da epidemia de zika desde 2016. Seus estudos, assim como os de outros grupos de pesquisa, constataram que houve um declínio do número de nascimentos no Brasil aproximadamente nove meses depois que o vírus foi associado ao nascimento de bebês com microcefalia. No início de 2020, Marteleto e seus colegas estavam se preparando para entrevistar 4 mil mulheres em idade reprodutiva no estado de Pernambuco, que seriam acompanhadas ao longo do tempo para investigar as consequências de longo prazo da epidemia de zika no que diz ...

Leia mais
Charley Pride canta em apresentação durante o 54º CMA Awards em Nashville, Tennessee (EUA), no dia 11 de novembro deste ano — Foto: Terry Wyatt/Getty Images via AFP/Arquivo

Charley Pride, pioneiro negro da música country, morre de Covid-19 aos 86 anos

Charley Pride, pioneiro músico negro de country music dos EUA, morreu aos 86 anos, vítima de complicações da Covid-19, anunciou seu agente neste sábado (12). Ele era conhecido por sucessos como “Kiss an angel good mornin’” e “Is anybody goin’ to San Antone”, entre outros hits. No mês passado, Pride havia sido homenageado pela Country Music Association com o prêmio Willie Nelson pelo conjunto de sua obra. Na ocasião, ele se apresentou pela última vez, em uma transmissão na qual cantou “Kiss an angel good mornin’”, de 1971, ao lado de Jimmie Allen. Pride nasceu em Sledge, Mississippi, em 1934, e trabalhou na colheita de algodão e jogou beisebol na liga de negros, trabalhou em uma fundição em Montana e serviu no Exército antes de se tornar a primeira estrela negra da música country dos Estados Unidos. Ele apareceu 52 vezes no Top 10 de músicas country, 29 vezes no número ...

Leia mais

Pesquisa sobre ações de enfrentamento à pandemia COVID-19 na região metropolitana de São Paulo estará disponível para preenchimento até o dia 07 de dezembro!

Olá!   Nós, Geledés - Instituto da Mulher Negra, Rede Conhecimento Social e um grupo de coletivos e movimentos sociais, estamos realizando uma pesquisa sobre as formas de atuação e enfrentamento à pandemia da COVID-19 protagonizadas pela sociedade civil na região metropolitana de São Paulo. Buscamos identificar as problemáticas enfrentadas, as experiências, as ações e os desafios destas iniciativas. Este estudo é fundamental para visibilizar as formas de intervenção realizadas por grupos, coletivos, movimentos e instituições dos territórios, que podem trazer lições de impacto social imediato tanto para órgãos governamentais como para os organismos internacionais. É também importante por buscar deixar evidente quais são as emergências das comunidades da região em um momento de crise. A identificação das estratégias efetivas e bem-sucedidas de enfrentamento à pandemia e das necessidades dos diferentes grupos populacionais neste novo  contexto ajuda a reorientar as ações institucionais que buscam fomentar e dar suporte à atuação ...

Leia mais

Carta de alerta a todas as autoridades políticas e sanitárias brasileiras sobre a Covid-19

Considerando o rápido crescimento do número de casos e de óbitos registrados em várias cidades de todas as cinco regiões do país nos últimos dias, estamos alertando as autoridades políticas sobre a gravidade da situação sanitária do país. A epidemia de Covid-19 se alastrou por todo o território nacional e o quadro verificado hoje pode em pouco tempo levar a uma situação pior do que já vivemos até aqui. Tanto nos hospitais públicos quanto privados, as taxas de ocupação estão aumentando e chegando em alguns níveis acima de 90%, o que indica que o sistema de saúde pode entrar em colapso rapidamente e o crescimento de óbitos ser maior ainda em função de falta de assistência. Neste sentido, apelamos às autoridades políticas e sanitárias para que todos os esforços sejam feitos com a finalidade de conter a transmissão do vírus SARS-CoV-2 e diminuir os danos causados pela pandemia. Temos apontado ...

Leia mais
covid e quilombolas

Covid-19: PGR defende participação de quilombolas na elaboração e monitoramento de plano de combate a efeitos da pandemia

Para Augusto Aras, STF deve dar prazo para detalhar ações, determinar distribuição de material de desinfecção e garantir acesso a hospitais Procuradoria-Geral da República Em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (4), o procurador-geral da República, Augusto Aras, entende ser adequado e necessário o deferimento de medida cautelar para que seja determinada a participação de grupos quilombolas na elaboração e monitoramento do Plano Nacional de Combate aos Efeitos da Epidemia de Covid-19 sobre as Comunidades Quilombolas, do governo federal. Também defende a fixação de prazo, estipulado pela Corte, para o detalhamento do plano, além da inclusão das medidas de distribuição de equipamentos de proteção individual, água potável e materiais de higiene e desinfecção às comunidades tradicionais, bem como viabilização do acesso de seus membros a leitos hospitalares e contenção do ingresso de terceiros em terras por eles ocupadas. A manifestação se deu na Arguição de Descumprimento de ...

Leia mais
geledes no enfrentamento ao coronavirus

Boletim Observatório Covid-19 após 6 meses de pandemia no Brasil

Desde a decretação da Covid-19 como uma pandemia, em 11 de março, até a publicação deste boletim especial do Observatório Covid-19 Fiocruz, já se passaram mais de 30 semanas epidemiológicas. O Brasil, país continental, heterogêneo e desigual, registrou no período mais de 150 mil óbitos e de 5 milhões de casos, tornando-se um dos países a sofrer o maior impacto. A Pandemia de Covid-19 produziu diversas repercussões entre os vários países e, também, entre regiões e estados brasileiros. Pode-se afirmar que se constitui em um fenômeno complexo, como múltiplas epidemias, dadas as suas manifestações em diferentes contextos sociossanitários e geopolíticos. Este boletim especial, um balanço dos seis meses da pandemia no Brasil, é um dos resultados dos trabalhos realizados no âmbito do Observatório Covid-19 Fiocruz, que faz parte do conjunto de ações da Fiocruz em resposta à Covid-19 nas suas mais variadas áreas. Integra a missão da Fiocruz de produzir, disseminar e compartilhar conhecimentos voltados para o fortalecimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e que contribuam para a promoção da saúde, a qualidade de ...

Leia mais
Comércio reabriu em junhona capital do Amazonas (Foto: MÁRIO OLIVEIRA/SEMCOM)

Coronavírus: como desigualdade entre ricos e pobres ajuda a explicar alta de casos de covid-19 em Manaus

Em resumo, dados e especialistas apontam que o vírus chegou à cidade com as classes mais abastadas em rotas internacionais e nacionais e depois se espalhou com força pelos bairros mais pobres. Hospitais públicos e cemitérios ficaram lotados. As mortes em casa mais que dobraram. Quando passou o pico da doença, que matou quase 3 mil pessoas, e a cidade se reabriu, foram os mais abastados que começaram a encher leitos de hospitais privados em proporção cada vez maior porque lhes faltam duas coisas: distanciamento social, que antes os salvou mas depois deixaram de praticar, e anticorpos, que o isolamento inicial impediu que desenvolvessem. Mas para entender como a cidade chegou a uma tragédia que agora se repete, é preciso voltar ao início da pandemia. O primeiro caso oficial na capital do Amazonas surgiu em 13 de março. Uma mulher de 39 anos que voltou infectada de Londres e procurou ...

Leia mais
(stevanovicigor/Thinkstock/Getty Images)

ONU Mulheres lança documento com Diretrizes para Atendimento em Casos de Violência de Gênero contra Meninas e Mulheres em Tempos da Pandemia COVID-19

Nesta sexta-feira, 7 de agosto, a partir das 16h, em seu canal do YouTube, a ONU Mulheres Brasil lançará as Diretrizes para Atendimento em Casos de Violência de Gênero contra Meninas e Mulheres em Tempos da Pandemia COVID-19, com o objetivo de fortalecer a resposta para o enfrentamento à violência sofrida por meninas e mulheres neste período. O documento apresenta recomendações para atendimento remoto e reorganização do atendimento presencial, considerando rede de atendimento a mulheres em situação de violência e as especificidades de resposta no acolhimento às vítimas nos serviços policiais, de saúde, de abrigamento, entre outros. O evento de lançamento é realizado em parceria com a União Europeia e ocorre em celebração dos 14 anos da Lei Maria da Penha. A transmissão ao vivo no Youtube da ONU Mulheres Brasil será aberta para perguntas do público com propósito de ampliar a fortalecer as discussões acerca das políticas públicas voltadas ...

Leia mais
Imagem ilustrativa

Violência contra mulheres: a “pandemia na sombra” da Covid-19

Nos últimos meses, aumentaram os casos de violência, abuso sexual e feminicídios em África e no mundo. E este aumento pode estar, em parte, ligado à Covid-19. A Organização das Nações Unidas (ONU) já chama-de "pandemia na sombra" à violência contra mulheres. No primeiro semestre de 2020, a Libéria registou um aumento de 50% nos casos de violência de género: só entre janeiro e junho registaram-se mais de 600 casos de violação; em todo o ano de 2018 tinham sido 803. Na Nigéria, a violência sexual também aumentou durante o confinamento: em junho, os casos de duas jovens violadas e mortas chocaram o país. Já no Quénia, segundo a imprensa local, quase 4 mil estudantes engravidaram durante o encerramento das escolas, alegadamente por terem sido violadas por familiares ou agentes da polícia. "A situação já era má para as mulheres mesmo antes do coronavírus. A pandemia apenas levantou o véu sobre ...

Leia mais
Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo/Arquivo

Dia Internacional da Alfabetização: impacto da Covid-19 sobre a igualdade na educação

Nesta semana (08/09) foi comemorado o Dia Internacional da Alfabetização. Para a ocasião, traduzimos abaixo artigo de David Archer, chefe de participação e serviços públicos da ActionAid, entidade que faz parte do Comitê Diretivo da Campanha. No texto, Archer descreve os desafios e possíveis soluções para impedir o aumento de desigualdades educacionais no contexto de pandemia. As escolas podem atuar como uma poderosa força equalizadora em qualquer sociedade, mas a pandemia de Covid-19 poderá aprofundar as desigualdades educacionais existentes. No auge da crise de saúde do coronavírus, 1,5 bilhão de crianças estavam temporariamente fora da escola. Para as crianças privilegiadas, isso significou um novo ritmo de fazer os trabalhos escolares online em casa, mas para as crianças que vivem na pobreza, muitas vezes significa uma suspensão completa de sua educação. À medida que as crianças voltam à escola este mês, dezenas de milhões enfrentarão novos e sérios desafios, seja porque ...

Leia mais
Reproução/Facebook/@joaoboscoterapeuta

João Bosco Borba morreu nesta quarta por complicações da covid-19

Presidente da Associação Nacional dos Coletivos de Empresários afro-brasileiros (Anceabra), João Bosco Borba, morre por complicações do novo coronavírus na noite desta quarta-feira (9/9), em São Paulo. A confirmação da morte foi dada pelo diretor da entidade, Mário Nelson Carvalho. Nas redes sociais, várias mensagens de carinho ao brasiliense que teve forte participação em movimentos negros no Distrito Federal e militante pelo Partido dos Trabalhadores (PT). "As pessoas são insubstituíveis em sua existência, e quando são especiais, além da falta que fazem àqueles que as amam, deixam o mundo mais pobre. Sem o nosso amigo, o mundo perde um pouco do seu brilho, alegria e cor. Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor", diz uma das publicações. "Agradecemos a sua dedicação às causas sociais e pela luta incansável em defesa de uma sociedade digna, fraterna e ...

Leia mais
Página 1 de 34 1 2 34

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist