segunda-feira, outubro 26, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Cunha'

    Keiny Andrade/UOL

    Depoimento: Neon Cunha pediu morte assistida se Justiça não reconhecesse seu de gênero

    Eu arrisquei minha vida para poder comemorar o Dia Internacional da Mulher. Não é figura de linguagem. Em 2016, pedi à Justiça o direito à morte assistida caso não pudesse mudar de nome e gênero. E impus uma condição, me recusava a ser diagnosticada com uma patologia, como acontecia até então com mulheres trans. Por Neon Cunha, no Universa Keiny Andrade/UOL Eu poderia ter me tornado um cadáver, mas me tornei Neon Cunha. Sou mulher. Não tenho doença alguma. E quando perguntam se eu estava disposta a morrer, digo um sonoro "É claro". Estava com 46 anos e havia experimentado de tudo. Sofri ameaças, surras, tive arma apontada para cabeça, trabalhei de olheira de cafetina, fiz boquete em policial para evitar espancamento e fui estuprada por bandidos. Mas nunca deixei de querer viver. E quando você tem certeza da vida, não tem medo da morte. E ...

    Leia mais
    Foto--Dani-Villar

    “Ser líder negra é ser infinita, como toda grande força”, diz Neon Cunha

    Geledés no Debate inicia 2019 entrevistando Neon Cunha, ativista, publicitária, diretora de arte, negra e trans, ela se tornou conhecida nacionalmente ao entrar com uma ação pedindo morte assistida, caso não fosse aprovada a mudança de seu nome civil. Em 2016, Neon se tornou a primeira mulher trans a mudar de nome e gênero sem a exigência de laudo e sem realizar a cirurgia de redesignação genital, após negar o diagnóstico de transtorno da disforia de gênero. Uma luta que era individual se tornou uma vitória coletiva. Como ela conta aqui, seu principal objetivo era “mudar o processo que estava associado as questões do Protocolo Transsexualizador”. Neon é um nome grego e significa novo. A terceira filha mais velha de uma família de dez filhos relata o apoio e afeto recebidos de sua mãe, faxineira, a quem revelou aos dois anos e meio de idade que era uma menina. Sofrendo ...

    Leia mais
    Josina Cunha é a 268ª entrevistada do "Todo Dia Delas", um projeto editorial do HuffPost Brasil.

    Josina Cunha, a pioneira na exaltação da estética afrobrasileira

    Há 30 anos ela criou grife com inspiração na África para reafirmar identidade: “Hoje batem palma para mim, mas eu tive que ter muita personalidade e resistência”. Por Ryot Studio e Cubocc, no Huffpost Brasil   Josina Cunha é a 268ª entrevistada do "Todo Dia Delas", um projeto editorial do HuffPost Brasil. (Foto: VALDA NOGUEIRA/ESPECIAL PARA O HUFFPOST BRASIL)   Hoje não é difícil encontrar nas ruas das grandes metrópoles jovens, adultos e até crianças vestindo peças que remetam à cultura africana. Cores, estampas e combinações antes vistas como excêntricas entraram de vez como costume dos brasileiros. E se tem alguém que contribuiu, e muito, para este cenário foi Josina Cunha, de 71 anos. Há 30 anos, a professora criou a grife Afrojô, de vestuário afrobrasileiro e uma das pioneiras neste nicho de mercado. Hoje, ao ver a profusão de marcas que exaltam o estilo, ela se diz ...

    Leia mais
    17 agentes da PSP estão a ser julgados no tribunal de Sintra  |  CARLOS COSTA  / GLOBAL IMAGENS

    Racismo na PSP: “A minha cunhada é de cor, não ia dizer essas coisas”

    Terceira sessão do julgamento dos 17 polícias da PSP de Alfragide, acusados de tortura e racismo. Ministério Público (MP) apagado não confronta arguidos com as provas da investigação. Estará a recuar? Por Valentina Marcelino, do DN 17 agentes da PSP estão a ser julgados no tribunal de Sintra | CARLOS COSTA / GLOBAL IMAGENS Um agente que foi agredido e não agrediu; outro que achou por bem dizer que tinha uma cunhada negra; outro sentiu-se num erro de "casting"; outro que veio da Guarda e não sabia como reagir; e ainda outro que nem sabia que a PJ o tinha como suspeito. Praticamente sem serem confrontados pelo Ministério Público (MP), que os acusa de terem agredido de forma cruel e racista seis jovens da Cova da Moura, os cinco agentes da PSP ouvidos esta terça-feira no tribunal de Sintra contaram a sua versão dos acontecimentos do dia ...

    Leia mais
    Reprodução/ Instagram

    Ator Darlan Cunha é preso no Leme por lesão corporal e violência doméstica

    O ator Darlan Cunha, de 29 anos, foi preso por volta das 14h desta sexta-feira, no Morro da Babilônia, no Leme, por agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local. Eles abordaram o artista quando faziam patrulhamento na comunidade. Ao verificar possíveis pendências judiciais em seu nome no Portal da Segurança, os policiais encontraram um mandado de prisão contra Darlan por lesão corporal e violência doméstica. A prisão foi registrada na 12ª DP (Copacabana). Do Extra  Foto: Reprodução/ Instagram Darlan ficou famoso ainda criança, por interpretar o personagem Laranjinha na série "Cidade dos homens", que foi ao ar de 2002 a 2005 na TV Globo e deu origem a um filme com o mesmo nome, lançado em 2007. No cinema, ele atuou ainda nas produções "Cidade de Deus" (2002), de Fernando Meirelles, e "Meu tio matou um cara" (2004), de Jorge Furtado. O ator participou também ...

    Leia mais

    Bomba atômica: JBS delata Temer, Aécio e compra do silêncio de Cunha

    Donos da JBS, o empresário Joesley Batista e seu irmão Wesley foram ao STF fazer uma denúncia explosiva ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato; eles têm gravações de Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e deputado cassado, hoje condenado e preso; já o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley; o dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal, segundo denúncia feita pela Globo Do Brasil247 Donos da JBS, os empresários Joesley Batista e seu irmão Wesley fizeram nesta quarta-feira 17 uma denúncia explosiva ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, segundo o jornal O Globo. Os empresários disseram ter gravações de Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e deputado cassado, ...

    Leia mais

    Triplo feminicídio em Santa Catarina: Homem é suspeito de matar ex e duas irmãs dela em Cunha Porã

    Motivação do crime seria insatisfação de Jackson Lahr, de 24 anos, com fim de relacionamento. Por Diego Iraheta, do HuffPost Brasil MONTAGEM/FACEBOOK/EDERSON ABI/WH COMUNICAÇÕES Julyane Horbach era a irmã mais velha, morta por ex-cunhado no interior de Santa Catarina. Um triplo feminicídio. Três irmãs mortas. Uma família despedaçada, uma criança órfã e uma cidade devastada. No interior de Santa Catarina, a pequena Cunha Porã, colônia de imigrantes alemães de 11 mil habitantes, testemunhou nesta semana um dos crimes mais graves de sua História. O principal suspeito é o agricultor Jackson Lahr, de 24 anos. As vítimas foram a ex-namorada dele, Rafaela Horbach, de 15 anos, mãe de seu filho de dois meses, e as irmãs dela, Julyane Horbach, de 23, e Fabiane, de 12. Elas foram mortas a facadas. Os assassinatos ocorreram na segunda-feira de Carnaval. Além delas, o marido de Julyane, Gil Meyer, de 25, também foi atacado com faca ...

    Leia mais

    Feminicídio: Sobrinha-neta de Sarney foi estuprada por cunhado antes de ser morta, diz polícia

    A polícia do Maranhão apresentou, na manhã desta quarta-feira (23), o resultado do laudo do corpo da sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney, assassinada no dia 13 de novembro. Segundo a polícia, Mariana Costa, 33, foi estuprada e lutou contra o agressor --o cunhado dela, o empresário Lucas Porto-- para evitar ser violentada e morta. Por Carlos Madeiro Do Uol Segundo o delegado Geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, o crime está esclarecido, e o inquérito foi encaminhado à Justiça ontem. "A autoria está determinada, as circunstâncias também estão esclarecidas, tanto pela prática do crime estupro, quanto homicídio qualificado", declarou. Melo afirmou que o laudo apontou marcas de violência na vítima, que indicam que ela tentou evitar o estupro e a morte. "Há marcas de extrema violência, demostrando que ela não queria praticar nenhum ato sexual. Isso demonstra a defesa da vítima, com várias lesões apontadas na necropsia", informou. Segundo o delegado, ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ Twitter)

    Moro, mais uma vez, protege Cunha

    o juiz sérgio moro, cuja batata já está assando – mirai no exemplo de barbosa – , mostrou mais uma vez que sua obsessão é Lula da Silva. Por  Lelê Teles para o Portal Geledés  Reprodução/ Twitter ele e somente ele. moro, veloz como uma raposa ao avançar sobre qualquer pessoa próxima de Lula, demorou um ano para encontrar cláudia cruz em casa e quando o fez… mandou um funcionário público, pago com grana minha, para lhe devolver os passaportes. veja que mimo. ela continua livre, leve e solta, com o zóião arregalado e comprando sapatos de 5 mil lascas. num é de lascar? houve um tempo em que cunha andava por aí frio e sorridente, fazendo negócios escusos às escâncaras – chegou a anunciar a construção de um shopping, na câmara, pra mulher dele bater perna e bater bolsa. todos queriam andar na mesma calçada ...

    Leia mais

    Câmara dos Deputados cassa mandato de Eduardo Cunha

    A Câmara dos Deputados decidiu nesta segunda-feira (12) cassar o mandato do Por Felipe Amorim e Leandro Prazeres Do Uol A Câmara dos Deputados decidiu nesta segunda-feira (12) cassar o mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de ter mentido ao afirmar que não possuía contas no exterior em depoimento na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras no ano passado. Assim, Cunha perde o mandato e fica inelegível até 2027. Ele também perde o foro privilegiado e pode ser julgado pelo juiz Sergio Moro. A cassação foi aprovada por 450 votos a favor, 10 contra e 9 abstenções; 470 deputados participaram da sessão, incluindo o presidente da Casa, que só votaria se houvesse empate. Ao deixar o plenário após a votação, Cunha ouviu gritos de "adeus, Cunha" e "fora". Em seu discurso no plenário antes da votação, Cunha negou ter mentido à CPI e relacionou sua cassação ao processo de impeachment da ...

    Leia mais

    Cunha, desesperado, já ameaça aliados com delação premiada

    Cunha está sob forte pressão, diante da possível escolha de um nome “hostil” para a Presidência da Câmara Do Correio do Brasil A noite insone, após a renúncia no final da tarde passada, levou o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB/RJ) agravou o estado emocional do ex-presidente da Câmara e, nesta manhã, conversou com os poucos aliados que lhe restaram sobre uma possível delação premiada, caso seja pedida a sua prisão preventiva, conforme processo em tramitação no Supremo Tribunal Federal. Deputado da base de Cunha, ouvido pela reportagem do Correio do Brasil, avalia como “bastante possível que ele faça um acordo com a Justiça”, na tentativa de evitar o encarceramento dele, da mulher, Cláudia Cruz, e da filha, Danielle. Cunha está sob forte pressão, diante da possível escolha de um nome “hostil” a Cunha na Presidência da Câmara. Os nome que ele considera viáveis, caso não haja consenso em torno de Rogério ...

    Leia mais

    Janio alerta para a cidadania italiana de Cunha

    Jornalista destaca o fato de a dupla cidadania de Eduardo Cunha não ser objeto de curiosidade nem da imprensa, nem da própria Operação Lava Jato; ao mencionar uma possibilidade de fuga, aparentemente não demonstrada pelo peemedebista, Janio de Freitas diz que "a esquecida ou ignorada cidadania italiana de Eduardo Cosentino da Cunha (...) passa a ter uma importância judicial não prevista, contra uma utilidade previsível por seu detentor"; "O cidadão italiano tem a paz que o cidadão brasileiro perdeu", observa Do Brasil247 O jornalista Janio de Freitas se atenta para um fator importante envolvendo o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ): a cidadania italiana do deputado. A notícia ganha importância diante do fato de que Cunha, prestes a ter o mandato cassado, também pode ver em breve o STF aceitar o pedido de prisão apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra ele. "A esquecida ou ignorada cidadania italiana ...

    Leia mais

    Conselho de Ética recomenda cassar mandato de Cunha: Entenda o que acontece agora

    Após oito meses de uma tortuosa tramitação, o Conselho de Ética da Câmara finalmente concluiu a análise do processo contra o deputado Eduardo Cunha, presidente afastado da Casa. Por Mariana Schreiber Do BBC A indefinição durou até o último momento, mas o peemedebista acabou derrotado em placar apertado: por 11 votos a 9, o colegiado aprovou o parecer do relator Marcos Rogério (DEM-RO), que recomenda sua cassação. Agora, o caso irá a plenário - são necessários os votos da maioria simples (ao menos 257 dos 513 deputados) para a perda do mandato. No entanto, isso ainda deve levar algumas semanas, já que Cunha vai recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para tentar anular o processo do conselho. A representação contra o peemedebista foi apresentada em outubro por Rede e PSOL, que o acusam de ter mentido à CPI da Petrobras quando disse que não tinha contas no ...

    Leia mais

    Considerada decisiva, Tia Eron vota a favor de cassação de Cunha

    Considerado voto decisivo no Conselho de Ética, a deputada federal Tia Eron (PRB-BA), que ainda não havia manifestado sua posição, votou nesta terça-feira (14) a favor do parecer do relator, Marcos Rogério (DEM-RO), que pede a cassação do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O relatório foi aprovado por 11 votos a 9. por Fernanda Galgaro no G1 Ao se pronunciar, a deputada disse que votava com a consciência e defendeu seu partido, que segundo ela não é "balcão de negócios". Tia Eron fez ainda críticas à imprensa por ter presumido antecipadamente que ela votaria a favor de Cunha. "A minha consciência, é nela que moram os valores, é nela que reside a verdade", afirmou. "Eu não sou estrela, sou dada ao trabalho, (...) mas quero recomendar à imprensa a leitura de Umberto Eco e Darcy Ribeiro quando falam da desconstrução do óbvio." "Eu não posso aqui absolver o representado ...

    Leia mais

    Cunha ameaça Temer: se cair, leva 150 deputados

    O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está na linha de tiro da procuradoria-geral da República e do Supremo Tribunal Federal, mandou um recado ao interino Michel Temer: se cair, sairá atirando; Cunha disse ainda que leva com ele 150 deputados, um senador e um dos ministros mais próximos a Temer; na semana passada, Cunha temia ser preso; sua esposa Cláudia Cruz se tornou ré, em Curitiba, ao alcance do juiz Sergio Moro, e uma nova denúncia contra ele foi oferecida; em editoriais publicados neste fim de semana, Globo e Estado de S. Paulo cobraram de Temer que não faça nenhum gesto para salvar seu principal aliado Do Brasil247 O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está na linha de tiro da procuradoria-geral da República e do Supremo Tribunal Federal, mandou um recado ao interino Michel Temer: se cair, sairá atirando e poderá levar com ele cerca de 150 deputados, ...

    Leia mais

    Dinheiro público foi convertido em sapatos para mulher de Cunha, diz procurador

    Força-tarefa da Lava Jato acusa mulher de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, de lavar mais de US$ 1 milhão no exterior Do iG O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, afirmou nesta quinta-feira (9) que "dinheiro público foi convertido em sapatos e em roupas de grife", em referência à lavagem de dinheiro atribuída a Cláudia Cruz, mulher do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Cláudia Cruz é ré em ação penal por lavagem de dinheiro e evasão de divisas por decisão do juiz federal Sérgio Moro, que acolheu denúncia criminal da Procuradoria da República. Na denúncia, a Procuradoria sustenta que "mais de US$ 1 milhão" foram lavados por Cláudia, inclusive por meio da aquisição de artigos de luxo no exterior. O dinheiro, afirmam os procuradores teve origem em propina que Eduardo Cunha teria recebido em uma transação da Petrobras na África. "Essa propina foi recebida pelo Eduardo Cunha numa conta ...

    Leia mais

    Procurador-geral da República, Janot, pede prisão de Renan, Sarney, Jucá e Cunha

    Janot também pediu afastamento de Calheiros da presidência do Senado; Teori Zavascki tomará a decisão no Supremo Do Ultimo Segundo O ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, estaria debruçado há mais de uma semana sobre os pedidos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot para prender o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), do ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), ex-ministro do Planejamento do governo o presidente interino Michel Temer. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 7, pelo jornal O Globo e atribuída a um interlocutor dos ministros do STF. De acordo com informações da Globonews, também foi pedida por Janot a prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Sarney, Renan e Jucá foram flagrados em conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que, para os investigadores, contêm indícios de conspiração para derrubar todas as apurações ...

    Leia mais

    Mulher e filha de Cunha dizem que ele abastecia conta na Suíça

    A mulher e a filha do presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmaram que a conta que estava no nome delas na Suíça era “abastecida” pelo peemedebista. Cláudia Cruz e Danielle Dytz prestaram depoimento no dia 28 de abril à força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e negaram irregularidades nos gastos milionários realizados pela família no exterior. Do DCM Durante manifestação no Conselho de Ética da Câmara nesta quarta-feira, 1, a defesa do peemedebista reiterou diversas vezes que não havia provas materiais da existência de contas fora do País atribuídas a Cunha. O relator do caso sugeriu a cassação do peemedebista. Segundo Cláudia, a conta batizada de Kopep “foi aberta única e exclusivamente para custeio dos filhos no exterior”. Ela afirmou à força-tarefa que “não declarou as contas às autoridades brasileiras porque quem era o responsável por isso” era Cunha. A mulher do peemedebista disse ainda que não fazia ...

    Leia mais
    Brasil, Brasília, DF, 02/03/2015. O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)convoca reunião com a Mesa Diretora para rever a cota de passagens aéreas para cônjuges de parlamentares. "Reconheço que a repercussão foi muito negativa", afirmou o peemedebista. O benefício foi aprovado na reunião da Mesa Diretora no dia 25 de fevereiro. - Crédito:DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:180989

    Teori afasta Eduardo Cunha do mandato na Câmara

    O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou nesta quinta-feira (5) o afastamento do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal. no Folha Relator da Lava Jato, o ministro concedeu uma liminar em um pedido de afastamento feito pela Procuradoria-Geral da República, em dezembro, e apontou 11 situações que comprovariam o uso do cargo pelo deputado para "constranger, intimidar parlamentares, réus, colaboradores, advogados e agentes públicos com o objetivo de embaraçar e retardar investigações". Na peça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou a classificar o peemedebista de "delinquente". Em dezembro, a PGR informou que, para Janot, Cunha "vem utilizando o cargo em interesse próprio e ilícito unicamente para evitar que as investigações contra ele continuem e cheguem ao esclarecimento de suas condutas, bem como para reiterar nas práticas delitivas". Janot disse, à época, que Cunha ultrapassou "todos os limites aceitáveis" de um "Estado Democrático de ...

    Leia mais

    Suíça abre inquérito contra Cunha

    A Suíça abriu um processo penal contra Eduardo Cunha, o presidente da Câmara do Brasil, por suspeita de lavagem de dinheiro e bens apreendidos em seu nome, confirmou o gabinete do Procurador-Geral da Confederação Suíça nesta quinta-feira Por Luis Nassif Do GGN Segundo as autoridades suíças, o processo penal contra Cunha foi aberto "em razão de suspeita de lavagem de dinheiro, posteriormente alargada com corrupção passiva", disse a Procuradoria Geral do país em um comunicado enviado na quinta-feira. Em março de 2015, os promotores suíços anunciaram ter descoberto mais de 300 contas em mais de 30 bancos suíços que eles suspeitam estarem ligados ao enorme escândalo de corrupção e lavagem de dinheiro na empresa estatal de petróleo brasileira. A Suíça congelou cerca de US$ 400 milhões em contas suíças em sua investigação Na mesma época, a Procuradoria suíça abriu um inquérito contra o presidente da Câmara Eduardo Cunha, depois que bancos ...

    Leia mais
    Página 1 de 71 1 2 71

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist