quarta-feira, dezembro 2, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Dilma Roussef'

    “Uma injustiça histórica”: o impeachment de Dilma Rousseff na imprensa alemã

    Destituição da presidente brasileira tem base legal criticada por jornais e revistas alemães, que também reconhecem falhas da petista. Sede de poder de Temer e possível efeito positivo para Lula também são tema. Do DW A cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff, como conclusão de um processo que durou nove meses, repercutiu na imprensa alemã nestas quarta e quinta-feiras (01/09). Os mais importantes jornais e revistas do país questionaram a legitimidade do impeachment, classificado-o com um processo com motivação política. Ao mesmo tempo, destacaram a inabilidade política de Dilma. Michel Temer, que governará o país até 2018, foi apontado como alguém que nunca teria ganhado uma eleição. Além do peemedebista, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi apontado como um possível beneficiado do impeachment. Golpe ou não? "A palavra golpe tem um grande peso na América Latina", afirma o influente portal Spiegel Online, apontando que o conceito é ...

    Leia mais
    Foto: Divulgação/ Vogue/ Bob Wolfenson

    De Naomi Campbell a Dilma Rousseff: Fabiana do vôlei tem semana agitada fora das quadras

    Capitã da seleção brasileira feminina de vôlei, a jogadora Fabiana foi a primeira atleta brasileira, entre homens e mulheres, a carregar a tocha olímpica dos Jogos Rio 2016 em solo nacional. Ela recebeu a chama das mãos da presidente Dilma Roussef na manhã de ontem numa cerimônia em Brasília. “Sou negra, mulher, brasileira e atleta. A emoção de representar o povo brasileiro na chegada da chama olímpica em solo brasileiro é difícil de caber dentro do peito”, escreveu Fabiana no Twitter. “Estou tão feliz que não me contenho em 1,93m. Obrigada Brasil! A chama está aqui! Que venham os jogos do Rio 2016!”, completou. Mas a semana também vai mostrar outra faceta menos conhecida da bicampeã olímpica em 2008 e 2012. Modelo, ela realizou outro sonho ao posar para um ensaio de moda da revista Vogue. Ao lado da super topmodel Naomi Campbell, ela foi clicada pelo ...

    Leia mais

    Where was the Afro-Brazilian community at the protests against Dilma Rousseff?

    The racism of a middle class who is harsh on corruption, but tolerates prejudice and even simulates hangings of black people. By Maria Carolina Trevisan, translated by Carla Locatelli and César Locatelli, special for Jornalistas Livres Among the thousands of people who stormed through Paulista Avenue on Sunday (03/13), there was an obvious lack of representation of the Afro-Brazilian community. Just as last year, the vast majority of black people who went to the heart of São Paulo — and to other Brazilian cities -, were working. They were nannies or street vendors (or military police). This picture replicates the underlying position of this portion of Brazilian society, from slavery up to today. Among the demands for honesty, there were no signs at all that demanded equal rights, quotas or labor right achievements for maids. Instead, what was seen on Paulista avenue was representing the desire of a middle class and the ...

    Leia mais
    SP - IMPEACHMENT/MANIFESTAÇÕES/PRÓ-DILMA - GERAL - Manifestantes de diversos movimentos sociais e centrais sindicais participam de ato em   defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff e pela cassação do presidente da Câmara   dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na Avenida Paulista, em São Paulo, na tarde desta   quarta-feira (16). O protesto faz parte do "Dia nacional de mobilização em defesa da   democracia" e é organizado pelas centrais sindicais CUT, CTB, Intersindical, com apoio de   movimentos como MST, MTST, UNE e Conem, além das Frentes Brasil Popular (FBP) e Povo sem   Medo (FPsM).    16/12/2015 - Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Milhares vão às ruas contra o impeachment de Dilma Rousseff e favor da queda de Eduardo Cunha

    Milhares de pessoas foram às ruas na tarde desta quarta-feira (16) protestar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e pedir a cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Do Brasil Post  Sob gritos de "Não vai ter golpe!", "Dilma fica" e "Fora Cunha", os manifestantes fecharam a avenida Paulista por volta das 17h40. Apesar das imagens mostrarem as duas vias da avenida tomadas de gente, a Polícia Militar estima o número de manifestantes em apenas 3.000. Os organizadores não tinham um balanço até a publicação desta reportagem. O protesto foi organizado por partidos de esquerda e movimentos sociais. Da avenida Paulista, os manifestantes seguiam em marcha até a praça da República, no centro da capital paulista Grupos feministas que fizeram da Marcha das Mulheres no final de outubro também participaram dos atos desta quarta-feira. SP - ATO/CONTRA/IMPEACHMENT - POLÍTICA - Pessoas realizam um ...

    Leia mais

    Carta aberta de uma jovem a Dilma Rousseff

    “Quando vejo os olhares que te lançam e a forma que falam de você, lembro-me de quantas vezes enquanto eu falava, homens me olhavam com aquele mesmo olhar de desprezo. E quantas vezes falaram de mim de forma desrespeitosa e cruel. Lembro da insegurança que sinto quando vou falar em público, lembro de como eu me sinto ao falar em espaços que eu sei que todos acreditam não ser meu. Eu me lembro o quanto é dolorido e difícil” Do Portal Fórum  A semana que passou ficou marcada por ofensas à presidenta Dilma Rousseff. Durante visita à Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, a petista foi xingada por dois brasileiros, que a chamaram publicamente de “vagabunda” e “terrorista”. Enquanto isso, no Brasil, viralizaram pelas redes fotos de adesivos nos quais Dilma aparece de pernas abertas. Em meio à atmosfera de ódio e machismo criada pelas agressões, a estudante Julia Dworkin ...

    Leia mais
    Foto: Adriana Medeiros

    Feministas manifestam expectativas com reeleição de Dilma Rousseff

    Quando às 20h30 deste domingo (26) foi anunciada oficialmente a conquista de um segundo mandato pela presidenta Dilma Rousseff, ficou evidente que o próximo quadriênio trará desafios de grandes proporções. Ao mesmo tempo, também restou pacificado que 2014 foi o ano de um processo eleitoral histórico. A disputa presidencial, que contou pela primeira vez com três mulheres no 1º turno (que juntas receberam mais de 64% dos votos), foi também a mais acirrada da era da redemocratização e terminou com a inédita reeleição de uma mulher. Por: Patrícia Galvão A Agência Patrícia Galvão conversou com feministas sobre o significado dos resultados nestas Eleições de 2014 e as tarefas que a realidade brasileira coloca para Dilma Vana Rousseff. Significado histórico Para a antropóloga Débora Diniz, “a reeleição da presidenta Dilma deve ser considerada um marco histórico no Brasil e na América Latina, porque representa a afirmação das mulheres no poder”. É o ...

    Leia mais
    Veja publica direito de resposta da coligação de Dilma Rousseff

    Veja publica direito de resposta da coligação de Dilma Rousseff

    TSE considerou que a revista não teve "qualquer cautela” ao publicar reportagem afirmando que a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula sabiam do esquema de corrupção da Petrobras A revista Veja publicou na madruga deste domingo 26 o direito de resposta concedido ao PT pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em relação à reportagem de capa da semanal desta semana. A matéria afirma que a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula sabiam do esquema de corrupção da Petrobras. O ministro Admar Gonzaga, do TSE, concedeu na noite de sábado 25 o direito de resposta por considerar que a publicação não teve "qualquer cautela” e transmitiu a acusação de “forma ofensiva” e em “tom de certeza”. “Fácil perceber que a revista Veja desbordou do seu direito de bem informar para, de forma ofensiva e sem qualquer cautela, transmitir ao seu grande público, em tom de certeza, acusação de que Dilma Rousseff e ...

    Leia mais
    Foto: João Godinho

    À beira do Rubicão plantei lavandas para Dilma Rousseff

    Por: Fátima Oliveira Após três debates eleitorais televisionados, a corrida à Presidência da República 2014 chegou à beira do rio Rubicão. Em 26 de outubro, as urnas dirão quem o atravessou e falará “anerrifthô kubos”, que em latim popular é “alea jacta est” (“A sorte está lançada” ou “Os dados estão lançados”). Em disputa, o Brasil de amanhã. Diferentemente de Caio Júlio Cesar (100 a.C. – 44 a.C.), autor da frase “Até tu, Brutus?”, que decidiu sozinho atravessar o Rubicão, aqui, o povo dirá por meio do voto quem o atravessará. Para quem não lembra, o lendário rio Rubicão é uma fronteira natural que separa a Gália Cisalpina e a Itália, e que o “Senado romano proibia todo general em armas de transpor essa fronteira sem expressa autorização. Ao transgredir a ordem, Júlio Cesar violou a lei de Roma e declarou guerra ao Senado”. Era 11 de janeiro de 49 ...

    Leia mais
    Escritora Cidinha da Silva (Foto: Elaine Campos)

    Carta aberta à Presidenta Dilma Rousseff – Por: Cidinha da Silva

    Querida Presidenta Dilma, Que Exu, dínamo do universo, lhe conceda os movimentos precisos na rota da vitória!Que Ogum, senhor do caminho, esteja à sua frente e permita que flores, pássaros e água fresca não lhe faltem. Que Oxum, senhora da vida e da fertilidade, lhe ofereça mel no sorriso de seu neto e de todas as crianças que surgirem em sua jornada. Tendo em vista que esta carta já foi escrita centenas de vezes na cabeça até chegar à tela, sei por onde ela caminhará e, como pode ser longa e sei que a senhora dispõe de pouco tempo, sinta-se à vontade para pular a primeira parte, na qual quero contar-lhe porque voto na senhora, e passe à segunda, na qual pretendo abordar aquele que, em minha opinião, é o desafio central de seu segundo mandato (que virá, estamos trabalhando para isso), o mergulho profundo, corajoso e bem equipado para enfrentar, ...

    Leia mais
    movimento-negro

    Entidades do movimento negro divulgam carta em apoio à Dilma Rousseff

    No documento, movimento negro diz que Brasil não pode permitir “retrocessos e nem a volta dos grupos conservadores e contrários às ações afirmativas” Nesta quinta-feira (16), vinte e uma entidades do movimento negro divulgaram uma carta em que declaram apoio à reeleição de Dilma Rousseff (PT) à presidência da República. Entre outras afirmações, as entidades alegam que não se pode permitir “retrocessos e nem a volta dos grupos conservadores e contrários às ações afirmativas”. “É preciso garantir o emprego e ascensão econômica, política e social da população negra. Trata-se de medida fundamental de combate ao racismo e às desigualdades sociais”, declaram num dos pontos da carta. “O extermínio seletivo da juventude negra é uma questão aguda a ser enfrentada e resolvida de forma consistente e imediata. Exigimos ações decisivas a fim de extirpar as causas e efeitos desse fenômeno nefasto em nossa sociedade”, exigem. Repúdio Em resolução política sobre o ...

    Leia mais
    reuniao dilma

    Relato da Reunião do Movimento Negro com a Presidenta Dilma Rousseff – Ana Flávia Magalhães

    por Ana Flávia Magalhães Pinto A presidenta Dilma dissertou sobre a contribuição dos negros na construção da nação Brasileira. Afirmou que as condições em que se deu a constituição do país contribuíram para a subjugação da população afrodescendente. Alertou que a história da população negra não está nas escolas, e que, até ela, só havia acessado informações sobre o legado de resistência dessa população em seu curso de pós-graduação. Ressaltou que tal realidade é inadmissível.   Em seguida, fez um panorama do avanço das políticas públicas para população negra no Brasil nos últimos dez anos. Disse que considerava um avanço importante o reconhecimento das terras quilombolas no início da gestão do presidente Lula, e que essas eram comunidades tão invisíveis para o governo que a metodologia inicial de mapeá-las teve de se valer do programa Luz para todos, pois, entre a maioria dos territórios onde faltavam serviços de atenção básica como saneamento e ...

    Leia mais
    Presidenta Dilma Rousseff recebe lideranças do Movimento Negro

    Presidenta Dilma Rousseff recebe lideranças do Movimento Negro

    Educação, saúde, democratização da comunicação e enfrentamento à violência contra a juventude negra foram alguns dos temas abordados no encontro A presidenta Dilma Rousseff recebeu hoje (19/07), em seu Gabinete no Palácio do Planalto, um grupo de lideranças do Movimento Negro, acompanhado da ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR). Os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) e Aloizio Mercadante (Educação), também participaram do encontro, em que foram tratadas questões relativas à saúde, educação, democratização da comunicação e enfrentamento à violência contra a juventude negra.“Foram discutidas iniciativas muito importantes para a inclusão dos negros nos parlamentos, no executivo e nos instrumentos de controle social do Estado. Para além disso, também foram tocadas a questão do racismo que se manifesta através da perseguição às comunidades de matriz africana e, em relação a isso, foi reafirmada a laicidade do Estado, por um lado, mas, também, a obrigação ...

    Leia mais
    box dilma2

    Veja íntegra do discurso de Dilma Rousseff sobre os 5 pactos

    A presidente falou hoje ao país e propôs pactos nas áreas de responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte público e educação Em reunião com governadores e prefeitos, Dilma Rousseff propôs hoje cinco pactos para a nação: responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, mobilidade urbana e educação. A presidente chegou a defender a convocação de um plebiscito popular para a atuação de uma constituinte exclusiva para a formulação da reforma política no país.  Confira abaixo o discurso da presidente na íntegra, disponibilizado no site do Palácio do Planalto, e, ao final da matéria, o áudio da fala de Dilma. "Palácio do Planalto, 24 de junho de 2013 Boa tarde a todos. Vamos dar início a essa reunião de governadores e prefeitos... Eu queria, primeiro, desejar bom dia a todos vocês, cumprimentar os queridos governadores e as queridas governadoras, as caras prefeitas e caros prefeitos. Em primeiro lugar, eu quero agradecer a presença de vocês e o ...

    Leia mais
    banner-seminario-SSA

    Presidenta Dilma Rousseff convoca III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial

    Decreto publicado no Diário Oficial da União de hoje (17/04), convoca a III CONAPIR para o período de 5 a 7 de novembro de 2013, em Brasília, com o tema Democracia e Desenvolvimento por um Brasil Afirmativo   A presidenta da República, Dilma Rousseff, convocou a III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (III CONAPIR), através de Decreto publicado hoje (17/04), no Diário Oficial da União. A III CONAPIR será realizada no período de 5 a 7 de novembro de 2013, em Brasília, Distrito Federal, com o tema "Democracia e Desenvolvimento por um Brasil Afirmativo". A III CONAPIR será presidida pela ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR-PR), Luiza Bairros. Aos Estados e ao Distrito Federal cabe a convocação das etapas estaduais e distrital da III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, que ocorrerão até 30 de agosto de 2013 ...

    Leia mais
    Dilma-Rousseff

    Pronunciamento à Nação da Presidenta da República, Dilma Rousseff, por ocasião do Dia Internacional da Mulher

    08 de março de 2013 Meus queridos brasileiros e, muito especialmente, minhas queridas brasileiras, Hoje, Dia Internacional da Mulher, eu quero dar mais que um abraço carinhoso a todas vocês, que me ajudam com muita força e dedicação a construir um novo Brasil para os nossos filhos e para os nossos netos. Em homenagem à sua luta diária, decidi anunciar hoje três medidas muito importantes para você e para sua família. Importantes especialmente para as mães de família mais pobres e as de classe média, que dividem, com seus maridos, a responsabilidade pelo sustento da casa. Primeira medida que anuncio hoje. A partir de agora, todos os produtos da cesta básica estarão livres do pagamento de impostos federais. Espero que isso baixe o preço desses produtos e estimule a agricultura, a indústria e o comércio, trazendo mais empregos. Com esta decisão, você, com a mesma renda que tem hoje, vai ...

    Leia mais
    dilma violencia contra a mulher

    Dilma Rousseff enfatiza luta contra violência doméstica

    A presidenta da República, Dilma Rousseff, afirmou que é preciso “reprimir duramente” a violência contra a mulher no país. A mensagem foi dirigida a mais de três mil mulheres camponesas que participaram, em Brasília (DF), do Encontro Nacional do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), que se encerrou na quinta-feira . O evento reuniu trabalhadoras de 23 Estados do país. - Nós sabemos que acabar com a violência exige, permanentemente, que nós estejamos atentas, para reprimir de forma dura e incansável, a violência física, a exclusão, a desigualdade, a restrição e a perda de autonomia das mulheres. Exige da parte do Estado e da sociedade que estejamos atentas, presentes e atuantes para garantir suporte à mulher que sofre de violência – destacou Dilma. O tema central do encontro do MMC é justamente o combate à violência. “Na sociedade que a gente quer, basta de violência contra a mulher”, repetia o público em coro durante ...

    Leia mais
    gleisi hoffmann1

    Saiba quem são as mulheres que comandam o Brasil ao lado de Dilma Rousseff

    A ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann, é o braço direito de Dilma Rousseff na Esplanada. Gleisi é paranaense e assumiu o cargo depois de eleita senadora pelo Paraná, em 2010. Praticamente todos os projetos do governo Dilma passam por Gleisi. Nos últimos meses do ano, a ministra da Casa Civil ficou responsável pelas ações emergenciais contra a seca no Nordeste A ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi a última a integrar o time de ministras da presidente Dilma. Marta é paulista e já foi prefeita de São Paulo. Em 2012, deixou a vice-presidência do Senado Federal para assumir o ministério. Em seu discurso de posse, Marta disse que vai se dedicar em preparar o Brasil na Cultura para a Copa e para as Olimpíadas. A ideia, segundo ela, é levar arenas culturais para os jogos e mostrar as diferentes faces da cultura brasileira.   A ...

    Leia mais
    regina

    Dilma Rousseff fala sobre racismo e violência contra a mulher em entrevista para Regina Casé

    POR - MANU BAREM   A presidenta Dilma Rousseff fez uma participação hoje no Esquenta, programa apresentado por Regina Casé, na Globo, e que hoje iniciou sua segunda temporada. Juntas, Dilma e Regina visitaram o Sarah em Brasília, uma das unidades integrante de uma rede de centros de habilitação. Juntas elas visitaram as instalações do centro e conversaram sobre a chamada Classe C, situação atual do Brasil no cenário mundial e sobre outros assuntos como racismo e a situação da mulher no país. Ao ser questionada por Regina Casé se enfrenta desafios por ser uma chefe de estado mulher, Dilma disse que não necessariamente sente esta dificuldade, porque "difícil é ser presidente, sendo homem ou mulher", que ela se sente "protegida" no cargo e que quem sofre são as pessoas comuns. "Tem muita violência contra mulher, diferença de salário e de oportunidades". Assista:   Fonte: Jezebel

    Leia mais
    tolerancia zero

    Dilma Rousseff: ‘Não temos compromisso com práticas inadequadas’

    Pressionada pelo Judiciário a conceder aumento de 56% para seus servidores e 14,79% para os magistrados, a presidente Dilma Rousseff demonstrou ontem o quanto está irritada e impaciente com o tema. Ao ser questionada sobre o assunto, Dilma se alterou, elevou o tom de voz e chegou a empregar quatro vezes seguidas a expressão 'meu querido (a)', recurso usado com frequência quando tem uma alteração de humor. Apesar de dizer que é responsabilidade do Congresso decidir sobre o aumento, a presidente fez questão de ressaltar que 'não é hora de dar aumento salarial para categoria alguma', por causa da crise econômica internacional e do momento de contenção de gastos. 'Não é crime pedir aumento salarial, não. É algo que as categorias têm todo o direito de pedir. O problema é que não se coaduna com o momento', justificou Dilma, sinalizando que a falta de recursos para reajustes pode continuar em ...

    Leia mais
    Página 1 de 117 1 2 117

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist