terça-feira, agosto 4, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Olimpíadas'

    Simone Manuel (Foto: Robert Stanton/ USA Today Sport)

    A força negra que rompeu a barreira branca nas Olimpíadas

    Nos dias de hoje é comum ver negros como destaques em seus esportes nos Jogos Olímpicos. São casos de Usain Bolt, Simone Biles, Kobe Bryant, Serena Williams e Michael Jordan, apenas para citar alguns mais recentes. Mas nem sempre foi assim. Nos primórdios das Olimpíadas, o esporte era só para brancos e ricos. Aos poucos, no entanto, afrodescentes pioneiros como John Taylor, William Hubbard, Jesse Owens, Wilma Rudolph, Adebe Bikila, Cassius Clay e Adhemar Ferreira da Silva, entre outros, foram os responsáveis por mudar essa história. Os Jogos Olímpicos da era moderna foram disputados pela primeira vez em 1896, fim do século XIX. Naquela época, o esporte era algo que fazia parte exclusivamente da cultura da classes dominante, tanto que o profissionalismo era proibido. Quem recebesse dinheiro para praticar alguma modalidade perdia o direito de estar numa Olimpíada. Tais regras tiraram de cena os cidadãos mais pobres, faixa da sociedade ...

    Leia mais

    Primavera Afro aumenta consciência negra e discute Olimpíadas no Rio

    O dia 10 de setembro marcou o início da Primavera Afro e a 6ª edição da Feira Crespa, cujo objetivo é reconhecer o valor da cultura e beleza negra no Rio de Janeiro. O evento ocorreu no Campo de Santana, no Centro do Rio, onde cerca de 150 pessoas se reuniram ao longo do dia. Durante o evento, foram realizados debates sobre racismo institucional e identidade negra, exibição de trabalhos criados por designers negros, prática de capoeira, dança de hip-hop e música brasileira. A programação teve apoio de empresários negros e artistas locais. Por Mariah Barber Do Racismo Ambiental O nome do evento “Feira Crespa” reflete o movimento das mulheres negras em todo o Brasil e tem como objetivo aceitar o cabelo crespo natural abraçando os estilos, como tranças e dreads ao invés de alisamento. Em um ato de rejeição aos padrões de beleza da cultura dominante, o objetivo é promover a ...

    Leia mais
    2016 Rio Olympics - Athletics - Final - Men's 200m Final - Olympic Stadium - Rio de Janeiro, Brazil - 18/08/2016. Usain Bolt (JAM) of Jamaica leads on his way to winning the gold.   REUTERS/Fabrizio Bensch FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.

    Usain Bolt: 9 curiosidades sobre os 9 ouros do mito em Olimpíadas

    A lenda jamaicana do atletismo diz ter se despedido dos Jogos no Rio de Janeiro no Terra Usain Bolt conquistou na noite de sexta-feira o que ele alega ser seu último ouro olímpico. No revezamento 4x100 m, se tornou tricampeão em três provas, sendo ouro nos 100 m, 200 m e 4x100 m em 2008, 2012 e 2016. A despedida perfeita para o maior e mais veloz corredor de todos os tempos. O que resta para se contar sobre as participações olímpicas de Bolt? Existem histórias além dos ouros? Existem. Abaixo, o LANCE! separou nove curiosidades sobre as campanhas olímpicas que renderam nove ouros ao raio: Correu menos de 8 minutos olímpicos  Bolt corre as provas mais curtas do atletismo. Assim, o tempo que passa realmente disputando provas é muito baixo. Somando suas quatro participações olímpicas (ele disputou as eliminatórias dos 200 m em 2004), ele não correu nem sete ...

    Leia mais

    Abertura das Olimpíadas

    A emoção de ver Gilberto Gil e Caetano Veloso sendo reverenciados na maior festa do esporte mundial só foi superada por ouvir, pela primeira vez, Paulinho da Viola cantando o Hino Nacional. A emoção não parou por aí: tivemos Elza Soares e Jorge Ben Jor, fazendo qualquer pessoa apreciar um dos poucos legados positivos que os Anos de Chumbo deixaram: uma geração de vários talentos musicais brasileiros que emergiram no período da Ditadura Militar. Por Maurício Pestana Enviado para o Portal Geledés A abertura das Olimpíadas, que tanto nos encantou, mostrou ao planeta que outro mundo é possível. E que esta nação tão diversa, tão desigual e tão carente daquilo que muitos países já deram aos seus - como os direitos básicos à cidadania, educação, cultura e oportunidades iguais - pode, ainda sim, fazer uma festa esplendorosa como o Carnaval ou uma abertura de Olimpíadas. Quando o talento e a genialidade são requisitos necessários, não tem para ninguém no mundo. Seja na cultura popular ...

    Leia mais

    Prefeitura penhora bens do Quilombo do Sacopã. Mais um efeito colateral da Olímpíadas contra negros e pobres da Cidade Maravilhosa

    Querem asfixiar o Quilombo do Sacopã enquanto o Rio Festeja as Olimpíadas. Por Marcos Romão, do Mamapress Não há coincidências. Quando os tubarões da especulação imobiliária atuam simultaneamente para aniquilar o primeiro Quilombo Urbano da Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro. Quando pensávamos que já estava tudo bem, recebemos na Mamapress e da Rede Rádio Mamaterra, um pedido de socorro urgente do Quilombo do Sacopã, através de seu líder, Luiz Sacopã, de 73 anos, que nos informou da gravidade da situação. Semana passada o carro e os bens do septuagenário líder do Quilombo, Luiz Sacopã, foi penhorado por supostas dívidas caducadas de 30 anos atrás, pela secretaria de fazenda do município, o mesmo município que em 2012 reconheceu o Quilombo do Sacopã, como patrimônio cultural e físico a ser preservado e protegido pela própria prefeitura de Eduardo Paes. Envolvido com as Olimpíadas o prefeito não pode receber as lideranças do Quilombo para resolver ...

    Leia mais

    A luta pela paz e o espírito internacionalista das Olimpíadas

    O povo brasileiro tem “espírito olímpico”, basta ler sobre o orgulho que a abertura despertou em todos nós. O governo do interino ignora que o sentido internacionalista dos Jogos Olímpicos é a luta pela paz, pois desencadeou repressão generalizada sobre quem ouse bradar a insatisfação política com a conjuntura brasileira. Por Fátima Oliveira, do O Tempo  A postura do governo exibe ao mundo que era apenas um jogo de cena o simbolismo do garoto negro da Vila Olímpica da Mangueira, Jorge Gomes, de 14 anos, acender a “pira do povo” diante da igreja da Candelária, que há 23 anos foi o cenário de uma chacina que eliminou oito e feriu dezenas de jovens, a maioria negra! Sediar uma edição das Olimpíada é muita responsabilidade perante o mundo, que inclui manter acesa a chama do espírito olímpico, pois a tocha é o mais antigo símbolo dos jogos – acesa meses antes de ...

    Leia mais

    Por que criticar a abertura das Olimpíadas me torna um pária neste sábado?

    Este autor gosta de esportes (tem até amigos que praticam), não desgosta das Olimpíadas (mas acha um crime ela ter passado por cima de tanta gente pobre para ser realizada), não tem complexo de vira-lata (mas pensa que falta autocrítica ao brasileiro) e não é saudosista (apenas considera muito triste as figuras de linguagem estarem caindo em desuso, enquanto a mesóclise volta à moda). Por Leonardo Sakamoto Do Blog do Sakamoto Dito isso, preciso confessar que faço parte do grupo de pessoas que, assistindo à cerimônia de abertura, não caiu em prantos, não achou a coisa mais linda desse mundo, não sentiu mais orgulho por ser brasileiro, não esqueceu seus problemas naquele instante e não saiu transbordando com “espírito olímpico''. Quanto a esse último ponto, vou dar uma passada numa loja licenciada pelo Comitê Olímpico Internacional, logo mais, para ver se compro um pouco e reponho. O que, de certa forma, me ...

    Leia mais

    Precisamos conhecer o garotinho que literalmente SAMBOU na abertura das Olimpíadas

    O garotinho que participou da cerimônia de abertura da Olimpíada ao lado de Wilson das Neves esta sendo PROCURADO na internet. Por  Ana Beatriz Rosa Do Brasil Post Isso porque as pessoas estão apaixonadas pela fofura, carisma e talento da criança que deu um show de suíngue e malemolência da cabeça aos pés! Todos queremos conhecê-lo <3   #Rio2016#CerimoniaDeAbertura#OpeningCeremonypic.twitter.com/Za166WbHks — Reality Social (@RealitySocial) August 6, 2016   Gente esquece Anitta esquece Caetano e esquece Gil foquem na criança sambando #CerimoniaDeAbertura — Duny (@ciaorobyyy) August 6, 2016   e essa criança sambando mds eu não sei nem como começa #CerimoniaDeAbertura — mr. j (@lRONMARVEL) August 6, 2016   Me senti humilhada ao ver essa criança sambando #CerimoniaDeAbertura — Lu 7/27 (@fireproofjaureg) August 6, 2016 O nome do grande talento mirim é Tauan, como tuitou Gilberto Gil:   Cumprimentando o pequeno Tauan antes de entrarmos no gramado do #Maracanã . #CerimoniaDeAbertura #Rio2016 ...

    Leia mais

    O que o assalto de Gisele Bünchen nas Olimpíadas revela sobre o Brasil

    Carnaval, futebol, floresta e… um assalto a Gisele Bündchen! De acordo com relatos de vários dos 3 mil convidados que assistiram ao ensaio geral da abertura das Olimpíadas, realizado na noite do último domingo, a inusitada cena seria exibida para o mundo na próxima sexta. Diante da péssima repercussão, a organização do evento anunciou o cancelamento do trecho. Ficamos com o dito pelo não dito, mas permanece nas entrelinhas uma espantosa quantidade de nuances culturais sobre o Brasil. Por Letícia Bahia, do UOL Talvez assalto e violência policial não sejam exatamente o que a gente espera de uma abertura de Jogos Olímpicos, mas se o estado do Rio de Janeiro registra 16 homicídios por dia e a polícia brasileira é a que mais mata no mundo, por que não usar os holofotes olímpicos pra falar sobre isso? Essa poderia ser uma abordagem interessante, talvez inédita em Olimpíadas. Mas a intenção dos ...

    Leia mais

    A Rocinha não aparece nas Olimpíadas, mas os adesivos não a escondem

    No último domingo, junto a outros dez moradores, fomos à Macega, uma das regiões mais precárias da comunidade da Rocinha. A Macega, ou “T.L” – Terra da Lama, como é conhecida por alguns moradores, fica localizada na encosta do morro Dois Irmãos. O grupo foi realizar uma ação social, levando agasalhos, cobertores e um café da manhã para tomar junto aos moradores desta localidade. Por Davison Coutinho, do Jornal do Brasil  O acesso à Macega é por meio de becos e escadarias, sem infraestrutura, íngremes e poluído por vazamentos de esgotos e lixos. É uma longa subida que pode ser feita a partir da Rua Um. Depois da caminhada com as caixas de agasalhos recolhidos na PUC-Rio e na própria comunidade, nos deparamos primeiramente com o cenário da Macega: casas de madeira em situação de risco e, onde várias famílias vivem em extrema pobreza. É impressionante como uma cidade que ...

    Leia mais

    Abertura das Olimpíadas terá Karol Conka e MC Soffia, de 12 anos

    Segundo a colunista Cleo Guimarães do Globo, a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos terá um dueto de Karol Conka e MC Soffia. As rappers são conhecidas por expor a realidade das mulheres negras no Brasil, enfrentando tanto o machismo quanto o racismo. Do Catraca Livre  Karol Conka é uma das poucas mulheres a furar o bloqueio masculino no rap nacional, onde letras misóginas são lugar comum, e ganhou espaço com suas letras que alfinetam os machistas. Já MC Soffia trata de temas como a aceitação das crianças negras, questionando padrões de beleza impostos pela mídia, como em "Menina Pretinha" e "Minha Rapunzel de Dread".  

    Leia mais

    Esconderam a favela com adesivo das Olimpíadas

    Com o intuito de diminuir o número de arrastões nas vias expressas - Linhas Vermelha e Amarela - em 12 de março de 2010 a prefeitura do Rio de Janeiro começou a instalação das polêmicas barreiras acústicas que separam as favelas das pistas de alta velocidade. Por Walmyr Junior. do Jornal do Brasil  Segundo a prefeitura, na época, as barreiras serviriam para proteger os moradores das diversas comunidades da cidade do barulho dos carros e do risco de atropelamentos. Sabemos que a realidade é outra, as barreiras cumpririam o papel de isolar, segregar e esconder as favelas que seriam vistas pelos turistas que viriam do aeroporto do Galeão. Pois bem, não bastasse à barreira criada pela prefeitura e o isolamento da favela, na última semana a prefeitura do Rio decidiu colorir todas as barreiras, que eram transparentes, com o adesivo das olimpíadas. O problema é que Complexo da Maré é isolado ...

    Leia mais

    Muito além de uma medalha: conheça os refugiados que irão competir nas Olimpíadas do Rio

    Tradicionalmente, a primeira delegação a desfilar na cerimônia de abertura das Olimpíadas é a anfitriã. Desta vez, nos Jogos do Rio, será um pouco diferente. Antes dos brasileiros receberem os aplausos do estádio e do mundo, 10 atletas carregarão uma bandeira que não representa uma pátria, mas uma luta: a dos refugiados. Do Hypeness O Time Olímpico dos Refugiados servirá como um símbolo do empenho de milhões de pessoas que foram forçadas a deixar seus países de origem. Dados divulgados pela ONU no último mês revelaram que já são mais de 21 milhões de refugiados em terras estrangeiras, um novo recorde. A iniciativa foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em março, mas apenas recentemente pudemos conhecer os membros do #TeamRefugees. São cinco atletas do Sudão do Sul, dois judocas da República Democrática do Congo, dois nadadores da Síria e um maratonista Etiópia; totalizando seis homens e quatro mulheres. Cada atleta ...

    Leia mais

    Caster Semenya traz às Olimpíadas do Rio as controvérsias sobre sexo biológico no atletismo

    Desde que a corredora sul-africana despontou em 2009, os comitês esportivos tiveram que aprender a lidar com a variedade biológica e hormonal das competidoras, principalmente das que são intersexo ou trans. Isso não livra atletas como Semenya de polêmicas Por Marcio Caparica Do Lado Bi Adaptado do artigo de Sean Ingle para o jornal The Guardian e do artigo de David Walsh para o jornal The Australian Caster Semenya entrou nas pistas três vezes no sábado, 16 de abril, e a cada passada deixava claro que ela estava retornando a seus níveis extraordinários. Primeiro ela venceu o título sul-africano dos 400 m em 50,78 segundos, não apenas o melhor tempo do mundo nesse ano, mas também seu recorde pessoal, superando sua marca anterior em quase dois segundos. Então, depois de descansar 50 minutos, ela disparou para o título dos 800 m em 1:58,45, outro recorde mundial para o ano de 2016. Finalmente, só para completar, ...

    Leia mais

    Olimpíadas se aproximam e remoções continuam

    A pouco meses das Olimpíadas, as remoções aparecem entre as principais violações de direitos ocorridas no Rio de Janeiro. Somente durante a gestão do prefeito Eduardo Paes (PMDB) entre 2009 e 2013, cerca de 70 mil pessoas tiveram que deixar suas casas. Entre os motivos: especulação imobiliária. De acordo com Mariana Werneck, pesquisadora do Observatório das Metrópoles e integrante do Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas, a última versão do Dossiê Megaeventos e Violações dos Direitos Humanos no Rio de Janeiro mostra claramente que as remoções continuam da forma que sempre foram, violentas e com desrespeito dos direitos dos moradores das comunidades No Brasil 247 No Rio, Jogos Olímpicos se aproximam e remoções continuam A pouco meses das Olimpíadas, as remoções aparecem entre as principais violações de direitos ocorridas no Rio de Janeiro. Somente durante a gestão do prefeito Eduardo Paes (PMDB) entre 2009 e 2013,cerca de 70 mil pessoas tiveram que ...

    Leia mais

    STF rejeita mandado de segurança que pedia inclusão da capoeira nas Olimpíadas

    O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, rejeitou a tramitação de Mandado de Segurança 33.826 para que a capoeira fosse incluída nas Olimpíadas de 2016 como esporte de exibição (sem valer como competição). Ao decidir pelo não conhecimento do MS, o ministro destacou que não há previsão constitucional que habilite a análise da matéria pelo STF. Do Conjur  O pedido foi feito pelo Instituto de Advocacia Racial (Iara) contra suposta omissão da presidente da República, do governador do estado do Rio de Janeiro e do prefeito da capital fluminense. No mandado de segurança, o instituto alegava que as autoridades citadas integram o Conselho Público Olímpico e são responsáveis pelo órgão de gestão e instância máxima colegiada dos Jogos Olímpicos 2016, conforme previsto no Protocolo de Intenções entre a União, Estado do Rio de Janeiro e o município do Rio de Janeiro (Lei 12.396/2011), após a Instituição do Ato Público Olímpico (Lei ...

    Leia mais
    joao-do-pulo

    Hoje na História, 30 de julho de 1976, João do Pulo, conquista a medalha de bronze no salto triplo, nas Olimpíadas de Montreal

    O cabo do Exército João Carlos de Oliveira (Pindamonhangaba, SP, 28/5/1954 - São Paulo, SP, 29/5/1999), o João do Pulo, embarcou para os Jogos de Montreal, em 1976, como maior destaque da delegação brasileira e favorito à medalha de ouro no salto triplo. Um ano antes, nos Jogos Pan-Americanos da Cidade do México, ele batera o recorde mundial da prova, com um salto de 17,89 metros. Essa marca permaneceu como recorde por dez anos, até 1985, quando o americano Willie Banks enfim a superou: 17,97 metros. A marca de João do Pulo era 45 centímetros melhor que a do soviético Viktor Saneiev, apelidado de “Canguru” e então tricampeão olímpico. E superior em 1,33 metro ao melhor salto de toda a carreira do fenomenal Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico em 1952 e 1956. “Não quero ser visto como salvador da pátria. Quero que torçam por mim, mas não quero que ...

    Leia mais
    rafaela1

    Chamada de macaca nas Olimpiadas de Londres Rafaela Silva é medalha de ouro feminina do judô brasileiro

    Da Cidade de Deus ao topo do mundo, Rafaela supera racismo e trauma   Rafaela Silva conquistou nesta quarta-feira o ouro do peso leve do Mundial de Judô e atingiu o melhor momento em sua breve carreira. O título é também uma recompensa por sua árdua trajetória até chegar ao topo do mundo. Nascida na Cidade de Deus, a judoca teve no esporte um meio para se desenvolver e é campeã mundial um ano depois de sofrer uma pesada derrota na Olimpíada de Londres. A carioca encontrou o judô por meio do Instituto Reação, mentalizado pelo medalhista olímpico Flávio Canto, e escapou das tentações das ruas humildes - ela chegou a ver um primo seguir para o tráfico de drogas. Atualmente, Rafaela mora em Jacarepaguá e estuda psicologia. "A mãe dela a colocou no judô por que dava muito trabalho em casa. Ficava o dia inteiro na rua soltando pipa ...

    Leia mais
    rafaela1

    Vítima de racismo nas Olimpiadas de Londres, Rafaela Silva é medalha de ouro feminina do judô brasileiro

    Da Cidade de Deus ao topo do mundo, Rafaela supera racismo e trauma   Rafaela Silva conquistou nesta quarta-feira o ouro do peso leve do Mundial de Judô e atingiu o melhor momento em sua breve carreira. O título é também uma recompensa por sua árdua trajetória até chegar ao topo do mundo. Nascida na Cidade de Deus, a judoca teve no esporte um meio para se desenvolver e é campeã mundial um ano depois de sofrer uma pesada derrota na Olimpíada de Londres. A carioca encontrou o judô por meio do Instituto Reação, mentalizado pelo medalhista olímpico Flávio Canto, e escapou das tentações das ruas humildes - ela chegou a ver um primo seguir para o tráfico de drogas. Atualmente, Rafaela mora em Jacarepaguá e estuda psicologia. "A mãe dela a colocou no judô por que dava muito trabalho em casa. Ficava o dia inteiro na rua soltando pipa ...

    Leia mais
    usain-bolt

    Em visita ao Brasil, Usain Bolt diz que está ansioso para correr nas Olimpíadas do Rio em 2016

    O velocista jamaicano Usain Bolt disse nesta terça-feira (23), no Rio de Janeiro, que está "ansioso" para competir nos Jogos Olímpicos da "Cidade Maravilhosa", que acontecerão em 2016. Bolt afirmou que tem esperança de chegar à competição olímpica em seu auge, apesar do fato de que já terá 30 anos. "O mais importante nos próximos anos será dosar meus treinamentos. O principal é não chegar ao auge físico antes de 2016. Se conseguir isso, estarei bem", disse Bolt em entrevista à imprensa. O bicampeão olímpico dos 100 metros, 200 metros e 4 por 100 metros, provas nas quais também é detentor do recorde mundial, declarou que pretende melhorar ainda mais seus tempos na próxima temporada e que deseja conseguir mais medalhas olímpicas para "ser o melhor" em seu esporte. "Se a imprensa e meus fãs me comparam com grandes ícones, fico feliz. Vou continuar trabalhando para que me classifiquem assim. ...

    Leia mais
    Página 1 de 22 1 2 22

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist