terça-feira, novembro 24, 2020

    Resultados da pesquisa por 'PMs'

    Policiais dão gravata em entregador — Foto: Reprodução/G1

    Vídeo mostra PMs sufocando entregador em Pinheiros: ‘não consigo respirar’

    Um vídeo que circula nas redes sociais mostra dois policiais militares dando uma gravata e sufocando um entregador na tarde desta terça-feira (14), na Avenida Rebouças, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. No vídeo, é possível ver os dois policiais militares, um homem e uma mulher, segurando o motoboy. Ele grita: "tira a mão de mim, por que você está me agredindo? Um dos policiais responde: "você tá louco". Em seguida, o entregador diz: "eu estou louco porque você está me agredindo". Ao cair no chão com os policiais, o motoboy ainda grita: "Não consigo (...) não consigo respirar". Em outro vídeo, um policial militar aparece com arma nas mãos e pede que as pessoas se afastem. Ao fundo, é possível ver o motoboy no chão dominado por policiais militares. "Foi uma abordagem agressiva, abusiva. Os policiais já partem para a violência. As pessoas devem ser abordadas quando ...

    Leia mais
    (Foto: Geledés)

    PMs são flagrados espancando jovem rendido na zona norte de SP 

    Policiais militares foram flagrados agredindo na madrugada de hoje, com socos, chutes e cassetetes um jovem que estava rendido e que, ao tentar se defender, dizia ser trabalhador e que estava na casa da namorada. O caso aconteceu na zona norte da capital paulista, próximo do cemitério Parque dos Pinheiros, no Jaçanã. Além de agredir o jovem, os policiais ameaçaram moradores que viram as cenas e, inconformados, decidiram gravar a ação. Os policiais foram identificados e afastados do serviço operacional após as imagens das agressões terem repercutido nas redes sociais. Graças as imagens, que mostraram a numeração da viatura, foi possível identificar que os PMs são do 43º batalhão, no Jaçanã. Por meio de nota, a PM afirmou à reportagem que "assim que tomou conhecimento das imagens, instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) por abuso de autoridade contra os policiais, que foram imediatamente afastados do serviço operacional". Ainda segundo a ...

    Leia mais
    Rodrigo foi morto por PMs na Providência Foto: Reprodução/O Globo

    PMs não citaram ação social em depoimento sobre morte de jovem na Providência

    Dois PMs investigados pelo homicídio do jovem Rodrigo Cerqueira, de 19 anos, durante operação que interrompeu a distribuição de cestas básicas no Morro da Providência, no Centro do Rio, no último dia 21, não citaram a ação social no relato que deram à Polícia Civil no dia do crime. O soldado Eduardo de Souza Paiva e o cabo Rafael Santos Amaral, ambos lotados na UPP da Providência, alegaram, na Delegacia de Homicídios (DH), que "faziam patrulhamento para repreender o tráfico de drogas" num local próximo à Rua Rivadávia Corrêa e que "perceberam uma correria de um número elevado de pessoas, talvez uns seis suspeitos". De acordo com os relatos, "ao avistarem a guarnição, os suspeitos efetuaram disparos de arma de fogo, o que foi imediatamente revidado". Ainda segundo os PMs, "após cessarem os disparos, os policiais progrediram e logo encontraram o corpo". Ao todo, os agentes afirmam ter dado sete ...

    Leia mais
    O ator e professor de artes cênicas Lucas da Silva Nascimento Foto: Retirada do site Extra

    Justiça concede liberdade a professor preso após filmar abordagem de PMs no Rio

    O professor de artes cênicas, Lucas da Silva Nascimento, de 31 anos, preso neste domingo na Lapa, no Centro do Rio pode ser solto a qualquer momento. Ele teve liberdade provisória concedida, após a audiência de custódia realizada nesta segunda-feira na Central de Audiência de Custódia, em Benfica, na Zona Norte do Rio. Por Marcos Nunes, do Extra  O ator e professor de artes cênicas Lucas da Silva Nascimento Foto: Retirada do site Extra A informação foi confirmada pelo advogado Aldo Júnior, que defende Lucas. Segundo Aldo, uma cópia da prisão em flagrante chegou à central e a audiência pôde ter sido feita ainda nesta segunda-feira. A liberdade foi concedida pelo juiz de plantão Pedro Ivo Martins Caruso D'ippólito. — Foi uma vitória. O juiz entendeu que a prisão era desnecessária e excessiva — afirmou o advogado de Lucas. Entenda o caso Lucas Nascimento foi preso ...

    Leia mais
    Policial apontou arma contra estudantes em escola estadual em São Paulo ... - Veja mais em https://educacao.uol.com.br/noticias/2020/02/19/corregedoria.htm?cmpid=copiaecola

    Diretora de escola onde PMs agrediram alunos pede afastamento do cargo

    A diretora de uma escola estadual de São Paulo onde dois jovens foram agredidos por policiais militares na noite de ontem pediu afastamento do cargo na manhã de hoje. Por Ana Carla Bermúdez, do UOL Imagem retirada do site UOL A mulher ocupava o cargo na condição de diretora designada —quando profissionais da rede estadual, como professores, são chamados a ocupar o cargo de direção sem ter realizado um concurso específico para isso. Com o pedido de afastamento, ela voltará a ocupar o cargo de professora que tinha antes em outra unidade de ensino da rede estadual. A confusão teve início dentro da Escola Estadual Emygdio de Barros, no Rio Pequeno, zona oeste da capital, após a PM ter sido acionada pela diretora para retirar um jovem de 18 anos da unidade de ensino. Segundo a escola, ele não estaria matriculado e se recusava a sair ...

    Leia mais
    Wikimedia Commons

    Jovens agredidos por PMs dentro de escola na Zona Oeste de SP prestam depoimento na delegacia

    Rapazes foram detidos por desacato e levados para o 91° DP. Conselho Tutelar foi acionado e mostrou vídeos da ação da PM dentro da escola ao delegado. Policiais e direção de escola estadual também foram ouvidos. No G1 Wikimedia Commons Os dois jovens que foram agredidos por policiais militares dentro da Escola Estadual Emygdio de Barros, no Jardim Bonfiglioli, na Zona Oeste de São Paulo, na noite desta terça (18), prestaram depoimento à Polícia Civil na manhã desta quarta (19). Após sofrerem as agressões, os rapazes foram detidos e levados ao 91° DP por desacato. O Conselho Tutelar foi acionado e apresentou ao delegado os vídeos divulgados nas redes sociais da ação da PM no interior da escola. A direção de ensino e os policiais envolvidos no caso também foram ouvidos nesta manhã. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública disse que vai analisar as imagens ...

    Leia mais
    Arquivo/Agência Brasil

    Justiça arquiva investigação contra PMs suspeitos de ocultarem o corpo de Amarildo na Rocinha

    Policiais do Bope eram apontados como responsáveis por retirar o corpo do pedreiro da comunidade em uma viatura do batalhão. Passados seis anos, ainda não se descobriu onde está Amarildo Por Arthur Guimarães, Leslie Leitão, Lilia Teles e Marco Antônio Martins, TV Globo e G1 Arquivo/Agência Brasil A Justiça do Rio de Janeiro arquivou, em abril deste ano, o processo contra 13 policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) apontados como suspeitos de ocultarem o corpo do ajudante de pedreiro Amarildo Dias de Souza, em julho de 2013. Na época do desaparecimento do morador da Rocinha, os PMs foram acusados de terem retirado o corpo de Amarildo da Rocinha em uma viatura do Bope. O ajudante de pedreiro, morador da Rocinha, desapareceu em 2013, depois de ser levado para a sede da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade. Amarildo era suspeito de envolvimento com o ...

    Leia mais
    imagem: G1

    Registrado como ‘auto de resistência’, pai luta há 23 anos, para punir PMs por morte de Maicon, de 2 anos

    'Estou aqui cobrando mais uma vez', diz pai, que todo ano faz vigília no Ministério Público. Crime já prescreveu e agora está com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos. no G1 imagem: G1 A luta de um pai por justiça pela morte do filho completou 23 anos nesta segunda-feira (15). Todo ano, no mesma dia, José Luiz Faria da Silva volta a fazer uma vigília na porta do Ministério Público em busca de punição dos responsáveis pelo homicídio de Maicon de Souza Silva. O pequeno Maicon foi morto aos 2 anos por PMs em Acari, na Zona Norte do Rio. Ele brincava na porta de casa quando foi baleado. Nenhum dos policiais militares envolvidos foi levado à Justiça. Apesar da pouca idade de Maicon, o caso foi registrado à época como "auto de resistência", termo usado por policiais que alegam estar se defendendo ao matar um ...

    Leia mais
    O jovem Lucas e sua mãe, Laura Foto: Reprodução / O Globo

    Jovem morto por PMs teve todos os ossos do crânio quebrados por tiro, diz laudo

    Necrópsia revela que Lucas Albino foi atingido por dois tiros Por Rafael Soares, do O Globo O jovem Lucas e sua mãe, Laura Foto: Reprodução / O Globo O tiro que matou Lucas Azevedo Albino, de 18 anos, — assassinado por policiais militares do 41º BPM (Irajá) no dia 30 de dezembro do ano passado —, quebrou todos os ossos do crânio do jovem. A informação está no laudo de necrópsia do adolescente. Segundo o documento, assinado pelo perito legista Paulo Cesar Alves da Silva Filho, além do disparo fatal, na testa, outro tiro atingiu Lucas, no ombro esquerdo. O jovem foi baleado num dos acessos ao Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio. O tiro que entrou na testa do jovem foi disparado da direita para a esquerda, e saiu do corpo de Lucas na região da mandíbula esquerda. Já o ...

    Leia mais
    Luana Barbosa dos Reis morreu após abordagem da PM em Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/EPTV)

    Irmã de Luana Barbosa alega racismo e homofobia, e pede ‘júri popular’ a PMs

    Testemunhas foram ouvidas na 1ª audiência do caso, marcada por manifestação na porta do Fórum. Defesas nega agressão e pedem julgamento de policiais por lesão corporal seguida de morte. Do G1 Luana Barbosa dos Reis morreu após abordagem da PM em Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/EPTV) A primeira audiência de instrução sobre a morte de Luana Barbosa dos Reis, após uma abordagem policial em Ribeirão Preto (SP), foi marcada por protestos de movimentos negros e LGBT, na tarde desta quarta-feira (18). O caso ganhou repercussão depois que a ONU Mulheres e o Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH) afirmaram se tratar de "caso emblemático da prevalência e gravidade da violência racista, de gênero e lesbofóbica no Brasil." Segurando cartazes e gritando palavras de ordem, como “Luana, presente”, os manifestantes ficaram em frente à entrada principal do Fórum, por onde passaram os familiares de Luana ...

    Leia mais

    Filho do babalawo Ivanir dos Santos acusa PMs de agressão

    Renato Sousa afirma ter levado pontapés e socos em uma revista Judoca alega ainda que só foi atendido em delegacia após intervenção do pai. Secretaria analisa o casoDivulgação Por Rafael Nascimento Do O Dia O filho do babalowo Ivanir dos Santos, o judoca Renato Sousa Neves, de 41 anos, acusa três PMs da UPP Cidade de Deus de agressão após uma revista policial. A confusão aconteceu na última quarta-feira, por volta das 20h, na Estrada dos Bandeirantes, em Curicica, quando ele e um casal de amigos voltavam da praia e foram parados pelos militares. Segundo Renato, após serem liberados, um dos policiais teria determinado que ele saísse do carro novamente para ver o que tinha em seu bolso. O judoca se recusou e os PMs deram socos e pontapés. "Como ele já havia me revistado, eu disse que não teria necessidade de colocar a mão na minha bermuda. Quando eu falei ...

    Leia mais

    Ex-PMs são condenados a 36 anos de prisão por executar jovem no Sumaré

    Dois ex-policiais militares foram condenados a 36 anos e quatro meses de prisão, cada um, pela morte do adolescente Matheus Alves dos Santos, executado no Morro do Sumaré, Zona Norte do Rio, em junho de 2014. Do Extra  Fábio Magalhães e Vinícius Lima Foto: Thiago Lontra / Agência O Globo/23-07-2014 Fábio Magalhães e Vinícius Lima também foram condenados por ocultação de cadáver e por tentativa de homicídio contra outro jovem, que escapou após se fingir de morto, depois de ter sido baleado duas vezes. Eles foram condenados a 21 anos pelo crime de homicídio, a 14 anos pelo de tentativa de homicídio e a um ano e quatro meses pelo rime de ocultação de cadáver. A decisão foi do juiz Rafael Cavalcanti Cruz. Mateus Alves dos Santos, de 14 anos, que foi encontrado morto no Sumaré Foto: Reprodução Matheus Alves dos Santos, de 14 anos, teria sido flagrado pelos dois policiais do ...

    Leia mais

    “Não sei se verei meus filhos crescerem”: Pai de jovem fuzilado por PMs exige desculpas do Estado

    Há dois anos e nove meses, o taxista Carlos Eduardo da Silva Souza espera por um pedido formal de desculpas do Estado do Rio de Janeiro. no UOL No dia 28 de novembro de 2015, o filho dele, Carlos Eduardo, 16, saiu da favela em que morava em Costa Barros, zona norte do Rio, para pegar um lanche com outros quatro amigos quando cruzou com uma patrulha da PM que atirou 111 vezes contra o carro em que estavam. Todos morreram. Carlinhos foi atingido 11 vezes. "A última coisa que eu quero é morrer sem ver a condenação desses quatro bandidos fardados", diz Carlos, que recusou a pensão vitalícia de cerca de R$ 312,30 mensais (um terço de salário mínimo), determinada na última terça-feira (15) pela Justiça como forma de indenização. Não me interessa dinheiro. Quero é que o Estado venha publicamente se desculpar pela morte deles, que lembre deles Carlos Eduardo da Silva Souza, pai de Carlinhos ...

    Leia mais

    PMs flagrados executando dois homens são envolvidos em 37 autos de resistência

    O sargento David Gomes Centeno e o cabo Fábio de Barros Dias, flagrados num vídeo gravado na tarde desta quinta-feira executando dois homens caídos no chão, perto do conjunto habitacional Fazenda Botafogo, na Pavuna, Zona Norte do Rio, se envolveram com 37 autos de resistência — mortes de suspeitos durante operações policiais — desde 2011. Por Rafael Soares, do Extra  Os dois, juntos, participaram de uma dessas ocorrências. Já as demais mortes ocorreram em ações com outros colegas de farda — Centeno é envolvido em outros 10 autos de resistência e Dias, em 26 ocorrências. Todas as mortes aconteceram em favelas da Zona Norte. Na maior parte dos casos, os suspeitos foram levados a um hospital e não houve perícia no local. Em todas as ocorrências, os policiais apresentaram armas na delegacia, que disseram estar com o suspeito. O auto de resistência em que Centeno e Dias participaram juntos ocorreu em ...

    Leia mais

    PMs acusados de humilhar vítima de estupro podem responder criminalmente

    Os policiais militares e o comissário da Polícia Civil que humilharam uma mulher de 34 anos vítima de estupro coletivo em São Gonçalo podem ser punidos por violação de direitos humanos. De acordo com Andrea Sepúlveda, subsecretária da Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, a pasta vai notificar hoje as corregedorias das polícias Militar e Civil para que sejam apuradas as condutas dos agentes. Por Pedro Zuazo Do Extra — Além de os policiais serem responsabilizados administrativamente e disciplinarmente, têm que ser punidos por conta da violação de direitos humanos — afirma a subsecretária. O Ministério Público estadual também irá se manifestar. Segundo o procurador de Justiça Marcio Mothé, o órgão vai pedir hoje o acompanhamento do caso pela Corregedoria-Geral Unificada. — O estupro coletivo vem se banalizando no Rio, e as autoridades parecem não estar preparadas sequer para ouvir as vítimas. Algo precisa ser feito — defende o ...

    Leia mais

    Um possível chapa, Emicida lança clipe com mulheres que tiveram filhos mortos por PMs

    Leandro Roque de Oliveira, o rapper Emicida, lançou nesta quarta-feira (31) o videoclipe da música “Chapa” em conjunto com as Mães de Maio. Em entrevista exclusiva à Ponte Jornalismo, o cantor afirmou que a letra, que teve a composição terminada em Cabo Verde, na África, retrata a saudade. E a ânsia de um retorno de um ente querido. por Luís Adorno, do Ponte Emicida concede entrevista exclusiva à Ponte Jornalismo A ideia inicial não era ter uma letra ácida, que remetesse diretamente às famílias brasileiras vítimas de violência do Estado. Emicida teve como uma de suas inspirações para escrever a letra justamente o povo de Cabo Verde. Seus anseios e história, que deixaram marcas muito fortes presentes naquele povoado até hoje. Videoclipe da música “Chapa” — No entanto, a música representa essas pessoas . Normalmente, e até penso isso nos shows, quando canto uma música, homenageio uma ou outra pessoa. Em ...

    Leia mais

    Lutador neozelandês sequestrado e extorquido por PMs deixa o Brasil

    Segundo Jason 'Jay' Lee, fator decisivo para a mudança foi uma segunda visita 'surpresa' da Polícia Militar em sua casa Por CLARISSA SARDENBERG, do O Dia  Rio - O atleta de jiu-jitsu neozelandês Jason "Jay" Lee deixou o Brasil junto com a namorada Laura McQuillan nesta quinta-feira após sofrer um sequestro relâmpago e ser extorquido por dois policiais militares no último sábado em Duque de Caxias, no Rio. O casal agradeceu as mensagens de apoio, mas disse que prefere não se manifestar. Em sua conta no Twitter, Jay anunciou que os dois chegaram "a salvo" em Toronto, no Canadá. Em entrevista ao jornal da Nova Zelândia "Stuff", Jay contou que o que motivou a deixar o país foi uma segunda visita da polícia em sua casa. "O ímpeto para que nós deixássemos o país foi quando a PM apareceu na nossa casa novamente pouco antes de meia noite. Eles tinham ...

    Leia mais

    Lutador neozelandês pagou R$ 2 mil para PMs que o sequestraram no RJ

    Atleta de jiu-jítsu foi abordado por policiais em uma suposta blitz. Jason Lee prestou depoimento à polícia e detalhou o ocorrido. Do G1  Em depoimento à Polícia Civil do Rio de Janeiro, o lutador de jiu-jistu da Nova Zelândia, Jayson Lee, contou em detalhes como aconteceu o sequestro, que teria sido praticado por policiais militares. De acordo com o documento exibido pelo Bom Dia Rio desta quarta-feira (27), o atleta chegou a dar R$ 2 mil para que os policiais o libertassem. Em uma rede social, Lee contou que foi sequestrado por "homens fardados". Segundo o depoimento, os PMs, que o abordaram em uma blitz, alegaram que o neozelandês não poderia dirigir sem o passaporte e precisaria ir até a Polícia Federal para fazer um registro e pagar uma multa ou que poderia pagar diretamente aos PMs a quantia de R$ 2 mil. Em seguida, o atleta foi orientado a ...

    Leia mais

    Falha da Justiça tirou da cadeia PMs acusados pelo assassinato de cinco jovens em Costa Barros

    Uma falha da Justiça levou à soltura dos quatro PMs acusados de terem atirado 111 vezes contra cinco jovens dentro de um carro em Costa Barros, na Zona Norte do Rio, em novembro do ano passado. Na decisão que beneficiou os policiais, do último dia 14, o ministro Nefi Cordeiro, do STJ, alega que há “ausência de fundamentos” na conversão da prisão em flagrante dos agentes para a prisão preventiva. O responsável pela decretação da prisão, em 29 de novembro de 2015, foi o juiz Sandro Pitthan Espíndola, no Plantão Judiciário. Especialistas ouvidos pelo EXTRA criticaram a decisão do magistrado. Procurado, o Tribunal de Justiça alegou que “o juiz não irá se pronunciar durante a tramitação do processo”. por Marcos Nunes e Rafael Soares, do Extra — Faltam cuidado e atenção em casos como esse. A fundamentação adequada seria apontar o fato de que se tratam de policiais, que poderiam intimidar ...

    Leia mais

    Janot pede que Justiça Federal assuma Caso Cabula e classifica absolvição de PMs como ‘curiosa’

    Ao STJ, procurador-geral da República indicou incongruências no processo e diz que "houve parcialidade ou, ao menos, complacência" em julgamento por Clarissa Pacheco no Correio da Bahia O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francisco Falcão, que a Justiça Federal investigue a morte de 12 pessoas - entre e 15 e 28 anos - na Vila Moisés, no Cabula, durante a madrugada do dia 6 de fevereiro de 2015. Ele questiona o fato de que os nove policiais que mataram as 12 pessoas foram absolvidos, sob a justificativa de que agiram em legítima defesa. Para Janot, é necessária a investigação da Justiça Federal porque "ao absolver sumariamente os policiais militares envolvidos, sem permitir que o andamento normal do processo ocorresse, a Justiça Estadual não levou em conta informações importantes que poderiam levar a um resultado diferente". No documento de 56 páginas enviado ao STJ, chamado ...

    Leia mais
    Página 1 de 36 1 2 36

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist