sexta-feira, setembro 25, 2020

    Resultados da pesquisa por 'escolas públicas'

    Enem/Divulgação

    Mais de 1 milhão de inscritos no ENEM 2020 cursam o último ano do ensino médio em escolas públicas

    Um dia após o encerramento das inscrições para o ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio, o INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – divulgou em 28 de maio dados dos estudantes candidatos à prova. Mesmo em meio a uma série de reivindicações, a única proposta neste momento é adiar as provas por até 60 dias, após uma possível consulta aos cerca de 6 milhões de inscritos. Em relação aos dados de candidatos ao próximo exame o INEP contatou que: O percentual de 23% dos concluintes representa 1.406.323 inscritos. Desses, 81,7% (1.149.759) estão matriculados atualmente em escolas públicas, número 11,2% maior do que o registrado em 2019. Esses dados são indicados pelos próprios participantes na hora da inscrição. Pode ocorrer uma variação no numero de participantes e nos dados apresentados, um novo balanço com numero de inscritos será divulgado após o período de compensação bancária ...

    Leia mais
    Erasmo Magalhães e Vinícius Gomes, integrantes do Madeb: oficinas nas escolas para destacar a questão da afrodescendência

    Professores levam a escolas públicas do Gama o ensino da cultura africana

    Professores e movimento afrodescendente levam aos alunos de escolas públicas do Gama o ensino da cultura africana como forma de reafirmar as origens Por Aline Brito, do Correio Braziliense  Erasmo Magalhães e Vinícius Gomes, integrantes do Madeb: oficinas nas escolas para destacar a questão da afrodescendência (foto: Aline Brito/CB/D.A Press)   Ancestralidade, na cultura africana, é o processo divino de continuidade da vida. O culto ancestral é um dos princípios básicos no mundo tradicionalmente africano. Mas o contato diário com outras culturas faz com que, muitas vezes, essas referências se percam ou simplesmente se transformem em “coisas do passado”, sem relevância para os dias de hoje. Em busca de resgatar a memória africana e evitar que as tradições originárias do povo africano se percam, professores e afrodescendentes levam a alunos de escolas públicas do Gama a história dos antepassados, como forma de reafirmar o presente. Mesmo ...

    Leia mais

    Alunos de escolas públicas fizeram passeata contra racismo até a PMU

    Estudantes desenvolveram trabalhos durante o ano com vistas à desconstrução do racismo, preconceito e discriminação Por Geórgia Santos Do JM Online Estudantes saíram da Escola Estadual Professora Corina de Oliveira e seguiram até o Centro Administrativo, onde várias apresentações aconteceram Foto: Reprodução/JM Online Alunos da rede pública realizaram caminhada para reafirmar o papel da escola na desconstrução do racismo, preconceito e discriminação. A ação aconteceu ontem e contou com o envolvimento de centenas de crianças e jovens, que saíram em passeata da Escola Estadual Professora Corina de Oliveira rumo ao Centro Administrativo. Além dos alunos do turno matutino da Escola Estadual Professora Corina de Oliveira, também participaram da caminhada os alunos da Escola Estadual Dom Eduardo e das escolas municipais Norma Sueli e Terezinha Hueb Menezes. O grupo seguiu acompanhado por banda de música e terno de congada, que veio de Veríssimo, apresentando os trabalhos que desenvolveu nos ...

    Leia mais
    Brasília - Alunos da rede pública de ensino do DF realizam atividades de educação ambiental na Escola da Natureza.( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

    Defasagem entre idade e série é quatro vezes maior em escolas públicas

    Turmas da rede pública têm mais alunos e passam menos tempo na escola Por Leandro Melito  na Agência Brasil Brasília - Alunos da rede pública de ensino do DF realizam atividades de educação ambiental na Escola da Natureza.( Marcelo Camargo/Agência Brasil) O número de alunos com idade acima do recomendado para a série de ensino na rede pública é quatro vezes maior em relação às escolas privadas no Brasil. As turmas das escolas públicas têm um maior número de alunos e passam menos tempo na escola em relação aos alunos da rede privada. Os dados são do Censo Escolar 2017, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Enquanto a rede privada apresenta uma taxa de 5,1% alunos com idade acima do recomendado no ensino fundamental e 7,4% no ensino médio, a rede pública tem 20,7% de seus alunos com idade acima ...

    Leia mais
    group of african american college students in lecture room

    Pesquisa mostra que 24% das escolas públicas não discutem o racismo

    Sonora: “Acabar com o racismo é importante porque, tipo, o celular de alguém caiu, aí o homem negro vai entregar para a moça e aí vai pensar que é ladrão porque pegou o celular dela só porque é negro. Por causa do racismo.” Por Juliana Cézar Nunes Do EBC Créditos: iStock / michaeljung Júlia Ester Sousa da Silva é uma menina negra de nove anos que mora na Vila Planalto, em Brasília. Ela aprendeu sobre identidade negra e racismo dentro de casa. A irmã mais velha, Mara Karina, de 32 anos, segue os ensinamentos do avô e ensina paraJúlia o que a escola ainda não consegue. Sonora: “A gente trabalha essa questão racial com a Júlia a partir da valorização mesmo da beleza dela, da beleza negra, do cabelo dela, dela compreender que as pessoas precisam respeitar ela.” Uma pesquisa do Ceert, Centro de Estudos das Relações de ...

    Leia mais
    Um dos projetos premiados pelo Ceert foi realizado por mais de 20 professores do Centro de Ensino Fundamental 602 do Recanto das Emas (DF); a escola mapeou discriminações por meio de um questionário e depois promoveu palestras, oficinas de capoeira, grafite, maculelê e penteado afro, e realizou um desfile de beleza negra (Foto: Divulgação/Ceert)

    Um quarto das escolas públicas não aborda o racismo em atividades extras na sala de aula

    Nesta quarta-feira (21), Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, ONG que capacita e premia professores por projetos de igualdade racial vai debater os 15 anos da obrigatoriedade do ensino de história da África e cultura afro-brasileira nas escolas. por Ana Carolina Moreno no G1 Discutir o racismo não faz parte de projetos temáticos em 24% das escolas públicas do Brasil. Dados do questionário do Censo Escolar de 2015, aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com 52 mil diretores de escolas, mostram que em 12 mil delas não existem projetos com a temática do racismo. Esse número, extraído do levantamento mais recente disponível, aumenta quando o assunto é a desigualdade social, tema que 40% das escolas não abordam em suas atividades pedagógicas, e diversidade religiosa. Nesse caso, as escolas que não incluem o tema em seus projetos sobe para 52%. Para Cida Bento, fundadora do Centro ...

    Leia mais
    iStockphoto.com

    STF realiza julgamento sobre o ensino religioso em escolas públicas

    LAICIDADE E EDUCAÇÃO PÚBLICA: STF realiza julgamento sobre o ensino religioso em escolas públicas. Entidades defendem o estabelecimento de limites negativos ao ensino religioso nas escolas públicas. Enviado para o Portal Geledés  Está previsto para ter início nesta semana, o julgamento no Supremo Tribunal Federal da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4439, que aborda o ensino religioso em escolas públicas. A ADI busca enfrentar um dos principais entraves à laicidade e ao pleno exercício das liberdades que decorrem da presença do ensino religioso confessional nas escolas públicas brasileiras. O relator da matéria é o Ministro Luiz Roberto Barroso. Foto: iStockphoto.com Proposta em 2010 pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a ADI 4439 questiona o acordo firmado entre o Estado brasileiro e a Santa Sé, aprovado pelo Congresso Nacional em 2010, que prevê o “ensino católico e de outras confissões” na rede pública de ensino do país (artigo ...

    Leia mais

    Escolas públicas de Boston adotam mapa que corrige 500 anos de ‘distorção’, com mais destaque para África e América do Sul

    Objetivo de diretores pedagógicos do distrito é mudar perspectiva eurocêntrica e colonizadora. Mapa antigo será mantido para comparação. Do G1 Estados Unidos e Europa são apresentados com contornos reduzidos, enquanto África e América do Sul ganharam novo destaque. Esta é a realidade dos novos mapas-múndi que escolas públicas de Boston, nos Estados Unidos, passaram a adotar na semana passada. Os professores apresentaram aos alunos a representação do mapa mundi baseado no sistema de projeção cartográfica do historiador e cartógrafo Arne Peters (1916-2002). Ela causou surpresa nos alunos porque o sistema busca manter as reais proporções dos continentes. Além disso, ele dá destaque ao continente africano no centro do mapa e valoriza as áreas subdesenvolvidas do mundo mostrando sua real área. Os mapas mais conhecidos são baseados na projeção de Mercator, elaborada em 1569 pelo cartógrafo e matemático Gerardus Mercator (1512-1594). Desenvolvida inicialmente sobretudo para ajudar na navegação, ela é praticamente ...

    Leia mais

    Morte de menina após briga em sala de aula expõe rotina de violência e exclusão nas escolas públicas

    Marta Avelhaneda Gonçalves, de 14 anos, morreu na quarta no Rio Grande do Sul; a suspeita é de que ela tenha sido estrangulada. Marta morreu dentro da sala de aula em Cachoeirinha (Foto: Reprodução/RBS TV) No G1 Marta Avelhaneda Gonçalves faria 15 anos em junho, e a família já começava a planejar a festa. Mas o aniversário, o sonho de cursar medicina, a vida inteira de Marta ficou pelo caminho: ela morreu na última quarta-feira após uma briga com colegas da Escola Estadual Luiz de Camões, em Cachoeirinha, na Grande Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, o laudo do Instituto Médico Legal indica que a jovem sofreu estrangulamento por asfixia mecânica. Mesmo assim, ainda não estão completamente esclarecidas as circunstâncias do caso e a forma como uma briga na escola, na primeira semana de aula, se transformou em morte. Violência, preconceito, agressão e exclusão fazem parte ...

    Leia mais
    Roberto Parizotti/Secom CUT

    O que as ocupações das escolas públicas podem nos ensinar sobre educação/escolarização?

    Nem só de rusgas políticas, acordos e desacordos, ódios, golpes e bizarrices institucionais tem (sobre)vivido o país nos últimos meses. Num momento onde nunca se discutiu tanto sobre política em todas as esferas da vida, a politização de aluno/as e professore/as das escolas públicas em algumas regiões do Brasil não têm merecido o mesmo destaque e repercussão, sobretudo na grande mídia, e é por isso que precisamos escrevivê-la. Pode-se afirmar que embora as regiões sejam diversas, refiro-me em específico aos movimentos de ocupação das escolas em São Paulo, Rio de Janeiro e mais recentemente em Fortaleza, os motivos para a intensa empatia para com esses movimentos por parte de aluno/as, professore/as e parte da sociedade civil, convergem em muitos pontos: descaso com as escolas em suas estruturas físicas e propostas educacionais, professore/as que a cada dia perdem um pouco de sua autonomia e direitos no exercício da profissão, corrupção nas ...

    Leia mais

    Racismo? Pedido para suspender livro de Monteiro Lobato em escolas públicas é negado pelo STF

    Instituto de Advocacia Racial alegou que "Caçadas de Pedrinho", obra publicada em 1933, apresenta conteúdo racista No Diário de Pernambuco Reprodução/Editora Globo O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de liminar para suspender a distribuição, em escolas públicas, do livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato, obra publicada em 1933. O ministro rejeitou pedido do Instituto de Advocacia Racial (Iara), por entender que não cabe ao Supremo julgar mandado de segurança contra ato do Ministério da Educação (MEC). O instituto alegou que a publicação apresenta conteúdo racista. O caso começou a tramitar no Supremo em 2011. Uma audiência de conciliação chegou a ser feita pelo ministro, mas não houve consenso entre o MEC e o instituto. Em 2010, o Conselho Nacional de Educação (CNE) determinou que a obra Caçadas de Pedrinho não fosse mais distribuída às escolas públicas, por considerar que ela ...

    Leia mais
    consciencia-negra

    São João do Piauí realizará Projeto Consciência Negra em escolas públicas

    As ações do Projeto Consciência Negra são voltadas para alunos do 1º ao 9º ano De 1º a 20 de novembro, escolas públicas municipais de São João do Piauí participarão de atividades do Projeto Consciência Negra. A ação é uma iniciativa da prefeitura municipal, por meio da secretaria municipal de Educação (SEME) e foi apresentada a diretores e coordenadores de escolas em reunião na última quinta-feira (30), no auditório Dom Centro Cultural. O projeto visa comemorar o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, além de implementar na  rede municipal de ensino a Lei nº 10.639/2003, que obriga o ensino da História Africana e da Cultura Afro-brasileira nas escolas. As ações do Projeto Consciência Negra são voltadas para alunos do 1º ao 9º ano.  Durante sua execução, os alunos participarão de gincanas, apresentações culturais e outras atividades acrescentadas pelas escolas. O projeto será encerrado no dia 20 de novembro com caminhada, às ...

    Leia mais

    Estudantes de escolas públicas de SP participam de Leituraço sobre contos africanos

    Projeto em comemoração ao mês da consciência negra será lançado hoje (30) Do : R7 Getty Images Nesta quinta (30), um dia após o Dia Nacional do Livro, comemorado em 29 de outubro, será lançado em São Paulo o Projeto Leituraço de contos africanos. A ação, idealizada pela Secretaria Municipal de Educação, abre o período em que estudantes da rede passarão a realizar leituras simultâneas de obras africanas e afro-brasileiras entre os dias 3 e 14 de novembro — mês em que se comemora o Dia da Consciência Negra. A experiência de leitura envolverá cerca de 800 mil alunos de 1.462 escolas de educação infantil e de ensinos fundamental e médio. Nas escolas, serão realizadas leituras com duração de 30 minutos, sempre na primeira aula do período, mobilizando estudantes e professores. Foram selecionados 13 títulos, divididos entre os três ciclos do ensino fundamental: alfabetização, interdisciplinar e autoral. ...

    Leia mais

    Alagoas: Escolas públicas vão participar do Dia da Consciência Negra

    Está confirmada a participação de 16 escolas públicas estaduais nas comemorações do dia 20 de novembro, dedicado à Consciência Negra, na Serra da Barriga, em União dos Palmares. A previsão é que 700 crianças participem das comemorações. A articulação é da Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos (Semcdh) que tem, todos os anos, sugerido a participação de estudantes como forma de divulgar Zumbí dos Palmares como um grande herói nacional, na luta pela liberdade. De acordo com a secretária de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Nadja Lessa, estes estudantes atuarão como multiplicadores da história em suas escolas. As programações já foram fechadas com povos de matriz africana, quilombolas e capoeiristas, como informou o gerente do Núcleo Afro Quilombola, Jordinelson Bandeira de Santana, e estão previstas apresentações culturais dessas comunidades nas festividades, além de momento de reflexão nas oferendas aos orixás na ...

    Leia mais

    Comissão de Educação pode aprovar regras para escolha de diretores de escolas públicas

    A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) pode votar, em reunião nesta terça-feira (2), às 11h, mudanças no processo de escolha de diretores de escolas públicas. Dois projetos que tramitam em conjunto tratam da adequação desse processo à previsão constitucional de gestão democrática do ensino público. Fonte: Senado.gov Pedro França/Agência Senado O PLS 328/2005, do senador Pedro Simon (PMDB-RS), propõe três formas de escolha de dirigentes, a critério de cada sistema de ensino: por indicação do responsável pela administração do ensino, por escolha pela comunidade escolar e por concurso público. Já o PLS 344/2007, da ex-senadora Ideli Salvatti, estabelece a eleição direta pela comunidade escolar como forma única de escolha dos ocupantes do cargo ou função de dirigente de escolas de ensino fundamental, médio e técnico das redes federal, estaduais e municipais. O projeto também estipula um mandato de pelo menos dois anos, designando como ...

    Leia mais

    Escolas públicas têm até hoje para aderir ao Mais Educação

    Hoje (4) é o último dia para que as escolas públicas de todo o país façam a adesão ao Programa Mais Educação, que oferece recursos para a oferta de educação integral. Atualmente, 49 mil escolas participam do programa, e a meta é chegar a 60 mil. Da Agência Brasil Divulgação/Programa Mais Educação A jornada da educação integral deve ser, no mínimo, de sete horas diárias ou 35 horas semanais. Durante o período em que estão na escola, os estudantes recebem três refeições. As escolas escolhem até cinco atividades nos macrocampos do programa, entre eles o de acompanhamento pedagógico (obrigatório), educação ambiental, esporte e lazer, direitos humanos em educação, cultura e artes, cultura digital, promoção da saúde, comunicação e uso de mídias, investigação no campo das ciências da natureza e educação econômica. Pelo Mais Educação, as escolas são selecionadas com base em critérios como baixo índice de ...

    Leia mais
    Imagem: Fotolia

    ‘Ensino religioso aumenta intolerância nas escolas públicas’, afirma pesquisadora

    por Eduardo Sá Imagem: Fotolia Encantada com o aprendizado e as crianças nos terreiros, a autora de 'Educação nos terreiros – e como a escola se relaciona com as crianças do candomblé', publicado pela Pallas em 2012, Stela Guedes Caputo, pesquisou a fundo a relação da religião afro-brasileira com a educação pública no Rio de Janeiro. Defensora da extinção do ensino religioso obrigatório, ela evidencia em suas pesquisas como essas crianças sofrem com a discriminação nos colégios. Segundo ela, o cenário tende a piorar, com o conservadorismo se enraizando cada vez mais no conteúdo das disciplinas e a pauta do Vaticano sendo incorporada. Na entrevista ela revela como são estabelecidos os critérios da formação dos professores, os conteúdos dos materiais didáticos, as verbas destinadas para esse objetivo e suas perspectivas, além de denunciar como o modelo idealizado pelo governo está desconectado à prática nas salas de aula. ...

    Leia mais
    fuvest aprovados2013 004

    USP abre inscrições para programa de bônus a alunos de escolas públicas

    Podem se inscrever alunos do 2º e 3º anos do ensino médio.Prazo vai até 18 de agosto. A Universidade de São Paulo (USP) abriu nesta quinta-feira (4) o prazo de inscrições para o Programa de Avaliação Seriada da Universidade de São Paulo (Pasusp) para estudantes de escolas . O prazo vai até o dia 18 de agosto. Os interessados devem se inscrever nos site da Fuvest. Podem participar os alunos do 2º e 3º anos do ensino médio de escolas públicas. De acordo com o desempenho na prova, os candidatos do 2º ano poderão ter um bônus de até 5% e os do 3º ano poderão alcançar até 15%. O percentual obtido pelo aluno do 2º ano será registrado pela Fuvest para o vestibular do ano seguinte e somado ao que ele conseguir quando estiver no 3º ano. Para se inscrever é necessário preencher um questionário, imprimir o documento gerado, obter ...

    Leia mais
    haddad-e-stedeli

    Orgânicos para as crianças das escolas públicas municipais em Sampa, valeu Haddad!

    Na sexta feira à tarde Maria Frô deu em primeiríssima mão no Facebook esta maravilhosa notícia, subindo esta linda foto: Reprodução/Facebook Compartilhei a imagem à noite e deste compartilhamento mais de mil outros compartilharam-na, ou seja, muitos gostaram da boa nova. Mas quem poderia em sã consciência ser contra o poder público comprar alimentos saudáveis, sem agrotóxicos e mais baratos da agricultura familiar para alimentar nossas crianças????? Mais uma vez Haddad honra o voto que depositamos nele. Haddad e MST constroem parceria para abastecimento da merenda em SP Da Página do MST 22/abril/2013 Uma comissão do MST fez uma audiência com o prefeito de São Paulo Fernando Haddad, na manhã de sexta-feira (19/4), na sede da Prefeitura. O MST apresentou a Haddad produtos produzidos por cooperativas organizadas em áreas da Reforma Agrária, que são a base da alimentação de alunos matriculados nas escolas em diversas prefeituras, ...

    Leia mais
    Página 1 de 96 1 2 96

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist