sexta-feira, abril 16, 2021

Resultados da pesquisa por 'jovens negros'

Photo by Lia Castro from Pexels

Apoiar entrada de jovens negros na universidade é pensar sobre qual futuro queremos

Em um cenário de crise aguda, a educação continua sendo alvo de descaso, como mostra a retirada definida pelo governo federal de R$1,4 bilhão do MEC (Ministério da Educação). Foi a pasta que mais perdeu recursos. Ao mesmo tempo, jovens de baixa renda —em sua maioria, negros— sofrem com a falta de equipamentos adequados e de apoio para estudarem. Esses problemas dificultam ainda mais a inserção da juventude negra e periférica no ambiente acadêmico. Nesse cenário em que não há políticas públicas sendo pensadas é que surge uma iniciativa corajosa e potente do Fundo Baobá: o Programa Já É: Educação e Equidade Racial. Em sua primeira edição, a iniciativa ofereceu a cem jovens negros, das periferias da capital paulista e da região metropolitana de São Paulo, bolsas de estudo em um curso preparatório para o vestibular. O programa, do qual fazemos parte, foi desenvolvido em parceria com Fundação City, Demarest ...

Leia mais
Divulgação

Evento online aborda inclusão de jovens negros no trabalho

Nesta semana, ocorre o evento virtual Afro Presença. De 30 de setembro até 2 de outubro, estudantes universitários negros de todo o Brasil podem se inscrever para participar do evento, online e gratuito, voltado para a inclusão desses jovens no mercado formal de trabalho. O Ministério Público do Trabalho idealizou e coordena o Afro Presença, que é realizado ainda pelo Pacto Global da ONU, com apoio do poder público, da iniciativa privada e da sociedade civil. Dentre debates e discussões sobre como ingressar no mercado, os participantes também terão acesso a vagas de trabalho. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site afropresenca.com.br, basta preencher o formulário de inscrição. Os jovens universitários negros podem se inscrever até o final do evento, em 2 de outubro. O Afro Presença contará com mural de empregos e oficinas para que os estudantes aprimorem seus currículos e se preparem para entrevistas. Diversas ...

Leia mais
Negras e negros no mercado de trabalho: evento também dará acesso a vagas de emprego (We Are/Getty Images)

MPT e ONU chamam jovens negros para evento gratuito de inclusão no mercado

Como avançar no debate sobre diversidade e promover a inclusão de jovens negras e negros no mercado? O Ministério Público do Trabalho quer acelerar essa transformação com o evento online Afropresença, que ocorre entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro. Realizado junto com o Pacto Global da ONU, o evento será gratuito e focado no público de jovens negras e negros matriculados em universidades. Para o encontro de três dias, eles trarão grandes empresas, universidades, movimentos sociais e especialistas para debater temas de empregabilidade, diversidade, inclusão e carreira. Serão oficinas, painéis e palestras focadas na inserção do público universitário no mercado formal de trabalho. Quem se inscrever pelo site do evento também terá acesso a vagas de emprego e poderá compartilhar seu currículo. A pandemia foi um obstáculo para o evento já planejado para ser presencial em São Paulo. Ao ser adaptado para o virtual, o desafio virou uma oportunidade para conversar com um público mais ...

Leia mais
Reprodução/Instagram/@malungaconexao

Jovens negros promovem princípios da Internet através de linguagens artísticas

A Conexão Malunga, plataforma de discussões dos usos das tecnologias para autonomia, lança o projeto Tecnologia: Rostos, vozes e cor no Instagram e no Twitter em parceria com 9 artistas da Bahia e de Sergipe. Apostando na arte, sobretudo na experiência de slammers e atrizes, a iniciativa promove a conscientização sobre os princípios da Internet no Brasil através do audiovisual. Durante uma série de vídeos, jovens artistas da Bahia e de Sergipe compartilham fundamentos da legislação sobre Internet em nosso país. A produção artística é o ponto alto do projeto, que se iniciou em 25 de junho, por meio de uma formação em segurança digital como estratégia de promoção da visibilidade de artistas jovens independentes, a partir de referências da afrodiáspora, como Abdias do Nascimento e Audre Lorde. “Consideramos de extrema importância incluir artista negros nas discussões sobre TIC’s, porque partimos do princípio de que a população negra sempre produziu tecnologia, então os artistas, neste projeto, ...

Leia mais
iStockphoto

Pele alva e pele alvo: porque jovens negros continuam sendo vítimas preferenciais da violência

Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicados em 2019, mostram que houve um aumento de 19% de mortes por agentes policiais, em relação ao ano anterior da pesquisa, sendo que desse montante 99% são homens. O viés racial é evidente: 75% são negros e, entre eles, 78% são jovens e filhos. Esta reportagem é uma reflexão sobre a alta letalidade de jovens negros por causas violentas – justamente, um dos temas priorizados pelo Fundo Baobá no eixo Viver com Dignidade. “Com a experiência escravista, naturalizamos o controle físico sobre os negros e negras em nossa sociedade, de modo que é trivial que um jovem negro seja enquadrado na esquina de sua casa ou mesmo que seja morto barbaramente sem que haja qualquer tipo de consequência política ou social”, destaca Felipe Freitas, doutor em Direito e Sociedade, Conflito e Movimentos Sociais, pela Universidade de Brasília (UnB), e membro do Conselho Deliberativo do ...

Leia mais
Professora Taynara Silva, que denunciou racismo em Maceió, AL, discursando na Câmara de Vereadores — Foto: Taynara Silva/Arquivo Pessoal

Professora que denunciou racismo é homenageada na Câmara de Maceió: ‘Quero que mães de jovens negros parem de enterrá-los’

Taynara Silva recebeu a comenda Zumbi dos Palmares da Câmara de Vereadores. Por Roberta Batista, do G1 Professora Taynara Silva, que denunciou racismo em Maceió, AL, discursando na Câmara de Vereadores — Foto: Taynara Silva/Arquivo Pessoal A professora Taynara Silva, que denunciou ter sofrido racismo em um colégio particular de Maceió, recebeu na sexta-feira (13) a comenda Zumbi dos Palmares na Câmara Municipal de Maceió. "Quero que mães de jovens negros parem de enterrá-los", disse durante seu discurso (assista na íntegra ao fim do texto). A comenda para a professora foi uma iniciativa do vereador Cleber Costa (Progressistas). O requerimento apresentado pelo vereador foi aprovado por unanimidade entre parlamentares de Maceió. A homenagem é concedida a personalidades que se destacam na luta pelo fim da discriminação cultural, racial e de cor sofrida pelos negros. "Eu me sinto muito gratificada, no entanto, ainda há muita luta. Receber ...

Leia mais

“Muitos jovens negros da luta não sabem que suas pautas são as mesmas de Abdias há 40 anos”, diz André Rodrigues

A escolha de um dos maiores ativistas negros da história do Brasil, Abdias do Nascimento, para ser tema do enredo da Mocidade Unida da Mooca (MuM) está ajudando a transformar o papel da escola de samba no Brasil. O samba-enredo A Ópera Negra de Abdias Nascimento faz ecoar a voz de um dos maiores ativistas dos direitos humanos no país, ressaltando seu importantíssimo legado como poeta, escritor, dramaturgo e defensor das populações afrodescendentes. Foto: Guilherme Otero A coluna Geledés no debate entrevistou o carnavalesco carioca André Rodrigues, criador do samba-enredo, que destacou a relevância de se falar sobre Abdias Nascimento no atual momento do país. Geledés - Como se tornou um carnavalesco e qual a sua relação com as causas do movimento negro? Sou filho de empregada doméstica e desde os 15 anos de idade trabalho com escolas de sambas do Rio, prestando assistência na Grande ...

Leia mais
A pesquisadora Juliana Yade destaca como as organizações não governamentais são importantes para capacitar e fortalecer os jovens negros no Brasil (foto:Divulgação)

Jovens negros encontram em movimentos sociais a força para mudar de vida

Apesar da relevância social, Pesquisa sobre Organizações de Juventudes Negras mostra que elas precisam de apoio Por Carmen Vasconcelos, do Correio 24 Horas A pesquisadora Juliana Yade destaca como as organizações não governamentais são importantes para capacitar e fortalecer os jovens negros no Brasil (Foto: Imagem retirada do site Correio 24 horas) A juventude negra brasileira está se instrumentalizando para garantir uma vida melhor e mais digna, mesmo nas situações onde é negada à cidadania e o direito de ter direito. Isso foi o que mostrou a Pesquisa Nacional sobre Organizações de Juventudes Negras, realizada pelo Itaú Social e pelo Observatório de Favelas. As razões históricas e culturais mostram que o Nordeste e o Sudeste são as regiões que concentram a maioria das ações realizadas por organizações não governamentais em favor da população negra, respondendo por 37,5% e 30%, respectivamente. A pesquisa mostrou ainda que 70% ...

Leia mais
Getty Images/iStockphoto

4 em cada 10 jovens negros não terminaram o ensino médio

Dados do IBGE mostram que abandono escolar atinge mais população negra Por Paulo Saldaña, da Folha de São Paulo Getty Images/iStockphoto Concluir a educação básica ainda é realidade distante para muitos jovens brasileiros, mas o problema atinge com maior intensidade a população negra. Um terço dos brasileiros entre 19 e 24 anos não havia conseguido concluir o ensino médio em 2018. Apesar da média geral já ser alta (e cujo percentual é similar entre jovens brancos), o panorama entre os negros é ainda pior: quase metade (44,2%) dos negros homens dessa faixa etária não concluiu a etapa. Os recortes por cor de pele e gênero revelam outros abismos: 33% das meninas negras nessa idade não têm ensino médio, enquanto o índice é de 18,8% entre as brancas. O cenário relacionado ao ensino médio é só uma ponta do desafio, que começa mais cedo. Ser negro no ...

Leia mais
Photo: Netflix / Getty

Ex-promotora que condenou jovens negros por estupro é acusada de racismo

Linda Fairstein pode perder seu emprego após funcionários de uma ONG para vítimas de crimes violentos tomarem conhecimento do caso Do O ESTADO DE S.PAULO Photo: Netflix / Getty Após a estreia da série Olhos que Condenam na Netflix na última sexta-feira, 31, o caso dos ‘Cinco do Central Park’ reacendeu o debate sobre discriminação racial. Uma das protagonistas da história, a ex-promotora Linda Fairstein(interpretada pela atriz Felicity Huffman na série) foi responsável pela acusação injusta dos jovens negros e agora enfrenta consequências da condenação. De acordo com o TMZ, fontes da ONG Safe Horizon, que ajuda vítimas de abuso e crimes violentos em Nova York, revelaram que os funcionários estão indignados com o fato de Fairstein ter permanecido no conselho de uma organização para minorias por tanto tempo. Agora, ela corre o risco de perder seu emprego na instituição sob acusação de racismo. Em 1989, Linda Fairstein era chefe da Unidade ...

Leia mais
Cinco jovens foram presos e passaram mais de uma década na cadeia | Foto: Divulgação / CP

Série sobre jovens negros presos injustamente em NY estreia na Netflix

"Olhos que Condenam" é dirigido pela indicada ao Oscar, Ava DuVernay Do Correio do Povo Cinco jovens foram presos e passaram mais de uma década na cadeia | Foto: Reprodução/Netflix  A minissérie "Olhos que Condenam" estreou nessa sexta-feira na Netflix. Dirigida pela indicada ao Oscar Ava DuVernay, a série de quatro episódios é baseada no caso real dos "Cinco do Central Park", no qual jovens negros foram vítimas de discriminação racial. A trama gira em torno de um grupo de meninos negros adolescentes que foram acusados de agredir e estuprar uma mulher branca que praticava corrida no Central Park, o parque mais famoso de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Os cinco jovens foram presos e passaram mais de uma década na cadeia. Donald Trump, que na época era uma celebridade por seus negócios milionários, se manifestou a favor da prisão dos jovens. O atual presidente dos ...

Leia mais

O desabafo dos jovens negros sobre a questão da roupa que estão vestindo: ‘Não é questão de vaidade’

Para a estudante de economia Laressa Teixeira, escolher uma roupa para viajar de avião vai muito além do conforto ou da praticidade. "É uma necessidade. Se eu estiver bem vestida, arrumada, as pessoas se sentem mais obrigadas a me tratar bem", diz a jovem de 22 anos, do Rio de Janeiro. Por Vitor Tavares, da BBC Da mesma forma, o engenheiro florestal Lucas Cauan, também de 22 anos, se preocupa ao ir à universidade, em Aracaju. Ele aboliu chinelos, bermudas e camisetas do seu guarda-roupa. "Eu preciso ficar arrumado para não ser confundido com ladrão." Negros, os dois chegaram a essas conclusões após experiências que os fazem refletir, toda vez que saem de casa, sobre qual roupa vão usar. Depoimentos como os deles vieram à tona após uma publicação de Laressa no Twitter que viralizou na rede social. "Quantos chinelos a gente evita por ter a pele (negra)?", questionou a ...

Leia mais
CENTRAL PARK FIVE

‘Olhos que Condenam’, a série da Netflix sobre caso de condenação injusta de 5 jovens negros

Dirigida por Ava DuVernay, produção divida em 4 episódios aborda um dos casos mais chocantes de erro judiciário da história dos EUA. Por Amauri Terto, Do HuffPost Cena da série "Olhos que Concenam" Olhos que Condenam, série limitada da Netflix que retrata um dos casos mais chocantes de erro judiciário da história recente dos Estados Unidos, acaba de ganhar trailer. Você assiste ao vídeo com exclusividade no HuffPost Brasil: Dividida em quatro episódios, a produção conta as histórias de Antron McCray, Yusef Salaam, Raymond Santana Jr., Kevin Richardson e Korey Wise, cinco adolescentes negros do Harlem que foram injustamente acusados de um estupro brutal ocorrido no Central Park, em Nova York, em abril de 1989. Olhos que Condenam foi criada por Ava DuVernay (Selma: Uma Luta Pela Liberdade), que também co-escreveu e dirigiu os episódios. A trama discorre sobre 25 anos do caso - uma combinação perversa de falhas da polícia, ...

Leia mais

Deputada federal Áurea Carolina está entre os 100 jovens negros mais influentes do mundo na política

Ela foi incluída na lista Most Influencial People of African Descent. 'Fiquei muito feliz. Achei grandioso demais estar entre as 100 pessoas mais influentes do mundo', comemorou. Por Por Humberto Trajano, do G1 Minas  Áurea Carolina está em lista das 100 pessoas jovens negras mais influentes do mundo (Foto: Patrick Arley/Divulgação) Foi com uma “honra tremenda” que a deputada federal por Minas Gerais Áurea Carolina (Psol) recebeu a notícia de que é uma das 100 pessoas jovens negras mais influentes do mundo na área de política e governança. A sua inclusão na lista do Most Influencial People of African Descent (Mipad) – ou Pessoas Afrodescendentes Mais Influentes – foi comunicada nesta quinta-feira (21) - quando é celebrado o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. “Fiquei muito feliz. Achei grandioso demais estar entre as 100 pessoas mais influentes do mundo. Recebo esta indicação como uma ...

Leia mais
Acervo Geledés Instituto da Mulher Negra

Conte Sua História de São Paulo 465 anos: na porta do Mappin, o encontro dos jovens negros da cidade

Tenho 66 anos. Sou paulistano da Vila Guarani, no Jabaquara. Negro, advogado formado pela PUC. Quero contar um fenômeno da década de 1970: o encontro da juventude negra, toda sexta-feira, na porta do Mappin, a grande loja de departamentos paulista. Por Antonio Carlos Arruda, Ouvinte da CBN No Mílton Jung Era uma coisa mágica, uma expectativa e uma ansiedade que mexia com o nosso sentimento, jovens negros, de todos os lugares de São Paulo. Sem que ninguém marcasse nada, comparecíamos ali espontaneamente. Sexta, sim, e a outra, também. Não havia motivação política, muito embora pude entender tempos depois, que havia de maneira subliminar a procura por uma situação de igualdade — infelizmente, ainda não alcançada pela nossa gente. Mas o importante aqui é que íamos para a porta do Mappin para encontrar jovens, negras e negros, onde rolavam por certo as paqueras –- muitos casamentos saíram dali. Mas, especialmente, para saber onde seriam ...

Leia mais

A FLUP – Festa Literária das Periferias denuncia o genocídio dos jovens negros brasileiros

A FLUP - a Festa Literária das Periferias - começou em 22 de maio, promovendo seus saraus, concursos de poesia, e honrando uma extensa programação, que vai até o dia o dia seis de novembro. Será a última etapa de uma das feiras de livros de maior relevância para o país, quando o Instituto Zuzu Angel receberá um evento de moda, em que todos os estilistas convidados são negros. Juntos, irão denunciar, através da moda, o genocídio de jovens negros das periferias pelo Estado Brasileiro - entre eles Marielle Franco e Amarildo de Souza - repetindo Zuzu Angel, que, com sua moda, denunciou no exterior a execução de jovens brancos de classe média, pela ditadura militar, em 1971. por Hildegard Angel no Jornal do Brasil Julio Ludemir, diretor da Festa Literária das Periferias - imagem: Jornal do Brasil A Coluna conversou com Júlio Ludemir, escritor, roteirista e ...

Leia mais
Lúcia Maria/Reprodução/Carta Capital

‘A vida de uma galinha de macumba vale mais do que a de jovens negros’

O advogado Hédio Silva Jr. aponta racismo na tentativa de proibição do abate de animais em rituais religiosos. Miram nas religiões afro, afirma Por  Sergio Lirio, da Carta Capital   Silva Jr.: A intolerância religiosa só cresce Lúcia Maria/Reprodução/Carta Capital Independentemente do resultado da votação no Supremo Tribunal Federal, que adiou a decisão após um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes, o advogado Hédio Silva Jr. marcou de forma definitiva o julgamento a respeito da permissão do abate de animais em rituais religiosos. Sua exposição no plenário da corte ironizou os defensores da proibição, “calçados com sapatos de couro”, traçou um histórico dos abates em diversas religiões e alertou para o racismo da ação movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, contrário a uma lei estadual que deixava explícita a liberdade dos sacrifícios nos ritos afro-brasileiros. Segundo ele, rituais semelhantes praticados por judeus e muçulmanos ...

Leia mais
Reprodução/Facebook

Brincar no telhado? Não para jovens negros!

Em texto, deputado federal Jean Wyllys comenta o caso do jovem Ryan Teixeira do Nascimento, assassinado por um policial no Rio de Janeiro enquanto tentava pegar uma bola que caiu em um telhado. "Jovens negros sobre telhados não são admitidos a partir da possibilidade de estarem em busca de uma bola. O que sempre fazem é suspeitar que sejam perigosos" Por Jean Wyllys no Fórum Reprodução/Facebook Seis disparos. Seis tiros na direção de um punhado de crianças que subiram no telhado para buscar uma bola. Em Magalhães Bastos, subúrbio tradicional do Rio, um jovem negro e seus amigos subiram no telhado de um posto de saúde para pegar uma bola que caiu por lá após um mau chute na partida de futebol, e uma vida se perdeu. Mais uma! Na delegacia, o policial responsável, que estava fora do horário de serviço, como sempre acontece em casos assim, disse ...

Leia mais

Jovens negros na França: enquanto uns brilham na Copa, outros são mortos pela polícia

Moradores de Nantes atearam fogo em automóveis em protesto contra o assassinato de Aboubakar Fofana, de 22 anos Por Daniel Giovanaz, do Brasil de Fato Assim como os pais do volante Pogba , os pais de Fofana nasceram em Guiné e emigraram para a França no final do século passado  (REUTERS/Toru Hanai) Cinco dos onze titulares da Seleção Francesa têm raízes na África Subsaariana. O zagueiro Umtiti é natural de Camarões. Os pais do volante Pogba nasceram em Guiné; os de Kanté, em Mali. O atacante Mbappé é filho de mãe camaronesa e pai argelino. Há pelo menos 20 anos, o país – que sempre teve homens brancos como chefes de Estado – depende de imigrantes negros para ser protagonista no futebol. Thuram, Desailly, Vieira e Karembeu, todos nascidos fora da Europa, carregaram o piano para o franco-argelino Zidane brilhar em 1998. A aceitação e o reconhecimento em campo nunca significaram o ...

Leia mais
Página 1 de 199 1 2 199

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist