segunda-feira, julho 6, 2020

    Resultados da pesquisa por 'umbanda'

    Para construir igreja evangélica, policial ataca terreiro de Umbanda e ameaça família

    Um caso de racismo e preconceito religioso está apavorando responsáveis por um terreiro de Umbanda no bairro Imperador, em São Joaquim de Bicas, na região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Desde 24 de outubro a casa sofre ataques consecutivos liderados por um policial militar da reserva, conhecido coo João Camargo. Além de destruir o terreiro “Casa Espírita Império dos Orixás de Nossa Senhora da Conceição e São Jorge Guerreiro”, os atos de violência também provocaram prejuízos no imóvel onde a família mora. Foto: Reprodução Do Paraiba Segundo os irmãos Lalesca Pereira dos Santos, de 23 anos, e Gustavo Pereira dos Santos, de 20, a perseguição começou na terça-feira, dia 24 de outubro. Eles relataram o caso à Defensoria Pública de Minas Gerais e o Bhaz teve acesso ao documento em que contam como tudo ocorreu. Era por volta das 6h quando um grupo de pelo menos seis pessoas lideradas por João ...

    Leia mais

    Sacerdotes de Umbanda e Candomblé denunciam Brasil por intolerância religiosa

    Objetivo é responsabilizar Estado brasileiro pelos recentes ataques a centros de religiões afro-brasileiras na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização de Estados Americanos (OEA) Por Thiago Borges Do Periferia  em Movimento “Não foi fácil chegar aqui, e não é agora que vamos recuar”, resume Luiz Antonio Katulemburange Amorim, fundador e sacerdote do Asé Ylê do Hozooane, roça de Candomblé localizada em Parelheiros, Extremo Sul de São Paulo. Diante do racismo religioso enfrentado durante séculos e com os recentes ataques de intolerância a terreiros e barracões de religiões afro-brasileiras – especialmente no Rio de Janeiro –, Katulemburange é um dos sacerdotes de Umbanda e Candomblé que se mobilizam para processar o Brasil na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA). A ação será lançada na próxima segunda-feira (30 de outubro), na Câmara Municipal de São Paulo. No início de outubro, durante a realização do curso ...

    Leia mais

    Grupo Corpo foi a terreiros de umbanda para criar “Gira”, espetáculo que estreia em agosto, em SP

    Em Belo Horizonte, apresentações acontecem de 2 a 6 de setembro Por Márcia Maria Cruz, do UAI Bailarinos do Corpo ensaiam na sede da companhia, no Bairro Mangabeiras, em Belo Horizonte (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press) Quando os bailarinos do Grupo Corpo pisam no palco, convocam para algo maior. Convidam o espectador a trocar o banal pela transcendência. Até os mais céticos chegam ao final das apresentações com a certeza de que seres humanos podem ser deuses. No 39º espetáculo da companhia mineira, a conexão com o divino se faz de maneira explícita. Do encontro com o trio Metá Metá nasceu Gira, que estreia em 4 de agosto, em São Paulo, e chega a Belo Horizonte em 2 de setembro. O Corpo imergiu nas tradições africanas, que se materializam em encontros em que não podem faltar tambor, dança, comida e festa. Um dos momentos para religar o humano e o divino, a ...

    Leia mais

    Terreiros de umbanda de Teresina sofreram quatro ataques em um mês

    Terreiros de umbanda localizados em Teresina estão sofrendo uma série de ataques. Nos últimos 30 dias, quatro casas foram alvos de vandalismo e de injúria e difamação. O episódio mais recente aconteceu na madrugada de sexta-feira (7) no bairro São Pedro, zona Sul da capital. Por Monica Aguiar Do Mulher Negra O terreiro de Santa Luzia Oxu m de Apará teve imagens da família de Léguas da religião quebradas. “Uma pessoa passou do lado de fora do terreiro, colocou uma ripa de madeira na grade da janela do terreiro e quebrou, pelo menos, 5 imagens. Acordamos com o barulho e, quando fomos ver, a pessoa já tinha fugido”, conta o pai de santo da casa, Pai Eudes de Oxum Apará. Esta foi a segunda vez, só nesta semana, que o terreiro de Santa Luzia Oxum foi alvo de vandalismo. Na madrugada de terça-feira (4) uma pessoa teria tentado provocar um incêndio ...

    Leia mais

    Terreiros de umbanda e candomblé serão legalizados em mutirão

    Há uma energia conectando os terreiros de umbanda e candomblé da região. Uma vontade que está levando os espaços à luz da legalidade. E os religiosos e seus orixás não estão sozinhos nisso: a Alerj, a Defensoria Pública e a UFF se reuniram em torno da missão de documentar todas as mais de mil casas de Niterói e São Gonçalo. Os processos serão realizados gratuitamente. Por Wilson Mendes Do Extra — Os benefícios vão além do desconto no IPTU. Você fica amparado em situações de violência, por exemplo, e tem fixado seus direitos e deveres bem claros. Além de fortificar a religião, fazendo parte das estatísticas — enumera o babalorixá Bira T’Omolu, que tem barracão no Jardim Catarina há 30 anos, legalizado em 2010. A missão é antiga. Bira já fala da necessidade de apoiar os terreiros desde 2006, em parte pela própria experiência. Mas foi um filho de santo dele, ...

    Leia mais
    Rio de Janeiro - Acontece hoje (2) a tradicional homenagem à Yemanjá, no centro da capital fluminense

    Comitê olímpico insiste em deixar umbanda e candomblé fora do centro ecumênico

    Apesar da recomendação do Ministério Público para ampliar as religiões representadas no centro ecumênico dos Jogos Olímpicos, o Comitê Organizador Rio 2016 não vai contemplar religiões de matriz africana, como umbanda e candomblé. Por Marcella Fernandes, do Brasil Post                O locai vai oferecer cerimônias do cristianismo, islamismo, judaísmo, hinduísmo e budismo das 7h às 22h, com rituais em português, espanhol e inglês. Ao todo, mais de 10 mil atletas olímpicos e 4 mil paralímpicos de 200 países ficarão abrigados na Vila Olímpica. Em 6 de julho, o Ministério Público Federal recomendou ao presidente do comitê, Carlos Arthur Nuzman, que revisse a medida. Ele tinha o prazo de cinco dias para responder, o que não aconteceu. O comitê também não se reuniu com a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. “O Brasil conta com mais de 588 mil adeptos de religiões de matriz africana, sendo que o estado do Rio ...

    Leia mais

    Faith No More: novo visual é inspirado na umbanda brasileira

    Os caras do Faith No More se preparam para duas apresentações no Brasil neste mês de setembro, uma no dia 24 em São Paulo e, no dia seguinte, no festival Rock in Rio. Da Radio Rock A banda foi entrevistada pelo jornalista Jorge Pontual, da Rede Globo, e confessou adorar a cultura brasileira, tanto que o visual que é levado atualmente aos palcos, com roupas brancas, é uma homenagem à umbanda brasileira. Sobre o show que irão apresentar por aqui, o grupo disse que terá rock experimental, porque os brasileiros gostam disso, citando influências como a nossa Bossa Nova. Confira a entrevista divulgada pelo site do “Jornal da Globo” clicando AQUI.

    Leia mais
    religiao_copy

    Juiz revê decisão e diz que candomblé e umbanda são religiões

    Juiz Eugênio Rosa de Araújo admite o erro e reconsidera decisão, mas vídeos considerados ofensivos às crenças africanas não serão retirados do YouTube Do Opinião e Noticia O juiz da 17ª Vara da Fazenda Federal do Rio de Janeiro, Eugênio Rosa de Araújo, reviu na última terça-feira, 20, a sentença em que havia declarado que o candomblé e a umbanda eram cultos e não religiões. A mudança foi divulgada em nota pela assessoria de imprensa da Justiça Federal do Rio. No texto, o magistrado admite o erro e modifica parte do conteúdo da sentença, afirmando que “o forte apoio dado pela mídia e pela sociedade civil demonstra por si só e de forma inquestionável a crença no culto de tais religiões”. Eugênio Rosa foi duramente criticado por sua declaração inicial que, segundo entidades ligadas à cultura africana, reafirmava estereótipos, preconceitos e racismo. Na sentença inicial o juiz alegou que, para ...

    Leia mais

    Juiz Eugênio Rosa de Araújo volta atrás e agora considera candomblé e umbanda como religiões

    Em nota, Eugênio Rosa de Araújo admite ‘forte apelo dado pela mídia e pela sociedade civil’ RIO - O juiz da 17ª Vara de Fazenda Federal do Rio de Janeiro, Eugênio Rosa de Araújo, reviu os fundamentos da sentença em que havia declarado que candomblé e umbanda não se tratam de religiões e sim de cultos. A mudança de postura foi anunciada no início da noite desta terça-feira (20) em nota divulgada pela assessoria de imprensa da Justiça Federal do Rio de Janeiro. No texto em que admite o erro e modifica parte do conteúdo da sentença, ele afirma que “o forte apoio dado pela mídia e pela sociedade civil, demonstra, por si só, e de forma inquestionável, a crença no culto de tais religiões”. Eugênio Rosa, que havia sido alvo de pesadas críticas pela declaração inicial, reforça que está promovendo uma “adequação argumentativa para registrar a percepção deste Juízo ...

    Leia mais

    Religiosos criticam decisão que não considera umbanda e candomblé religiões

    Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil Líderes de diversas religiões repudiaram hoje (19) a decisão do juiz da 17ª Vara Federal do Rio, Eugênio Rosa de Araújo, que negou o pedido de retirada de vídeos com mensagens de intolerância contra religiões afro-brasileiras, por considerar que a umbanda e o candomblé “não contêm os traços necessários de uma religião”, como um texto-base, a exemplo da Bíblia, uma estrutura hierárquica e um Deus a ser venerado. As críticas foram feitas durante o lançamento da campanha promovida pela Pastoral do Esporte da Arquidiocese do Rio para a Copa do Mundo de 2014. Intitulada Por um mundo sem armas, drogas, violência e racismo, a campanha foi promovida em um evento inter-religioso nesta segunda-feira, no Estádio Jornalista Mário Filho, Maracanã. O babalorixá Carlos Ivanir dos Santos afirmou que o candomblé vive tempos difíceis e agradeceu o apoio de representantes de ...

    Leia mais

    Há ofensa e fundamentalismo na decisão contrária à umbanda e ao candomblé

    Para Justiça Federal do Rio, candomblé e umbanda deveriam ter um texto sagrado como fundamento e venerar a uma só divindade suprema por Jean Wyllys A intolerância religiosa e os preconceitos em relações ao candomblé e à umbanda sempre infiltraram os poderes da República e as instituições do Estado que se pretende laico. E talvez pelo fato de essa infiltração ter sido sempre negligenciada, apesar dos seus efeitos nocivos, ela tenha feito desabar um cômodo do Judiciário: a Justiça Federal do Rio de Janeiro definiu que umbanda e candomblé "não são religiões". Tal definição - que mais se parece com uma confissão pública de ignorância - se deu em resposta a uma decisão em primeira instância do  Ministério Público Federal que solicitou a retirada, do Youtube, de vídeos de cultos evangélicos neopentecostais que promovem a discriminação e intolerância contra as religiões de matriz africana e seus adeptos, já que o Código ...

    Leia mais
    Eugenio Rosa de Araújo

    MPF recorre de decisão da Justiça que não reconhece umbanda e candomblé como religiões

    o juiz Eugenio Rosa de Araújo RIO - O Ministério Público Federal (MPF) do Rio recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) contra uma decisão em primeira instância da Justiça Federal que não reconhece crenças afro-brasileiras como religiões. No começo deste ano, o MPF entrou com uma ação pedindo que fossem retirados do YouTube, pela Google Brasil, vídeos considerados ofensivos a umbanda e candomblé. Um dos vídeos mostra a entrevista de um "ex-macumbeiro, hoje liberto pelo poder de Deus". Ao negar o pedido, porém, o juiz Eugenio Rosa de Araújo, da 17ª Vara Federal do Rio, argumentou que“manifestações religiosas afro-brasileiros não se constituem religião”. A decisão diz ainda que essas práticas não contêm traços necessários de uma religião. O Ministério Público já reapresentou a ação, criticando as afirmações do magistrado. O juiz responsável afirmou na sentença que umbanda e candomblé "não contêm os traços necessários de uma religião a ...

    Leia mais

    Justiça Federal define que cultos afro-brasileiros, como a umbanda e candomblé, não são religião

    A Justiça Federal no Rio de Janeiro emitiu uma sentença na qual considera que os cultos afro-brasileiros não constituem religião e que “manifestações religiosas não contêm traços necessários de uma religião”.   por Tiago Chagas   A definição aconteceu em resposta a uma ação do Ministério Público Federal (MPF) que pedia a retirada de vídeos de cultos evangélicos que foram considerados intolerantes e discriminatórios contra as práticas religiosas de matriz africana do YouTube. Leia Também: Juiz revê decisão e diz que candomblé e umbanda são religiões O juiz responsável entendeu que, para uma crença ser considerada religião, é preciso seguir um texto base – como a Bíblia Sagrada, Torá, ou o Alcorão, por exemplo – e ter uma estrutura hierárquica, além de um deus a ser venerado. A ação do MPF visava a retirada dos vídeos por considerar que o material continha apologia, incitação, disseminação de discursos de ódio, preconceito, intolerância ...

    Leia mais
    babalao Ivani

    Candomblé, Umbanda e evangélicos unidos

    Interlocutor da CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, avalia que fiéis de religiões diferentes se tornaram mais tolerantes Pela primeira vez nos últimos 14 anos, líderes do Candomblé, da Umbanda e da Igreja Evangélica Neopentecostal se reúnem em um mesmo evento. Organizado pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), o show Cantando a Gente se Entende trará bandas de várias religiões para celebrar a convivência entre os credos e a liberdade religiosa. O evento marca as comemorações do Dia Nacional da Liberdade Religiosa, celebrado ontem e criado em homenagem à sacerdotisa do Candomblé Gildásia dos Santos. Ela foi vítima de perseguição por uma Igreja Neopentecostal e enfartou, em 2000, ao ser acusada de charlatanismo. Nos últimos anos, o interlocutor da CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, avalia que fiéis de religiões diferentes se tornaram mais tolerantes, mas que, institucionalmente, igrejas ainda são hostis a segmentos religiosos de matriz africana, principalmente. "Satanizam ...

    Leia mais

    Candomblé, Umbanda e evangélicos unidos

    Interlocutor da CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, avalia que fiéis de religiões diferentes se tornaram mais tolerantes Pela primeira vez nos últimos 14 anos, líderes do Candomblé, da Umbanda e da Igreja Evangélica Neopentecostal se reúnem em um mesmo evento. Organizado pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), o show Cantando a Gente se Entende trará bandas de várias religiões para celebrar a convivência entre os credos e a liberdade religiosa. O evento marca as comemorações do Dia Nacional da Liberdade Religiosa, celebrado ontem e criado em homenagem à sacerdotisa do Candomblé Gildásia dos Santos. Ela foi vítima de perseguição por uma Igreja Neopentecostal e enfartou, em 2000, ao ser acusada de charlatanismo. Nos últimos anos, o interlocutor da CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, avalia que fiéis de religiões diferentes se tornaram mais tolerantes, mas que, institucionalmente, igrejas ainda são hostis a segmentos religiosos de matriz africana, principalmente. "Satanizam ...

    Leia mais
    UMBANDA: Orixá Regente 2014

    UMBANDA: Orixá Regente 2014

      O ano de 2014 será regido por Júpiter, o planeta da prosperidade e da fartura. O ano novo que se avizinha predispõe ao trabalho comunitário, um maior engajamento pessoal na busca e compreensão da religiosidade e favorece a mobilização das consciências contra movimentos de intolerância religiosa. Sendo na esfera astrológica o ano regido por Júpiter, na particularidade dos orixás a regência será de Xangô e Iansã, e carmicamente permanece a ação de Obaluaê que foi o regente de 2013. Há que se considerar que independente do orixá regente, todos os orixás atuam sempre e, especialmente EXU, que é o eterno movimento no Cosmo. Júpiter é um planeta de diplomacia e boa vontade. A promessa de que um ano regido por Júpiter seja um ano de abundância e expansão é fantasiosa se for interpretado pelo lado material. Xangô propicia um melhor perceber-se e perceber o outro, melhorando o diálogo inter ...

    Leia mais
    umbanda-12-cor

    MA – Juiz de Açailândia concede liminar para despejar Terreiro de Umbanda. Filhos e Filhas de Santo aguardam decisão de recurso

    A história deste Território começa quando a cigana de origem egípcia Mãe de Santo Zazuléia vindo de Xambioá/TO constrói um Templo de Umbanda às margens da BR 010 (Belém-Brasília) no município de Açailândia/MA, neste Templo o Centro Espiritualista Filhos do Oriente Maior foi fundado em 24 de maio de 1996. Os fiéis acreditam que o local foi escolhido pelo espírito de uma cigana já falecida de nome Zayda que incorporou na Mãe de Santo, o local escolhido não foi por acaso,este ponto guarda uma energia da ligação entre o norte e sul do país e representa as constantes viagens do povo cigano. Em 1998 a Federação de Umbanda e Cultos Afro Brasileiros do Maranhão nomeia Mãe Zazuléia como Delegada do Povo de Umbanda da região de Açailândia o que faz com que este Território seja a referência central de mais de 40 Terreiros dos municípios do entorno (compreendendo mais 30 ...

    Leia mais
    orixas de umbanda

    Hoje na história, 15 Dia da Umbanda : Homenagem pede respeito e fim do preconceito

    A Câmara realizou nesta segunda-feira (12), sessão solene em homenagem aos cultos afrodescendentes. A solenidade foi sugerida pelo deputado Vicentinho (PT-SP) em comemoração ao dia 15 de novembro, sancionado este ano, pela presidenta Dilma Rousseff, como o Dia da Umbanda. Além disso, o parlamentar anunciou a criação de um selo dos Correios em homenagem à Umbanda. Dia da Umbanda : Homenagem pede respeito e fim do preconceito A Câmara realizou nesta segunda-feira (12), sessão solene em homenagem aos cultos afrodescendentes. A solenidade foi sugerida pelo deputado Vicentinho (PT-SP) em comemoração ao dia 15 de novembro, sancionado este ano, pela presidenta Dilma Rousseff, como o Dia da Umbanda. Além disso, o parlamentar anunciou a criação de um selo dos Correios em homenagem à Umbanda. Em discurso, Vicentinho ressaltou a importância da criação do Dia Nacional da Umbanda, considerado por ele como uma grande vitória e que precisa ser comemorado. Segundo ele, ...

    Leia mais
    UMBANDA

    The Persecution of Umbanda in Brazil

    A while back, I highlighted the religious practices of Umbanda in Brazil. While it is an important part of Brazil's culture, it is unfortunately facing ongoing persecution: Four years ago, an Italian tourist was robbed at Rio's famed Copacabana Beach. Days later, the leader of one of Brazil's growing evangelical Christian sects told the police that the man who'd committed the crime was an Umbanda follower who'd been possessed by a devil-like spirit that made him rob the tourist. The unsubstantiated claim offended practitioners of Umbanda and Candomble, another Afro-Brazilian religion, bringing to light the discrimination that many face. "They have been discriminated against since they came here because of their practices and the belief that they were cults," said Henrique Pessoa, a police official who heads Rio's new office investigating crimes of religious intolerance, which was established after the Copacabana robbery. As they say, read the whole story. It ...

    Leia mais
    casamento-religioes-afro-231x155

    Aumenta o número de casamentos no Brasil feitos em centro de umbanda e candomblé

    A revista Raça Brasil publicou uma extensa matéria em sua edição deste mês sobre o crescimento dos casamentos nos espaços sagrados das religiões de matriz africana. A reportagem chamou atenção para um fato pouco conhecido, a dificuldade de reconhecimento, pelas autoridades, de cerimônias de casamentos não cristãs. Embora não signifique que as religiões afro sejam praticadas apenas por descendentes de escravos, mas estatisticamente eles ainda são a maioria. O babalorixá Jorge Kibanazambi explicou que na cultura ioruba, oriunda da África, a família é "a base fundamental da sociedade e o pilar que dá condição para a prosperidade do ser humano". Ele diz que mesmo sem o conhecimento da cerimônia pela sociedade em geral, "Existe todo um ritual para a o casamento, com preparativos até a consumação da união... Dentro da comunidade de terreiro... acreditamos que a benção dos pais, da família, dos amigos é importante para a felicidade dos noivos. ...

    Leia mais
    Página 1 de 22 1 2 22

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist