segunda-feira, setembro 28, 2020

    Educação

    coleção educação para todos

    Educação anti-racista : caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03

    Coleção Educação para Todos - Brasília : Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. 236 p. (Coleção Educação para Todos) Fonte: Domínio Publico   Autores Andréia Lisboa de Sousa Carlos Moore Wedderburn Eliane dos Santos Cavalleiro Francisca Maria do Nascimento Sousa Marcos Ferreira dos Santos Nelson Fernando Inocêncio da Silva Nilma Lino Gomes Rafael Sanzio Araújo dos Anjos Sales Augusto dos Santos   Introdução A Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), do Ministério da Educação (MEC), entre seus objetivos, busca oferecer às professoras e aos professores informações e conhecimentos estratégicos para a compreensão e o combate do preconceito e da discriminação raciais nas relações pedagógicas e educacionais das escolas brasileiras. À luz do alcance da dinâmica das relações raciais no âmbito da educação, esse reconhecimento figura como um passo importante, uma condição necessária para enfrentarmos o racismo brasileiro. Da mesma sorte, o melhor entendimento...

    Leia mais
    O bullying como violência velada: a percepção e ação dos professores

    O bullying como violência velada: a percepção e ação dos professores

    O bullying é um tipo de violência escolar; praticada entre estudantes; em que um aluno; ou mais; persegue e intimida um colega sem que exista um motivo que justifique o ato. por: Samara Pereira Oliboni Com as recentes pesquisas nacionais apontando a sala de aula como o local de maior incidência do bullying; esta dissertação teve o objetivo de conhecer a percepção e atuação dos professores frente aos casos de bullying em suas atividades de aula. Caracterizada pelo método qualitativo; a pesquisa seguiu o modelo de inserção ecológica por permitir a imersão do pesquisador no ambiente natural do objeto de estudo. O contexto onde se desenvolveu a pesquisa; foi em uma turma de alunos de 6ª série do Ensino Fundamental de uma Escola Pública; no Estado de Santa Catarina; em 2007; tendo como participantes; os oito professores ministrantes das disciplinas. A de coleta de dados compreendeu o uso dos instrumentos...

    Leia mais
    Livro Africa e Brasil Africano

    Resenha do livro: África e Brasil Africano para a sala de aula

    Confira a resenha da autoria de José Alexandre da Silva sobre o livro África e Brasil africano, da historiadora Marina de Mello e Souza. Por José Alexandre da Silva Fonte: Africa em Nós   "África e Brasil Africano" é uma introdução à História da África, que tem a ver com o Brasil, escrita por Marina de Melo e Souza, professora de História da África da Universidade de São Paulo e estudiosa da cultura afro-brasileira. Num contexto em que a Lei 10.639 torna obrigatório o Ensino de História Africana e Afro-brasileira a obra ganha grande importância e vem ajudar a preencher uma lacuna no mercado editorial sobre o assunto. A presença, no processo editorial, do nome de Alberto da Costa e Silva, nosso mais respeitado estudioso de História da África, só vem trazer mais credibilidade à obra em discussão. Um livro que pode servir não apenas para professores e alunos...

    Leia mais
    enem-2010

    MEC divulga na internet provas do Enem 2009 que vazaram; confira as questões

    Após o cancelamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 devido a vazamento de informações, o MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta quinta-feira (1º) o modelo da prova que seria aplicado neste fim de semana. Confira os exames nos anexos No Passeiweb Em pronunciamento, o ministro da Educação Fernando Haddad convidou os estudantes a "aproveitar o tempo e aprimorar seus estudos" e anunciou que os inscritos no exame serão comunicados "pelos meios habituais da nova data e do local das provas".  Prova de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias (1º dia)   Prova de linguagens, códigos e suas tecnologias e redação e matemática e suas tecnologias (2º dia) Gabarito dos dois dias de Enem Vazamento da prova O Ministério da Educação cancelou o Enem 2009 na madrugada de hoje. A decisão foi tomada MEC após alerta dado por repórteres do jornal 'O Estado de S....

    Leia mais
    richarlyson_copy

    Famosos dão duro para continuar na universidade

    Quando se pensa em celebridades, logo vem à cabeça uma vida cheia de glamour e festas. A verdade, no entanto, é que as estrelas podem passar por situações muito mais reais do que imaginamos. O que têm em comum Richarlyson, Daniela Cicarelli, Sheila Mello, César Cielo e Doutora Havanir? São todos universitários. Saiba mais sobre a rotina dos famosos dentro da sala de aula. Fonte: R7- Por Luciana Sarmento Richarlyson Richarlyson começou a faculdade de educação física, mas agora pretende fazer vestibular para jornalismo   Se você já começou um curso, trancou e decidiu trocar por outro no meio do caminho, saiba que Richarlyson, atual estrela do São Paulo, também. Ele deu início à graduação de educação física na Unip pensando em trabalhar na área depois que chegasse ao fim da carreira de jogador, mas a convocação para a seleção brasileira, no final de 2007, o impediu de continuar. Agora,...

    Leia mais
    sala aula

    Alunos negros são vítimas de discriminação racial nas escolas

    Nova Iguaçu - Xingamentos, brincadeiras e apelidos. É assim que se revela a discriminação racial entre alunos de escolas públicas, segundo a pesquisa Cotidiano das Escolas: Entre Violências, divulgada neste sábado (25) no Fórum Mundial de Educação, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Fonte: Diversidade Cultural Os dados demonstram que 5% dos 9.744 alunos pesquisados nas escolas públicas urbanas estaduais e municipais de Salvador, Belém, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal afirmaram ter sido vítimas de rejeição e discriminação por causa da cor da pele.   Esse percentual cresce para 13% quando os alunos se identificam como negros. Isso indica, segunda a pesquisa, que os negros são os que mais se destacam ao assumir que sofrem preconceito por causa da cor. Dos que se disseram pardos, cerca de 4% afirmaram ter sofrido discriminação racial.   Para a socióloga Miriam Abromavay, esse dado pode indicar gradações na...

    Leia mais
    bullying

    Quebrar o silêncio é primeira arma contra o bullying

    “Eu tirei a maior nota da classe e alguns alunos se revoltaram com isso. Foi então que eles resolveram jogar sopa em mim. Eu senti um desprezo enorme por eles e muita vergonha”. O relato é de Jonathas Leme,19, estudante da Escola.Estadual Professor Adelino José da Silva D’ Azevedo, situada na zona leste de São Paulo. Na época em que o fato aconteceu, Jhonatas tinha apenas 11 anos. Fonte: Envolverde Esse caso é um exemplo de um dos problemas enfrentados por instituições de ensino do mundo inteiro: o bullying entre os alunos. Segundo o portal Observatório da Infância, acesse no http://www.observatoriodainfancia.com.br/,  o bullying se caracteriza pelo uso do poder ou da força para intimidar ou perseguir os colegas na escola (school place bullying) ou no trabalho (work place bullying). No Brasil, também é conhecido como assédio moral. O bullying não é simplesmente brincadeira ou “zoação” entre os alunos. É uma forma...

    Leia mais
    alunos negros

    Discriminação prejudica desempenho de alunos negros

    Ao comparar a trajetória escolar de negros e brancos, as disparidades não se concentram apenas no acesso à universidade mas em todas as etapas do ensino. Fonte: Unegro   Os negros são maioria no contingente de analfabetos do país - somando 9 milhões do total de 14 milhões - e estão mais atrasados nos estudos do que o restante da população.   Para o coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros da Universidade de Brasília (UnB), Nelson Inocêncio, a diferença no rendimento reflete uma escola e um sistema de ensino que não acolhe a população negra. - A escola diz que o grupo do outro é a grande referência para a humanidade. Foi o grupo do outro que construiu, ele representa a civilização. E o meu grupo não representa nada. Isso é colocado de forma persistente nos livros, nas lições, e o aluno vai obter reações muito negativas...

    Leia mais
    wosenePaintingLG

    A influência das línguas africanas no português brasileiro

    Do século XVI ao século XIX, o tráfico transatlântico trouxe em cativeiro para o Brasil quatro a cinco milhões de falantes africanos originários de duas regiões da África subsaariana: a região banto, situada ao longo da extensão sul da linha do equador, e a região oesteafricana ou "sudanesa", que abrange territórios que vão do Senegal à Nigéria. por: Yeda Pessoa de Castro, no Brasiliano A região banto compreende um grupo de 300 línguas muito semelhantes, faladas em 21 países: Camarões, Chade, República Centro-Africana, Guiné equatorial, Gabão, Angola, Namíbia, República Popular do Congo (Congo-Brazzaville), República Democrática do Congo (RDC ou Congo-Kinshasa), Burundi, Ruanda, Uganda, Tanzânia, Quênia, Malavi, Zâmbia, Zimbábue, Botsuana, Lesoto, Moçambique, África do Sul. Entre elas, as de maior número de falantes no Brasil foram o quicongo, o quimbundo e o umbundo. O quicongo é falado na República Popular do Congo, na República Democrática do Congo e no norte de Angola....

    Leia mais
    te artigo tem como intenção analisar a influência cultural dos africanos no Brasil.

    A influência africana no processo de formação de cultura afro-brasileira

    A influência africana no processo de formação de cultura afro-brasileira, neste artigo tem como intenção analisar a influência cultural dos africanos no Brasil. Por meio da revisão bibliográfica observa-se o intenso intercâmbio cultural ocorrido entre os escravos africanos, os indígenas e os europeus. Essas trocas culturais ocorridas por vários séculos durante o período colonial brasileiro contribuíram para a formação de uma cultura híbrida e bastante rica. No que se refere à contribuição africana é evidente, principalmente, na culinária, dança, religião, música e língua. Percebe-se, que, essa matriz africana teve um papel importante na formação e delineamento da identidade cultural afro-brasileira, uma que, os escravos possuíam uma grande diversidade cultural devido à sua origem distinta e por pertencerem a diversas etnias com idiomas e tradições distintas, pois, eram oriundos de diversas regiões do continente africano. Já, no Brasil esses africanos souberam assimilar, interpretar e recriar certas práticas de outras culturas com...

    Leia mais
    09261494

    Projeto incentiva resgate da cidadania

    Por trás dos projetos e ações da rede Índios Online está o argentino Sebastian Gerlic, presidente da ONG Thidewas. Apesar da formação em história, quando ainda vivia em Buenos Aires, ele se dedica à área audiovisual desde 1990 Em 2002, após uma década durante a qual produziu vários documentários, ele decidiu aposentar a filmadora para dedicar-se exclusivamente ao trabalho nas aldeias indígenas. Fonte: Folha Online  Leia, abaixo, trechos da entrevista que Gerlic concedeu à Folha. (CM) FOLHA - Como foi seu encontro com os indígenas e como nasceu o trabalho com eles? SEBASTIAN GERLIC - Em abril de 2000, enquanto colhia depoimentos de lideranças indígenas para um documentário independente durante uma grande marcha de indígenas que seguia de Coroa Vermelha, onde Cabral rezou a primeira missa, a Porto Seguro, fui vitima, junto com os índios, de um ataque da Polícia Militar. Imagina um bando de índios com cocar sendo atacados...

    Leia mais
    celulares

    Celulares ajudam a preservar a mitologia

    Se antes os mais velhos torciam seus narizes, olhando com desconfiança a chegada de computadores à aldeia, hoje até anciões mais resistentes às mudanças se rendem à tecnologia. Fonte: Folha Online Em tempos de internet e outros apelos tecnológicos, os filmes produzidos em celulares se tornaram importantes aliados na difícil missão de preservar a mitologia, a história e a cultura indígena entre os mais jovens. Antenados com o projeto, adolescentes estão redescobrindo a própria cultura. Um exemplo é a jovem tupinambá Juliana Guedes. Há um mês no projeto de vídeos com celulares, já participou da produção de dois filmes que resgatam histórias míticas e costumes indígenas: a lenda da many, sobre a história da mandioca e a colheita da piaçava, principal fonte de renda da aldeia. "Primeiro pesquisamos as histórias, depois adaptamos para o vídeo", diz ela. O movimento de resgate da cultura já estava em curso antes do projeto...

    Leia mais
    09261477

    Vídeos expõem olhar dos índios

    Entre os indígenas, imprimir um estilo próprio já se tornou regra. Para os índios do projeto Celular Indígena, o nome da novidade é etnocelumetragem. O termo esquisito quer dizer que os filmes produzidos com celular mostram o olhar dos indígenas, explica Alex Pankararu, da rede Índios Online. Fonte: Folha de São Paulo "Mostramos nos filmes o nosso cotidiano, mas, pela primeira vez, de uma maneira própria, com o nosso jeito de ser". Ele acrescenta que, por meio da tecnologia, a realidade indígena pode ser apresentada de forma mais real, desfazendo mitos. "Queremos mostrar que muito do que se fala contra o índio não é verdade". Termos como roteiro, filmagem e edição de vídeo passaram a fazer parte do vocabulário da comunidade e, mais do que isso, foram incorporados, na prática, ao cotidiano de boa parte dela. Prova disso é a audiência, composta por índios de todas as regiões do país...

    Leia mais
    09261492

    Portal que conecta 24 etnias ganha fôlego com produções audiovisuais

    A recente produção de conteúdos por meio de celular trouxe ânimo novo ao projeto Índios Online. A rede virtual, que há cinco anos tem conectado índios e aldeias de todos os cantos do país, reúne na rede atualmente 24 etnias. E com a recente produção em vídeo, a previsão é que a participação cresça ainda mais. Fonte: Folha de São Paulo  "A história e a realidade dos indígenas durante muito tempo foi contada apenas por antropólogos e outros pesquisadores, mas raramente por eles próprios", afirma Sebastian Gerlic, da ONG Thidewas, responsável pelo projeto. Segundo Gerlic, a rede surgiu como uma alternativa para o fortalecimento dessas comunidades, dispersas e distantes de suas raízes culturais. Oficialmente, o projeto Índios Online deu seus primeiros passos em 2004, em sete comunidades do Nordeste do país, mas o processo de gestação envolveu algumas etapas anteriores. Tudo começou com uma série de oficinas que buscava incentivar...

    Leia mais
    yakuy

    Protesto na rede leva a mudanças reais

    "Internet é melhor que a televisão. Enquanto uma dá autonomia e liberdade, a outra impõe, aliena". É assim que Yakuy Tupinambá define a tecnologia, responsável por uma série de melhorias nas aldeias a que chegou. Fonte: Folha Online É o caso de um posto de saúde na aldeia Brejo dos Padres, dos índios pankararu, em Pernambuco. Há tempos o lugar encontrava-se sem atendimento por falta de profissionais e infraestrutura. "Medicamentos eram estocados em área imprópria, médicos quando apareciam não podiam atender por causa da falta de condições do prédio, acabou ficando abandonado", conta Alex Pankararu. Foi por meio da internet que a comunidade conseguiu mudar a situação. "Colocamos várias matérias no site", lembra Pankararu. "Já havíamos reclamado diversas vezes à Funasa (Fundação Nacional de Saúde), mas não recebíamos resposta". Depois que foram parar na internet texto e imagens denunciando a infraestrutura decadente do lugar, a solução veio. Na aldeia tupinambá,...

    Leia mais
    indios

    Tecnologia muda cotidiano de aldeias

    A vida está mudando na aldeia indígena Itapoã, em Olivença, Ilhéus, sul da Bahia. Por lá, a rede de deitar se somou à rede virtual. E, no lugar do arco e flecha, mouse e PC. Fonte: Folha Online  Mas eles não param por aí. Enquanto aguardam o orelhão que ainda não chegou à comunidade, fazem filmes com celulares. Munidos de 60 telefones móveis, notebooks e minimodens, quase uma centena de indígenas tupinambás e de mais 24 etnias em 12 Estados brasileiros já produziram mais de 200 filmes. A maioria, curtas-metragens, com duração que varia entre três e dez minutos. A produção robusta -toda ela elaborada em 2009- é resultado do projeto Celulares Indígenas, iniciativa da rede Índios Online (www.indiosonline.org.br), portal colaborativo que facilita a comunicação e o acesso à informação de dezenas de etnias na internet. A onda tecnológica que toma conta da aldeia tupinambá em Ilhéus vai receber em...

    Leia mais
    concurso-professor-sp

    Concurso para contratação de professores no estado de São Paulo

    Concurso é para preenchimento de 10.083 vagas na rede estadual. Professores irão atuar nos ensinos fundamental e médio. Fonte: G1   O governador José Serra (PSDB) autorizou a abertura de concurso público para preencher 10.083 vagas de professores de 5ª a 8ª série dos ensinos fundamental e médio. O despacho, assinado na segunda (14), foi publicado nesta terça-feira (15) no Diário Oficial do Estado de São Paulo. O decreto do governador também prevê que o mesmo concurso possa efetivar candidatos aprovados em vagas remanescentes que surgirem durante o prazo de validade do concurso. O secretário de Estado da Educação, Paulo Renato Souza, formou uma comissão que ficará encarregada de indicar os temas, a bibliografia e definir os critérios da prova. De acordo com a secretaria, a previsão é que os exames sejam realizados em março de 2010. Os aprovados vão passar por um curso oferecido gratuitamente pela Escola de Formação...

    Leia mais
    joel-rufino

    ‘Temos falhado em incorporar a África ao ensino’, diz historiador na Bienal

    Os historiadores Alberto da Costa e Silva e Joel Rufino dos Santos participaram nesta terça-feira (15) de um debate no Café Literário desta 14ª edição da Bienal do Livro Rio. O tema da conversa foi "Nosso sistema nervoso é africano". Fonte: G1 O título que batizou o debate foi tirado de uma declaração dada por Costa e Silva a um jornalista 15 anos atrás. "Disse que o esqueleto brasileiro era português, que o nosso sistema nervoso era africano, e que o nosso útero ou sistema reprodutor era ameríndio", lembrou o escritor e historiador, autor de, entre outros, "A enxada e a lança: a África antes dos portugueses" e "Francisco Félix de Souza, mercador de escravos".   Por "sistema nervoso", explicou Costa e Silva, ele se referia à proximidade que brasileiros e africanos têm "na área das emoções, da sensibilidade, do afeto, da solidariedade, do sentido de família".   "Estamos impregnados de África por um motivo muito simples: a escrava africana se apossou da...

    Leia mais
    coxinhas

    Minas sanciona “lei anticoxinha”, que foi vetada em São Paulo

    O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), sancionou lei proibindo a venda em escolas públicas e privadas de alimentos gordurosos e produzidos com gordura saturada e trans. Fonte: Folha Online Em São Paulo, o Legislativo estadual também aprovou em abril projeto semelhante, mas o governador José Serra (PSDB) vetou a proposta, argumentando que havia no texto "conceitos vagos e imprecisos, que carecem de rigor técnico". Em Minas, a norma, sancionada há duas semanas, entrará em vigor em março de 2010. Até lá, o Estado vai regulamentá-la, fazendo a descrição dos alimentos que serão proibidos. Sem especificar produtos, a lei diz que lanches e bebidas "serão preparados conforme padrões de qualidade nutricional compatíveis com a promoção da saúde dos alunos e a prevenção da obesidade infantil". O projeto de lei vetado em São Paulo tinha no texto a citação a "lanches, bebidas ou similares, de alto teor calórico e que...

    Leia mais
    vestibular 2007 181

    MEC suspende vestibular de 10 cursos de pedagogia em cinco estados e no DF

    Eles tiveram notas baixas em avaliações do Ministério da Educação. Medida foi publicada nesta segunda-feira (14) no Diário Oficial. Fonte: G1 O Ministério da Educação (MEC) suspendeu vestibulares de dez faculdades em cinco estados e no Distrito Federal. Segundo o órgão, as instituições tiveram notas baixas no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) em 2005 e 2008 e resultados inferiores a três em dois outros quesitos de avaliação. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (14) no Diário Oficial. Os cursos já estavam sob supervisão do MEC desde 2005. Além dos conceitos baixos no Enade, as dez faculdades tiveram notas um ou dois no indicador de diferença de desempenho (IDD, que mede o quanto a instituição agrega ao aluno) e no conceito preliminar de curso (CPC), que é formado pela nota do Enade, o IDD e uma análise sobre a titulação dos professores e a infraestrutura, entre outros itens. Duas...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist