quarta-feira, julho 8, 2020

    Áreas de Atuação

    pre-sal

    Imprensa estrangeira, ao contrário da brasileira, destaca papel estratégico do pré-sal

    Fonte: Grupo Mulheres Negras -     Ao contrário da maior parte da mídia brasileira, que atribuiu um viés estatizante nas regras do pré-sal enviadas ao Congresso pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a imprensa estrangeira enfatizou a importância das mudanças para garantir a independência do País e a implementação de ações de combate à pobreza. O jornal britânico The Guardian relata em sua reportagem desta terça-feira (1º) que Lula "prometeu injetar bilhões de petrodólares na guerra contra a pobreza após as maiores descobertas de petróleo da década". E acrescenta que a nova legislação permitirá que os lucros sejam usados para "cuidar" da educação e da pobreza de uma vez por todas". O The Guardian comenta que a descoberta dos novos campos de petróleo a partir de novembro de 2007 levaram o Brasil a suspender os leilões de concessão de novos blocos para a exploração de petróleo "para dar...

    Leia mais
    eja

    A EJA está mais juvenil

    Para Maria Clara Di Pierro, o insucesso no ensino formal está levando os alunos a acelerarem os estudos na educação de jovens e adultos, ainda carente de recursos e políticas   Por Lívia Perozim /Do Atempa   As políticas públicas para combater o analfabetismo no Brasil começaram a ser implantadas no fim dos anos 40. Naquela época, mais da metade da população não sabia ler ou escrever. Nos últimos 30 anos, o perfil dos que estão nas salas de educação de jovens e adultos (EJA) não é mais o de pessoas que nunca estiveram na escola. Nas salas de EJA os jovens que tiveram uma passagem breve e com poucas aprendizagens na escola são maioria. Os alunos mudaram, mas os resultados dos programas de alfabetização continuam ruins. Segundo dados da Unesco, referentes à América do Sul, o Brasil só não está pior do que a Bolívia. Entre as razões desse atraso,...

    Leia mais
    muniz-sodre-e-mirian-leitao

    Seminário sobre igualdade racial na mídia defende militância e aproximação étnica

    Fonte: Sindicato dos Jornalistas - Os veículos de comunicação desde 2003 vêm aumentando seu espaço editorial em artigos, reportagens e colunas assinadas para combater as ações afirmativas em busca da igualdade social. A solução para combater o problema está em manter a defesa das propostas de aproximação de todas as etnias e a continuidade da militância permanente contra a discriminação em todas as formas.No seminário “Comunicação e ação afirmativa: o papel da mídia no debate sobre igualdade social”, os debates se concentraram em três painéis: “Cobertura da ação afirmativa no Brasil”, “Responsabilidade social da mídia e o debate sobre raça” e “Da opinião publicada à opinião pública: a fabricação de um consenso anticotas no Brasil”.Escravidão sem racismoMuniz Sodré disse que em geral não havia racismo na escravidão que tornou-se anacrônica diante dos interesses industriais da sociedade capitalista. Lembrou personagens de época, como Alberto Torres, presidente do Estado do Rio, que...

    Leia mais
    direito

    Por que a justiça não pune os ricos

        Maria Aparecida evita olhar para sua imagem refletida no espelho. Faz quatro anos que a jovem paulistana saiu da cadeia, mas, nem que quisesse, conseguiria esquecer o que sofreu durante um ano de detenção. Seu reflexo remonta ao ocorrido no Cadeião de Pinheiros, onde esteve presa após tentar furtar um xampu e um condicionador que, juntos, valiam 24 reais. Lá, Maria Aparecida de Matos pagou por seu "crime": ficou cega do olho direito. Portadora de "retardo mental moderado", a ex-empregada doméstica foi detida em flagrante em abril de 2004, quando tinha 23 anos. Na delegacia, não deixaram que telefonasse para a família. Foi mandada diretamente para a prisão, onde passou a dividir uma cela com outras 25 mulheres. Em surto, a jovem não dormia durante a noite, comia o que encontrava pelo chão, urinava na roupa. Passado algum tempo, para tentar encerrar um tumulto, a careeragem lançou uma...

    Leia mais
    roseli-ficsh

    Roseli Fischmann: “Escola pública não é lugar de religião”

    Foi aprovado pelo Senado brasileiro na última quarta-feira, 7 de outubro, o acordo firmado pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva e a Santa Sé, em novembro do ano passado, que estabelece a obrigatoriedade do oferecimento de ensino religioso pelas escolas públicas brasileiras. Diz o parágrafo 1 do Artigo 11: "O ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação." Fonte: Lista de Discriminação Racial "Se essa lei for sancionada pelo presidente, nossa constituição será violada", afirma a professora Roseli Fischmann, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Metodista, de São Bernardo do Campo, na região metropolitana da capital paulista. Perita da Organização das Nações Unidas para...

    Leia mais
    21-janeiro-2010

    Carta aberta da Comissão Paulista Pró-Conferência à Comissão Organizadora Nacional da I Confecom

    Fonte: Confecom   Por meio de carta aberta à Comissão Organizadora Nacional da Confecom, a Comissão Paulista Pró-Conferência de Comunicação protesta contra os sucessivos adiamentos de reuniões decisivas para a realização da I Confecom e solicita o adiamento no prazo para realização das etapas estaduais também por duas semanas, como ocorreu com a etapa nacional.   Abaixo, a carta na íntegra.   Carta aberta à Comissão Organizadora da Conferência Nacional de Comunicação Nós, movimentos sociais e organizações da sociedade civil integrantes da Comissão Paulista pró Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), protestamos contra mais um adiamento de decisões fundamentais da CON – Comissão Organizadora Nacional, em prejuízo do processo nos Estados. Particularmente nos dirigimos ao Governo Federal, por meio do Ministério da Comunicação, da Secretaria de Comunicação e da Secretaria Geral da Presidência, para que tomem ciência das dificuldades que os Estados estão enfrentando no processo, especialmente aqueles onde o Poder...

    Leia mais
    fuvest

    Fuvest divulga fórmula que substitui uso do Enem no programa de bonificação do vestibular 2010

    A USP (Universidade de São Paulo) definiu como será feito o cálculo dos bônus para substituir o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 na bonificação do Incl Fonte; UOL Educação A USP (Universidade de São Paulo) definiu como será feito o cálculo dos bônus para substituir o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 na bonificação do Inclusp (Programa de Inclusão Social da USP). Em vez de considerar o exame, a universidade irá utilizar a primeira fase do vestibular: os candidatos terão que fazer mais de 22 pontos na prova para receber 1,8% de bonificação. A pontuação pode chegar a até 6% pontos a mais nas 1ª e 2ª fases do processo seletivo. A informação foi divulgada pelo site da USP nesta sexta-feira (16). O novo cálculo foi idealizado depois que os organizadores da Fuvest decidiram não utilizar a pontuação do Enem 2009 no vestibular 2010. Para candidatos não-optantes...

    Leia mais
    violencia-sp

    A Ética e as Imagens da Violência em São Paulo

    Por: Carlos CorreiaJornalista e Professor de Jornalismoda USCS ( Universidade Municipal de São Caetano) Fausto Henrique Gomes Nogueira Mestre em História Social pela USP         Este ensaio analisa e questiona o papel ético da mídia na formação de uma visão crítica, social e humanística da opinião pública diante dos discursos e imagens veiculados durante a onda de violência e ataques do PCC em São Paulo.   Palavras-chave: Mídia, ética, espetacularização da notícia, violência, consciência, cidadania   The object this essay is a analysi and to raise a question about the étics paper of the mass mídia in the formation of critic vision, social and humanist, about the discourses and images showing during the sucession violents race of the PCC in São Paulo.   Key-words: Mídia, étics, news spetacle, violence, conscience, citizenship   "O homem quer o caos. Na verdade, ele precisa disso. Depressão, conflitos, badernas, assassinatos. Toda...

    Leia mais
    jornalismo.

    É preciso reconceituar o jornalismo

    Fonte: Agência Carta Maior -   Não faz mais sentido chamar de Jornalismo o que fazem as corporações de mídia. Quem se preocupa com o lucro em primeiro lugar não é uma instituição jornalística. Quando uma empresa passa a ter como principal meta o lucro, essa empresa pode ser tudo, menos uma instituição jornalística. Marcelo Salles Não faz mais nenhum sentido chamar de Jornalismo o que fazem as corporações de mídia. Quem se preocupa com o lucro em primeiro lugar não é uma instituição jornalística. Não pode ser. Quando uma empresa passa a ter como principal meta o lucro, essa empresa pode ser tudo, menos uma instituição jornalística. E aí não importa a quantidade de estrutura e dinheiro disponível, pois a prática jornalística é de outra natureza.Exemplo: eu posso passar uma semana no Complexo do Alemão com um lápis e um bloco de papel. Posso chegar até lá de ônibus....

    Leia mais
    Cursos-EAD-Para-Professores-Gestores-e-Alunos-da-Rede-Estadual-de-Paraíba-3

    Quero ser professor

    Segundo o Ministério da Educação, os professores da rede pública da educação básica em todo o Brasil tiveram aumento real (já descontada a inflação) de 18% entre os anos de 2003 e 2008. No entanto, a profissão ainda segue desvalorizada salarialmente, uma vez que profissionais com mesma escolaridade em outras ocupações recebem mais do que os docentes. Fonte: Envolverde Na semana em que se comemora o Dia do Professor, o EducaRede convidou José Carlos Antonio, educador há 27 anos, para falar aos estudantes que desejam seguir carreira, sobre as delícias e as agruras da profissão. "É possível e necessário transformar pessoas, formar bons cidadãos e mudar a sociedade como um todo.  Tenho me empenhado nessa transformação a cada novo dia", diz José Carlos, que é formado em Física, professor efetivo do Ensino Médio da rede pública paulista e formador do EducaRede. O profissional falou também sobre a formação do professor,...

    Leia mais
    ensino-superior-no-brasil

    Professores poderão ter acesso mais fácil a curso superior

    Os professores de educação básica das redes públicas poderão ter acesso a cursos superiores de pedagogia e licenciatura por meio de "processo seletivo diferenciado". A medida está prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 322/08 que foi aprovado nesta terça-feira (13), em decisão terminativa pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Fonte: Envolverde Segundo o projeto, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) e que teve como relator ad hoc o senador Paulo Paim (PT-RS), terão direito a pleitear o acesso por processo diferenciado os professores das redes municipais, estaduais e federal que tenham ingressado por meio de concurso público, tenham pelo menos três anos de exercício da profissão e não contem ainda com diploma de graduação. Terão prioridade, ainda de acordo com a proposta, os professores que optarem por cursos de licenciatura em matemática, física, química, biologia e língua portuguesa. Igualmente em decisão terminativa, a comissão aprovou...

    Leia mais
    rainbow flag

    Presidência da República, cria a Coordenação Geral de Promoção dos Direitos dos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

          Decreto nº 6.980, de 13 de outubro de 2009, que regimenta nova estrutura da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, da Presidência da República, cria a Coordenação Geral de Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - LGBT.   Vinculada a Subsecretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, está lotada no novo Departamento de Promoção dos Direitos Humanos.   O Decreto, além de institucionalizar a Coordenação das políticas de promoção da cidadania LGBT e combate à homofobia, também vincula a criação do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - LGBT.   O Decreto foi publicado em 14 de outubro de 2009, no Diário Oficial da União, assinado pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com subscrição do Ministro Paulo Bernardo e da Ministra Dilma Roussef.   Ambas as ações foram assumidas pelo...

    Leia mais
    sandra carvalho1

    JUSTIÇA GLOBAL: Sandra Carvalho receberá prêmio internacional de direitos humanos

        É com grande satisfação que comunicamos que a militante dos direitos humanos Sandra Carvalho, co-fundadora e diretora da Justiça Global, receberá o Prêmio Anual de Direitos Humanos da organização internacional Human Rights First (HRF). O prêmio é um reconhecimento ao trabalho de Sandra na promoção e proteção dos direitos humanos no Brasil. A cerimônia de premiação será no dia 22 de outubro de 2009, na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e Sandra Carvalho receberá o prêmio juntamente com o ativista Principe Gabriel Gonzalez, que atua na defesa dos direitos dos presos políticos na Colômbia. A Human Rights First foi fundada em 1978 e é uma organização de direitos humanos que, entre outros compromissos, "apoia pessoas que lutam pela igualdade e pela liberdade de pensamento, de expressão e pela liberdade religiosa em suas sociedades". O Prêmio Anual de Direitos Humanos é concedido desde 1986 a pessoas que...

    Leia mais
    280605

    Brasileiros não reconhecem sua identidade racial

    Estudo realizado no Departamento de Linguística da Universidade de Brasília (UnB) constatou que os brasileiros têm dificuldade em se assumir negros e pardos e em identificar outras pessoas etnicamente. O discurso de respeito às diferenças e harmonia no país escondem, na verdade, racismo e preconceitos que têm origem no tempo da escravidão. Essa é a conclusão da pesquisadora Francisca Cordélia Oliveira da Silva, que defendeu a tese de doutorado em agosto. “Falta convicção. Os brasileiros têm muitas dúvidas a respeito de raça, etnia e cor, porque estamos em um país miscigenado. Essas dúvidas geram preconceito racial”, explica. Fonte: Radio do Moreno  Durante três anos e meio, Francisca Cordélia analisou notícias, leis e realizou uma enquete para embasar a tese de doutorado. As matérias selecionadas dos jornais on line Folha, Mundo Negro e Folha de S. Paulo continham entrevistas de pessoas que passaram por constrangimentos raciais. Nelas, a pesquisadora aplicou a...

    Leia mais
    Thinkstock/Getty Images

    Restrições não reduzem taxa de aborto, diz estudo

    Taxa de abortos onde a prática é legal é praticamente igual em países onde há restrições. Fonte: G1 - Thinkstock/Getty Images As leis de restrição para a prática do aborto não reduzem o número de mulheres que tentam interromper gestações indesejadas, afirma um relatório divulgado nesta terça-feira (13).   Segundo o estudo do Instituto Guttmacher, com sede nos Estados Unidos, a taxa de abortos em países onde a prática é legal é praticamente igual nos países onde há restrições.   O estudo analisou 197 países e afirma que "o declínio do aborto em termos mundiais ocorreu em paralelo a uma tendência global de liberalizar as leis de aborto".   De 22 países que mudaram suas leis de aborto na última década, 19 reduziram significativamente as leis de aborto. Na América Latina, os casos mais recentes de liberalização do aborto foram o Uruguai e a cidade do...

    Leia mais
    mobilizacao

    Mobilização Nacional pelo Direito de Defesa

    Fonte: Ashoka   A Renade (rede nacional de defesa do Adolescente em conflito com a Lei), formada por defensores públicos e profissionais da sociedade civil que atuam na defesa de adolescentes, realiza, entre 12 e 16 de outubro, a Mobilização Nacional pelo Direito de Defesa, com ações simultâneas em todos os estados do país. A Renade quer garantir o acessoà justiça e o direito à defesa de todos os adolescentes. A garatia de direitos é o primeiro passo para tornar o Brasil um país justo. Participe!

    Leia mais
    rainbow flag

    MOVIMENTO GAY PROCESSARÁ A PREFEITURA DE CAXIAS E PEDIRÁ A LULA QUE BLOQUEIE OS REPASSES DE VERBAS FEDERAIS.

        O Movimento de gays, lésbicas, bissexuais e transsexuais - GLBT de Duque de Caxias/RJ ingressará com uma Ação Civil Pública contra a Prefeitura de Duque de Caxias, devido a proibição da Parada Gay no domingo dia 11 de outubro de 2009. Os ativistas vão pedir na ação judicial uma indenização de 10 milhões reais, a criação de uma secretaria municipal de direitos humanos e que o prefeito faça um curso sobre direitos homoafetivos. Entendemos que a prática do Prefeito feriu a ordem constitucional vigente que garante a liberdade de expressão e a proteção da dignidade, prevista no Art. 1ª e incisos da Constituição Federal de 1988. Os gays tem direito de manifestar pacificamente suas orientações sexuais, e reivindicações por seus direitos, assim como os evangélicos e demais grupos da sociedade. Entendemos, que o ato do prefeito ZITO fortalece a prática da homofobia, incentivando a assassinato, espancamentos de homossexuais,...

    Leia mais
    mulheres2

    Mulheres e indígenas têm os salários mais baixos da América Latina

    As mulheres, os índios e os negros recebem salários inferiores aos dos homens brancos na América Latina, mostrou um estudo divulgado nesta segunda-feira pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Fonte: Último Segundo - Apesar do importante crescimento econômico na região na última década, a diferença entre os salários por gênero e etnia continua sendo significativa, indicou o estudo do BID, apresentado no dia que lembra a chegada de Cristóbal Colón à América. Os afrodescendentes e indígenas na região ganham em média 28% a menos que seus pares brancos com a mesma idade e nível de escolaridade, revelou o estudo, que se baseou na análise de dados de famílias de 18 países da região. As mulheres têm salários 17% menores que os homens, embora em alguns casos tenham grau de instrução mais elevados, segundo o BID. Estas diferenças variam muito de um país para o outro. No Brasil, por exemplo, os...

    Leia mais
    interogacao

    A imprensa diária está morrendo?

    por:Ignácio Ramonet - Fonte: Carta Maior -   O que é que agrava tão letalmente a velha decadência da imprensa escrita quotidiana? Um fator conjuntural: a crise econômica global que provoca a redução da publicidade e a restrição do crédito. E que, no momento mais inoportuno, se veio somar aos males estruturais do setor: a mercantilização da informação, o apego à publicidade, a perda de credibilidade, a queda de subscritores, a competência da imprensa gratuita, o envelhecimento dos leitores... Dezenas de diários estão em queda. Nos Estados Unidos já fecharam pelo menos cento e vinte. E o tsunami golpeia agora a Europa. O artigo é de Ignácio Ramonet.   O desastre é enorme. Dezenas de diários estão em queda. Nos Estados Unidos já fecharam pelo menos cento e vinte. E o tsunami golpeia agora a Europa. Nem sequer se salvam os outrora considerados "jornais de referência": El País em Espanha,...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist