Áreas de Atuação

    paisfi2

    Quem pariu Mateus que o embale?

    Li Travassos, de Florianópolis   Neste sábado, 11 de julho de 2009, ocorreu um terrível acidente na Zona Norte do Rio de Janeiro. Um menina, de apenas cinco anos de idade, caiu através da tela de proteção rasgada de uma das janelas do apartamento, e morreu. Era noite, e havia uma festa junina no prédio, onde toda a família se divertia. A menina, cansada, pediu para dormir, a mãe a levou para o apartamento e deixou-a supostamente dormindo, e saiu por alguns minutos para buscar a outra filha na festa. Minutos estes que foram suficientes para que a filha de cinco anos se estabacasse lá embaixo. A tela de proteção estava rasgada há algum tempo, devido a um ferro quente que ali fora encostado.   Agora, como esta notícia foi divulgada em vários noticiários? Dizendo que os pais estavam numa festa, e deixaram a menina sozinha em casa. O que...

    Leia mais
    stf2

    COMISSÃO MUNICIPAL DE DIREITO

    Fonte: Mulheres Negras NOTA À IMPRENSA   Em referência à decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de manter a sentença de absolvição de dois homens por exploração sexual de adolescentes, a Comissão Municipal de Direitos Humanos de São Paulo (CMDH), manifesta a sua preocupação dada a gravidade da decisão que considera que os réus teriam contratado serviços sexuais de adolescentes em caráter ocasional e, portanto, não poderia ser considerada exploração sexual. Como parte do argumento foi apontado pelo Judiciário que as adolescentes se tratavam de prostitutas conhecidas.   Lembramos que o Brasil é signatário desde 1990 da Convenção sobre os Direitos da Criança, o que faz com que se comprometa a proteger a criança de todas as formas de exploração e abuso sexual; o próprio ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Nº 8.069, de 13/07/90) prevê pena de quatro a dez anos de prisão (mais multa) a...

    Leia mais
    semi-analfabeto

    País tem 11,5% de crianças analfabetas

      Dados do IBGE apontam que entre 2001 e 2007, a redução de analfabetos com 8 e 9 anos de idade foi só de 2,5 pontos Por ANTÔNIO GOIS, da UOL Se a queda for na mesma velocidade, dificilmente o Brasil cumprirá a meta de ter até 2022 todas crianças alfabetizadas aos 8 anos   Apesar dos avanços, o Brasil ainda tem 11,5% das crianças de oito e nove anos analfabetas. Este percentual já foi bem maior (47% em 1982), mas, na atual década, vem caindo em ritmo mais lento, segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE. De 2001 a 2007, a redução foi de apenas 2,5 pontos. Uma criança não alfabetizada com mais de oito anos de idade apresenta dificuldades não apenas em português, mas em todas as outras disciplinas, já que sua capacidade de compreender textos é limitada. É normal que, a medida que um...

    Leia mais
    img_acad_06

    Assunto urgente: inscrição dos professores em exercício nos cursos gratuitos de formação inicial para o segundo semestre de 2009 – acesso a Plataforma Freire

      MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Gabinete do Ministro Esplanada dos Ministérios, Bloco "L" - 8º andar - Gabinete. 70047-900 - Brasília - DF - BRASIL Brasília, 06 de julho de 2009.   Prezado(a) Professor(a), A Rede de Ensino a qual você pertence aderiu ao Plano de Metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) e elaborou seu Plano de Ações Articuladas (PAR), onde demonstrou as necessidades relacionadas à formação de seus professores, para  assegurar a formação exigida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) a  todos os educadores que nela atuam. A Política Nacional de Formação dos Profissionais do Magistério da Educação Básica, tem a finalidade de organizar - em regime de colaboração da União com os estados, Distrito Federal e municípios - a formação inicial e continuada desses profissionais. Por meio desse Plano, se você ainda não possui graduação ou possui graduação em área distinta da que...

    Leia mais
    prova

    Cuiabá – Bolsas universitária – prova 19 de julho – domingo

    Clique aqui e veja o edital do BOLSA UNIVERSITÁRI 2010 Fonte: Prefeitura de Cuiabá -   Você ja sabe o local da prova? clique aqui!       A Prefeitura de Cuiabá está em contagem regressiva para o processo seletivo do programa Crédito Educativo Municipal (CEM %), que concederá 500 bolsas de estudos para alunos carentes da Capital, cuja renda familiar mensal seja de até cinco salários mínimos.   O prefeito Wilson Santos, durante culto ecumênico realizado hoje (13-07), no Palácio Alencastro, lembrou que a prova ocorre neste domingo (19-07), das 8h às 12h, e que a Prefeitura bancará os estudos dos selecionados até a formação no ensino superior. "A bolsa será integral e o que será pedido em troca são 400 horas de estágio que o aluno fará na Prefeitura, em sua respectiva área de atuação".   Santos acrescentou ainda que o CEM % concederá bolsas de estudo para...

    Leia mais
    enem-2011-site-oficial

    Enem 2009: Inscrições até 17 de Julho

    O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 começa a receber inscrições a partir das 8h desta segunda-feira (15), somente pela internet. O prazo termina às 23h59 de 17 de julho (horário de Brasília (DF). É preciso preencher o cadastro e imprimir o comprovante de inscrição e o boleto de pagamento; a taxa custa R$ 35. Fonte: UOL Pessoas que tenham estudado em escolas públicas ou em instituições participantes do Encceja 2006, 2007 e 2008 têm isenção de taxa. Também terão isenção de taxa candidatos de baixa renda, bem como os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais. Para obter o benefício, é necessário fazer requerimento entre os dias 15 e 19 de junho, pela web. A relação dos isentos será divulgada até 3 de julho. Os comprovantes de inscrição estarão disponíveis via web até o dia 24 de julho. Estudantes que já finalizaram a escolarização básica em anos anteriores...

    Leia mais
    onu

    Direitos humanos viram saia-justa para País na ONU

    Fonte: Rede Pró Brasil Por Jamil Chade A política externa brasileira para os direitos humanos causa polêmica e vítimas alegam que a estratégia brasileira pouco ajuda na defesa de suas causas. Enquanto democracias ocidentais criticam o País, governos africanos e outros emergentes comemoram a aproximação do Brasil a suas posturas e a estratégia de evitar confrontos nos plenários da Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo declarado pelo Brasil é o de promover o diálogo no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. Para o governo, essa postura é o que garante o real avanço dos direitos humanos. O Itamaraty justifica que não adota alinhamento automático às votações de casos de violações na ONU e avalia cada situação. O que vem surpreendendo, porém, têm sido as decisões do Itamaraty, nos últimos meses, de poupar críticas à Coreia do Norte e sair em defesa do Sri Lanka. Essa política, porém, já...

    Leia mais
    interracial-dating

    Projeto abraço promove integração étnico-racial nas escolas

    O preconceito racial foi apontado, numa pesquisa divulgada em junho pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), como a segunda maior atitude de discriminação no ambiente escolar. Dos 18,5 mil entrevistados, entre alunos, pais e mães, diretores, professores e funcionários de 501 escolas públicas de todo o país, 94,2% assumem ter preconceito étnico-racial. Fonte: Tôsabendo.com Na rede municipal de ensino de Cuiabá, diversas experiências bem sucedidas de combate ao preconceito e a discriminação racial vem sendo implementadas com o objetivo de valorizar a diversidade étnico-racial e combater o racismo sobre os negros no espaço escolar.   Uma delas é o projeto "Abraço", integrante da política educacional do município, denominada Educação na Diversidade, que prevê a implantação de ações de valorização da diversidade humana. Com isso a Secretaria Municipal de Educação - SME pretende contribuir para aumentar as oportunidades de participação educacional e social de crianças, jovens,...

    Leia mais
    nomesujo

    MP diz que ‘nome sujo’ não pode barrar contratação de empregado

    Fonte: G1 -   Quem se sentir prejudicado pode denunciar, informa promotoria.Juízes, porém, divergem sobre decisão de empresa de não contratar.   O Ministério Público do Trabalho considera discriminação a prática de empresas que consultam serviços de proteção ao crédito antes de decidir sobre a contratação de futuros empregados, segundo informou a procuradora Valdirene Silva de Assis, vice-coordenadora nacional de combate à discriminação do órgão. {xtypo_quote}O empregador não pode interferir na esfera privada no empregado. Quando faz isso e contrata em razão de eventual certidão que seja apresentada, temos uma questão de discriminação. É uma situação irregular, em que a honra é afetada e dá direito a indenização por danos morais", avalia Valdirene.{/xtypo_quote}   Não há regra expressa na Constituição e na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) sobre a contratação de funcionários que tenham o chamado "nome sujo". Somente para os bancários há previsão legal de demissão por justa...

    Leia mais
    Foto: Adriana Medeiros

    Mulheres negras brasileiras lideram discussão sobre saúde da população negra

    Brasília (Brasil) - O SUS (Sistema Único de Saúde) e o Plano Nacional de Saúde Integral da População Negra estiveram em debate entre sociedade civil e governo brasileiro durante a II Conapir, ocorrida no final de junho, em Brasília. Com moderação de Maria Inês Barbosa, coordenadora de programa de Gênero, Raça e Etnia do UNIFEM Brasil e Cone Sul, o painel avaliou as conquistas da população negra na área da saúde e a implementação das políticas públicas estabelecidas no Plano Nacional de Saúde Integral da População Negra. "A saúde é uma das poucas áreas em que é possível fazer uma avaliação. As demandas foram historicamente apresentadas pela população negra e foram incorporadas pelo Ministério da Saúde. Esse é um momento histórico e excepcional na área da saúde da população negra em que a tônica é avaliação do plano operativo e discussão do que ainda não foi implementado", apontou Maria Inês...

    Leia mais
    cor_preconceito

    A cor do preconceito – Resenha do Livro

    A cor do preconceito reúne ficção baseada em fatos reais e uma abordagem informativa bastante diversificada. O livro foi escrito a seis mãos pela escritora Carmen Lucia Campos, pela pesquisadora, historiadora e professora de história Vera Vilhena, além da antropóloga, pesquisadora e diretora do Geledés – Instituto da Mulher Negra, Sueli Carneiro.   Na história criada por Carmen, o tema do preconceito de cor aparece de modo contundente, num enredo que a autora trabalhou com maestria. Nele, destaca-se a adolescente negra Mira, excelente aluna de uma escola da periferia, que, graças a seus esforços, consegue uma bolsa de estudos num dos melhores colégios da cidade. Em sua nova etapa de vida, ela terá de enfrentar questões ligadas à sua identidade e procurar amadurecer diante de posturas racistas, preconceituosas e intolerantes.   Já a abordagem informativa, disponível em grandes conjuntos de texto ao longo do livro, ressalta a história da África...

    Leia mais
    Empresas

    Para [email protected]

    Característico da cultura brasileira, o preconceito vitima não só as minorias, mas a sociedade inteira. Surpreendentemente, o mundo corporativo surge como espaço propício para criar o caldo da diversidade e mudar esse quadro Por Amália Safatle O sonho de Leila era lecionar. Formada em Letras nas Faculdades Oswaldo Cruz, em São Paulo, gosta demais da língua inglesa. Mas, quando conseguia vaga em uma escola pública, o governo estadual não concedia o laudo médico.   Leila tem 5% da visão. Até que acabou desistindo, isso há cerca de quatro anos. Dois anos atrás, a secretaria estadual de Educação criou cotas para deficientes. Mas aí Leila Bahia, hoje coordenadora de Recursos Humanos da Hewlett-Packard, a HP, já tinha se encaminhado para outro rumo. Com funções administrativas, é braço direito dos que fazem a seleção dos novos contratados da empresa. E se prepara para um dia colocar o "olhômetro" em funcionamento, tornando-se uma...

    Leia mais
    Premio-Igualdade-de-genero

    Pensamento sobre relações de gênero é valorizado em escolas e universidades brasileiras

    Fonte: Notícias do UNIFEM Brasil e Cone Sul - Brasília (Brasil) - A quarta edição do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero foi entregue em Brasília, no final de junho, durante a abertura do II Encontro Nacional de Núcleos e Grupos de Pesquisa - Pensando Gênero e Ciências, realizada em Brasília. O Prêmio, criado para incentivar a reflexão sobre as relações de gênero no país, é uma iniciativa da SPM (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres), MEC (Ministério da Educação), do CNPq/MCT (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do UNIFEM Brasil e Cone Sul. "O Programa Mulher e Ciência, que permite a realização do Prêmio, é uma vitória do ponto de vista da construção da chamada transversalidade de gênero no âmbito do Governo Federal", disse a ministra Nilcéa Freire, da SPM (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres). O grande destaque desta edição do Prêmio foi o...

    Leia mais
    materia_pri

    Rítmos africanos na pré escola

    Pesquisa com ritmo Explorando a habilidade dos pequenos para tocar instrumentos e dançar, leve-os a descobrir como as manifestações artísticas expressam a cultura Por Ana Rita Martins, do  Revista Nova Escola   Dançar, batucar e cantar são formas de manifestação que fascinam desde que o homem é homem. Ao longo de pelo menos 130 mil anos da trajetória humana no planeta, combinações de gestos, ritmos e sons foram capazes de exprimir, a um só tempo, costumes, tradições e visões de mundo de incontáveis povos e grupos sociais. Em poucas palavras, tanto a música como a dança transmitem cultura. É papel do professor mostrar essa ligação - sem deixar de lado, claro, o aspecto lúdico que só não encanta "quem é ruim da cabeça ou doente do pé", como diz o histórico Samba de  Minha Terra, de Dorival Caymmi. As crianças, você sabe, encontram na brincadeira uma poderosa ferramenta de experimentação...

    Leia mais
    entrada clip image002

    Desigualdades entre crianças negras e brancas na educação infantil

    Entrevista: Pesquisadora comenta desigualdades entre crianças negras e brancas na educação infantil Por: Cristina Teodoro Trinidad, do  Observatório da Educação Em relação às desigualdades étnico-raciais, a pesquisadora destaca que a freqüência à educação infantil está relacionada diretamente às condições socioeconômicas das famílias, portanto, são as desigualdades e disparidades entre as mulheres brancas e as mulheres negras que interferem no acesso das crianças. Para a superação dos problemas, Cristina aponta a necessidade de construir uma legislação que, de fato, destine um orçamento para a educação infantil, além da obrigatoriedade do ensino nessa etapa, acompanhada pela discussão da qualidade e formação adequada dos profissionais. ...em relação às disparidades entre crianças negras e as brancas, que aumentou nos últimos anos, existem alguns fatores que têm contribuído para isso.   OE: Qual a sua análise sobre os números apresentados?   Cristina: Infelizmente, o relatório não trouxe muitas novidades. O que traz de forma mais...

    Leia mais
    Valter Campanato/Agência Brasil.

    Procuradora envia ao STF parecer a favor de aborto de anencéfalo

    A procuradora-geral interina da República, Deborah Duprat, enviou ontem ao STF (Supremo Tribunal Federal) um parecer favorável à interrupção da gestação em casos de fetos anencéfalos (sem cérebro). Fonte: Folha de São Paulo - Foto: Valter Campanato/Agência Brasil. A argumentação é que a proibição vai contra o direito à liberdade, à privacidade e à autonomia reprodutiva da mulher, além de ferir o princípio da dignidade humana e também o direito à saúde.   O documento enviado por Deborah será anexado à ação proposta pela CNTS (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde), também favorável à prática do aborto.   Juridicamente, a confederação pede que os ministros interpretem o Código Penal brasileiro de modo a não criminalizar tal interrupção. Atualmente, o aborto só é permitido em casos de estupro e perigo de morte da mãe.   De acordo com a procuradora-geral, se a anencefalia ficar comprovada após diagnóstico...

    Leia mais
    preconceito

    Quem mais perde com o preconceito?

    Vi, na TVE, um rapaz negro, artista, sendo entrevistado por conta do dia... dia... não sei como chama, aqui no Rio disseram que era o "feriado do Zumbi". Seja o que for, ele mostrava um trabalho interessantíssimo sobre preconceito velado, "filtrado", incorporado a expressões como "buraco negro" , ou "a coisa ficou preta" etc. Fonte: Bia Badaud Eu sempre achei isso uma besteira, pra mim as expressões referiam-se simplesmente à cor, não às pessoas da cor. A mim soava como uma choradeira chatérrima, afinal era óbvio que as expressões nasciam do medo do escuro que quase todo mundo tem, em algum canto da imaginação. Então, pra mim sempre foi isso, o que motivava as expressões. O rapaz, mostrando seu trabalho com voz mansa, explicava como que cada expressão fazendo associações negativas à cor preta traduzia uma depreciação nada velada aos negros.   Não deixei de achar que muitas pessoas falam...

    Leia mais
    estudante2

    Estudante que trabalhar pode ganhar bolsa

    Os universitários de São Paulo podem estudar de graça, por meio do programa Bolsa Universidade, da Secretaria de Estado da Educação. As inscrições para uma das 8.000 vagas disponíveis foram abertas ontem e continuam até dia 15. Estudantes de todo o Estado podem participar. Fonte: Uol De acordo com a pasta, a bolsa será integral. A secretaria irá pagar 50% do valor do curso, com limite de R$ 267. O restante será pago pela instituição de ensino participante. Cerca de 200 instituições estão cadastradas no programa. Para participar, o estudante deverá atuar como educador universitário em uma escola que faça parte do programa Escola da Família. O trabalho será aos finais de semana, a partir do início de agosto. As inscrições devem ser feitas por meio da internet, no site escoladafamilia.fde.sp.gov.br. Os candidatos precisam estar matriculados em um curso de graduação de uma instituição privada de ensino participante e não...

    Leia mais
    normal ARAUCARIA

    Governo do Paraná oferece 1.300 bolsas de inclusão social

    O Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), oferece 1.300 bolsas destinadas a alunos que ingressaram em instituições públicas de ensino superior do Paraná pela política de cotas.     Ao todo serão investidos R$ 4,68 milhões, provenientes da Seti/Fundo Paraná, em bolsas com duração de até 12 meses e valores mensais de R$ 300. A ação faz parte do Programa de Apoio a Ações Afirmativas para Inclusão Social em Atividades de Pesquisa e Extensão Universitária 2009, oferecido por meio de sua vinculada, a Fundação Araucária.   Para a secretária da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Lygia Pupatto, essas bolsas são fundamentais para que os alunos cotistas possam se desenvolver e concluir seus cursos. "O governo vem desenvolvendo desde 2005 uma política tanto de incentivar o acesso de estudantes através das políticas alternativas, quanto incentivar a permanência desses estudantes nas universidades....

    Leia mais
    Agencia-do-Trabalhador

    Balanço Social e Diversidade

    Balanço Social  e Diversidade Ano 2003. O Balanço Social está se consolidando na prática empresarial. No ano de 2003, tivemos a presença de 156 empresas concorrentes, o que demonstra a opção de uma parcela do setor empresarial em dar à área social de sua empresa uma posição de destaque e de responsabilidade corporativa. Mesmo esta edição tendo contado com um número menor de inscritos, segundo análise do Ibase, contou-se com relatórios mais precisos, ou seja, está melhorando a qualidade das informações prestadas pelas empresas. Para Geledés Instituto da Mulher Negra participar como avaliadora de Balanços Sociais é uma oportunidade de acesso às ações desenvolvidas pelas empresas em busca de uma ação socialmente responsável, empreendedora e eficiente, por meio da implementação de programas que visam, antes de mais nada, a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Mas significa principalmente conhecer, de forma transparente, as propostas que estejam sendo desencadeadas de...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist