Censo 2022: Brasil tem mais igrejas e templos do que escolas e hospitais somados; veja ranking de estados ‘mais religiosos’

Região Norte lidera, com 459 estabelecimentos dedicados a devoção para cada 100 mil habitantes

FONTEPor Fernanda Alves, do O Globo
Igreja e escola que ficam no local — Foto: G. Poggio/Poder Naval

Dados do Censo 2022 divulgados nesta sexta-feira mostraram que o país tem mais templos religiosos do que escolas e hospitais somados. De acordo com a análise, são 580 mil locais de devoção a diferentes tipos de religião contra 264 mil instituições de ensino e 264 mil unidades de saúde, que juntos totalizam 512 estabelecimentos. Entre os estados que lideram a lista de “mais religiosos” estão em primeiro o Amazonas, com aproximadamente um templo religioso para cada 68 domicílios; depois o Acre, com 69 na mesma proporção; e o Amapá aparece em terceiro, com cerca de 79.

Fonte: Censo 2022/IBGE

Com os dados, é possível indicar que a região Norte do país é a que tem mais igrejas e templos se comparado ao número de residências, com 459 para cada 100 mil habitantes. Ao todo, são 79.650 igrejas nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Ainda nesse comparativo populacional, a região Sul – com os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina – aparece com a menor proporção de estabelecimentos religiosos por 100 mil habitantes, com 226.

O Censo apresentou uma análise por tipos de endereços, indicando que a maior parte dos logradouros são propriedades particulares, como casas e apartamentos. Ao todo, as entrevistas contabilizaram 90,6 milhões de domicílios particulares. Em segundo lugar aparecem os estabelecimentos de outras finalidades, como lojas, prédios públicos e culturais, com 11,7 milhões. Aparecem ainda nos dados os estabelecimentos agropecuários, com 4 milhões; edificações em construção, com 3,5 milhões; e os domicílios coletivos (hotéis, presídios, pensões, asilos), com 104,5 mil.

-+=
Sair da versão mobile