Dilma anuncia sete ministros e confirma Luiza Helena de Bairros (Promoção da Igualdade Racial)

dilma-e-luiza-bairros

Mais três mulheres foram indicadas para o primeiro escalão do futuro governo

A presidente eleita Dilma Rousseff confirmou nesta segunda-feira (20) os nomes de mais sete ministros que irão compor seu futuro governo. Alexandre Padilha, atual ministro das Relações Institucionais, migrará para a Saúde. Entre os sete ministros confirmados hoje, três são mulheres. Dilma manteve Orlando Silva na pasta de Esportes e Luiz Inácio Adams na AGU (Advocacia-Geral da União).

Além de Padilha, Silva e Adams, Dilma confirmou os nomes de Ana de Hollanda (Cultura), Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Luiza Helena de Bairros (Promoção da Igualdade Racial) e Mário Negromonte (Cidades).

Dilma pretende fechar até quarta (22) os nomes do primeiro escalão de seu governo.

Leia, abaixo, a íntegra da nota por meio da qual Dilma confirmou a indicação de seus novos ministros.

“A presidenta eleita da República, Dilma Rousseff, convidou para sua equipe a atriz, cantora e compositora Ana de Hollanda para o Ministério da Cultura; a economista Tereza Campello para a pasta do Desenvolvimento Social; e a socióloga Luiza Helena de Bairros para a Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial.

O médico Alexandre Padilha, atual ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, foi convidado para o Ministério da Saúde; o deputado federal Mário Negromonte para o Ministério das Cidades; o advogado Luís Inácio Lucena Adams para estar à frente da Advocacia-Geral da União (AGU); e o ministro Orlando Silva Júnior para o ministério do Esporte.

A presidenta eleita orientou-os a trabalhar de forma integrada com os demais ministérios para dar cumprimento a seu programa de desenvolvimento com distribuição de renda, de forma a promover os avanços que vão assegurar a melhoria de vida de todos os brasileiros.”

Fonte: R7
-+=