Espetáculo de dança discute condição da mulher negra

Enviado por / FonteDa Globo.com

O Recife recebe, pela primeira vez, o grupo de dança brasiliense Margaridas, que se apresenta no próximo final de semana, no Sesc de Casa Amarela. A trupe traz o espetáculo “Rainha”. O grupo inspirou-se em poemas de escritoras brasileiras e estrangeiras para refletir sobre a condição da mulher negra na atualidade e levou para a cena diferentes olhares dessa realidade, abordando tanto questões políticas e sociais, como também o lirismo encontrado.

Para elaboração do espetáculo, o elenco fez uma pesquisa literária durante seis meses e optou por usar poemas como base da criação. A maior dificuldade foi encontrar material de escritoras brasileiras, pela ausência de publicações de mulheres negras no País. Após reunir vários textos, alguns foram selecionados para entrar em cena. Os poemas foram usados tanto como inspiração para expressar o imaginário feminino negro, como também para compor a própria dança. A marginalização social, o preconceito racial e a sensualidade estereotipada são algumas das questões observadas no discurso das escritoras.

Dentre os textos selecionados para inspirar o espetáculo estão os das escritoras brasileiras Carolina Maria de Jesus e Conceição Evaristo (Minas Gerais); Cristiane Sobral e Tatiana (Brasília); Elisa Lucinda (Espírito Santo); e Andréia Lisboa e Negra Li (São Paulo).

As apresentações fazem parte do projeto de circulação do espetáculo, contemplado pelo prêmio Klauss Vianna, da Funarte. Além do Recife, o grupo vai passar por Brasília, Campo Grande, Palmas, João Pessoa e Goiânia. O espetáculo conta com o elenco de Laura Virgínia como diretora e intérprete, Cleani Marques como intérprete e Édi Oliveira na criação coreográfica.

Serviço

Espetáculo de dança “Rainha”
Data: 17 e 18 de abril
Hora: 19h
Local: Sesc Casa Amarela
Entrada: R$ 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia)

 

+ sobre o tema

‘A guerra é uma realidade no Congo’, diz fundadora de ONG

Maman Nzoli afirma que a guerra impede que a...

Mensagem de Hélio Santos para o 21 de Março

Neste 21 de março de 2015, quando se comemora...

O TRÁFICO LINGUÍSTICO

  Régia Mabel da Silva Freitas   A...

para lembrar

Astro de “Todo Mundo Odeia o Chris” diz ter medo do assédio de brasileiros

Protagonista da série "Todo Mundo Odeia o Chris", Tyler...

“Sua Beleza Reconhecida…” Americana cria e vende ‘Barbies afro’ pela internet

Revoltada com o estereotipo loiro, magro e impecável da...

Mandela, Branqueado

Mumia Abu -Jamal Seu nome de nascimento é Rolihlahla ,...
spot_imgspot_img

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta pela primeira vez no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...
-+=