quinta-feira, dezembro 8, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoMalia Obama, filha do presidente dos EUA tenta viver “normal” mesmo em...

Malia Obama, filha do presidente dos EUA tenta viver “normal” mesmo em meio de uma rotina extraordinária

Ela tinha apenas dez anos quando o sobrenome “Obama” a transportou para uma vida de realeza americana na Casa Branca.

Aos 12, já conheceu chefes de Estado, viu serenatas de Paul McCartney e viajou o mundo. Mas, para a adolescente com o pai mais poderoso do planeta, nem a vigilância constante do serviço secreto é desculpa para fugir das obrigações de filha.

Malia Obama já está praticamente do tamanho do pai, o presidente americano, Barack Obama: neste ano, a primeira-filha chegou ao 1,79 m.

Está cada vez mais bonita, mesmo usando aparelho.

A garota magricela costumava ser atrevida e falante. Numa das poucas entrevistas à TV, quando Obama ainda concorria à Presidência, em 2008, ela criticou o pai sem pudores por sua falta de senso de moda e por “deixar a mala no meio do quarto”.

Hoje, ela no máximo sorri para a imprensa. A Casa Branca isola Malia e sua irmã, Sasha, dos olhares públicos. “Somos teimosos em garantir que elas tenham uma vida tão normal quanto possível”, afirmou Obama.

Só se sabe da vida das duas o que o presidente e a mulher, Michelle, decidem revelar. A regra é não fotografar as garotas sem os pais.
Elas também trabalham duro. Malia e Sasha frequentam a escola particular Sidwell Friends School, em Washington, que custa cerca de US$ 30 mil por ano. É a mesma escola em que a filha do ex-presidente Bill Clinton, Chelsea, estudou, assim como Tricia Nixon (filha de Richard Nixon, que governou entre 1969 e 1974) e outros.

A escola, associada à austera religião Quaker, foi escolhida não só por sua conhecida discrição e prática em lidar com filhos de políticos famosos mas também pelos méritos acadêmicos.

Fora das aulas, a rotina segue puxada. Malia joga futebol e tênis e toca piano e flauta. Também adora tirar fotos.

Diferentemente de outros presidentes famosos por mimar os filhos, os Obama têm regras, muitas regras. O tempo de TV e computador é racionado. Não há sobremesa em todas as refeições. E elas precisam arrumar o quarto e ajudar no resto da casa.

Sob escrutínio a cada saída pública, Malia é hoje ícone de estilo. Dos cabelos, que já tiveram vários estilos afro, às roupas, cujos modelos esgotam nas lojas.

Neste verão americano, Malia ficou ainda mais afastada do olhar público. Em vez de viajar para a Espanha com a mãe, ela foi com amigas para um acampamento em New Hampshire.

Anita McBride, do Centro de Estudos para o Congresso e a Presidência da Universidade Americana, afirma que esse tipo de liberdade é possível porque os amigos de Malia preservaram furiosamente sua privacidade.

Deveres de casa, festas de pijama, cachorro de estimação. Tudo o que é possível fazer para recriar uma atmosfera ordinária é feito.
Mas não. Uma vida “normal” para a “primeira-filha” não é mais possível.

Que adolescente “normal” tem uma de suas bandas preferidas, os Jonas Brothers, fazendo um show particular dentro de casa? Conhece um ex-Beatle? Viaja no AirForce One, o famoso avião presidencial dos EUA? Assiste a filmes em sua sala de projeção particular antes da estreia nos cinemas? Recebe convites do ator Daniel Radcliffe para um tour particular pelo set de filmagens dos filmes “Harry Potter”?   Só Malia Obama.

JONAS BROTHERS
Uma das bandas preferidas de Malia, os JB fizeram uma apresentação particular dentro da casa da garota

HARRY POTTER
A filha de Obama já recebeu um convite de Daniel Radcliffe, o Harry Potter do cinema, para um tour no set de filmagens

MEU PAI É O PRESIDENTE

GOVERNO CARTER
(1977-1981)
Amy Carter, 42, tinha nove anos quando se mudou para a Casa Branca com seu pai, o presidente Jimmy Carter. Em uma entrevista, um repórter lhe perguntou se ela tinha alguma mensagem para as crianças dos EUA. Ela pensou, pensou e respondeu: “Não”

GOVERNO REAGAN
(1981-1989)
Patti Davis, 57, filha do presidente Ronald Reagan, chocou pela atitude rebelde. Ela criticou publicamente a administração de seu pai, gerando atritos na família. Em 1994, quando Reagan não estava mais no governo, Patti posou para a “Playboy”

GOVERNO CLINTON
(1993-2001)
Em 1993, o comentarista político Rush Limbaugh perguntou no ar se alguém sabia que havia um cachorro na Casa Branca. Em seguida, mostrou uma foto de Chelsea Clinton, filha do presidente. Na época, ela tinha 13 anos e era conhecida por não ser bonita

GOVERNO BUSH
(2001-2009)
Barbara e Jenna, irmãs gêmeas e filhas de George W. Bush, tiveram problemas com a polícia do Texas em 2001. A idade mínima para beber lá é 21 anos, mas elas foram pegas com álcool aos 19. Jenna, inclusive, usou a identidade de outra pessoa para comprar os drinques

Fonte: Folha de S.Paulo

Vida na Casa Branca é cheia de mimos; e o futuro, de pressões

 

Apesar da vida controlada e do cerco da mídia, a parte mais dura de ser filho de presidente é construir uma identidade separada da dos pais. A afirmação é de Doug Wead, historiador, assessor de George H.W. Bush (1989-1993) e autor de “Todos os Filhos dos Presidentes” (“All the Presidents” Children”, First Atria Books, 2004). Leia, abaixo, sua entrevista ao Folhateen. (AM)

FOLHA- O que é difícil em ser filho de um presidente?
DOUG WEAD-
Na verdade, os mais difíceis não são os anos na Casa Branca. Essa é a suposição geral. Mas eu entrevistei 19 filhos de presidentes, e a maioria gostou muito de morar lá. É um período tão cheio de atividades que passa muito rápido. E a Casa Branca significa poder. Podem pegar um avião particular para qualquer lugar do mundo. Conhecem muita gente, muitos artistas. Ganham brinquedos. O que é difícil é construir uma identidade separada da dos seus pais famosos. É uma luta que dura o resto da vida.

E a questão da privacidade?
A filosofia para criar filhos na Casa Branca evoluiu por muito anos, e a conclusão é que o melhor é manter os filhos longe da atenção pública. São muito agressivos nisso. Os amigos dos filhos, os professores, os pais dos amigos, todos são informados de que, se falarem com qualquer pessoa, serão excluídos do círculo da Casa Branca.

Há diferenças nas dificuldades entre os filhos de um mesmo presidente?
Sim. O filho mais velho, em geral o que tem o mesmo nome do pai, sofre muito mais pressão. Muitos morrem jovens e tem muitos problemas na vida. Não acho que seja coincidência. As pessoas têm expectativas muito altas em cima deles.

Deve ser especialmente difícil para um adolescente…
Sim. E os Obama dão pequenas doses de informação sobre Malia. Também criam a impressão de que ela é acessível, o que não é verdade.

Fonte: Folha de S.Paulo

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench