FILME: Precious

Sinopse 

A adolescente afro-americana, obesa, analfabeta Clareece “Precious” Jones (Gabourey Sidibe) vive no Harlem com sua familia desajustada; engravidada duas vezes pelo pai e em uma relação destrutiva com a sua mãe (Mo’Nique). Precious recebe o convite para entrar em uma escola alternativa, onde ela tem esperança de poder mudar a direção de sua vida.

O filme conta também com Mariah Carey que faz o papel de uma assistente social Mrs. Weiss, Paula Patton como a professora de Precious, Ms. Rain, e Lenny Kravitz como John, um enfermeiro.

Baseado no romance “Push”, do escritor norte-americano Sapphire, “Precious” foi um dos grandes vencedores do Festival de Sundance, em janeiro. O longa do produtor e diretor Lee Daniels consegue ser ao mesmo tempo tenso e divertido. Se é que agressões verbais e físicas, por mais “merecidas” que eventualmente sejam, possam figurar exatamente como diversão.

O fato é que, da primeira à última cena do longa – em que Mariah Carey aparece apenas em poucas (e boas) sequências como uma assistente social, e Kravitz como enfermeiro , é impossível não torcer por e simpatizar com Claireece Precious Jones. Não bastasse a violência sofrida em casa (surras, exploração e humilhação por parte da mãe; estupros, dois bebês e o vírus HIV contraído do pai), a garota ainda tem de encarar o preconceito dos colegas com sua aparência e um bloqueio em assimilar as lições passadas na escola.

 

vídeo em ingles

Elenco

  • Gabourey ‘Gabby’ Sidibe (Clareece ‘Precious’ Jones)
  • Mo’Nique (Mary)
  • Paula Patton (Ms. Rain)
  • Mariah Carey (Mrs. Weiss)
  • Lenny Kravitz (John)
  • Sherri Shepherd (Cornrows)
  • Nealla Gordon (Mrs. Lichtenstein)
  • Stephanie Andujar (Rita)
  • Amina Robinson(Jermaine Hicks)
  • Chyna Layne(Rhonda)
  • Xosha Roquemore (Jo Ann)
  • Angelic Zambrana (Consuelo)
  • Nia Fraser (Ruby)

Prêmios

  • Sundance Film Festival
    • Audience Award
    • Grand Jury Prize
    • Special Jury Prize:Mo’Nique
  • Golden Trailer Awards
    • Indicado Best Trailer – No Movie

Curiosidades

  • Originalmente o filme era chamado Push. Mas devido a um outro filme com o mesmo nome lançado nos cinemas americanos, o título foi alterado para Precious.
  • Mariah Carey teve que engordar e usar maquiagem para deixa-la feia para interpretar a assistente social Mrs. Weiss

+ sobre o tema

A revolução do cinema negro que desafiou Hollywood

O IMS paulista resgata 14 títulos das primeiras gerações...

‘Vuvuzelaço’ arrepia capitão do rúgbi sul-africano no título mundial de 95

Em entrevista ao jornal 'O Globo', François Pienaar afirma:...

Telejornal ‘JR África’ estreia na terça-feira para continente africano

O novo telejornal JR África, da Record África, já tem...

7 mulheres do rap brasileiro que você precisa conhecer

O rap nacional, no meu ver e ouvir tem...

para lembrar

Morre aos 80 anos o cantor Johnny Alf, precursor da bossa nova

O cantor e compositor Johnny Alf morreu no final...

Culturas negras ameaçadas

Ataques ao Centro “Mãe Sylvia de Oxalá” expõe a...
spot_imgspot_img

Gilberto Gil é homenageado na Uerj por contribuições culturais ao país

Cantor, compositor, escritor, produtor musical, imortal da Academia Brasileira de Letras, ex-ministro da Cultura. Dono de vários talentos e posições, Gilberto Gil ganhou nesta...

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...

NICHO 54 lança publicação inédita que investiga a história do Cinema Negro no Brasil 

Pesquisa que mapeou e consolidou dados sobre filmes produzidos por pessoas negras no Brasil de 1949 a 2022 encontrou 1.104 obras; 83% de toda...
-+=