Leci Brandão – Deputada comentou acusações de colega da Assembleia Legislativa paulista

Rodrigo Capote/UOL

Após o deputado estadual Roque Barbieri (PTB) afirmar que membros da Assembleia Legislativa de São Paulo ganhariam dinheiro com a venda de emendas parlamentares e fazendo lobby para empreiteiras, a deputada Leci Brandão (PCdoB) se defendeu das acusações nesta segunda-feira, em sua página na rede de microblogs Twitter.

“Quero dizer que em nenhum momento vendi emendas ou fiz lobby para quem quer que seja. Devo essa justificativa aos mais de 80 mil eleitores que votaram acreditando em nosso trabalho”, disse a deputada. “Nosso trabalho é pautado nas necessidades dos movimentos sociais. E vamos continuar trabalhando em prol da população”, completou.

Em entrevista a um colunista do jornal Folha da Região, de Araçatuba, Barbieri afirmou que há um “belo de um grupo” na Assembleia Legislativa enriquecendo com a venda de emendas, “apesar de não ser a maioria”. De acordo com o deputado, entre 25 a 30% dos seus colegas adotam a prática – a Assembleia conta com 94 parlamentares, sendo o maior Legislativo do Brasil.

O petebista, que integra a base aliada do governo Alckmin, não quis revelar nomes, pois não é “dedo-duro”, e acrescentou que aconselha seus colegas a pararem. “Aviso que, se um dia vier a cassação do mandato deles, para não vir me pedir o voto que eu vou votar para cassá-los”, disse.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, o Ministério Público foi alertado pelo vereador Dr. Nava (PSC), de Araçatuba, no dia 11 de agosto, um dia depois que a entrevista foi feita. A investigação está sob a responsabilidade da Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, braço do MP que rastreia desvios e corrupção na administração.

Fonte: Terra

-+=