Lupita Nyong’o é a nova embaixadora na luta contra a extinção dos elefantes na África

Lupita N’yongo, aos 32 anos, já ganhou Oscar de melhor atriz por “12 anos de escravidão”, foi eleita mulher mais bonita do mundo e chegou até a ser classificada como “a mulher do ano” em 2014 pela revista Glamour. Agora, a atriz está engajada em defender a luta contra a extinção de elefantes na África. Ela foi nomeada embaixadora global da causa pela ONG WildAid.

Segundo a ONG, todos os anos são caçados mais de 30 mil elefantes, cujas presas de marfim são vendidas a 2.000 dólares o quilo na China e em outros países asiáticos. Voltar ao seu país e origem, Quênia, e visitar um parque nacional de elefantes, mudou a perspectiva da atriz sobre o assunto: “Foi a primeira vez que tive um contato íntimo com elefantes. O que me chamou a atenção foi como grandes e tranquilos eles são. Foi uma experiência linda”, declarou.

A ONG WildAid recorre a famosos para divulgar suas causas alertem sobre a caça ilegal e os crimes contra a fauna. “Estou orgulhosa de minha herança queniana e parte dessa herança é o paraíso incrível que foi colocado sob nossos cuidados”, afirmou. Durante a visita, Lupita publicou algumas imagens em seu Instagram em que mostra a interação com os animais:

+ sobre o tema

Joias de Michelle Obama roubam a cena em jantar na Casa Branca

Aconteceu na noite de sábado (01) o jantar anual...

Tyson Gay e Asafa Powell são pegos no doping e estão fora do Mundial

Velocistas americano e jamaicano têm em seus currículos medalhas...

Pharrell Williams batalha por filme sobre preconceito

Cantor compôs músicas para o filme 'Estrelas Além do...

Mulheres Africanas: documentário mostra trajetória de luta

"Mulheres Africanas", documentário da Cinevideo, em homenagem ao Dia...

para lembrar

Escravidão persiste no Brasil: 283 pessoas libertas somente em 2013

Entre 1995 e 2012, quase 45 mil trabalhadores foram...

Propaganda para o Festival de Cacao em Gana

Essa música foi feita para o festival do cacau,...

Ricardo de Oliveira conquista primeiro ouro do Brasil nas Paralimpíadas

O Brasil ganhou a primeira medalha de ouro nos...

Joburg Ballet, o outro sonho de Mandela

Durante o ‘apartheid’, o balé era só de brancos...
spot_imgspot_img

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...
-+=