Lupita Nyong’o é eleita a mulher do ano pela a revista Glamour

Depois de ser eleita a mulher mais bonita do ano pela revista People, ser chamada de “garota dourada de Hollywood” ao estampar a capa da revista Vogue americana, ser eleita a nova embaixadora da Lâncome, isso sem falar do maior título: o Oscar de melhor atriz por “12 anos de escravidão” que a fez ganhar notoriedade.

Lupita agora ostenta o título de mulher do ano, dado pela edição americana da revista Glamour. E não é para menos: a vencedora do Oscar ganhou o mundo, e redefiniu os conceitos de sucesso e beleza ao redor do mundo – por apenas ser quem é. O resto é história.

(Foto: Divulgação/ Glamour)

A atriz, que explodiu após seu desempenho no longa de Steve McQueen, atingiu rapidamente a fama, e conseguiu ter um impacto (nada momentâneo) nas indústrias da moda e do cinema, que é chamado de “Efeito Lupita” por alguns. Quem não quer ter o mesmo batom ou o esmalte que ela está usando? Na entrevista para a publicação, fama, dinheiro e quebra de padrões não ficaram de fora. Ela conta como reage ao tal “efeito”:

“Eu dou risada. Eu ouço as pessoas falando em imagens populares, mudanças culturais, e isso me faz bem. Significa que a menina que eu era, há um tempo, hoje tem uma imagem que está sendo difundida, e que me faz acreditar que todas podem ser bonitas, dignas… Até eu ver pessoas que se pareciam comigo, fazendo coisas que eu queria, eu não tinha tanta certeza que isso era uma possibilidade. Ver Whoopi Goldberg e Oprah no filme “A Cor Púrpura”, me fez perceber: “Oh, eu poderia ser atriz”. Nós plantamos essa semente, a da possibilidade.”

A atriz, de 31 anos, após ganhar o Oscar e participar do programa da comediante Ellen DeGeneres na TV americana, conseguiu colocar a hashtag #LupitasLipBalm nos Trending Topics no Twitter. E mais tarde a marca de seu batom divulgou que o produto estava esgotado.

Considerada um fenômeno, Nyong’o disse à revista Glamour que aceitar o título de “celebridade” não foi tão fácil como parece. Quanto questionada sobre como sua vida mudou depois de ganhar um Oscar, ela aponta:

“Esta é realmente uma conversa que eu estou ansiosa para ter daqui a dez anos, quando tudo isso estiver à minha sombra e eu tiver uma outra visão sobre o que aconteceu – agora ainda estou ajustando, entendendo. Acho que, resumidamente, me sinto ‘catapultada’ para um lugar diferente. Eu dei uma pequena ‘guinada’. Eu tinha um sonho de ser atriz, mas não pensava em ser famosa. E eu ainda não descobri como é ser uma celebridade, isso é algo que eu estou aprendendo, e eu gostaria que houvesse um curso para isso [risos]. Eu tenho consciência de que o meu papel seja maior do que eu imagino.”

A entrevista completa com a atriz pode ser lida, na íntegra, em inglês, no site oficial da Glamour. Veja mais imagens do ensaio:

lupita2
(Foto: Divulgação/ Glamour)
lupita3
(Foto: Tom Munro/ Glamour)

 

+ sobre o tema

Forças de Gbagbo repelem ataque a residência de líder marfinense

ABIDJAN (Reuters) - Forças leais a Alassane Ouattara,...

Os sentidos estéticos da dança Africana

Por que muitas das danças africanas são realizadas em...

Coalizão Negra se prepara para lançar mais de 50 pré-candidaturas nas eleições deste ano

A Coalizão Negra por Direitos se prepara para lançar, no dia...

para lembrar

“Pantera Negra” vence prêmio principal do SAG Awards

O filme "Pantera Negra" foi o vencedor da principal categoria...

O Casamento de Alicia Keys e Swizz Beatz

O Casamento de Alicia Keys e Swizz Beatz. A cantora...

LAB – Performance and Ritual – with Luanda Carneiro Jacoel

Based on performative aspects of Afro-Brazilian traditional dances the...

Elza Soares cria canal no YouTube e responde famosos

Aos 79 anos, Elza Soares criou um canal no YouTube. Na primeira...
spot_imgspot_img

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...
-+=