segunda-feira, junho 1, 2020

    Resultados da pesquisa por 'estupro'

    Valter Campanato/Agência Brasil.

    STJ indefere liminar e 4 mulheres vão a júri por aborto

    O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Félix Fisher, indeferiu, há pouco, o habeas corpus solicitado pelas quatro profissionais acusadas de praticar 25 abortos e manteve o júri popular previsto para esta quarta-feira, a partir das 8h. Por: Edivaldo Bitencourt   Foto: Valter Campanato/Agência Brasil. Ele indeferiu o pedido às 17h41 de hoje e manteve o julgamento da psicóloga Simone Aparecida Cantagessi de Souza e das enfermeiras Rosângela de Almeida, Maria Nelma de Souza e Libertina de Jesus Centurion. O magistrado determinou o encaminhamento do pedido para manifestação do MPF (Ministério Público Federal), que não deverá emiti-lo a tempo de evitar o julgamento, que será presidido pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos. Elas foram denunciadas porque trabalhavam na Clínica de Planejamento Familiar, da ex-médica Neide Mota Machado. Ela se matou em novembro do ano passado. A Polícia Civil ...

    Leia mais
    haiti_ceremonia-vudu_

    O Vodu e a Resistência Negra no Haiti

    Jaqueline Lima Santos* Resumo No dia 12 de janeiro de 2010 o Haiti foi atingido por um terremoto que destruiu parte do território do país e deixou milhares de mortos e feridos. O Haiti teve uma árdua experiência de luta contra a colonização e foi o primeiro país das Américas a acabar com a escravidão e se tornar independente. Essa luta protagonizada pela população negra do país desembocou na primeira república negra das Américas. Após esse terremoto declarações de um pastor norte-americano e do cônsul do Haiti no Brasil geraram polêmicas na mídia a nível mundial, ambos associam a catástrofe ambiental a escolha religiosa do povo haitiano, o Vodu. Este presente ensaio aborda a trajetória que levou o Haiti a independência em 1804 e o papel que o Vodu cumpriu nesse processo, além da perseguição religiosa sofrida pelos praticantes do Vodu antes e depois desse período.   Palavras-chave: Vodu, Haiti, ...

    Leia mais

    Decorador é preso por abusar de meninas de 10 e 13 anos em SP

    Um decorador de 44 anos foi preso pela Polícia Militar sob a acusação de abusar sexualmente de duas meninas de 13 e 10 anos em Diadema, na Grande São Paulo. A prisão ocorreu por volta das 15h de domingo, no Jardim Casa Grande. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), o pai das vítimas foi até o 1º Distrito Policial do município registrar ocorrência. Segundo ele, na noite de sábado levou suas filhas a um forró, onde o acusado também estava. As meninas contaram ao pai que o decorador havia beijado e feito carícias nelas por diversas vezes. O pai das garotas relatou à polícia que o acusado estava numa borracharia localizada no Jardim Casa Grande. Os policiais foram até o local e encontraram o decorador. Em seguida, foram até a casa das vítimas, que o reconheceram como autor do delito. A adolescente afirmou aos ...

    Leia mais
    blood-drop

    Por uma desracialização de fato! Entrevista com Carlos Moore

    O principal objetivo de "Racismo e Sociedade", novo livro de Carlos Moore, doutor pela Universidade Paris VII, é desmontar a estrutura simbólica do racismo. "O racismo é algo que permeia toda a sociedade.   As relações interpessoais são o reflexo do racismo, elas refletem o que é dominante na sociedade", defende o autor, na entrevista a seguir, concedida com exclusividade a este jornal: Gazeta Mercantil - O senhor diz que "o racismo é prejuízo para o racista". O Brasil vive hoje uma realidade repleta de desigualdade. O senhor alia essas desigualdades ao racismo?   Sim. O racismo é algo que permeia toda a sociedade. As relações interpessoais são o reflexo do racismo, elas refletem o que é dominante na sociedade. São as relações interpessoais, elas por si, que são o refúgio exclusivo do racismo. É uma, metaconsciência que permeia toda a sociedade.   Gazeta Mercantil - A idéia de um ...

    Leia mais
    Mike_Tyson

    Documentário ‘Tyson’ radiografa ascensão e queda de boxeador

    Premiado em Cannes, filme estreia em São Paulo nesta sexta (29).No longa, Mike Tyson revela-se diante da câmera com franqueza rara. Diretor de ficção conhecido por filmes como "Preto e branco", embora sem nenhum grande sucesso em seu currículo, o norte-americano James Toback tem o grande momento de sua carreira em seu primeiro documentário, "Tyson", que estreia apenas em São Paulo nesta sexta-feira (29).   Realizado em 2008, o filme recebeu o prêmio "Coup de Coeur" da mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes naquele ano. E com razão. O documentário é um dos mais completos perfis do boxeador Mike Tyson, que conhece Toback há vários anos.   Por conta dessa proximidade, o lutador revela-se diante da câmera com uma franqueza raras vezes vista. Dispõe-se a falar mesmo dos momentos mais tristes e embaraçosos de sua vida sem qualquer censura. Trajetória do boxeador Fazendo bom uso de numerosas cenas ...

    Leia mais

    Pesquisa avalia opinião de parlamentares sobre direitos da mulher

    Levantamento feito pelo Cfemea mostra avanços na área de direitos trabalhistas, e crescimento da influência religiosa nas decisões dos parlamentares   Marcello Larcher O Congresso está mais aberto a reivindicações femininas, especialmente em relação a direitos das mulheres no mercado de trabalho, apesar de ter se tornado mais conservador em relação a temas como o aborto, por exemplo. Essa foi a principal conclusão da pesquisa "Como Parlamentares Pensam os Direitos das Mulheres?", realizada pelo Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea), que entrevistou 321 parlamentares, entre deputados e senadores. A organização não-governamental acompanha o trabalho do Congresso desde 1989, e esta é a quinta legislatura analisada pela pesquisa. "A ideia principal, ao fazer esse tipo de pesquisa, é conhecer a opinião dos parlamentares e informá-los sobre os temas importantes para o movimento feminista", explicou a cientista política Patrícia Rangel, assessora do Cfemea. Em todas as edições a pesquisa procura agrupar ...

    Leia mais
    pndh3

    PNDH3: Entidades criticam revisão de trecho que defende aborto

    Com fim de apoio à descriminalização, o Brasil vai descumprir compromissos internacionais, dizem ONGs de direitos da mulher Após pressão da igreja, Lula deverá fazer um documento com a defesa genérica do assunto apenas dentro do contexto de saúde pública JOHANNA NUBLAT Entidades que defendem os direitos da mulher classificaram ontem como "grave retrocesso" a revisão do terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos no trecho de defesa do aborto. De acordo com os grupos, o Brasil vai descumprir compromissos internacionais. O texto original do decreto dizia que o governo apoiaria "projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos". Após pressão da Igreja Católica, o presidente Lula recuou e deverá fazer um documento com uma defesa genérica do assunto apenas dentro do contexto de saúde pública. Pela nova redação que o governo estuda fazer será retirada a parte que fala da autonomia ...

    Leia mais
    PNDH-3

    Programa Nacional de Direitos Humanos – PNDH-3 – DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009

    DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009. Aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3 e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea "a", da Constituição DECRETA: Art. 1o Fica aprovado o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3, em consonância com as diretrizes, objetivos estratégicos e ações programáticas estabelecidos, na forma do Anexo deste Decreto. Art. 2o O PNDH-3 será implementado de acordo com os seguintes eixos orientadores e suas respectivas diretrizes: I - Eixo Orientador I: Interação democrática entre Estado e sociedade civil: a) Diretriz 1: Interação democrática entre Estado e sociedade civil como instrumento de fortalecimento da democracia participativa; b) Diretriz 2: Fortalecimento dos Direitos Humanos como instrumento transversal das políticas públicas e de interação democrática; e c) Diretriz 3: Integração e ampliação dos sistemas de informações em Direitos Humanos e construção de ...

    Leia mais
    uganda-map_

    O papel dos americanos na empreitada antigay de Uganda

    Em março, três evangélicos americanos, cujos ensinamentos sobre a "cura" de homossexuais foram amplamente repudiados nos Estados Unidos, chegaram à capital de Uganda para ministrar uma série de palestras.O tema do evento, de acordo com Stephen Langa, seu organizador ugandense, era o "plano gay - todo aquele plano oculto e obscuro" - e a ameaça que homossexuais impunham a valores baseados na Bíblia e à família africana tradicional.Por três dias, de acordo com participantes e gravações de áudio, milhares de ugandenses, inclusive agentes de polícia, professores e políticos, ouviram fascinados os americanos, que foram apresentados como especialistas em homossexualismo. Os visitantes discutiam como transformar os gays em heterossexuais, como gays muitas vezes sodomizavam garotos adolescentes e como "o movimento gay é uma instituição do mal", cujo objetivo é "derrotar a sociedade baseada em casamento e substituí-la por uma cultura de promiscuidade sexual".Agora os três americanos estão se vendo na defensiva, ...

    Leia mais
    medico

    Gilmar Mendes concede liberdade ao médico Roger Abdelmassih

    Roger Abdelmassih deve passar o Natal em casa. O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, concedeu um habeas corpus na noite desta quarta-feira determinando a soltura do médico. O pedido foi impetrado no STF na segunda (21) pelos advogados Márcio Thomaz Bastos e José Luis Oliveira Lima. O médico ficou preso por cerca de quatro meses. Na decisão, Mendes afirma que a prisão preventiva do médico, "sem a demonstração de fatos concretos", resultou em "mero intento de antecipação de pena". Abdelmassih está preso desde o dia 17 de agosto, sob a acusação de ter cometido atentado violento ao pudor e estupro contra ex-pacientes. Ele já teve pelo menos outros cinco pedidos de liberdade negados pela Justiça, e permanecia detido em São Paulo. Fred Chalub/Folha Imagem Abdelmassih, acusado de atentado violento ao pudor e estupro contra ex-pacientes Os advogados do médico alegavam entre outras coisas, que não existia ...

    Leia mais
    A demonstrator holds a baloon that reads "Legal abortion now" during a protest against femicides and violence against women in Buenos Aires, Argentina, June 4, 2018. REUTERS/Marcos Brindicci

    Governo defende liberar aborto

    Programa federal retoma polêmica e recomenda ao Congresso descriminalizar a interrupção de gravidez por: Renata Mariz, do Correio Braziliense  Foto: REUTERS/Marcos Brindicci Em um dos últimos atos oficiais de 2009, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançará, nesta segunda-feira (21/12), o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos que, em 121 páginas, traz temas consensuais na sociedade e alguns pontos controversos. Um deles, mencionado na edição anterior do programa de forma evasiva, é a interrupção da gravidez. Na versão atual do documento, está clara a recomendação para que o Legislativo modifique o Código Penal de forma a garantir a "descriminalização do aborto". Enquanto entidades ligadas aos direitos da mulher comemoram a posição clara do governo federal, deputados da Frente Parlamentar pela Vida, que reúne políticos ligados a diversos credos religiosos, prometem uma reação agressiva contra qualquer tentativa de ressuscitar o tema no Congresso Nacional. "Irei acompanhar ...

    Leia mais
    central_mulher_180d

    Violência contra a mulher, um problema de saúde pública

    por Andréa Fachel Leal*Desde 1999, a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou que 25 de Novembro é o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.Que importância tem essa data? Por que um dia especial?É bom lembrar que esse é um problema de muitas pessoas. As mulheres constituem pelo menos metade da população mundial. Em algumas faixas etárias, como a dos idosos, são mais da metade das pessoas. Em todo o mundo, as mulheres têm maior expectativa de vida do que os homens. As mulheres sobrevivem aos homens, mas não podemos concluir que as mulheres tenham melhores condições de saúde do que eles.Apesar de tantas mulheres no planeta, elas foram apenas muito recentemente reconhecidas como sujeitos plenos de direitos: na Conferência Mundial sobre Direitos Humanos, ocorrida em Viena em 1993, declarou-se que os direitos das mulheres são direitos humanos. Acabaram-se as fronteiras entre o espaço público e o espaço ...

    Leia mais
    m-penha

    Em dois anos, mais de 78 mil mulheres foram agredidas em MT

    Mais de 78 mil mulheres agredidas em apenas oito municípios de Mato Grosso nos últimos dois anos. O dado estarrecedor foi contabilizado em Delegacias, Juizados e Varas Judiciais responsáveis pela apuração desses crimes. O crescente número de violência contra a mulher motivou o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM-MT) a promover nesta quinta-feira (10) um seminário com o tema "Violência contra a mulher é a violação aos Direitos Humanos" a partir das 08h no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), em Cuiabá. Na mesma data também se comemora o encerramento da campanha 16 Dias de Ativismo pelo fim da violência doméstica.   O evento também será uma oportunidade para sensibilizar os governantes pela adesão ao Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher. Mato Grosso é um dos três Estados que ainda não aderiu ao pacto. A Defensoria Pública, entre outras instituições, é parceira da Secretaria ...

    Leia mais
    congo

    No Congo, casas para denunciar as violências sexuais

    Por Elise VincentDe Goma (Congo) Barbárie cotidiana Duas mulheres, uma com o filho no colo, ambas vítimas de estupro, esperam por tratamento em hospital de Bukavu, no Congo Todos os dias, em Goma, mulheres chegam para relatar uma paz como ela não se pretende. Relatos em voz baixa, com mímicas dos golpes, o sutiã ou a saia levantados para mostrar os ventres e os seios feridos. Muitas vezes elas chegam sozinhas, das cidades vizinhas, e os relatos se encadeiam, nos quartos escuros. Aqui, são chamadas de "casas de escuta". As mais cuidadas têm uma cama e uma cortina. Outras são barracos de madeira com teto de lona, possuem somente um banco, uma mesa baixa com uma toalha branca. Zawadi tem 23 anos e as palavras daquela que traduz por ela: "Eu não conheço essa paz da qual sempre se fala". A palavra que ela não diz é "estupro". O último ...

    Leia mais

    Mulher corta pênis do companheiro com faca de cozinha no Espírito Santo

    Fonte: O Globo - VITÓRIA- Uma mulher de 24 anos cortou o órgão genital do companheiro em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo. Ela ficou revoltada após a filha de 6 anos relatar que havia sido abusada sexualmente pelo padrasto, de 26 anos, na noite do último sábado. A família vivia junto há cerca de quatro anos e a menina é filha do primeiro casamento da mãe. Ela tem ainda mais uma menina de 2 anos, fruto da segunda união.   De acordo a Polícia Civil, no sábado passado, a menina estava com a avó, que é deficiente visual, enquanto a mãe estava na casa de uma amiga. Foi quando o homem retirou a menina da presença da avó e a levou para o quarto, onde tentou manter relações sexuais com ela. Ao sentir dor, a menina gritou e o homem a deixou, ameaçando bater na enteada caso ela contasse ...

    Leia mais
    unifem

    Revista CLAUDIA entrevista Inés Alberdi, diretora executiva da Unifem

    Fonte: Revista Claudia - Um relatório recém-lançado pelo fundo da ONU que se dedica às questões femininas revela que os países têm feito muito pouco - ou quase nada - para diminuir a diferença salarial entre homens e mulheres, acabar com a mortalidade materna e nos dar condições para assumir a cota que nos cabe na gestão dos negócios e da política. A diretora executiva do Unifem, Inés Alberdi, faz aqui um balanço da nossa situação, que precisa mudar urgentemente. Você é parte dessa luta pressionando nossos governantesEm 2000, a comunidade internacional estabeleceu metas para o desenvolvimento do milênio e marcou um prazo para que elas se concretizassem: o ano de 2015. Ultrapassamos a metade do tempo e a conclusão da ONU é que há alguns avanços, como a redução do número de pessoas que vivem com menos de 1 dólar por dia. Mas, no que se refere às mulheres, ...

    Leia mais
    precious

    FILME: Precious

    Sinopse   A adolescente afro-americana, obesa, analfabeta Clareece "Precious" Jones (Gabourey Sidibe) vive no Harlem com sua familia desajustada; engravidada duas vezes pelo pai e em uma relação destrutiva com a sua mãe (Mo'Nique). Precious recebe o convite para entrar em uma escola alternativa, onde ela tem esperança de poder mudar a direção de sua vida. O filme conta também com Mariah Carey que faz o papel de uma assistente social Mrs. Weiss, Paula Patton como a professora de Precious, Ms. Rain, e Lenny Kravitz como John, um enfermeiro. Baseado no romance "Push", do escritor norte-americano Sapphire, "Precious" foi um dos grandes vencedores do Festival de Sundance, em janeiro. O longa do produtor e diretor Lee Daniels consegue ser ao mesmo tempo tenso e divertido. Se é que agressões verbais e físicas, por mais "merecidas" que eventualmente sejam, possam figurar exatamente como diversão. O fato é que, da primeira à ...

    Leia mais
    unb1

    Caso UNIBAM: Jovens tiram a roupa para repudiar machismo na universidade

    Grupo de 250 pessoas fez passeata até o Salão de Atos da Reitoria para apoiar a aluna Geisy Arruda, ameaçada no mês passado na Uniban   Às 14 horas desta quarta-feira cerca de 250 estudantes - alguns nus, outros vestidos apenas com roupas íntimas - chegaram à reitoria da Universidade de Brasília em protesto contra a atitude machista dos estudantes da Uniban de São Bernardo do Campo (SP) contra estudante Geisy Arruda. Os alunos estão no Salão de Atos da Reitoria para entregar ao reitor José Geraldo de Sousa Júnior um documento com reivindicações de políticas institucionais para a segurança da mulher na instituição.   O grupo considera o caso de Geisy absurdo e o comparam com situações de preconceito e machismo registrados na UnB. Um exemplo citado durante a manifestação foram os atos de violência sexual ocorridos na universidade, como o ataque a uma estudante de 18 anos, em abril deste ano. Manifestantes percorrem o campus chamando a comunidade ...

    Leia mais
    Images crime faixa

    O crime de ser mulher

    BRASÍLIA - Noutro dia, uma mulher de mais de 60 anos foi amordaçada, torturada e violentada por um criminoso que entrou na sua casa, em Brasília, fazendo-se passar por bombeiro eletricista. Fonte: Folha de São Paulo Por Eliane Cantanhêde É dramático, mas comum. Pior foi a entrevista da delegada (delegadaaa!) a uma rádio, em que ela nem sequer fez referência ao crime e ao criminoso, centrando suas suspeitas (ou seriam certezas?) sobre a própria vítima: se nunca tinha visto o homem, como entabulou conversa com ele? Se morava sozinha, como deixou o estranho entrar? E sentenciou: "Há muita coisa estranha nessa história". Nada disse sobre o estupro, a violência, a covardia, as escoriações, as muitas horas que a mulher havia ficado ferida, amarrada e amordaçada. No inconsciente da delegada, a vítima era a ré. Afinal, uma mulher madura, sozinha, sabe-se lá! É o que ocorre na Uniban, quando vândalos recalcados ...

    Leia mais
    Debora Diniz2

    O urro ancestral da faculdade injuriada

    Universitários que encurralaram a colega de vestido curto não eram delirantes: eram agressores mesmo Por: Debora Diniz*   Vídeos veiculados pelo YouTube mostram a estudante de Turismo Geisy Arruda, da Uniban, em São Bernardo do Campo, sendo xingada e acuada por outros alunos por causa do comprimento do vestido. Ela teve de ser escoltada para fora do prédio por policiais. O caso não caberia nem em um folhetim vulgar, não fosse o YouTube denunciando a verdade. A "puta da faculdade" é uma história bizarra: uma mulher de 20 anos é vítima de humilhações. A razão foi um vestido rosa e curto que a fazia se sentir bonita. Sem ninguém saber muito bem como o delírio coletivo teve início, dezenas de pessoas passaram em coro a gritar "puta" e ameaçá-la de estupro. A saída foi esconder-se em uma sala, sob os urros de uma multidão enfurecida pela falta de decoro do ...

    Leia mais
    Página 103 de 105 1 102 103 104 105

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist