Resultados da pesquisa por 'indígenas'

    fatima oliveira

    Afinal, o que os letrados chamam de “racialização”?

    Por: Fátima Oliveira     {xtypo_quote}"Mas é preciso ter força, é preciso ter raça/ É preciso ter gana sempre/ Quem traz no corpo a marca/ Maria, Maria mistura a dor e a alegria/ Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça/ É preciso ter sonho sempre/ Quem traz a fé nessa marca/ Possui a estranha mania de ter fé na vida"... (Maria, Maria, Fernando Brant e Milton Nascimento){/xtypo_quote} É certo que não construiremos um país justo e democrático sem que os brancos compartilhem com os negros os seus privilégios seculares. No caso brasileiro, compartilhar privilégios significa também que os brancos terão menos do que sempre foi exclusivamente seu. Não há como ser diferente. O caderno Mais! da Folha de S.Paulo, de 9 de julho de 2006, sob a manchete "A guerra das cotas", além de outros textos contém duas entrevistas exemplares das posições pró e contra as cotas: Peter ...

    Leia mais
    08

    Cotas em debate

    - Fonte: O Povo Online - A polêmica política de cotas em universidades, que vem sendo implantada aos poucos no Brasil desde 2003, é o tema discutido no Seminário Racismo e Ações Afirmativas no Ceará,que acontece hoje e amanhã, na Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC). A UFC ainda não se posicionou institucionalmente diante do tema. "Estamos em defasagem comparadas a outras universidades brasileiras públicas como a UERJ, USP, Unicamp, UnB, UFBA. A discussão tem que avançar", reconhece a professora Mirtes Amorim, do departamento de Filosofia da UFC. Segundo a professora, a reflexão fundamental a ser feita neste momento é se a Universidade Federal do Ceará é favorável a uma política especial para segmentos que são tratados de forma diferente no Brasil, como negros, pobres e indígenas. O debate vem à tona devido ao atual projeto que já foi aprovado na Câmara Federal e tramita atualmente no ...

    Leia mais
    crying-2

    TJ suspende cotas em universidades públicas do Rio de Janeiro

    - Fonte: Estado de São Paulo - Publicada - 25 - 05 - 2009 - Ação contra cotas para negros e estudantes de escolas públicas foi proposta pelo deputado Flávio Bolsonaro RIO DE JANEIRO - O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro concedeu na tarde desta segunda-feira, 25, uma liminar que suspende os efeitos da lei estadual que estabeleceu cotas em universidades públicas estaduais. A ação contra as cotas para negros e estudantes de escolas públicas foi proposta pelo deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP), que entrou na Justiça com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN). O deputado, que também é advogado, defendeu a ação no plenário do Órgão Especial. Para ele, a lei é demagógica, discriminatória e não atinge seus objetivos. "O preconceito existe, não tem como negar, mas a lei provoca um acirramento da discriminação na sociedade. Até quando o critério cor da pele vai ...

    Leia mais
    BA - BOLSA FAMÕLIA/BLOQUEIO - CIDADES - Uma enorme fila se formou no Centro de   InformaÁ„o e Atendimento Social, na   Avenida Djalma Dutra, em Salvador,   nesta quarta-feira, apÛs o bloqueio   inexplicado de cartıes de saque do   Bolsa FamÌlia.     24/09/2008 - Foto: WELTON ARA⁄JO/AG NCIA A TARDE/AE

    ONU pede que Bolsa-Família seja ampliado

    - Fonte: Folha de São Paulo - Welton Araújo/Agência a Tarde/Estadão Conteúdo Relatório divulgado ontem pela Organização das Nações Unidas alerta que o Bolsa Família tem sido insuficiente para eliminar as desigualdades sociais no Brasil e recomenda que o programa seja ampliado. Segundo o Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, o programa ainda não alcança as famílias mais miseráveis, como as indígenas, e precisa ter seus benefícios elevados para cobrir as carências básicas da população.     Matéria original: ONU PEDE QUE BOLSA FAMÍLIA SEJA AMPLIADO

    Leia mais

    Conferência nacional discute igualdade dos povos

    - Fonte: Gazeta Web- Thinkstock/Getty Images Evento foi construído com as demandas das conferências municipais e regionais A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) participa no período de 25 a 28 de junho, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília (DF), da II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Conapir). Durante o evento, os participantes terão a oportunidade de ampliar o diálogo, e a cooperação entre órgãos e entidades governamentais e não governamentais de promoção da igualdade racial. Segundo a gerente de Educação Étnico-Racial e de Gênero da SEE, e uma das delegadas representantes de Alagoas na II Conapir, Irani da Silva Neves, Alagoas levará 135 delegados para participar desta conferência. "Teremos representantes da sociedade civil, das comunidades de terreiro, quilombola e indígena. Além desses segmentos, participarão também representantes do governo estadual, dos municípios e alguns parlamentares do Estado", disse. Irani Neves ressalta que todos ...

    Leia mais
    Abdias Nascimento em Nova York, 1997. (Foto: Cheste Higgins Jr/ ACERVO ABDIAS NASCIMENTO/ IPEAFRO)

    Ação afirmativa: o debate como vitória

    DA TRIBUNA DA Câmara costumava dizer que a Abolição da Escravatura no Brasil não passava de uma bela mentira cívica. Hoje posso reafirmá-lo com o apoio de pesquisas quantitativas produzidas nas últimas décadas por instituições respeitadas como o IBGE e o DIEESE, que vêm revelando a extensão do hiato entre negros e brancos no Brasil. A diferença nos salários, na escolaridade, na expectativa de vida e na mortalidade infantil mostra uma desigualdade racial tão ampla, persistente e difusa que não pode ser explicada pela herança da escravidão ou as diferenças de classe. Pesquisas qualitativas mostram os mecanismos de racismo nas escolas e nos meios de comunicação, responsáveis por manter, reforçar e atualizar a imagem (e auto-imagem) negativa da população negra. A polícia e o Judiciário dispensam um tratamento discriminatório aos afro-brasileiros no contexto de um quadro de violência em que os jovens negros sofrem uma elevadíssima taxa de mortalidade. Tudo ...

    Leia mais
    onu

    Comitê da ONU faz sugestões ao Brasil

    Fonte: lista [email protected]       O Comitê de Direitos Econômicos Sociais e Culturais das Nações Unidas encerrou em 22 de maio corrente o 42º período de sessões no qual,entre outros procedeu a análise do Segundo Relatório Periódico sobre o cumprimento do Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais pelo Brasil. Mesmo que o documento oficial, com o texto das observações conclusivas sobre o Brasil, ainda não tenha sido publicado, segundo o release publicado pelo site das Nações Unidas, o Comitê fez as seguintes observações sobre o Brasil. "O Comitê, entre aspectos positivos no segundo relatório periódico do Brasil, deu boas-vindas à adoção da "Lei Maria da Penha", em 2006, que previu a repressão da violência doméstica contra as mulheres,incluindo o auxílio às vítimas; a remoção do código penal do conceito discriminatório de "mulher honesta", que era aplicado em determinados casos da violência sexual contra as mulheres; a introdução, ...

    Leia mais
    Ricardo Stuckert/Agência Brasil

    Ação afirmativa: o debate como vitória

    Por: Abdias Nascimento DA TRIBUNA DA Câmara costumava dizer que a Abolição da Escravatura no Brasil não passava de uma bela mentira cívica. Hoje posso reafirmá-lo com o apoio de pesquisas quantitativas produzidas nas últimas décadas por instituições respeitadas como o IBGE e o DIEESE, que vêm revelando a extensão do hiato entre negros e brancos no Brasil. A diferença nos salários, na escolaridade, na expectativa de vida e na mortalidade infantil mostra uma desigualdade racial tão ampla, persistente e difusa que não pode ser explicada pela herança da escravidão ou as diferenças de classe. Pesquisas qualitativas mostram os mecanismos de racismo nas escolas e nos meios de comunicação, responsáveis por manter, reforçar e atualizar a imagem (e auto-imagem) negativa da população negra. A polícia e o Judiciário dispensam um tratamento discriminatório aos afro-brasileiros no contexto de um quadro de violência em que os jovens negros sofrem uma elevadíssima taxa ...

    Leia mais
    Brasília - Senador José Serra, com a imprensa, durante reunião da Executiva Nacional do PSDB (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

    Serra chama negros tucanos ao Palácio para abafar crise

    Fonte: Afropress   Brasília - Senador José Serra, com a imprensa, durante reunião da Executiva Nacional do PSDB (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)   S. Paulo - A crise aberta com as manifestações de indignação às declarações do Secretário de Relações Institucionais do Governo do Estado, José Henrique Reis Lobo (foto), na semana passada, de que embora simpatize com o tema, ações afirmativas "só em 500 anos", bateu as portas do Palácio dos Bandeirantes. A coordenação política do Governo do Estado entrou em ação e aconselhou Lobo a moderar declarações que envolvam o tema e, paralelamente, chamou ao Palácio a presidente do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado, professora Elisa Lucas Rodrigues, e negros tucanos graduados, como o presidente do Tucanafro no Estado, Carlos Augusto, e a coordenadora Especial de Assuntos da População Negra (CONE/SP), Maria Aparecida de Laia. As conversas se deram ...

    Leia mais

    A educação das relações étnico-raciais em compasso de espera

    É sabido que sem adotar uma segregação legal, a República elegeu o princípio formal da "igualdade perante a lei" que foi incorporada à carta constitucional já em 1891. Como resultado dessa orquestração, pautado na ideologia dominante de embraquecimento, pouco foi feito no campo educacional para favorecer a população afro-brasileira, tanto no que diz respeito à legislação quanto à elaboração e implementação de políticas públicas, para a construção da dignidade da população negra e para o rompimento, via educação, de práticas racista e discriminatórias. Por: Eliane Cavalleiro Reprodução/Facebook A primeira Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB, lei 4024 de 1961 determina " condenação a qualquer tratamento desigual por motivo de convicção filosófica, política ou religiosa, bem como quaisquer preconceitos de classe ou de raça" Todavia, não prescreve um ensino de valorização da diversidade étnico-racial presente na sociedade, menos ainda orienta para a eliminação das desigualdades raciais que ...

    Leia mais

    SPFW: Grifes silenciam sobre negros

    Fonte: Zero Hora Foto: Daniel Teixeira/Estadão O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que recomenda uma cota para modelos negros e indígenas no São Paulo Fashion Week foi recebido com silêncio por boa parte das grifes participantes do evento. Dez marcas procuradas pelo Segundo Caderno informaram, por meio de suas assessorias, que não se pronunciarão sobre o assunto. O São Paulo Fashion Week (SPFW), maior evento de moda da América Latina, começa no próximo dia 15. Após um ano de investigações pelo Ministério Público paulista sobre supostas práticas de racismo na semana de moda, o TAC foi assinado na quarta-feira. A organização do evento se comprometeu, junto ao MP, a sugerir às grifes participantes uma cota mínima - 10% do total de modelos - para negros e indígenas. Na edição de janeiro de 2008, havia apenas oito negros entre os 344 modelos (2,3%). O assunto rendeu declaração incendiária da estilista ...

    Leia mais

    Acordo para cota étnica provoca polêmica no mundo da moda

    Fonte: Roxane Ré A baiana Anne Barreto, 19, também afirmou que ainda existe muito preconceito racial, mas disse ser contra as cotas. "Acho que não deveriam existir cotas. Infelizmente há muito preconceito no mundo e em todos os setores da sociedade. O preconceito é uma coisa cultural e não existe só no mundo da moda", ressaltou (Foto: Mônica Garcia / Especial para Terra)   O acordo que a organização da São Paulo Fashion Week assinou com o Ministério Público Estadual, se comprometendo a incentivar as grifes a contratar 10% de modelos afro-descendentes e indígenas para os desfiles, causou polêmica entre os profissionais do mundo fashion. A medida, chamada de "termo de ajustamento de conduta", foi anunciada esta semana. Para Dudu Bertholini, designer da grife Neon, são as autoridades que provocam a segregação, pois essa medida vai constranger as modelos negras. Ele garante que não utiliza o critério racial ao selecionar ...

    Leia mais
    Foto: Flávio Florido

    Regina Duarte também tem medo de índio

    Foto: Flávio Florido - Fonte: Blog do Sakamoto - A atriz global e pecuarista Regina Duarte, em discurso na abertura da 45ª Expoagro, em Dourados (MS), disse que está solidária com os produtores e lideranças rurais quanto à questão de demarcação de terras indígenas e quilombolas no estado. Por Leonardo Sakamoto "Confesso que em Dourados voltei a sentir medo", afirmou a atriz, neste domingo (18), com referência à previsão de criação de novas reservas na região de Dourados. "O direito à propriedade é inalienável", explicou ela, de forma curta, grossa e maravilhosamente elucidativa o que faz do BRASIL um brasil. Em verdade, ela deve estar sentindo medo desde a campanha presidencial de 2002... (O deputado Ronaldo Caiado, principal defensor desses princípios, deveria cobrar royalties de Regina Duarte... Inalienáveis deveriam ser o direito à vida e à dignidade, mas terra vale mais que isso por aqui.) "Podem ...

    Leia mais
    3144659_indio10

    MPF pede condenação de empresário por racismo contra índios em MT

    Fonte: Írohín Jornal Online O crime de racismo aconteceu em outubro de 2003 quando funcionários da Universidade Federal de São Paulo, que prestavam serviços de assistência à saúde indígena, dirigiram-se ao hotel para hospedarem uma das funcionárias e mais cinco indígenas. O Ministério Público Federal (MPF) pediu a condenação do proprietário do City Palace Hotel, em Barra do Garças, pelo crime de racismo cometido contra índios. O processo iniciado em 2004 está na fase final e tramita na Justiça Federal em Mato Grosso. O crime de racismo aconteceu em outubro de 2003 quando funcionários da Universidade Federal de São Paulo, que prestavam serviços de assistência à saúde indígena, dirigiram-se ao hotel para hospedarem uma das funcionárias e mais cinco indígenas. O atendimento foi feito pelo recepcionista Anthony Jean, que confirmou haver as seis vagas solicitadas, realizou a reserva e a entrega das chaves de dois quartos do hotel. No entanto, ...

    Leia mais
    banner_400x100

    II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial

    Negros e índios discutem cidadania durante conferência Fonte: Diário da Amazônia Rafael Abreu Propostas para diminuir as desigualdades de negros e índios na sociedade são debatidas na II Conferência de Promoção da Igualdade Racial realizada em Porto Velho. A conferência iniciada nesta quarta feira (20/5) vai até hoje no Rondon Palace Hotel e pretende elaborar um plano de políticas públicas voltadas principalmente para a educação, saúde, trabalho, renda e segurança. As propostas vão ser encaminhadas para conferência nacional em Brasília no fim do mês. Cerca de 120 pessoas de 47 municípios estão participando do evento. Segundo a coordenadora estadual da conferência, Else Schockness, a educação tem o maior número de propostas para serem discutidas, são 100 no total. Para ela, o sistema educacional é fraco e exclui o negro do mercado de trabalho. "A diferença é clara ao perceber, por exemplo, que existem poucos médicos negros e em outras áreas ...

    Leia mais
    banner_400x100

    Negros e índios discutem cidadania durante conferência

    Fonte: Diário da Amazônia Divulgação Propostas para diminuir as desigualdades de negros e índios na sociedade são debatidas na 2ª Conferência de Promoção da Igualdade Racial realizada em Porto Velho. A conferência iniciada nesta quarta feira (20/5) vai até hoje no Rondon Palace Hotel e pretende elaborar um plano de políticas públicas voltadas principalmente para a educação, saúde, trabalho, renda e segurança. As propostas vão ser encaminhadas para conferência nacional em Brasília no fim do mês. Cerca de 120 pessoas de 47 municípios estão participando do evento. Segundo a coordenadora estadual da conferência, Else Schockness, a educação tem o maior número de propostas para serem discutidas, são 100 no total. Para ela, o sistema educacional é fraco e exclui o negro do mercado de trabalho. "A diferença é clara ao perceber, por exemplo, que existem poucos médicos negros e em outras áreas de destaque porque a estrutura da sociedade não ...

    Leia mais
    Acima, modelos negros desfilam para o estilista Alexandre Herchcovitch. À direita, modelo negra desfila para a Animale, marca envolvida numa controvérsia sobre racismo. Há esforços, mas a diversidade étnica ainda é limitada (Foto: Rafael Gagliano/Hyset e Ze Takahashi/ AgÍncia Fotosite)

    SPFW vai ter que incentivar uso de modelos negros

    30 dias após evento, SPFW deverá enviar lista dos que desfilaram; grifes que não seguirem a recomendação vão poder se justificar A São Paulo Fashion Week vai ter de estimular as grifes que participam do evento a utilizar pelo menos 10% de negros, afrodescendentes ou indígenas em seus desfiles. Segundo um acordo firmado ontem com o Ministério Público, a direção da SPFW deve informar às grifes sobre a decisão pelo menos 15 dias antes dos desfiles. São considerados afrodescendentes aqueles com ascendência por consanguinidade, até segundo grau. "O termo de ajustamento de conduta (TAC) é um instrumento importante de inclusão social, na medida em que cria a oportunidade para se ampliar a participação desses modelos em um dos cinco maiores eventos de moda do mundo", explica a promotora Deborah Kelly Affonso, do Grupo de Atuação Especial de Inclusão Social (Gaeis), da Promotoria. Ficou estabelecido que a SPFW deve encaminhar à ...

    Leia mais

    Secretário de Serra prevê ações afirmativas em 500 anos

    - Fonte: Afropress Data: 18/05/2009 - Foto: Evaristo Sá/AFP S. Paulo - A celebração dos 25 anos do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de S. Paulo, realizada nesta segunda-feira (18/05), no auditório Franco Montoro, da Secretaria da Justiça e Defesa de Cidadania, por pouco não se transforma em ato de protesto dos negros presentes depois que o Secretário de Relações Institucionais José Henrique Reis Lobo (foto) disse que "até simpatizava com a proposta de Ações Afirmativas", porém, tinha consciência de que isso só aconteceria "quem sabe, nos próximos 500 anos". O mal estar provocado pelas declarações de Lobo - que também é presidente do PSDB no Estado - foi tão grande que alguns ativistas negros presentes se retiraram do auditório em protesto. Outros, filiados ao PSDB, comentavam entre si, a disposição de se desfiliarem do Partido. A presidente do Conselho, professora Elisa Lucas Rodrigues, que ...

    Leia mais
    Acima, modelos negros desfilam para o estilista Alexandre Herchcovitch. À direita, modelo negra desfila para a Animale, marca envolvida numa controvérsia sobre racismo. Há esforços, mas a diversidade étnica ainda é limitada (Foto: Rafael Gagliano/Hyset e Ze Takahashi/ AgÍncia Fotosite)

    BLACK FASHION WEEK: NOVIDADES!

    Vem com uma ótima novidade a próxima edição da São Paulo Fashion Week. A semana de moda firmou um compromisso com o Ministério Público do Estado de São Paulo. O motivo? Sugerir a todas as marcas que contratem pelo menos 10% de negros, afrodescendentes ou indígenas do total dos modelos contratados em cada desfile.  

    Leia mais
    fotoQuilombolas

    Cultura negra e educação quilombola

    Fonte: Írohín Jornal Online Sob o título geral de "As Experiências nas Comunidades Remanescentes de Quilombos no Sul do Brasil", o I Ciclo de Palestras sobre a Cultura Negra na América Latina teve continuidade com um segundo encontro no auditório da Faculdade de Educação da UFPel. Nesta sexta (15), a professora Georgina Helena Nunes Lima (dir.) foi apresentada por André Luís Pereira, mestrando em Sociologia na UFRGS (abaixo). Ela trouxe o tema: "Educação Quilombola numa Perspectiva mais Ampla a fim de se Chegar a uma Pedagogia Quilombola". Georgina formou-se na área da Educação Física e Educação Psicomotora, fez mestrado e doutorado em Educação na UFRGS e hoje trabalha na UFPel. A palestra começou com um audiovisual de 15 minutos, chamado "A África está em nós". Uma montagem de cerca de 400 fotografias e edição de Socorro Araújo, com trechos musicais muito expressivos da alma africana, mostrou a vida em comunidades ...

    Leia mais
    Página 147 de 150 1 146 147 148 150

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist