terça-feira, abril 20, 2021

Resultados da pesquisa por ' Cota'

Uerj vai recorrer; alunos apoiam a direção

- Fonte: O Globo - Miriam Leitão.Com - Foto: Bruno Poletti/Folhapress Fui hoje à Uerj e lá o clima era de união para manter as cotas. Falei para uma plateia de cotistas e não cotistas e o clima geral era de susto pela decião da Justiça. A Uerj tentará reverter a liminar que suspendeu as cotas raciais. O DCE disse que concorda com a direção e a luta a favor das cotas. A Uerj foi a primeira escola a adotar o sistema. Hoje, segundo professores com quem conversei, eles estão orgulhosos do desempenho dos cotistas e vão fazer uma ampla pesquisa para saber o resultado da política no mercado de trabalho. Eu fui lá para abrir a V Amostra de Estágios. O que eu vi hoje lá foi uma platéia cheia da bela diversidade do Brasil: pretos, brancos, pardos, meninos, meninas, moradores de áreas diferentes do Rio, juntos, integrados, debatendo ...

Leia mais
Abdias Nascimento em Nova York, 1997. (Foto: Cheste Higgins Jr/ ACERVO ABDIAS NASCIMENTO/ IPEAFRO)

Ação afirmativa: o debate como vitória

DA TRIBUNA DA Câmara costumava dizer que a Abolição da Escravatura no Brasil não passava de uma bela mentira cívica. Hoje posso reafirmá-lo com o apoio de pesquisas quantitativas produzidas nas últimas décadas por instituições respeitadas como o IBGE e o DIEESE, que vêm revelando a extensão do hiato entre negros e brancos no Brasil. A diferença nos salários, na escolaridade, na expectativa de vida e na mortalidade infantil mostra uma desigualdade racial tão ampla, persistente e difusa que não pode ser explicada pela herança da escravidão ou as diferenças de classe. Pesquisas qualitativas mostram os mecanismos de racismo nas escolas e nos meios de comunicação, responsáveis por manter, reforçar e atualizar a imagem (e auto-imagem) negativa da população negra. A polícia e o Judiciário dispensam um tratamento discriminatório aos afro-brasileiros no contexto de um quadro de violência em que os jovens negros sofrem uma elevadíssima taxa de mortalidade. Tudo ...

Leia mais
Ricardo Stuckert/Agência Brasil

Ação afirmativa: o debate como vitória

Por: Abdias Nascimento DA TRIBUNA DA Câmara costumava dizer que a Abolição da Escravatura no Brasil não passava de uma bela mentira cívica. Hoje posso reafirmá-lo com o apoio de pesquisas quantitativas produzidas nas últimas décadas por instituições respeitadas como o IBGE e o DIEESE, que vêm revelando a extensão do hiato entre negros e brancos no Brasil. A diferença nos salários, na escolaridade, na expectativa de vida e na mortalidade infantil mostra uma desigualdade racial tão ampla, persistente e difusa que não pode ser explicada pela herança da escravidão ou as diferenças de classe. Pesquisas qualitativas mostram os mecanismos de racismo nas escolas e nos meios de comunicação, responsáveis por manter, reforçar e atualizar a imagem (e auto-imagem) negativa da população negra. A polícia e o Judiciário dispensam um tratamento discriminatório aos afro-brasileiros no contexto de um quadro de violência em que os jovens negros sofrem uma elevadíssima taxa ...

Leia mais

DIREITOS DOS NEGROS: Deputados votam Estatuto

- Fonte: Írohín - Jornal Online - Estabelecer medidas para combater a discriminação racial e promover a participação de afrodescendentes nas esferas institucionais e de poder em condições de igualdade com as outras etnias. Esses são os principais objetivos do Estatuto da Igualdade Racial, que deverá ser votado pela Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira (27). Há dez anos, o Estatuto tramita no Congresso Nacional em meio a muitas polêmicas. Como o projeto provocou reações, ele deverá perder o caráter conclusivo e ser enviado ao plenário. Em seguida, voltará para o Senado, por ter sido alterado na Câmara. Segundo o deputado Carlos Santana (PT-RJ), presidente da comissão especial que analisa o documento na Câmara, o valor simbólico do Estatuto está em mostrar que, 121 anos depois da assinatura da Lei Áurea, a abolição da escravatura ainda não foi concluída no País. Santana analisa como um dos pontos positivos do projeto ...

Leia mais

SPFW: Grifes silenciam sobre negros

Fonte: Zero Hora Foto: Daniel Teixeira/Estadão O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que recomenda uma cota para modelos negros e indígenas no São Paulo Fashion Week foi recebido com silêncio por boa parte das grifes participantes do evento. Dez marcas procuradas pelo Segundo Caderno informaram, por meio de suas assessorias, que não se pronunciarão sobre o assunto. O São Paulo Fashion Week (SPFW), maior evento de moda da América Latina, começa no próximo dia 15. Após um ano de investigações pelo Ministério Público paulista sobre supostas práticas de racismo na semana de moda, o TAC foi assinado na quarta-feira. A organização do evento se comprometeu, junto ao MP, a sugerir às grifes participantes uma cota mínima - 10% do total de modelos - para negros e indígenas. Na edição de janeiro de 2008, havia apenas oito negros entre os 344 modelos (2,3%). O assunto rendeu declaração incendiária da estilista ...

Leia mais
Foto: Sojourner Truth (autor original) Biblioteca do Congresso (digitalização) (Biblioteca do Congresso), [Domínio público], via Wikimedia Commons

Sojourner Truth

Isabella Baumfree Data e local de nascimento: c. 1797 Swartekill, Nova York Data e local de falecimento: 26 de novembro de 1883, com cerca de 86 anos, Battlecreek, Michigan, Ocupações: Empregada doméstica, abolicionista, escritora Pais: James e Elizabeth Baumfree Sojourner Truth (1797 - 26 de novembro de 1883) foi o nome adotado, a partir de 1843, por Isabella Baumfree, uma abolicionista afro-americana e ativista dos direitos da mulher. Truth nasceu no cativeiro em Swartekill, Nova York. Seu discurso mais conhecido,"Não sou uma mulher?", foi pronunciado em 1851, na Convenção dos Direitos da Mulher em Akron, Ohio. Juventude Foi um dos treze filhos de James e Elizabeth Baumfree, escravos do Coronel Hardenbergh. A propriedade dos Hardenbergh situava-se numa região de colinas, conhecida por Swartekill, um nome holandês, ao norte da atual Rifton, e localizada na pequena cidade de Esopus, Nova York, ao norte da cidade de Nova York1. Morrendo o coronel, a posse dos escravos da ...

Leia mais
banner_400x100

II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial

Negros e índios discutem cidadania durante conferência Fonte: Diário da Amazônia Rafael Abreu Propostas para diminuir as desigualdades de negros e índios na sociedade são debatidas na II Conferência de Promoção da Igualdade Racial realizada em Porto Velho. A conferência iniciada nesta quarta feira (20/5) vai até hoje no Rondon Palace Hotel e pretende elaborar um plano de políticas públicas voltadas principalmente para a educação, saúde, trabalho, renda e segurança. As propostas vão ser encaminhadas para conferência nacional em Brasília no fim do mês. Cerca de 120 pessoas de 47 municípios estão participando do evento. Segundo a coordenadora estadual da conferência, Else Schockness, a educação tem o maior número de propostas para serem discutidas, são 100 no total. Para ela, o sistema educacional é fraco e exclui o negro do mercado de trabalho. "A diferença é clara ao perceber, por exemplo, que existem poucos médicos negros e em outras áreas ...

Leia mais
banner_400x100

Negros e índios discutem cidadania durante conferência

Fonte: Diário da Amazônia Divulgação Propostas para diminuir as desigualdades de negros e índios na sociedade são debatidas na 2ª Conferência de Promoção da Igualdade Racial realizada em Porto Velho. A conferência iniciada nesta quarta feira (20/5) vai até hoje no Rondon Palace Hotel e pretende elaborar um plano de políticas públicas voltadas principalmente para a educação, saúde, trabalho, renda e segurança. As propostas vão ser encaminhadas para conferência nacional em Brasília no fim do mês. Cerca de 120 pessoas de 47 municípios estão participando do evento. Segundo a coordenadora estadual da conferência, Else Schockness, a educação tem o maior número de propostas para serem discutidas, são 100 no total. Para ela, o sistema educacional é fraco e exclui o negro do mercado de trabalho. "A diferença é clara ao perceber, por exemplo, que existem poucos médicos negros e em outras áreas de destaque porque a estrutura da sociedade não ...

Leia mais
Hamilton Cardoso (Foto: Imagem retirada do site Piseagrama)

Hamilton Cardoso

Hamilton Cardoso (1953-1999) Sensibilidade, inteligência e solidariedade na luta contra o racismo  No dia 25 de Abril de 2004 a"Folha de S. Paulo" publicou uma foto com articuladores das "Diretas Já". Hamilton está lá, no movimento pelas Diretas Já, em 1984. 20 anos depois era um dos ausentes, entre aqueles que voltaram para a foto atualizada, revivendo duas décadas de avanço da democracia. Certamente, se aqui estivesse faria um balanço para dizer que, além das formalidades e de obtermos alguma representação e visibilidade, como coletivo pouco caminhamos. Apoiaria os programas de cotas, mas certamente diria que são insuficientes. Hamilton Bernardes Cardoso nasceu em Catanduva, em 10 de julho de 1953. Filho de Onofre Cardoso, músico, e de Deolinda Bernardes Cardoso, responsável pela estruturação da família e educação dos filhos. Segundo filho de quatro irmãos, cresceu em São Paulo e tinha muito orgulho de ter estudado no Colégio Caetano de Campos. ...

Leia mais
Acima, modelos negros desfilam para o estilista Alexandre Herchcovitch. À direita, modelo negra desfila para a Animale, marca envolvida numa controvérsia sobre racismo. Há esforços, mas a diversidade étnica ainda é limitada (Foto: Rafael Gagliano/Hyset e Ze Takahashi/ AgÍncia Fotosite)

SPFW vai ter que incentivar uso de modelos negros

30 dias após evento, SPFW deverá enviar lista dos que desfilaram; grifes que não seguirem a recomendação vão poder se justificar A São Paulo Fashion Week vai ter de estimular as grifes que participam do evento a utilizar pelo menos 10% de negros, afrodescendentes ou indígenas em seus desfiles. Segundo um acordo firmado ontem com o Ministério Público, a direção da SPFW deve informar às grifes sobre a decisão pelo menos 15 dias antes dos desfiles. São considerados afrodescendentes aqueles com ascendência por consanguinidade, até segundo grau. "O termo de ajustamento de conduta (TAC) é um instrumento importante de inclusão social, na medida em que cria a oportunidade para se ampliar a participação desses modelos em um dos cinco maiores eventos de moda do mundo", explica a promotora Deborah Kelly Affonso, do Grupo de Atuação Especial de Inclusão Social (Gaeis), da Promotoria. Ficou estabelecido que a SPFW deve encaminhar à ...

Leia mais

Secretário de Serra prevê ações afirmativas em 500 anos

- Fonte: Afropress Data: 18/05/2009 - Foto: Evaristo Sá/AFP S. Paulo - A celebração dos 25 anos do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de S. Paulo, realizada nesta segunda-feira (18/05), no auditório Franco Montoro, da Secretaria da Justiça e Defesa de Cidadania, por pouco não se transforma em ato de protesto dos negros presentes depois que o Secretário de Relações Institucionais José Henrique Reis Lobo (foto) disse que "até simpatizava com a proposta de Ações Afirmativas", porém, tinha consciência de que isso só aconteceria "quem sabe, nos próximos 500 anos". O mal estar provocado pelas declarações de Lobo - que também é presidente do PSDB no Estado - foi tão grande que alguns ativistas negros presentes se retiraram do auditório em protesto. Outros, filiados ao PSDB, comentavam entre si, a disposição de se desfiliarem do Partido. A presidente do Conselho, professora Elisa Lucas Rodrigues, que ...

Leia mais
Foto: EVAN VUCCI / BLOOMBERG

Obama pede respeito e tolerância sobre a questão do aborto

Fonte: O Estado de São Paulo WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez neste domingo, 17, um apelo emocionado em defesa da tolerância em discurso na Universidade de Notre Dame, católica, que foi palco de protestos pelo apoio do chefe de Estado ao aborto e às pesquisas com células-tronco. Em discurso na cerimônia de graduação da Universidade em South Bend, Indiana, a mais importante do sistema educacional católico nos EUA, Obama resolver atacar diretamente a polêmica dos últimos dias para pedir sensatez. "Como permanecemos firmes em nossos princípios e lutamos pelo que consideramos certo, sem repreender os que têm convicções igualmente firmes no outro lado?", questionou Obama. O presidente, que chegou à Universidade depois de cinco pessoas terem sido detidas hoje em protestos contra o aborto fora do perímetro do campus, afirmou: "quando abrimos nossos corações e mentes a aqueles que podem não pensar como nós é ...

Leia mais
AP

Com Obama, cético do clima perde espaço

- Fonte: Folha de São Paulo - SÉRGIO DÁVILA - DE WASHINGTON - Em fevereiro deste ano, o colunista conservador George F. Will, do jornal "Washington Post" e da revista semanal "Newsweek", escreveu um artigo em que elencava uma série de estatísticas passadas e presentes para criticar o que batizou de "ecopessimistas", os que sempre veem um futuro sombrio quando se trata de ambiente. "Uma premissa não declarada deles é que as condições ambientais são, ou eram até recentemente, as melhores possíveis", disse. Will, 68, citava como exemplo em seu artigo uma onda de estudos e reportagens de publicações sérias nos anos 1970 que davam conta de que o mundo corria grande risco de entrar em uma nova Era do Gelo, pelo ritmo da queda da temperatura no planeta então. Se não são os mesmos, concluía o colunista, os que hoje falam dos perigos de aquecimento global têm atitude igualmente ...

Leia mais

Latino será secretário de Obama para região

Fonte: Folha de São Paulo - Mundo - O presidente dos EUA, Barack Obama, nomeou ontem o acadêmico de origem chilena Arturo Valenzuela como novo número 1 do Departamento de Estado para a América Latina. Ele substitui Thomas Shannon, atual secretário-assistente do órgão para o Hemisfério Ocidental. A expectativa é que Valenzuela ajude Obama a reposicionar as relações com a região, obtendo diálogo mais aberto. A indicação ainda precisa ser referendada pelo Senado. Se aprovado, Valenzuela será mais um nome da Casa Branca que integrou a equipe de Bill Clinton (1993-2001). Ele foi assistente especial do ex-presidente, diretor sênior para assuntos interamericanos do Conselho de Segurança Nacional e vice-secretário-assistente do Departamento de Estado para a região. Na época, sua principal responsabilidade foi a política externa dos EUA em relação ao México,uma das prioridades do novo governo. Valenzuela dirige o centro de estudos latino-americanos da Universidade Georgetown. Especializado em origens e ...

Leia mais
Edson Santos

Multilateralismo e ações afirmativas

 - EDSON SANTOS - Folha de São Paulo -Tendências /Debates - O BRASIL está honrado por sua participação na Conferência de Revisão da 3ª Conferência das Nações Unidas contra o Racismo, realizada em Genebra, na Suíça. Nossa delegação, formada por representantes governamentais e da sociedade civil, ficou satisfeita por ter contribuído na redação de um documento forte, porém equilibrado, que trouxe avanços em relação à terceira conferência, realizada em Durban, na África do Sul, em 2001. O documento de Genebra não singulariza qualquer país, trata de forma adequada as tragédias do passado, condena a islamofobia, o antissemitismo e outras formas de intolerância e coloca no centro do debate as vítimas do racismo e da discriminação. Entre as conquistas, tivemos o destaque conferido à aplicação de políticas de ação afirmativa, a abertura para a discussão de temas ligados à orientação sexual e a importância do combate à intolerância religiosa. Mais do ...

Leia mais
Diverse Elementary Class

Declaração da Sociedade Civil contra o Racismo em defesa das políticas de Ação Afirmativa

Getty Images   Encontram-se para análise e deliberação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJ do Senado Federal o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nr. 180 de 2008, de autoria da deputada Nice Lobão com parecer favorável da relatora senadora Serys Slhessarenko. O projeto dispõe sobre sistema de cotas para ingresso nas universidades federais e estaduais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio. Trata-se de um debate necessário, no qual a sociedade brasileira espera que o Senado tenha o discernimento necessário para reafirmar escolhas históricas que o Brasil começou e precisa continuar a fazer. As cotas no acesso ao ensino superior começaram a ser implantadas no Brasil a partir de 2001, tendo a UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) como a primeira universidade a implantar este sistema no seu exame vestibular. Desde então dezenas de outras universidades públicas ...

Leia mais

Dissimulação e hipocrisia

Edson Lopes Cardoso fonte: jornal Irohin - Opinião data: 25/04/2009 Foto: Fabiana Karine “Aqueles que, em pleno século 21, insistem em ressuscitar o conceito de raça e em criar legislações baseadas na premissa de que eles merecem tratamento diferenciado pelo Estado devem ser contidos em suas ações e pretensões, sob pena de incitarem, em algum momento do futuro, processos odiosos que não podem ser aceitos pela humanidade.” O parágrafo transcrito acima foi escrito por José Serra (PSDB), governador de São Paulo, e faz parte de artigo publicado ontem no jornal “Folha de S. Paulo” ( “Nenhum genocídio deve ser esquecido”, 24.03.2009, p.A3). Depois de evocar o extermínio dos armênios promovido pelos turcos, em 1915, José Serra, preocupado e atento às possibilidades de ocorrência de novas práticas genocidas, alerta no final de seu artigo os leitores da Folha para o perigo que representa no Brasil a “incitação de processos odiosos” realizada ...

Leia mais
(Foto: João Godinho)

Alguns significados do anúncio do fim do vestibular

  Escrito por: Fátima Oliveira Fonte: http://www.otempo.com.br/otempo/coluna Pubicado em: 07/04/2009       Sou do tempo em que só cursava o ginásio (atuais 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries do primeiro grau) quem passava no Exame de Admissão ao Ginásio. O motivo para tal exame era que não havia "ginásio" para todo mundo que queria cursá-lo. Também diziam que tinha um caráter meritocrático, pois o processo era classificatório e as provas, descritivas. Só entrava no ginásio, público ou particular, quem obtivesse as notas mais altas em português, matemática, geografia, história, ciências e redação. Era possível "pular" a última série do primário, a 5ª série, pois era permitido a quem estivesse na 4ª série, se passasse no Exame de Admissão ao Ginásio, não cursar a 5ª série. Eu, por exemplo, não fiz a 5ª série, pois passei no exame de admissão após concluir a 4ª série. Quem concluía a 5ª série ...

Leia mais
comunicacao

Treinamento de Mídia

  TREINAMENTO DE MÍDIA: Intercâmbio entre organizações que lutam pela promoção da igualdade racial e de gênero APRESENTAÇÃO Treinamentos de Mídia para Lideranças do Movimento de Mulheres Negras Brasileiras é um dos projetos do Programa de Comunicação do Geledés – Instituto da Mulher Negra, que teve como público alvo privilegiado mulheres negras feministas  e ativistas que trabalham com questões gênero e raça, com perspectiva de intervir na mídia em favor da mudança de mentalidade na própria mídia e conseqüentemente na sociedade sobre os preconceitos e discriminações que afetam suas vidas, de sua família e de sua comunidade. Baixe o documento em PDF Treinamento de Comunicação Mídia e Advocacy AÇÕES AFIRMATIVAS: a polêmica das cotas nos vestibulares do Rio ‘‘Não podemos continuar com políticas universalistas. Estudos mostram que nos últimos 70 anos a escolaridade dos brancos se mantém superior à dos negros, por exemplo. Os sistemas de cotas corrigem as desigualdades.’’ ...

Leia mais
Foto: Marcus Steinmayer

Sueli Carneiro – Coordenação Executiva – Portal Geledés – app JUNTAS

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo; coordenadora executiva de Geledés Instituto da mulher Negra; coordenadora da área de Direitos Humanos de Geledés; editora do Portal Geledés e coordenadora do Projeto PLP 2.0 aplicativo de combate a violência contra a mulher vencedor do Desafio de Impacto Social Google .  É também diretora vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos. É ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil; autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em diversas publicações nacionais e internacionais. É também membro do Grupo de Pesquisa “Discriminação, Preconceito e Estigma” da Faculdade de Educação da USP, membro do Conselho Consultivo do projeto Saúde das Mulheres Negras do Conectas em parceria com o Geledés, do Conselho Consultivo da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, do Conselho Consultivo do Projeto Mil Mulheres, e membro da Articulação ...

Leia mais
Página 195 de 198 1 194 195 196 198

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist