Resultados da pesquisa por ' racismo'

    Imigrante com máscara caminhando no Centro de Santiago - (Foto: Natalia Espina)

    Pandemia produz aumento dos casos de racismo contra imigrantes negros no Chile

    Além da crise na saúde e dos efeitos econômicos gerados pela pandemia do novo coronavírus, também existem as consequências sociais que são claramente vistas nos noticiários, mas não necessariamente como um problema. Uma dessas consequências é o aumento da discriminação aos imigrantes. Embora o problema seja mais comum em países onde esse tema é mais politicamente explorado, como nos Estados Unidos, ele também está presente na América do Sul, e um dos exemplos é o Chile, que assim como os norte-americanos, também é governado por um mega empresário neoliberal: Sebastián Piñera. Com a chegada da pandemia ao Chile, a vida dos imigrantes nesse país andino, que já era muito difícil, passou a ser ainda pior, já que muitas comunidades começaram a ser estigmatizadas,  especialmente as de haitianos, colombianos e venezuelanos, que contam com muitas pessoas negras, as que mais costumam ser prejulgadas como potenciais contagiados. Em um episódio ocorrido na última semana, ...

    Leia mais
    Prédio do STF, em Brasília (Foto: Divulgação / STF)

    STF abre inquérito para investigar Weintraub por suspeita de crime de racismo contra China e manda PF interrogar ministro da Educação

    O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou abertura de inquérito pela Polícia Federal para a investigar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, por suspeita de crime de racismo por conta das declarações que fez em sua conta no Twitter sobre a China. A prática de ato considerado preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é punível com reclusão de um a três anos e multa, de acordo com o artigo 20 da lei 7.716/1989. Um agravante, o fato de realizar esse ato usando publicações em meios de comunicação, torna o crime punível com reclusão de dois a cinco anos. No despacho, o ministro atendeu pedido do Ministério Público Federal (MPF) determinando que sejam obtidos os dados digitais da conta de Weintraub em rede social. Por solicitação do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques, responsável pelas investigações criminais da PGR perante o Supremo, Celso de Mello ...

    Leia mais
    Foto: Luca D´Urbino

    Racismo em tempos de covid-19

    Quão mais exasperados são os tempos, mais excessos se cometem. Depois de semanas de quarentena, recorda-se já com saudades o “mundo antes de covid-19”. Não há dúvida que há um mundo pré e pós-covid-19. No entanto, não podemos cair no erro de embelezar um mundo, que por si só já pecava por defeitos. E é precisamente baseados nestes defeitos, sendo um destes defeitos o racismo, que muitos excessos se estão a cometer. Em Janeiro e Fevereiro a maior parte dos casos de racismo a que se assistiu relacionados com a covid-19 foi contra asiáticos, por o surto se encontrar descontrolado quase apenas na China. Discriminou-se indiscriminadamente, passe-se a redundância, pois bastava parecer asiático, e não necessariamente chinês, para ser vítima de discriminação. Se a nova estirpe do coronavírus praticamente não sofre de mutações, o mesmo não se aplica ao racismo, que se transforma, adapta e multiplica. Ironicamente, a situação neste ...

    Leia mais
    Serena e Venus Williams, durante entrevista com Naomi Campbell (Foto: Reprodução/ YouTube)

    Em conversa com Naomi Campbell, Serena e Venus Williams ironizam racismo nos EUA: ‘Todo o mundo tem que ser amigo da vencedora’

    A icônica supermodelo britânica Naomi Campbell está aproveitando a quarentena para turbinar seu canal do YouTube a partir de entrevistas com alguns dos seus amigos famosos ou celebridades com quem se cruzou em várias ocasiões ao longo dos anos. As irmãs Venus e Serena Williams estão nessa lista e, dentro da série “No Filter with Naomi” (Sem filtro com Naomi), conversaram durante quase uma hora sobre infância, família, carreira, vida empresarial e racismo. “Tanto no passado como hoje, ainda, passamos por algo que é que as pessoas dizem que o tênis é um esporte de brancos. Claro, não havia gente como nós, com a nossa cor”, afirma Serena, que também relatou problemas com patrocinadores que não a “apoiaram muito”. “O tênis é visto como um esporte ‘não necessário’. Sempre se disse que, a menos que você seja rico e possa pagar os equipamentos e os treinos, o tênis não é ...

    Leia mais
    (GETTY IMAGES)

    Racismo estrutural: a banalização da expressão nas redes sociais

    A ideia de liberdade é inspiradora. Mas o que isso significa? Se você é livre em um sentido político, mas não tem comida, o que é isso? A liberdade de morrer de fome?                                                                               − Angela Davis Os debates nas redes sociais sobre política, esportes, músicas, reality shows, entre outros assuntos, têm sido bastante calorosos e um campo abundante para o envolvimento das questões raciais. Em partes é muito interessante, já que nos deparamos com inúmeros pontos de vista que podem ajudar a formar nossas próprias opiniões.  Nesses últimos tempos, o racismo tem ganhado maior dimensão, escancarando a influência no modo de vida social. Por exemplo, a visibilidade das ocorrências de manifestações racistas nos estádios de futebol. Na música e no cinema observamos artistas negros sendo objetificados e hipersexualizados. Em programas de TV, estigmas e estereótipos continuam nos atingindo. Nos espaços de poder, a ausência de pessoas negras segue demonstrando a ...

    Leia mais

    Pretaria Blackbooks – Antirracismo por assinatura

    A Pretaria Black Box entrega conhecimento para vencer o racismo Por MÔNICA COSTA, do Grana Preta Imagem retirada do site Grana Preta Qual é a melhor estratégia contra o racismo, o preconceito e a intolerância? O conhecimento. Esta é uma premissa defendida por todos que acreditam na força da educação para transformação social. E foi este um dos propósitos que levou a especialista em direitos humanos Mirtes Santos a criar o Pretaria BlackBooks, primeiro Clube de Assinaturas Antirracista do País. “Acreditamos que o incentivo à leitura seja um caminho para que a sociedade brasileira reconheça suas origens africanas e ameríndias e busque valorizar suas histórias e memórias culturais”, diz Mirtes, quilombola do Angelim, em Conceição da Barra, norte do Espírito Santo e Mestra em Direito e Sociologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF), no Rio de Janeiro. Quantos escritores negros e negras você conhece? São muitos e ...

    Leia mais
    ilustrações Amanda Favali (@favali_)

    Trajetória: Nuances sobre o racismo brasileiro

    Presa nos elos de uma só cadeia, A multidão faminta cambaleia, E chora e dança ali! Um de raiva delira, outro enlouquece, Outro, que martírios embrutece, Cantando, geme e ri! (ALVES, Castro. Navio Negreiro, 1880) Por Jaqueline Lima Sales da Silva*,  enviado para o Portal Geledés  ilustrações Amanda Favali (@favali_) No Brasil do século XXI, não é raro encontrarmos pessoas fingidas que não declaram abertamente suas “preferências”, seus medos, seu racismo e sua direcionada covardia social. Ficamos sem saber como estruturar pensamentos e ideias diante da hipocrisia nos seus variados segmentos, mas a hipocrisia racista brasileira é a que mais chama atenção. Nessa mesma lógica nos orienta Abdias Nascimento, em seu livro: O genocídio do negro brasileiro: Processo de um racismo mascarado (1978) que “a realidade brutal que os brasileiros têm de aceitar é que o racismo é em toda a parte diferente, e em toda a parte ...

    Leia mais

    O racismo é também um custo para a economia

    Custa muito para nós permanecermos divididos", diz a especialista em políticas públicas Heather C. McGhee. Do Brasil 247 (Foto: Imagem retirada do site The M Dadh) O racismo piora nossa economia - e não apenas de maneiras que prejudicam as pessoas de cor, diz a especialista em políticas públicas Heather C. McGhee. De suas pesquisas e viagens pelos EUA, McGhee compartilha percepções surpreendentes de como o racismo alimenta más políticas e esgota nosso potencial econômico - e oferece uma repensação crucial sobre o que podemos fazer para criar uma nação mais próspera para todos. "Nossos destinos estão ligados", diz ela. "Custa muito para nós permanecermos divididos".

    Leia mais

    Cabelos crespos ganham protagonismo em projeto fotográfico que combate racismo

    Responder às palavras racistas com a beleza do cabelo crespo. Essa foi a forma que o jovem Ronald Santos encontrou para afirmar a negritude pelas lentes fotográficas. Ronald nasceu e cresceu na Cidade do Recife, tentando a carreira de modelo, mas afirma que em todos os processos recebeu sempre a mesma resposta, de que ele “não estava no padrão de beleza” que a agência procurava. Por Mosaico Cultural, Do Brasil de Fato Ensaios são feitos em locais da Cidade do Recife (PE) (Foto: Crespografia) O tempo passou e o plano de afirmar a estética da negritude ganhou novos ares. Em 2016, ao cursar uma cadeira de fotografia na faculdade, Ronald encontrou um novo caminho para seus sonhos. O fotógrafo se reuniu com amigas da comunidade do Coque, localizada na área central do Recife, para fazer ensaios fotográficos. É daí que nasceu o Crespografia, que é junção ...

    Leia mais

    Racismo Ambiental

    O que podemos aprender com a Netflix e o contexto atual? Por Edson Lopes, Do Instituto Ethos (Foto: Unsplash) Está disponível na Netflix o documentário There’s Something in the Water coproduzido pela professora Ingrid Waldron e codirigido por Ellen Page, Ian Daniel e Julia Sanderson. O filme é baseado em um livro de mesmo título da professora Waldron e aborda a historicidade do racismo ambiental e os impactos na saúde de comunidades negras e indígenas no Canadá, na região da Nova Escócia. Enquanto Trump, ao início de seu mandato, bradava contra a imigração e assediava jornalistas, o primeiro ministro Justin Trudeau reagia anunciando que os que fugiam de perseguições, do terror e de guerras, seriam bem-vindos no Canadá. Este, então, anunciava que a diversidade e o multiculturalismo, aos moldes liberais, eram a força do Canadá. Naquele momento, Trudeau e Merkel compunham o contrapeso à internacionalização do ...

    Leia mais

    Racismo atrapalha combate eficiente ao coronavírus, afirma médica

    “Não falariam de economia se doença não matasse mais negros”, afirma Rosane de Souza, do Coletivo NegreX; para ela, dados raciais sobre pandemia ainda são insuficientes Por Antonio Junião, Da Ponte  Rosane de Souza, médica especialista em controle de infecção e neonatologista (Foto: Arquivo pessoal) A divulgação do primeiro Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde com recorte racial de casos registrados, internações e mortes pelo novo coronavírus no Brasil é um primeiro passo importante para a análise dos reais impactos da pandemia na população brasileira. Mas ainda está longe de ser suficiente. A precisão das informações sobre raça e cor das pessoas com Covid-19 esbarra em problemas estruturais do combate à pandemia como um todo no país, sobretudo o baixo índice de testagem e os processos pouco eficientes de notificações de casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG), inclusive a Covid-19. E, no caso específico da ...

    Leia mais
    Jacek Sopotnicki/imageBROKER RF/Getty Images

    Ostracismo Fashion

    Ao dizer que “moda é uma forma específica de mudança social”, o filósofo, Gilles Lipovetsky, me proporciona pensar que, por um período cíclico, pessoal e social há mudanças de comportamentos. Alguns regrados pela vaidade, outros alimentados por alguns ideais como sustentabilidade, conforto, praticidade, elegância, cultura e bem estar social.  Por Jane Gomes, enviado para o Portal Geledés Jacek Sopotnicki/imageBROKER RF/Getty Images Não nego que o termo moda ainda se mantém ligado, no senso comum, à frivolidades, porém o mundo veste moda, mas com linguagens específicas que lhes permitem tanger esferas. Nessa compreensão, se é ou não fútil, foram produzidos e adotados diversos termos que correlaciona o sistema do vestuário, integrando tempo, espaço, cultura, política, economia, classe social, regionalidade e sociabilidade, dentre outros fatores capazes de produzir sentido, ao termo “moda”.    Abrangentemente, o mundo fashion destaca-se nos continentes e cada nacionalidade cria seus valores de acordo com as ...

    Leia mais
    Photo by David Hogsholt/Getty Images)

    ‘Se você é negro, não pode sair’: africanos na China enfrentam racismo na repressão de Covid-19

    Os africanos na maior cidade do sul da China dizem que se tornaram alvos de suspeita e foram submetidos a despejos forçados, quarentenas arbitrárias e testes em massa de coronavírus, enquanto o país intensifica sua luta contra infecções importadas. Por Célio Taylor, do Vanguarda  Photo by David Hogsholt/Getty Images) A China diz que reduziu amplamente o surto de Covid-19, mas um conjunto recente de casos vinculados à comunidade nigeriana de Guangzhou provocou a suposta discriminação por parte de moradores e autoridades de prevenção de vírus. As autoridades locais do centro industrial de 15 milhões de habitantes, disseram que pelo menos oito pessoas diagnosticadas com a doença passaram algum tempo no distrito de Yuexiu, conhecido como “Pequena África”. Cinco eram cidadãos nigerianos que enfrentaram raiva generalizada depois que surgiram relatos de que haviam quebrado uma quarentena obrigatória e foram a oito restaurantes e outros locais públicos em ...

    Leia mais

    Racismo e desigualdades: o que há de democrático na Covid-19?

    “Quando a América branca pega um resfriado, a América negra pega pneumonia”, Steven Brown (Urban Institute). Por Emanuelle Goes, Da Catarinas  (Foto: arquivo pessoal da autora) A Covid-19 é democrática? Debates sobre a transmissão do vírus têm levantado essa discussão, que todas as pessoas independentes de raça, classe, gênero estão expostas ao coronavírus da mesma forma. Mas como é possível que em países e sociedades com desigualdades profundas as populações sejam atingidas de maneira igualitária? Ao desembarcar Brasil o novo coronavírus mostrou que não era bem assim, a “patroa” em quarentena transmitiu o vírus para a funcionária que não tinha sido informada de risco de contágio, a trabalhadora doméstica de 63 anos que morreu, sendo o primeiro registro de morte no País. O vírus ao atravessar a barreira racial mata. Aprendo com Grada Kilomba (1) ao dizer que a divisão geográfica resultante dessa coreografia racista pode ser ...

    Leia mais

    Racismo: a moda que nunca sai de moda (ou Por que prefiro colete à jaqueta?)

    Houve um tempo em que estudiosos dos mais variados estratos, desejando des(en)cobrir o mundo pelo imperativo da razão, embarcaram em “caravelas”: mapearam as repartições físicas do Globo, descreveram, catalogaram, compararam e classificaram “elementos” que viam pela frente que, posteriormente, foram postos à apreciação em sessões públicas, preleções, palestras e livros. Consigo levaram a bagagem do saber colonial. Esse tempo é, também, o tempo de agora. Ele não cessou, apenas se transformou para continuar sendo o que é e produzindo o de sempre: políticas institucionais racistas. Por Bernard Teixeira Coutinho, enviado para o Portal Geledés  O racismo, um dos membros fortes do capitalismo e expressivo vetor da crise civilizatória, virou moda. Que xs leitorxs nos permitam realizar uma rápida rememoração: quando criança, meu pai e eu costumávamos frequentar um boteco (hiper) badalado nos anos 90, localizado na rua principal no bairro em que morávamos. Lá, todos os domingos, experimentávamos uma deliciosa ...

    Leia mais
    Homem usa máscara contra coronavírus em Senegal
Imagem: Jerome Gilles/NurPhoto via Getty Images

    Coronavírus: Racismo impede que alguns negros usem máscaras feitas em casa

    A pandemia do novo coronavírus tem levado muitas pessoas a fabricarem suas próprias máscaras em casa, mas alguns homens negros dos Estados Unidos relataram suas preocupações com este adereço e preferem não usá-lo. O motivo? Racismo. No UOL Homem usa máscara contra coronavírus em SenegalImagem: Jerome Gilles/NurPhoto via Getty Images "Nós temos muitos exemplos de criminalidade presumida de homens negros em geral. E aí nos temos as autoridades pedindo que nós usemos em público algo que pode, certamente, ser visto como um adereço de um criminoso, particularmente quando usado por homens negros", disse Trevor Logan, negro e professor da Universidade do Estado de Ohio, à CNN americana. Homens negros de diferentes profissões e classes sociais têm manifestado preocupações neste sentido. "Há um contexto maior do que o vírus: neste caso, se trata do fato de que homens negros de capuz, touca ou máscara se encaixam na ...

    Leia mais
    FABRICE COFFRINI / AFP via Getty Images

    OMS critica racismo de cientistas que querem que África seja ‘terreno de testes’ para vacina contra coronavírus

    O chefe da OMS condenou nesta segunda-feira os “comentários racistas” de pesquisadores que recentemente se referiram à África como “um campo de testes” para uma potencial vacina contra a COVID-19, denunciando “o legado de uma mentalidade colonial”. Por AFP, na ISTOÉ O diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP via Getty Images) “Esses tipos de comentários racistas não contribuem em nada para avançar. Vão contra o espírito de solidariedade. A África não pode e não será um campo de testes para nenhuma vacina”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, ex-chefe de diplomacia Etíope, durante uma conferência de imprensa virtual. “O legado da mentalidade colonial deve acabar”, acrescentou. Embora não tenha especificado a quais cientistas se referia, recentemente uma polêmica eclodiu na França e na África devido a uma conversa entre o diretor de pesquisa do Instituto Francês de Pesquisa Médica (Inserm), Camille Locht, ...

    Leia mais
    Foto: Marcello Casal Jr/Arq/Ag Brasil/Ilust)

    Pandemia: racismo estrutural e o silêncio na imprensa

    Chega um momento em que o silêncio é traição. (Martin Luther King Jr.) Por Ricardo Alexandre Correa, do Carta Campinas Foto: Marcello Casal Jr/Arq/Ag Brasil/Ilust) Nestes tempos de pandemia, a preocupação com a propagação da Covid-19 tem feito com que vários especialistas, governantes e jornalistas discutam, diariamente, na imprensa, medidas para não colapsar o sistema de saúde brasileiro, visando à diminuição da propagação do vírus, e políticas para amparar as famílias atingidas com o isolamento social. No caso desta demanda, não me lembro de ter presenciado tamanha preocupação com a pobreza como está sendo agora. Isto é ótimo, contudo, tenho ressalvas com a maneira que estão conduzindo a discussão. Não há abordagem das questões raciais como elemento fundamental na pobreza da população, sendo que a premissa do debate deveria ser o reconhecimento de que os mais desfavorecidos, economicamente, têm a pele negra.1 O racismo estrutural atinge ...

    Leia mais
    Reprodução/YouTube/ Itaú Cultural

    Racismo não tem desculpa

    A jornalista Maju Coutinho mais uma vez sofreu ataques racistas. Até quando episódios como esse vão se repetir? Por PAI RODNEY, da Carta Capital Reprodução/YouTube/ Itaú Cultural Então é assim: xinga, ofende, humilha, desqualifica, desumaniza e depois vai lá e faz um videozinho pedindo desculpa, dizendo que se expressou mal, que não pensa desse jeito, que não sabe o que aconteceu, que foi uma declaração infeliz e está tudo certo. Quantas vezes já vimos esse filme? E até quando episódios como esse vão se repetir? O cara estava participando de uma live no Instagram e disparou um monte de impropérios racistas contra a jornalista Maju Coutinho, apresentadora do Jornal Hoje, e a médica Thelma Assis, participante desta última edição do BBB. O tal empresário Rodrigo Branco, com um histórico bastante controverso tanto na carreira como diretor de TV quanto em sua atuação como “prefeito” de Orlando, ...

    Leia mais
    Nina Lemos (Foto: Giovanni Bello)

    Caso Rodrigo Branco. Até quando nós, brancos, vamos deixar racismo para lá?

    Na segunda-feira à noite, um guia turístico "amigo" de várias celebridades, entre elas Xuxa, Rodrigo Faro e Ivete Sangalo (e por isso meio famosinho na internet também), cometeu crime de injúria racial ao vivo, em uma live. O guia turístico Rodrigo Branco, ex diretor da Band, disse as seguintes coisas: Por Nina Lemos, do Universa Nina Lemos (Foto: Giovanni Bello) Sobre Thelma, a única mulher negra no BBB: "Ela tem torcida só porque é negra e coitada." Sobre Maju Coutinho: " Eu assisti hoje ao Jornal Hoje e ela fala tudo errado. Ela só está lá por causa da cor. Ela não tem uma carreira, ela nunca foi repórter de campo, ela fala tudo errado e eu como diretor de TV, vou te falar, ela lê o TP (teleprompter) errado" Quando li que isso tinha acontecido, pensei que talvez esse fosse um assunto para esse blog. ...

    Leia mais
    Página 2 de 700 1 2 3 700

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist