quarta-feira, julho 8, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Cultura Afro-Brasileira'

    FUNDAÇÃO CULTURAL celebra 27 anos de cultura afro-brasileira lançando o Diálogos PALMARES

    Nesta quarta-feira (26), às 10h, no Salão Negro do Palácio da Justiça, a Fundação Cultural Palmares (FCP) realiza a solenidade de lançamento do Programa de gestão Diálogos Palmares: Perspectivas e ações da política nacional para a cultura afro-brasileira. Com a participação do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e da presidenta da Fundação, Cida Abreu, o evento dá início às comemorações dos 27 anos da Fundação. Às 15h, a presidenta da Palmares, Cida Abreu, participa de roda de conversa com artistas, lideranças religiosas e fazedores de cultura afro-brasileira, no Hotel Nacional. Por Fundação Cultural Enviado para o Portal Geledes A Fundação Palmares é uma autarquia vinculada ao Ministério da Cultura (MinC) e tem por objetivo consolidar parcerias com as áreas e esferas de governo, gestores, artistas e representantes das diversas manifestações da cultura afro-brasileira. O Programa Diálogos Palmares é uma forma de proporcionar a repactuação entre todos os atores envolvidos com o ...

    Leia mais

    Professores têm desafio de ensinar cultura afro-brasileira, diz diretora

    Na região onde existiu o maior e mais duradouro quilombo das Américas, o Quilombo dos Palmares, professores têm o desafio de ensinar a história afro-brasileira nas escolas. Se no final do século 16, o local era de luta e resistência contra a escravidão, falta hoje autoestima aos jovens e a valorização da própria história, segundo a diretora da escola municipal Pedro Pereira da Silva, Maria Luciete Santos. Ela participou hoje (4) da Reunião Ordinária Itinerante do Conselho Nacional de Educação (CNE), que começou ontem e vai até quinta-feira (6), em Maceió. Hoje uma comitiva visitou a Serra da Barriga. por Mariana Tokarnia no Agência Brasil Comitiva itinerante do Conselho Nacional de Educação visita comunidade quilombola em União dos Palmares, em Alagoas (Foto: Adalberto Farias/Jangadas Filmes/Direitos Reservados) "Às vezes o preconceito vem deles mesmos. Eles não se reconhecem, não veem o próprio potencial. Eles não tinham ideia do que era a história deles, do ...

    Leia mais

    A influência da cultura afro-brasileira para formação sergipana

    O território sergipano possui inúmeras manifestações que garantem uma identidade chamada ‘Sergipanidade’. A cultura afro-brasileira é uma dessas manifestações e tem fortes influências para a formação dos cidadãos e comunidades na capital e interior do estado. São grupos folclóricos de origem africana e 29 comunidades quilombolas remanescentes reconhecidas pela Secretária de Estado da Inclusão Social. Por Leonardo Tomaz, do ASN Foto: Ascom Secult Para o Mestre em Comunicação e Cultura e professor de história, Antônio Bitencourt, a indenidade cultural que forma a sergipanidade tem fortes aspectos na religião e folclore dos povos africanos. “Como em todo Brasil, a presença da cultura africana tem forte aspecto na identidade cultural. Em Sergipe, as tradições que temos da origem negra são resultantes da presença dos africanos, que vieram para cá na condição de escravos, e fortemente marcada pela influência religiosa hoje tão presente na identidade sergipana”, afirma, dizendo a importância da ...

    Leia mais

    Casa da Cultura Afro-Brasileira oferece aulas de iorubá e capoeira

    Idade mínima para frequentar cursos é de 10 anos Do A Tribuna Pioneira no litoral paulista, a Casa da Cultura Afro-Brasileira - Memorial ao Escravizado em São Vicente abre inscrições para cursos gratuitos de capoeira e do idioma Iorubá. Enquanto a primeira formação terá turmas de terça e quinta-feira, das 14 às 16 horas, o de língua africana será na sexta- feira, das 15 às 16h30, e no sábado, das 10 às 11h30. A oficina de capoeira tem como objetivo difundir conhecimento sobre a cultura afro-brasileira, privilegiando a informação, o debate e a retomada de valores da ancestralidade com foco na expressão corporal. A idade mínima é 10 anos. Já o ioruba:- idioma da família Níger-Congo é muito falado no oeste africano, principalmente na Nigéria, Benin, Togo e Serra Leoa, alcançando 30 milhões de pessoas. A atividade será ministrada por um nigeriano, o artista plástico Augustine Kawoh, com o objetivo ...

    Leia mais

    Rubem Valentim: Marco Sincrético da Cultura Afro-brasileira

    Por sugestão da pesquisadora do Idart Maria Olimpia Vassão (atualmente da Curadoria de Artes Visuais do CCSP), recuperamos do Arquivo Multimeios uma entrevista que ela realizou em 1979 com o escultor Rubem Valentim (1922-1991), autor de uma das peças instaladas na Praça da Sé. No CCSP A gravação, feita em fita cassete, apresenta algumas imperfeições e alterações de rotação que interferem no timbre de voz do artista; mas as características de sua personalidade, seu pensamento e forma de expressão permanecem intactos. TATU no ar! - Rubem Valentim by Ccsp Sp on Mixcloud Este podcast conta com comentários de Maria Olimpia Vassão e Alexandre Bispo, diretor da DACE (Divisão de Ação Cultural e Educativa) do CCSP. Citamos abaixo algumas passagens do Manifesto que Rubem Valentim divulgou em 1976 e que é citado na entrevista. Manifesto ainda que tardio: depoimentos redundantes, oportunos e necessários Minha linguagem plástico-visual signográfica está ligada aos valores míticos profundos de uma cultura afro-brasileira ...

    Leia mais
    Ilustração: Claudius

    Dicas de livros infantis para celebrar a cultura afro-brasileira

    Uma das qualidades da boa literatura é a sua capacidade de nos fazer entrar em contato com diferentes culturas a partir das suas histórias, conhecendo alguns elementos que compõem a identidade de um povo. Além de nos aproximar de hábitos, valores e costumes, alguns livros nos permitem adentrar o diverso, o estranho, aquilo que não compreendemos e que precisamos acessar, se quisermos ampliar o nosso olhar e vermos o mundo como um espaço de liberdade e convivência entre os diferentes. Por Denise Guilherme no Leitura em Rede Ilustração: Claudius Esse é o mote dessa seleção organizada pela nossa equipe. Nela, escolhemos obras especiais: coletâneas de narrativas provenientes da tradição oral de diferentes povos africanos, biografias de importantes líderes e pequenos contos que abordam a questão da identidade da criança afro-brasileira de maneira sensível e inteligente. Eles estão à venda em nossa livraria e, se clicar aqui, você será redirecionado para nossa loja e poderá ler as resenhas que ...

    Leia mais
    Debate Unicamp 29.10 9

    Campinas terá Fórum para fomentar ensino da história e cultura afro-brasileira nas escolas

    por Michele da Costa Ensino está previsto na Lei Federal 10.639/ 2003 e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Objetivo do Fórum também será promover o diálogo sobre racismo e cultura africana. Posse do colegiado será na sexta (21 de março)- Dia Internacional de Luta Pela Eliminação da Discriminação Racial Campinas, 20 de março de 2014- Campinas terá um Fórum Permanente de Educação e Diversidade das Relações Étnico-Raciais. O principal objetivo do Fórum será propor, orientar e gerir ações para o ensino da história e da cultura africanas e afro-brasileiras em todas as escolas de ensino fundamental e médio da cidade. Estes ensinamentos estão previstos na Lei Federal 10.639/ 2003 e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), mas ainda não são cumpridos plenamente em Campinas e na maioria das cidades do País. O Fórum também deverá promover o diálogo sobre racismo e cultura africana. A ...

    Leia mais
    Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj

    MinC lança edital de apoio à pesquisa da cultura afro-brasileira

    Concurso é voltado para pesquisadores de todo o país O edital terá investimento total de R$ 1,7 milhão Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj O Ministério da Cultura e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) lançam nesta sexta-feira (20), em Recife, o Edital de Apoio Financeiro Para a Pesquisa - ação de acervos de Interesse memorial para a cultura Afro-Brasileira. O edital terá investimento total de R$ 1,7 milhão e selecionará projetos de coleta, resgate, recuperação, conservação e disponibilização para o acesso público de acervos de interesse científico e cultural de bens do patrimônio Afro-Brasileiro, visando ampliar a sua disponibilidade e acessibilidade pela sociedade civil e por pesquisadores, assim como maximizar os benefícios desses acervos para a geração de conhecimento novo. O concurso, destinado a pesquisadores de todo o país, é resultado de uma articulação entre o Ministério da Cultura (Minc), a UFPE, a ...

    Leia mais
    Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj

    Ensino da cultura afro-brasileira nas escolas depende de “boa vontade”

        Daniele Silveira Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj Na luta permanente contra o racismo, ao longo de 2013 os movimentos sociais estiveram nas ruas para denunciar o genocídio da população negra. Ao mesmo tempo a constatação de que a Lei 10.639 ainda não foi implementada é um dos sintomas da falta de comprometimento dos governantes com essa parcela da população, formada por mais de 100 milhões de pessoas, segundo o IBGE. Resultado da pressão popular, desde 2003 essa lei tornou obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e particulares. A legislação alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), que cinco anos depois foi modificada pela Lei 11.645/08, incluindo a temática indígena. Em 2013, a Lei 10.639 completou uma década, e o que se percebe é que o tema ...

    Leia mais
    seminario

    Seminário regional discute ensino da história e cultura afro-brasileira nas escolas

    Os desafios e perspectivas da lei 10.639 – instituída em 2003 na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e que estabelece a obrigatoriedade do ensino sobre história e cultura afro-brasileira no ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas – são os focos de discussão de seminário regional realizado pela gerência de Diversidade da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) em homenagem aos dez anos da implantação. Divulgação O encontro, direcionado para gestores, pesquisadores e educadores de escolas públicas do Nordeste, teve início nesta quinta (3) e se estende até a próxima sexta (4), no auditório do Centro de Formação Ib Gatto Falcão, no Cepa. Segundo o historiador e técnico pedagógico da SEE, Zezito de Araújo, as discussões que cercam o tema incluem perspectivas de gestão escolar no âmbito da lei, avaliações do modo como o tema está inserido ...

    Leia mais
    museu da vida

    Sétima edição da Primavera dos Museus destaca relação entre memória e cultura afro-brasileira

    Rio de Janeiro – A sétima edição da Primavera dos Museus começou hoje (23) em todo o país, com o tema Museus, Memórias e Cultura Afro-Brasileira. Até domingo (29), museus em diversas cidades terão programação especial que inclui palestras, oficinas, exposições com visitas guiadas, além de concertos musicais e apresentações de dança. No Brasil, 884 museus vão promover 2.264 eventos culturais, propondo ao público uma reflexão mais profunda sobre o tema. Só no estado do Rio, participam 82 unidades. O evento é uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). A temática deste ano é resultado de uma discussão sobre a transformação social apresentada durante a conferência do Comitê Internacional de Museus de 2013, que abordou a junção de memória e criatividade resultando em mudança social. Assessor cultural do Museu da República, uma das unidades do Ibram, o museólogo Mário Chagas diz ser impossível falar em qualquer mudança social no ...

    Leia mais
    424700 expomrl2

    Exposição no Museu Regional do Livro aborda cultura afro-brasileira

    Literatura negra estaria relacionada às formas da percepção do mundo, segundo pesquisador   Com o objetivo de abordar a cultura afro-brasileira, a Univates promove, por meio do Museu Regional do Livro, a exposição Versos negros, vozes negras. A mostra poderá ser conferida no Espaço Arte 7, até o dia 29 de setembro. A exposição comemora a 7ª Primavera dos Museus, que conta com o tema Museus, Memória e Cultura Afro-brasileira, trazendo poemas retirados do livro Sonetos Brasileiros, de Laudelino Freire. Conforme o pesquisador Alvaro Hattnher, literatura negra é aquela escrita por autores negros, com a visão de mundo e a experiência de sujeitos históricos que se reconhecem e se afirmam como negros. Nesse sentido, a eficácia estética da literatura negra estaria diretamente relacionada às formas de percepção do mundo e aos valores de uma experiência negra. Na mostra, o Museu dá voz a alguns autores negros, mulatos, pardos e mestiços ...

    Leia mais
    Muncab Suplicy-300x215

    Museu Nacional de Cultura Afro-Brasileira na Bahia poderá ser federalizado

    O Museu Nacional de Cultura Afro-Brasileira (Muncab) pode ser o primeiro museu vinculado ao Ministério da Cultura (MinC) na Bahia. Durante reunião realizada em Salvador, na quinta-feira (18), a ministra da Cultura, Marta Suplicy, e autoridades do Estado discutiram a possibilidade de que o museu passe a ser de competência do governo federal e administrado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). A reunião contou com a presença do governador da Bahia, Jaques Wagner, do diretor do Muncab, José Carlos Capinan, do presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Hilton Cobra, e do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo. Estiveram presentes ainda o secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) e outras autoridades.Etapas O primeiro passo para o processo de federalização do museu, criado em 2002, será a produção de um diagnóstico sobre as pendências existentes, que desde ...

    Leia mais
    Nelsonn-Inocencio-200x300

    Conferência incentiva pesquisa sobre cultura afro-brasileira

    Maranhão será o primeiro estado a receber a Conferência Culturas Negras, afrodescendentes e afro-brasileiras – Perspectivas para políticas públicas Reunir pesquisadores, gestores públicos e agentes culturais para um diálogo sobre ações afirmativas para as políticas públicas de fomento às culturas negras. Dentro dessa perspectiva, São Luis no Maranhão recebe, nesta terça-feira, 23/7, o Ciclo de Palestras Cultura Afro-brasileira: Nosso Patrimônio. O evento realizado pelo Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra(CNIRC) da Fundação Cultural Palmares, oferece a oportunidade de conhecer mais sobre as práticas, costumes, conhecimentos e tradições das manifestações culturais afro-brasileiras. Nelson Inocêncio, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade de Brasília, ministrará a Conferência Culturas Negras, afrodescendentes e afro-brasileiras – Perspectivas para políticas pública. Esta é a primeira de uma série de conversas que serão realizados pelo país, no âmbito das comemorações dos 25 anos da Fundação Cultural Palmares, comemorados em agosto próximo. Novas perspectivas ...

    Leia mais
    ABR210713WDO 8483A

    Oficina de dança em Brasília resgata cultura afro-brasileira

    Brasília – Um grupo do cerca de 50 pessoas participou de uma oficina de danças afro-brasileiras na Fundação Nacional de Artes (Funarte) em Brasília. O ritmo marcante das pisadas e os movimentos de pernas, quadris e ombros, sempre em roda, tomaram conta do espaço. A oficina foi coordenada pelo grupo Ilú Obá de Min - Educação, Cultura e Arte Negra, de São Paulo, que faz atividades pela primeira vez na capital federal. A oficina fez parte da 6ª edição do Latinidades – Festival da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, que vai até o dia 27 de julho. A programação trata da cultura afro-brasileira na perspectiva das mulheres negras e traz temas como empreendedorismo, economia criativa, cultura e comunicação, com atividades abertas ao público. A atividade foi ministrada pela professora de dança brasileira Roberta Viana. Os ritmos apresentados na aula de hoje foram o coco e o cacuriá. De acordo com Roberta, ...

    Leia mais
    iStockphoto

    Faltam professores qualificados em cultura afro-brasileira, diz especialista

    Lei determina o ensino da cultura afro em escolas públicas e particulares. UFSCar oferece cursos em educação para as relações etnicorraciais. iStockphoto O ensino da história e da cultura afro-brasileira nas escolas de ensino fundamental e médio, particulares e públicas, é previsto em lei desde 2003. As aulas ajudam a ampliar a tolerância e o respeito, além de melhorar a convivência entre as crianças. Apesar da obrigatoriedade, a coordenadora do Centro de Cultura Afro de Araraquara (SP), Alessandra Laurindo, diz que ainda faltam professores capacitados. "A grande maioria ainda não tem conhecimento sobre o tema para poder passar para os alunos", afirmou. O estudante Domini Laurindo Alto, de 9 anos, foi vítima de preconceito antes de mudar para uma escola que oferece o ensino da cultura afro. "Falavam que eu era negrinho e me chamavam de macaco. Agora ninguém me maltrata, ninguém me xinga", contou. Desde ...

    Leia mais
    marta1

    Netinho: Lei da Cultura Afro-Brasileira nas escolas faz 10 anos

    A Lei 10.639, que completa 10 anos, foi assinada em 09 de janeiro de 2003 pelo ex-presidente Lula. Esta Lei alterou a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) e tornou obrigatório o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana nos currículos da Educação Básica. Uma conquista reivindicada pelo Movimento Negro, que tornou-se um grande marco na história do Brasil por mexer de forma estrutural nos caminhos das "concepções e posturas educacionais". Por Netinho de Paula* Trata-se de uma decisão política com fortes repercussões pedagógicas que reconhece a necessidade da escola, para além de valorizar a história e cultura da população brasileira, buscar também reparar danos provocados pelas criações que reforçam a omissão da contribuição dos africanos e afrodescendentes na história e formação do Brasil. Conhecer uma história justa do Brasil é um direito. Apresentar a história do país de forma correta é um dever do poder ...

    Leia mais
    palmares

    Prêmio Palmares estimula produção científica sobre a Cultura Afro-Brasileira

    por Professor Web Estão abertas até 1º de novembro as inscrições para o II Concurso Nacional de Pesquisa sobre Cultura Afro-Brasileira – Prêmio Palmares 2012. O concurso é de competência do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra e tem o objetivo de estimular a produção científica e dar visibilidade aos trabalhos acadêmicos sobre a Cultura Afro-Brasileira. Serão considerados como Pesquisa sobre Cultura Afro-Brasileira os trabalhos que apresentem aspectos da tradição histórica, social, cultural, geográfica ou jurídica da população afrodescendente no Brasil (incluindo comunidades remanescentes de quilombos e comunidades religiosas de matriz africana), bem como sobre afro-brasileiro, compreendendo: saberes (conhecimentos e modos de fazer); celebrações (rituais e festas tradicionais); formas de expressão (manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas); lugares (espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais coletivas). Ao todo, serão premiadas 13 pesquisas, sendo que nas categorias Monografia e Dissertação, a concorrência será regionalizada, ou ...

    Leia mais
    Página 2 de 95 1 2 3 95

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist