Resultados da pesquisa por 'Jogos Olímpicos'

    obama07

    Obama nomeia atletas lésbicas para comitiva dos Jogos de Inverno

      O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou duas atletas lésbicas para integrarem a comitiva para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, que terão lugar em Sochi, na Rússia, país que tem sido criticado pelas suas leis homofóbicas. «A delegação dos Estados Unidos aos Jogos Olímpicos representa a diversidade do país. Todos os nossos representantes distinguiram-se no serviço governamental, ativismo cívico ou desporto», disse a porta-voz do Conselho Nacional de Segurança, Caitlin Hayden. A antiga tenista Billie Jean King e a ex-jogadora de hóquei no gelo Caitlin Cahow vão integrar as comitivas norte-americanas nas cerimónias de abertura e encerramento dos Jogos. Recorde-se que, em junho, a Rússia adotou uma lei que proíbe a divulgação de informação sobre homossexualidade junto dos menores, o que levou várias organizações de defesa dos direitos humanos a pedir um boicote aos Jogos. Fonte: Abola

    Leia mais
    cher-2013

    Em apoio a homossexuais, Cher recusa convite para abrir Jogos de Inverno na Rússia

    "Eu quero saber a razão de todo esse ódio contra os gays ter explodido por lá", afirmou a cantora A cantora norte-americana Cher revelou que recusou um convite para cantar na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sotchi, na Rússia. O motivo alegado pela a artista é "a forma como o governo russo está tratando os gays." A declaração foi dada à revista canadense Macleand. "Eu não posso dar nomes, mas um amigo meu que é um oligarca poderoso lá me ligou e me pediu para ser embaixadora para os Jogos Olímpicos e fazer o show de abertura. Eu imediatamente recusei", afirmou Cher. A cantora afirmou, ainda, que quer saber a "razão de todo esse ódio contra os gays ter explodido lá". Cher é mãe de Chaz Bono, que é transexual. A homofobia na Rússia No último dia 11 de junho, a Rússia aprovou uma lei que proíbe a ...

    Leia mais
    cher-2013

    Em apoio a homossexuais, Cher recusa convite para abrir Jogos de Inverno na Rússia

    "Eu quero saber a razão de todo esse ódio contra os gays ter explodido por lá", afirmou a cantora A cantora norte-americana Cher revelou que recusou um convite para cantar na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sotchi, na Rússia. O motivo alegado pela a artista é "a forma como o governo russo está tratando os gays." A declaração foi dada à revista canadense Macleand. "Eu não posso dar nomes, mas um amigo meu que é um oligarca poderoso lá me ligou e me pediu para ser embaixadora para os Jogos Olímpicos e fazer o show de abertura. Eu imediatamente recusei", afirmou Cher. A cantora afirmou, ainda, que quer saber a "razão de todo esse ódio contra os gays ter explodido lá". Cher é mãe de Chaz Bono, que é transexual. A homofobia na Rússia No último dia 11 de junho, a Rússia aprovou uma lei que proíbe a ...

    Leia mais
    morganella

    Olimpíadas 2012: Atleta suíço é banido dos Jogos por racismo

    Mais um caso de racismo foi registrado nos Jogos Olímpicos de Londres. Agora foi a vez do jogador de futebol Michel Morganella, da Suíça, dar declarações preconceituosas em sua conta pessoal do Twitter e ser banido das Olimpíadas. O zagueiro demonstrou toda sua frustração após a derrota por 2 a 1 para a Coreia do Sul com uma boa dose de discriminação. Indignado com a derrota o suíço usou seu Twitter para ofender a Coreia do Sul com a seguinte frase: "Que se fodam todos os coreanos, que coloquem fogo neles mesmos, bando de retardados". Como utilizou muitas gírias e escreveu em francês, o zagueiro deu margem a diversas interpretações, mas reconheceu seu erro e apagou o tweet em pouco tempo. Na foto abaixo você pode ver uma reprodução da declaração. Morganella já não faz mais parte da delegação da Suíça e não estará presente no último jogo da equipe ...

    Leia mais
    serena williams

    Olimpíadas 2012: Sob olhares de Michelle Obama, Serena estreia com vitória nos Jogos

    A norte-americana Serena Williams alegrou a família do presidente de seu país neste sábado. A tenista, campeã de Wimbledon, derrotou a sérvia Jelena Jankovic por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/1, na primeira rodada das Olimpíadas de Londres-2012 e fez a alegria da primeira-dama Michelle Obama, presente nas arquibancadas do All England Club.A esposa de Barack Obama também compareceu à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, na sexta-feira.Na segunda rodada, Serena, ex-líder do ranking mundial, enfrenta a polonesa Urszula Radwanska, que avançou derrotando a alemã Mona Barthel. Elas já se enfrentaram duas vezes e o retrospecto aponta vantagem da norte-americana, que venceu os dois confrontos.Outras duas ex-líderes da lista da WTA também venceram neste sábado em Londres-2012. A belga Kim Clijsters não encontrou problemas para passar pela italiana Roberta Vinci: 6/1 e 6/4. Sua próxima adversária sai do jogo entre a australiana Samantha Stosur e a espanhola ...

    Leia mais
    saltadora-grega-paraskevi-papahristou-20120630-01-size-598

    Atleta grega é expulsa dos Jogos por racismo no Twitter

    A saltadora grega Paraskevi Papahristou, de 23 anos, está fora dos Jogos Olímpicos de Londres. A atleta do salto triplo foi cortada pelo comitê olímpico grego por fazer um comentário racista no Twitter. "Com tantos africanos na Grécia, os mosquitos do Nilo Ocidental terão muita comida caseira", escreveu Papahristou na rede social. Depois da expulsão, a atleta utilizou o Facebook, para se desculpar. "Gostaria de expressar minhas desculpas pela piada de péssimo gosto que publiquei em minha conta no Twitter. Estou muito arrependida e envergonhada com o que ocorreu, nunca quis ofender ninguém ou ferir os direitos humanos."  Veja Também:  Olimpíadas 2012: Jogador suíço chama "atrasados mentais" aos rivais sul-coreanos   Fonte: Veja

    Leia mais
    2306488-1053-rec

    De origem aborígene, corredor vê racismo e ameaça boicotar Jogos

    O australiano John Steffensen fez uma acusação grave no último final de semana contra a Federação de Atletismo do seu país. O experiente corredor, que já foi prata no revezamento 4x400 m em Atenas, em 2004, alegou que não foi escolhido para competir nos 400 m rasos em Londres por racismo, já que tem origem aborígene. Em protesto, ele ameaça inclusive boicotar os Jogos Olímpicos na capital inglesa. Em entrevista à rede australiana de televisão Channel Nine, no último sábado, Steffensen se mostrou bastante insatisfeito com a escolha de sua equipe. "Eu não acho que ajude na legitimidade do nosso esporte ou do critério de seleção, e acho que só faz o nosso esporte parecer estúpido", afirmou o corredor de 29 anos. "As regras e os objetivos estão ficando incertos. Agora eles vão pegar quem eles quiserem para colocar na equipe. Eu aguentei ser difamado racialmente por esta federação, ser ...

    Leia mais
    adhemar-ferreira1

    Momentos Olímpicos: Para 1º brasileiro bicampeão, palmas em derrota foi seu instante mais memorável

    Adhemar Ferreira da Silva , o mais bem sucedido esportista brasileiro da história das pistas, o único bicampeão olímpico do Brasil em atletismo - no salto triplo - teria eleito como seu maior momento nos Jogos curiosamente sua pior participação, segundo o jornalista especializado em esportes amadores Alberto Chammas. "Em Roma, em 1960, ele enfrentava problemas físicos e não conseguiu boas marcas. Ao deixar o estádio, ouviu aplausos e pensou que eram para algum outro atleta, mas ao ver que eram para ele, foi até o alambrado", diz o jornalista, que também foi amigo pessoal de Adhemar. "Aos poucos, o estádio todo começou a aplaudi-lo. Adhemar então deu a volta, cumprimentando a todos. No dia seguinte, os jornais italianos deram destaque a essa 'volta olímpica'. Ele mesmo me disse que esse foi seu maior momento, a 'medalha' mais importante", conta Chammas. "Porque ser ovacionado quando se está no pódio, após ...

    Leia mais
    shelly-anne-brown

    Vancouver 2010:Afro-Canadense ganha medalha de prata nos jogos de inverno

    A prova do bobsled feminino de duas pessoas garantiu a festa da torcida canadense nesta quarta-feira. Em um resultado histórico, o país conquistou as medalhas de ouro e de prata da modalidade nos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver. Kaillie Humphries e Heather Moyse conquistaram o título olímpico com o tempo total de 3min32s28. Suas compatriotas Helen Upperton e Shelley-Ann Brown ficaram com a prata ao registrarem 3min33s13. fonte: UOL

    Leia mais
    Kwame Nkrumah-Acheampong

    Competidor negro é uma atração nos jogos do Canadá

      Um dos poucos competidores negros em Vancouver, no Canadá, Kwame Nkrumah-Acheampong faz questão de realçar que é diferente. Usa nas provas um traje tigrado, que justifica o apelido de “Leopardo da Neve”. Primeiro atleta na história de Gana a disputar os Jogos Olímpicos de Inverno, o ex-guia de safári na África obteve a vaga sem o apoio do governo de seu país.Aos 35 anos, Kwame surpreende por seu pouco tempo no esqui. Conheceu a neve há 10 anos e começou no esporte há apenas cinco, quando foi trabalhar como recepcionista em uma estação em Milton Keynes, na Inglaterra. Começou a treinar em pistas indoor e logo ingressou no circuito mundial, especializando-se no slalom.Nascido na Escócia, quando o pai fazia um mestrado na Universidade de Glasgow, ainda pequeno foi morar em Gana, terra de seus pais. Logo cedo, começou a trabalhar como guia de safáris e foi para a Inglaterra ...

    Leia mais
    O presidente da CBF, Rogério Caboclo, anuncia Duda Luizelli (esq.) e Aline Pellegrino (dir.) para o comando do futebol feminino da entidade - CBF/Divulgação

    CBF põe mulheres à frente do futebol feminino e iguala diária entre seleções

    A CBF anunciou na tarde desta quarta-feira (2) as duas novas profissionais responsáveis por comandar o departamento de futebol feminino, que estava sem liderança desde junho, quando Marco Aurélio Cunha deixou a entidade para se dedicar às eleições do São Paulo. Ex-capitã da seleção brasileira, Aline Pellegrino, 38, assume o cargo de coordenadora de competições da modalidade. Ela atuava desde 2016 no comando do futebol feminino na Federação Paulista de Futebol. Duda Luizelli, 49, que era coordenadora técnica do futebol feminino do Internacional, assume a coordenação das seleções femininas da Confederação Brasileira de Futebol. O anúncio da contratação das duas profissionais foi feito pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, e precedeu a entrevista coletiva da técnica Pia Sundhage, que convocou nesta quarta 24 jogadoras para treinos com a seleção de 14 a 22 de setembro. De acordo com Caboclo, que classificou a nomeação das duas dirigentes como memorável, no mês ...

    Leia mais
    A live do COB foi mediada pela jornalista e escritora Eliana Alves Cruz (YouTube/Time Brasil)

    Atletas brasileiros debatem sobre igualdade racial no esporte

    O COB (Comitê Olímpico do Brasil) veiculou pelas redes sociais, nesta quarta-feira (19), o 11º painel online e, desta vez, a temática foi a igualdade racial no esporte. O encontro reuniu Etiene Medeiros, da natação, Aline Silva, do wrestling, Ygor Coelho, do badminton, e o ex-lutador Diogo Silva, do taekwondo. A conversa foi mediada pela jornalista e escritora Eliana Alves Cruz e, além do racismo, abordou outros tipos de preconceitos. Etiene Medeiros comentou sobre a questão racial na natação (YouTube/Time Brasil) Etiene Medeiros e o preconceito “Só me descobri como mulher negra de uns três ou quatro anos para cá. A natação não é um esporte para negros, não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Não é acessível no nosso país, não chega às periferias. O meu irmão (Jamison) é negro e a minha representatividade era ele. Quando mais novos, os únicos negros da nossa ...

    Leia mais
    Foto; Chiraag Bhakta

    Museu remove busto do ex-presidente do COI por causa de “legado racista”

    O Museu de Arte Asiática de São Francisco (Estados Unidos) retirou o busto do ex-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) Avery Brundage de seu saguão por causa de preocupações com seu "legado racista". O busto foi inaugurado pela Comissão de Arte Asiática em 1972 e está no hall de entrada desde então, em homenagem ao patrono fundador da instituição, conforme noticiado pelo The New York Times. Brundage, que havia representado os Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de Estocolmo 1912 no atletismo, atuou como Presidente do COI de 1952 a 1972, tendo ingressado como membro em 1936. Ele morreu em 1975 e se opôs ao boicote aos Jogos Olímpicos de 1936 em Berlim durante seu tempo como Presidente do Comitê Olímpico Americano, como era então chamado. Houve pedidos, liderados por políticos nos EUA, de boicotar os Jogos por causa de preocupações com a moral de apoiar uma Olimpíada em um país ...

    Leia mais
    Tommie Smith no pódio (Foto: © Reuters/Direitos Reservados)

    Tommie Smith, símbolo da luta contra o racismo, completa 76 anos

    Tommie Smith já foi um dos homens mais rápidos do planeta, mas foi o protesto protagonizado por ele no Jogos Olímpicos de 1968, na Cidade do México, que o tornou símbolo da era dos direitos civis. Depois de quebrar o recorde mundial de 200 metros, Smith e seu colega John Carlos - terceiro lugar na prova - subiram ao pódio de meias pretas e permaneceram de cabeça baixa e punhos com luvas pretas, fechados e erguidos, durante toda a execução do hino nacional dos Estados Unidos (EUA). A imagem se tornou um símbolo duradouro da turbulenta década de 1960 e da luta pela igualdade racial. Foi interpretada como uma saudação ao poder negro, em referência ao Movimento Panteras Negras, grupo ativista que, na época, lutava contra o racismo nos EUA. Tempos depois, Smith a descreveu como uma "saudação aos direitos humanos". Smith e Carlos, que disseram que usavam meias pretas ...

    Leia mais
    Simone Manuel (Foto: Robert Stanton/ USA Today Sport)

    A força negra que rompeu a barreira branca nas Olimpíadas

    Nos dias de hoje é comum ver negros como destaques em seus esportes nos Jogos Olímpicos. São casos de Usain Bolt, Simone Biles, Kobe Bryant, Serena Williams e Michael Jordan, apenas para citar alguns mais recentes. Mas nem sempre foi assim. Nos primórdios das Olimpíadas, o esporte era só para brancos e ricos. Aos poucos, no entanto, afrodescentes pioneiros como John Taylor, William Hubbard, Jesse Owens, Wilma Rudolph, Adebe Bikila, Cassius Clay e Adhemar Ferreira da Silva, entre outros, foram os responsáveis por mudar essa história. Os Jogos Olímpicos da era moderna foram disputados pela primeira vez em 1896, fim do século XIX. Naquela época, o esporte era algo que fazia parte exclusivamente da cultura da classes dominante, tanto que o profissionalismo era proibido. Quem recebesse dinheiro para praticar alguma modalidade perdia o direito de estar numa Olimpíada. Tais regras tiraram de cena os cidadãos mais pobres, faixa da sociedade ...

    Leia mais

    Brigid Kosgei: a maratonista mais rápida da história que correrá a São Silvestre

    Queniana mãe de gêmeos e filha de mãe solo começou a correr no trajeto de 10 quilômetros até a escola. No HuffPost Em entrevista a jornalistas no domingo, Kosgei disse que a alta umidade pode ser um desafio. “É uma prova que qualquer um pode ganhar, mas estou me preparando”, afirmou. (Foto: Getty Images) A 95ª Corrida Internacional de São Silvestre nesta terça-feira (31) terá entre as competidoras a maratonista mais rápida da história: a queniana Brigid Kosgei. Com 25 anos, ela bateu o recorde mundial dos 42,195 km na Maratona de Chicago, em outubro de 2019. Também neste ano, ela se tornou a mulher mais jovem a ganhar a Maratona de Londres, em abril. Ao lado de 6 irmãos, Kosgei foi criada por sua mãe no condado de Elgeyo-Marakwet, região no Vale do Rift,a 418 km da capital Nairóbi, no Quênia. O local é conhecido ...

    Leia mais

    Bahia honra sangue negro e assume ponta contra elitização do futebol

    O desenvolvimento do futebol está associado com os movimentos da classe trabalhadora no Reino Unido. O Manchester United, maior campeão inglês de todos os tempos, foi fundado por um ferroviário. Cidades industriais como Birmingham e Newcastle também tinham forte identificação com o esporte. Por Kauê Vieira, do Hypenees A relação entre a classe trabalhadora e o futebol teve um ponto de inflexão em uma desgraça que marcou para sempre a forma com que os britânicos acompanhavam seus clubes do coração. O desastre de Hillsborough, que matou 96 pessoas durante uma partida do Liverpool, foi o álibi perfeito para a elitização do esporte – movimento comandado com mão de ferro por Margareth Thatcher durante o início da década de 1990. Thatcher é acusada de iniciar gentrificação do futebol inglês (Foto: PA Archive/Reprodução) Para se ter ideia dos efeitos da gentrificação, entre 1990 e 2008 os preços dos ...

    Leia mais

    ‘Meus pais diziam a todo mundo que eu tinha morrido’: como jovem descobriu a razão de sua adoção

    Em 1980, uma bebê foi dada para adoção por ter a "cor errada": era mestiça, seus pais eram brancos e a África do Sul vivia sob o regime do apartheid. Ter sido criada por um casal de brancos no Reino Unido permitiu que procurasse seu lugar no mundo, mas ela só o encontrou quando voltou ao país natal. Por Miriam Annenberg, Da BBC Stories Sara-Jayne decidiu ir à África do Sul para montar o 'quebra-cabeças' da própria vida Quando o avião pousou em Joanesburgo, Sara-Jayne King prendeu a respiração. Mais de 25 anos haviam se passado desde que deixara a África do Sul. A jovem não se recorda do período no país, de onde saiu com sete semanas de vida levada pela mãe até a Inglaterra. Sara-Jayne não conseguia lidar bem com o fato de ter sido abandonada pela mãe biológica, e sofria como uma criança ...

    Leia mais

    Centenas fazem marcha da Consciência Negra em SP

    Passeata percorre ruas da região central; confira eventos para celebrar o feriado na cidade Da Folha de S. Paulo  Foto: Rede Brasil Atua Centenas de pessoas se reuniram, na tarde desta quarta-feira (20), no vão-livre do Masp para participar da 16ª Marcha da Consciência Negra. Organizada por entidades sociais, a manifestação seguiu até a região do Theatro Municipal, no centro. O tema desta edição foi “Vida, Liberdade e Futuro. Contra o Genocídio e Criminalização do Povo Negro”. Em frente ao museu, os participantes criticaram as gestões do prefeito Bruno Covas e do governador de São Paulo João Doria, ambos do PSDB. Também fizeram coro contra o pacote anticrime, um dos projetos do ministro Sergio Moro (Justiça). Entre os participantes está o Bloco Anti-cárcere, que denuncia o alto índice de encarceramento de negros pobres no Brasil. “A prisão desde seu surgimento cumpre a função de castigo e ...

    Leia mais
    Reprodução/BBC

    BBC 100 Women 2019: quem está na lista?

    A BBC acaba de anunciar a edição de 2019 de sua lista anual de mulheres inspiradoras e influentes de todo o mundo. No BBC Reprodução/BBC   Duas brasileiras estão entre as eleitas deste ano: a filósofa Djamila Ribeiro e a deputada federal Tábata Amaral (PDT-SP). Neste ano, o mote da nomeação foi: Como seria o futuro se ele fosse comandado por mulheres? De uma arquiteta que está planejando reconstruir a Síria à gerente de um projeto da Nasa para explorar Marte, muitas das mulheres incluídas na lista estão testando os limites em seus campos de atuação. Podem ser elas a nos ajudar a prever como será a vida em 2030, ano crucial para o cumprimento de objetivos globais delineados pelas Nações Unidas. Outras, como uma política "fantasma" que desafia a máfia e jogadoras de futebol combatendo a misoginia, estão usando suas experiências de vida extraordinárias para ...

    Leia mais
    Página 2 de 19 1 2 3 19

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist