terça-feira, janeiro 26, 2021

Resultados da pesquisa por 'ofensas racistas'

Folha de S. Paulo é condenada por “ofensas racistas”

Jornal terá que pagar R$ 50 mil por troca frequente de e-mails entre funcionários com “condutas claramente discriminatórias” O juiz Luciano Lofrano Capasciutti, da 11ª Vara do Trabalho de São Paulo, condenou a Folha de S. Paulo a indenizar um trabalhador vítima de racismo dentro da sede da empresa na Alameda Barão de Limeira, na região central da capital paulista. A decisão judicial foi publicada na última quinta-feira, 17. A empresa de comunicação foi condenada a pagar R$ 50 mil de indenização ao ex-colaborador porque tinha ciência, de acordo com a Justiça, da troca frequente de e-mails de cunho racista entre seus funcionários, mas nada fez para impedir a prática. Na defesa, a Folha de S. Paulo alegou que o caso se tratava de uma mera “brincadeira” entre os funcionários. Para o juiz, “em razão da elevada gravidade (ofensas racistas, que inclusive configuram crime – injúria qualificada), não poderiam ocorrer ...

Leia mais
f 234062

Torcedor é preso após ofensas racistas no Gauchão

Caso aconteceu durante vitória do Pelotas por 2 a 1 contra o São Paulo-RS A vitória por 2 a 1 do Pelotas sobre o São Paulo-RS, pelo Campeonato Gaúcho, nesse sábado, foi marcado por mais um episódio negativo de racismo. Um torcedor do time da casa acabou preso após o caso. Na súmula, o árbitro Márcio Chagas da Silva relatou que um torcedor xingava o goleiro reserva do São Paulo, Lucio. Ele informou o ocorrido ao quarto árbitro Charles Martins lemos, que denunciou o torcedor. Um policial o identificou e deu voz de prisão. Ainda segundo o documento, o juiz informou ter ouvido do torcedor as seguintes palavras: "preto vagabundo, macaco, teu lugar é no circo". Se o TJD (tribunal de Justiça Desportiva) denunciar o Pelotas, o clube pode receber uma multa de até R$ 100 mil pelo episódio. Fonte: Band

Leia mais
Paulão do Bétis

Zagueiro brasileiro do Bétis chora após ofensas racistas da própria torcida

O zagueiro brasileiro Paulão, do Bétis, foi alvo de ofensas racistas vindas da própria torcida após ser expulso do clássico contra o Sevilla na noite deste domingo. Ao ver os torcedores imitando macacos, o jogador não segurou o choro na saída do gramado. Paulão foi expulso ainda na primeira etapa do clássico, uma das maiores rivalidades do futebol espanhol, e as ofensas aconteceram na saída do gramado, quando é possível ver um grupo de torcedores imitando macacos e ofendendo com gestos e gritos o jogador. Em abril, também em um clássico contra o Sevilla, a torcida do Bétis ofendeu o nigeriano Nosa Igiebor durante o aquecimento. Durante o jogo, o atleta marcou um dos gols do empate por 3 a 3.       Fonte: UOL

Leia mais
xIMAGEM NOTICIA 5.jpg.pagespeed.ic.z1tOfwg3p2

Sindicato de jogadores critica Uefa após ofensas racistas a Touré

O sindicato mundial de jogadores profissionais (FIFPro) criticou nesta quinta-feira (24) a Uefa por não cumprir suas próprias regras a respeito do racismo, após ofensas dirigidas a Yaya Touré, do Manchester City, na partida contra o CSKA em Moscou pela Liga dos Campeões. Segundo o FIFPro, os delegados da Uefa deveriam ter agido após os xingamentos contra o atleta. Segundo Bobby Barnes, dirigente do sindicato na Europa, os jogadores estão desapontados porque o protocolo feito para lidar com tais situações não foi implementado. De acordo com as diretrizes da Uefa, os delegados têm o poder de interromper um jogo em caso de incidentes sérios, após uma advertência aos torcedores e uma paralisação temporária. Barnes afirmou que a regra foi adotada pela Uefa para impedir que os atletas boicotem as partidas por conta própria. "Essas diretrizes foram adotadas porque os jogadores estavam sentindo que, se isso não parasse, eles dariam o ...

Leia mais
Atacante Sammy Ameobi sofreu ofensas racistas

Adolescentes fazem ofensas racistas a atacante no Twitter e são presos

A intolerância de parte dos torcedores do futebol europeu segue fazendo vítimas. Na última terça-feira, o atacante Sammy Ameobi, do Newcastle, foi agredido com ofensas racistas através de sua conta no Twitter por dois adolescentes ingleses, que, segundo informa a página do jornal inglês Daily Mail, acabaram identificados e presos pela polícia. Ao postar uma foto na página na rede social, com um par de chuteiras pretas nas mãos e a legenda "sempre haverá um lugar em meu coração para as totalmente pretas", o jogador, nascido na Nigéria, recebeu por parte dos agressores o comentário: "sua mão é quase da mesma cor, negro". Após o ocorrido, os seguidores do atleta foram identificados e detidos pela polícia da Northumbria, que através de um porta voz esclareceu o ocorrido, dizendo que os dois jovens de 17 anos foram presos por suspeita de comunicação má intencionada. Agredido, o atacante manifestou a tristeza pelo ...

Leia mais
indenizado por racismo

Casal é condenado a pagar R$ 8 mil por ofensas racistas

Casal é condenado a pagar R$ 8 mil a freteiro devido a ofensas de cunho preconceituoso. Desentendimento entre eles surgiu a partir de uma vaga no estacionamento do prédio onde moravam, na Vila Planalto. Não cabe mais recurso da decisão Três anos se passaram até que um casal acusado de ofender o freteiro Junio Rodrigues Siqueira, 35 anos, com palavras de cunho racista fosse obrigado judicialmente a pagar uma indenização no valor de R$ 8 mil à vítima. A decisão é da 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e saiu no começo desta semana. Não cabe mais recurso. O processo na Justiça teve início em agosto de 2008, dias após Junio ser insultado com expressões preconceituosas, tais como "preto sem-vergonha, sem instrução e gigolô". O desentendimento entre eles surgiu por conta de uma vaga no estacionamento do edifício onde Bressia Soares Santos, funcionária ...

Leia mais
yaredhagos_hoquei_get_60

Dirigente é denunciado à polícia por ofensas racistas no hóquei sueco

Diretor do Lulea teria chamado jogador adversário de 'negro porco'. Jornalista responsável pela denúncia sofre ameaças de morte Atitudes racistas contra atletas na Europa, como as ocorridas com os laterais brasileiros Marcelo e Roberto Carlos nas duas últimas semanas, não partem apenas de torcedores e nem são exclusividade do futebol. Na Suécia, o diretor de uma das maiores equipes de hóquei no gelo do país foi denunciado à polícia por ofensas a um jogador adversário. Lars Bergström, dirigente do Lulea, teria chamado Yared Hagos, do Skelleftea, de "negro porco" e gritado outras palavras racistas para o jogador durante uma partida pelas semifinais da liga local, na semana passada. Bergström, que fez fama como treinador no esporte que divide com o futebol a preferência dos suecos, nega as acusações. - Jamais me manifestei de forma racista e, de forma alguma, apoio manifestações do tipo. Não tenho mais nada a falar sobre ...

Leia mais

Uefa permitirá que árbitro interrompa jogos por ofensas racistas

MIKE COLLETT - REUTERS Reprodução/ Uefa Árbitros receberão o poder de interromper o jogo e retirar os jogadores de campo por quanto tempo acharem necessário caso haja algum comportamento racista em partidas internacionais ou entre clubes organizadas pela Uefa. O Comitê Executivo do órgão controlador do futebol europeu decidiu nesta terça-feira permitir que os árbitros tomem "ações decisivas e fortes" se os jogos forem marcados por insultos racistas de torcedores. O projeto será agora analisado detalhadamente e novas diretrizes serão dadas aos árbitros após o próximo encontro do Comitê Executivo em Vilnius no início de julho. O secretário-geral da Uefa, David Taylor, disse à Reuters: "Temos trabalhado nesta ideia por um longo tempo e a hora chegou para permitir que árbitros parem, suspendam, ou abandonem o jogo por interferência externa de qualquer tipo". "Isto pode ser por 10 minutos, pode ser por mais tempo, dependendo das circunstâncias". Ele acrescentou: "Queremos mandar ...

Leia mais
FÁBIO VIEIRA/ESPECIAL METRÓPOLES

Após ser alvo de ataques transfóbicos e racistas, Érika Hilton irá processar 50 pessoas

Érika Hilton (PSOL-SP), vereadora mulher mais votada em todo o Brasil, irá protocolar uma ação nesta quarta-feira (6) contra 50 pessoas que teriam proferido ameaças racistas, machistas e transfóbicas contra ela nas redes sociais. De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a parlamentar irá requerer que as plataformas Facebook, Twitter e Instagram entreguem os dados dos perfis para que os agressores paguem uma indenização de R$ 10 mil por danos morais. Na ação, os advogados reuniram postagens onde os agressores xingam a parlamentar de “raça imunda, “traveco”, “ser desprezível”, “vagabunda”, “jumenta”, além de ofensas raciais como “cabelo desse serve pra tirar ferrugem de ferro”. “Quando uma mulher negra e travesti passa a ocupar uma função pública de prestígio, ataques em redes sociais são utilizados como tática de intimidação”, destaca um trecho da ação. Érika é a primeira mulher transgênero eleita para a Câmara ...

Leia mais
Cacau gravou cena em quartel dos Bombeiros do Rio (Reprodução/Instagram)

Cacau Protásio sofre ataques racistas de bombeiros durante gravação

Os dançarinos que contracenavam com a atriz também receberam ofensas homofóbicas Da Revista Claudia  Cacau gravou cena em quartel dos Bombeiros do Rio (Reprodução/Instagram) Cacau Protásio e mais quatro bailarinos sofreram ataques racistas e homofóbicos de bombeiros do Rio de Janeiro. O caso aconteceu durante as gravações do filme Juntos e Enrolados, no Quartel-Central do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio. Em uma das cenas, Cacau e os bailarinos usam a farda da corporação durante uma apresentação de dança. No filme, o momento é, na verdade, o sonho de um dos comandantes. Um sargento que estava nos bastidores gravou um vídeo da representação dos artistas, dizendo as seguintes ofensas: “Olha a vergonha no pátio do quartel central. Essa mulher do Vai que Cola, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a ...

Leia mais
Torcedores búlgaros fazem saudações nazistas durante o jogo contra a Inglaterra, em Sófia - Nikolay Doychinov/AFP

Atos racistas de torcedores põem futebol europeu contra a parede

Ineficiência de entidades para combater discriminação gera críticas de políticos Por Bruno Rodrigues, da Folha de São Paulo Rugidos de macacos, saudações nazistas e blusas com o logo da Uefa e a inscrição "no respect" (sem respeito, em inglês), como forma de ironizar a campanha da entidade europeia por um ambiente mais amigável no futebol, compuseram as cenas mais comentadas da última rodada das eliminatórias para a Eurocopa-2020. Esses elementos fizeram parte do repertório de torcedores búlgaros na goleada por 6 a 0 sofrida para a Inglaterra, na segunda (14), em Sófia. O cenário, porém, não pode ser chamado pela Uefa de imprevisível. Para o confronto com os ingleses, o Estádio Nacional Vasil Levski já havia sido parcialmente fechado (5.000 lugares) por determinação da entidade após manifestações prévias de racismo por parte da torcida local. Jogadores ingleses também haviam dito, dias antes do duelo, que consideravam abandonar o jogo caso ...

Leia mais
Imagem Geledés

Bolsonaro é condenado a pagar R$ 150 mil por declarações racistas e homofóbicas

A ação foi movida por três grupos que atuam em defesa da população LGBTI no Rio de Janeiro Por Jaqueline Deister, do Brasil de Fato  Imagem Geledés Na última semana, a maioria dos desembargadores da Câmara Cívil do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decidiu manter a condenação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) por ter feito declarações homofóbicas e racistas no extinto programa CQC, da TV Bandeirantes, em março de 2011. Com a sentença, ele terá que pagar R$ 150 mil por danos morais coletivos. A indenização será destinada ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, do Ministério da Justiça. A ação foi movida, em 2011, pelo Grupo Diversidade de Niterói (GDN), Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-íris de Conscientização. Para o presidente do GDN, Felipe Carvalho, a decisão judicial representa uma vitória para o movimento LGBTI de todo o país. ...

Leia mais

Dentista que postou ofensas em redes sociais é condenada a 2 anos de reclusão por racismo

Decisão é do juiz de direito Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato, dessa terça-feira (16). Por Catarina Costa, G1 Dentista Delzuíte Ribeiro de Macedo é condenada a 2 anos e 7 meses de reclusão — Foto: Reprodução/TJ-PI A dentista Delzuíte Ribeiro de Macedo foi condenada a 2 anos e 7 meses de reclusão por racismo contra um bebê recém nascido e sua mãe através de postagens ofensivas em rede social. A decisão é do juiz de direito Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato, dessa terça-feira (16). Delzuíte foi denunciada pelo Ministério Público do Estado pela prática dos crimes de lesão corporal tentada, ameaça, injúria preconceituosa/racial e racismo qualificado. Conforme a denúncia, no dia 6 de abril de 2018, a dentista fez ameaças a vítima Thaiane Ribeiro Neves e teria arremessado uma tesoura ...

Leia mais

‘Negros fedidos’: Atriz da Globo vai à polícia denunciar ataques racistas

A atriz Erika Januza, da Rede Globo, entrou na Justiça contra pessoas que têm enviado ofensas racistas contra ela por redes sociais e email. A onda de ataques teve início no fim de outubro e, agora, a atriz juntou todas as provas e levou à polícia para que um inquérito seja aberto. Do BHAZ Instagram/Reprodução A global deseja que os responsáveis sejam punidos. Já vinha lendo ofensas nas redes sociais e, de umas três semanas para cá, passei a receber também por email. Já foram uns 20, de remetentes diferentes, mas que, pelo teor, parecem vir da mesma pessoa. Juntei tudo e levei à delegacia”, contou a atriz para o jornal O Globo. “Fui muito bem atendida pelos policiais e também estou contando com a ajuda de um advogado, que irá acompanhar o processo para mim. Meu desejo é encontrar os responsáveis e mostrar que eles ...

Leia mais
Modelo em desfile de seletiva do concurso de moda Top Cufa DF, organizado pela Central Única das Favelas — Foto: TV Globo/Reprodução

Suspeitos de trocar mensagens racistas sobre modelos no DF são identificados

Polícia Civil chegou às identidades de três adolescentes e um maior de idade. Do G1  Modelo em desfile de seletiva do concurso de moda Top Cufa DF, organizado pela Central Única das Favelas — Foto: TV Globo/Reprodução Quatro suspeitos de trocar mensagens racistas sobre mulheres que participavam de um concurso de beleza em shopping em Taguatinga, no Distrito Federal, foram identificados pela Polícia Civil nesta quarta-feira (17). Segundo as investigações, foram três adolescentes e um maior de idade que fizeram comentários discriminatórios e ofensivos em um grupo privado de Whatsapp no último sábado (13). Um deles chegou a enviar uma imagem de escravas, em alusão ao desfile das mulheres negras. Em grupo de Whatsapp, homens ofendem mulheres que participavam de concurso de desfile em shopping do Distrito Federal — Foto: Reprodução Os suspeitos vão responder por "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito" ...

Leia mais
reproducao video youtuber  / Estadão

Ministério Público cobra R$ 7 milhões do youtuber Cocielo por ofensas a Mbappé

Ministério Público ajuizou ação contra Julio Cocielo por dano social no Estadão reproduçao video youtuber / Estadão Os promotores de Justiça de Direitos Humanos Eduardo Valério e Bruno Orsini Simonetti ajuizaram uma ação civil pública contra o youtuber Júlio Cocielo por racismo. O Ministério Público pede que ele seja condenado a pagar mais de R$ 7 milhões por ‘dano social coletivo’. Os promotores também pedem que seja decretada a quebra do sigilo bancário do réu, a fim de subsidiar a sua condenação na obrigação de pagar a quantia imposta (R$ 7.498.302). As informações foram divulgadas pelo Ministério Público. Cocielo foi pivô de uma polêmica durante a Copa do Mundo de 2018, quando publicou o seguinte post envolvendo jogador da seleção francesa Kylian Mbappé. “Mbappé conseguiria fazer uns (sic) arrastão top na praia, heim?” A reportagem entrou em contato com Cocielo. O espaço está aberto para manifestação. ...

Leia mais

Miss Rio Grande do Sul: finalista do concurso sofre ataques racistas nas redes sociais

Samen dos Santos, a representante de Tramandaí no Miss Rio Grande do Sul, foi alvo de ataques racistas no Instagram. A modelo se manifestou por meio do Instagram repudiando os ataques e comentários preconceituosos e afirmou já estar tomando as devidas providências. Da Revista Donna  Reprodução/Donna Um dos comentários preconceituosos afirmava que ela “não representa a mulher gaúcha (que) é branca e linda, não negra”. Outro dizia: “Ela também não representa a beleza da mulher brasileira. Ela representa a Africa”. Um terceiro: “Falam que ela é linda só porque é negra e no Brasil (país afrocentrista) é quase uma obrigação achar que os negros são lindos sendo que a grande maioria deles são feios pra c…”. A jovem de 26 anos afirmou ter bloqueado os perfis que lhe a atacaram e excluiu os comentários. E desabafou sobre já ter vivido episódios racistas como este outras vezes: “Eu consigo me blindar contra tudo de negativo que envolve o meu nome, simplesmente ignorando. ...

Leia mais

Família tem muro pichado com frases racistas em Ribeirão das Neves

As pichações têm os dizeres: “senzala”, “escravos à venda”, “negrões imundos” e “voltem para a África” Por NATÁLIA OLIVEIRA, do O Tempo FOTO: REPRODUÇÃO FACEBOOK Uma família foi vítima de ataques racistas em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. As ofensas começaram a cerca de dois meses, e, nesta sexta-feira (12), a família resolveu fazer um Boletim de Ocorrência depois que pichações foram feitas na madrugada desta quinta-feira (11) no muro da casa da família. As pichações tem os dizeres: “senzala”, “escravos à venda”, “negrões imundos” e “voltem para a África”.  O dono da casa, que prefere não ser identificado, contou que está com medo, porque não sabe quem está fazendo as ameaças e que teme pela vida da mulher e dos três filhos. “A primeira vez que picharam nosso muro com frases racistas eu pensei que fosse coisa de uma pessoa que não tinha o que fazer. ...

Leia mais
(Matt Petit/Miss Universe Organization/AFP)

“Cara de empregada. Não era pra tá ai” : Negra, Miss Brasil sofre ofensas

Negra, de cabelos cacheadas e piauiense, a nova Missa Brasil (2017)  Monalysa Alcântara foi saudada neste final de semana como uma representação da brasilidade; foi assim que os jurados afirmaram no discurso que lhe rendeu a coroa; apesar de vitória, a jovem de 18 anos está sendo alvo de alguns ataques racistas e de ódio nas redes sociais; uma internauta disse no Twitter que Monalysa tinha cara de “empregada”: (Matt Petit/Miss Universe Organization/AFP) no Brasil 247 “Credoooo! A Miss Piauí tem cara de empregadinha, cara comum, não tem perfil de miss, não era pra tá aí” Negra, de cabelos cacheadas e piauiense, a nova Missa Brasil (2017)  Monalysa Alcântara foi saudada neste final de semana como uma representação da brasilidade. Foi assim que os jurados afirmaram no discurso que lhe rendeu a coroa. Apesar de vitória, a jovem de 18 anos está sendo alvo de alguns ataques racistas e de ódio ...

Leia mais

Homem é retirado de avião após comentários racistas e passageiros comemoram

“Tchau, racista!”. Vídeo mostra momento em que homem é retirado de voo após insultar passageiros com comentários racistas Do Pragmatismo Politico  Imagem: Pragmatismo Político Dois passageiros, um homem e uma mulher, foram retirados de um voo da United Airlines que voava de Chicago (Illinois) para Houston (Texas) no último sábado. O homem teria feito comentários ofensivos contra outros passageiros. Um vídeo que mostra momentos do episódio vem circulando pela internet desde então e repercutiu nos principais noticiários dos Estados Unidos, como o jornal The Washington Post (WaPO) e o site de notícias Huffington Post. De acordo com relatos de pessoas que se encontravam na aeronave ouvidos pela emissora KHOU, de Houston, esse homem, que não foi identificado, teria se dirigido a dois passageiros de origem paquistanesa perguntando se carregavam alguma bomba. Ao ser ignorado, repetiu a pergunta, fazendo com que outras pessoas começassem a reclamar do ...

Leia mais
Página 2 de 25 1 2 3 25

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist