quinta-feira, junho 17, 2021

Resultados da pesquisa por 'gays'

A couple kiss as they tango in a downtown square in Montevideo, Uruguay, Sunday, March 22, 2015. Human rights groups coordinated the dance to protest what happened at an event in the same square last week, when two women dancing were told to leave because lesbians and gays were not welcomed. (AP Photo/Matilde Campodonico)

Americana processa TODOS os gays do planeta Terra

Nesta terça (5), uma americana do estado do Nebraska entrou com uma ação na Justiça contra todos os homossexuais do mundo. Por  Ione Aguiar, do Brasil Post  Você não leu errado. Ela quer processar TODOS os gays que vivem no planeta Terra. Sylvia Ann Driskell, 66, irá atuar como sua própria advogada no processo "Driskell contra Homossexuais", de acordo com a Time. Na petição de sete páginas enviada ao juizado de seu distrito, Driskell não enumerou argumentos com base em leis ou jurisprudência. Mas citou trechos da Bíblia. Ah, e na mesma petição ela se autodenomina "Embaixadora de Deus e seu filho Jesus Cristo". "O caminho para destruir uma nação ou um estado é destruir sua moral -- veja o que aconteceu com Sodoma e Gomorra, duas cidades que, por causa do mesmo comportamento imoral que se faz presente em nossa nação, foram destruídas por Deus", diz a petição. Naturalmente, ...

Leia mais

Héteros apoiam direitos gays desde que não tenha beijo na boca

Segundo estudo realizado pelo American Sociological Institute, nos Estados Unidos, o apoio dos heterossexuais é maior para os gays quando não existe um beijo na boca. A pesquisa aponta que os heteros não querem ver beijo entre casais homossexuais, o que facilita o seu apoio a causa. Do Super Pride Foram entrevistados mil pessoas e 70% delas disseram que são a favor dos direitos iguais entre casais gays. No caso do beijo, se ele for na bochecha, 95% são favoráveis. Mas se for na boca, 72% aprovam caso se dê entre duas mulheres e apenas 55% aprovam se for entre dois homens, em público. Para o doutor Long Doan, doutorando da Universidade de Indiana e autor da pesquisa, “embora os heterossexuais possam estar cada vez mais dispostos a conceder benefícios legais aos casais de gays e lésbicas, o preconceito enraizado que assume formas mais sutis pode permanecer.”

Leia mais

O que acontece quando se pede para homofóbicos e gays darem um abraço?

Em um misto de situações embaraçosas com reações adoráveis, podemos ver que a melhor coisa a ser feita é abrir a cabeça para o novo. Do Catraca livre Meses atrás, um vídeo onde pessoas desconhecidas se beijavam tornou-se um fenômeno de visualizações, intitulado de “First Kiss”, o experimento foi bastante comentado mundo a fora. Inspiradoras pela mesma ideia, o canal do Youtube  “The Gay Women Channel” fez um experimento similar, mas com uma temática focada na diversidade: pediram para 15 homofóbicos abraçarem gays que eles não conheciam. As pessoas que se declaram homofóbicas mostram um notável constrangimento ao conhecerem os homossexuais, falam coisas do tipo: “Nós fomos ensinadas que isso é errado” ou “Você é tao bonita para ser gay”. Um deles até pergunta: “Como você consegue beijar outro cara?” e o homem responde rapidamente: “Do mesmo jeito que você beija uma garota.” (Simples assim, né?). Assista ao experimento: Você já viu este ...

Leia mais

Gays conservadores e a homofobia internalizada dos próprios gays

Não é porque uma pessoa é homossexual que ela não pode ser homofóbica. Uma das facetas mais claras de como a homofobia social deturpa o meio gay é quando homossexuais ou gays assumidos são contra um beijo gay na novela, contra o casamento gay, a adoção gay ou ainda andar de mãos dadas nas ruas. Para eles, é uma provocação à sociedade - colabora contra a imagem do gay - e aumento da violência. Oi?   Por Allan Johan, do Revista LadoA   Alguns também são contra os afeminados, as paradas gays e a militância. Repartem a mesma mentalidade de religiosos fundamentalistas e conservadores de ultra direita. Para estes, homossexuais devem viver no armário. E se ousarem sair de lá para provocar a “maioria” merecem pagar o preço por isso. Esta semana, além da repercussão do beijo lésbico da novela “Babilônia” que gerou protestos de evangélicos e adjetivos de “apelativo” e ...

Leia mais

Cunha e a cruzada contra “gays, abortistas e maconheiros”

Favorito à presidência da Câmara é ainda defensor da criminalização da "heterofobia" por Mauricio Moraes Do Carta Capital Deixem de pensar por um minuto em Bolsonaro ou no Marco Feliciano. O inimigo número 1 dos LGBTs (e das mulheres, das minorias, dos movimentos sociais, dos maconheiros e de mais um monte de gente) na próxima temporada tem nome: Eduardo Cunha.Em breve é possível que ele tenha também novo cargo, um dos mais altos da República, a presidência da Câmara dos Deputados. “Estamos sob ataque dos gays, abortistas e maconheiros”, já tuitou, peremptório, o deputado carioca do PMDB, o mais esperto representante dos fundamentalistas religiosos no Congresso. Em 2010, Eduardo Cunha apresentou um projeto no mínimo excêntrico, para não dizer insolente: a criminalização da heterofobia. No alto de sua hombridade, Cunha se sentia “descriminado" pelos LGBTs, como argumentou na época. Mas isso é fichinha... Vamos às apresentações. Eduardo Cunha, 56 anos, ...

Leia mais

Gays e negros sempre se ofenderam com piadas de Didi

Reportagem de Andrezza Czech, do UOL, em São Paulo, SP, intitulada ‘Para especialistas, gays e negros sempre se ofenderam com piadas de Didi’, entrevista especialistas como o professor doutor Dagoberto José Fonseca, chefe do departamento de Antropologia, Política e Filosofia da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara. Do  Black Brasil “Naquela época, essas classes dos feios, dos negros e dos homossexuais, elas não se ofendiam”. A declaração, dada pelo humorista Renato Aragão à revista “Playboy” de janeiro, diz respeito à época de “Os Trapalhões”, programa veiculado entre 1966 e 1995. Para ele, antigamente, as pessoas sabiam que suas brincadeiras não eram feitas para atingir ninguém, mas, hoje, esse tipo de humor é encarado como preconceituoso. Será mesmo que a opinião pública mudou nos últimos 50 anos? Para o professor doutor Dagoberto José Fonseca, chefe do departamento de Antropologia, Política e Filosofia da Unesp (Universidade Estadual Paulista), as ...

Leia mais

Publicidade da Tiffany’s contempla casais gays

A joalheria norte-americana Tiffany & Co. teve uma excelente ideia publicitária, que abrange inclusão social e um público-alvo que cresce sem parar pelo mundo: o de casais gays. no Brasil Post por  Caio Delcolli Chamada "Will You?" ("você aceita?", em português), a campanha de noivado é a primeira da Tiffany's, em seus 178 anos de existência, a retratar um casal gay. Em lindo preto e branco, Peter Lindbergh fotografou sete casais em cenas distintas. Os dois homens sentados numa calçada de Nova York representam o casamento de pessoas do mesmo sexo - inclusive, são um casal na vida real, segundo a porta-voz da Tiffany's. Veja: O texto diz: Você aceita nunca parar de completar minhas frases ou cantar fora do tom, como você faz frequentemente? E você aceita que hoje seja a primeira frase de uma longa história que nunca, nunca termina? A intenção da campanha é mostrar como o amor acontece de maneiras ...

Leia mais

Sorocaba é a quarta cidade do Estado em casamentos gays, aponta o IBGE

As últimas estatísticas indicam que em 2013 foram celebrados 44 matrimônios homoafetivos na cidade por Sabrina Souza no Cruzeiro do Sul Sorocaba é a quarta cidade do Estado de São Paulo com maior número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Divulgadas em dezembro, as estatísticas de registro civil indicam que em 2013 foram celebrados 44 matrimônios homoafetivos na cidade, sendo que 27 deles foram entre mulheres e 17 entre homens. No ranking, a cidade ficou atrás apenas de São Paulo (800 casamentos), Campinas (86) e São Bernardo do Campo (54). Porém, se considerada a relação de casamentos gays de acordo com a população total de cada município, Sorocaba figura como o segundo lugar no Estado com maior número de uniões desse tipo, com um matrimônio gay para cada 14,5 mil habitantes. O número equivale a pouco mais de 2% do ...

Leia mais

Aumenta procura de gays russos por asilo nos Estados Unidos

Se tivesse ficado na Rússia, Andrew Mironov teria se estabelecido em um emprego estável numa companhia de petróleo, provavelmente com um recém-concluído doutorado em engenharia elétrica. Em vez disso, ele enfrenta um futuro incerto em Nova York como uma das dezenas de gays russos que buscam asilo nos Estados Unidos por causa da hostilidade e perseguição em sua terra natal. Por Paulo Minga no Radio Progresso No entanto, os sacrifícios valeram, diz o jovem de 25 anos, dado aos temores que emergiram depois que foi severamente espancado por vários assaltantes no saguão de um bar gay em sua cidade natal, Samara. - O que é mais importante, a felicidade ou sucesso? – questiona. – Eu diria que a felicidade. Eu não sinto medo aqui. Não há estatísticas exatas sobre o número de gays russos que estão pedindo asilo. Órgãos do governo americano que lidam com as aplicações não relatam detalhes. No entanto, ...

Leia mais

Relator de comissão no Congresso propõe veto à adoção por casais gays

O deputado federal Ronaldo Fonseca (PROS-DF) apresentou nesta semana um parecer favorável ao projeto de lei 6583/2013, que propõe a criação do Estatuto da Família - no qual está prevista a definição de entidade familiar como a união entre homem e mulher. por  Rafael Barifouse do BBC Brasil A proposta foi considerada homofóbica por parlamentares e ativistas por defender o conceito de que casais homossexuais não poderiam formar uma família. Fonseca é membro da comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para analisar o projeto, do qual é relator. Em seu voto, ele também sugere a inclusão de um artigo que impediria a adoção de crianças por casais homossexuais, algo que não estava previsto no texto original. Alvo de polêmica, o projeto apresentado pelo deputado federal Anderson Ferreira (PR-PE) institui não só a definição do conceito de família, como também diretrizes públicas para valorização e apoio da entidade familiar. Em seu ...

Leia mais

“Queria que você não tivesse nascido”: frases que gays ouvem ao sair do armário

Internautas contam os absurdos e as coisas boas que tiveram de ouvir quando assumiram que eram homossexuais     Por Murilo Aguiar , no, iG  Sair do armário e assumir que a sua orientação sexual ou identidade de gênero não é o que a maioria das pessoas gostaria que fosse é um passo difícil na vida de todo LGBT. Entender que não há nada de errado com você e superar o medo do que os outros vão pensar é um processo que para alguns pode demorar anos, mas o importante é se permitir passar por ele. Algumas pessoas ficam com receio do que terão de encarar quando contarem, mas acabam se surpreendendo e são compreendidas pela família, amigos e colegas de trabalho. Já outras não têm a mesma sorte, descobrem que sentiam medo com razão e acabam escutando coisas horríveis de pessoas que deveriam ser acolhedoras. O iGay pediu para ...

Leia mais

Líder do Ku Klux Klan em Montana diz que portas estão abertas para negros, gays e judeus

Defensor da supremacia branca nos EUA funda grupo que não irá discriminar as pessoas por raça, religião ou orientação sexual No O Globo  RIO - Um dos mais famosos defensores da supremacia branca no estado americano de Montana está recrutando membros para uma nova formação da organização Ku Klux Klan (KKK), que, segundo ele, incluirá negros, gays e judeus, e mostrará que ele não abraça mais a supremacia racial. John Abarr, da cidade Great Falls, afirma que é um homem “reformado”, e, por isso, começou um novo grupo ligado à KKK batizado Rocky Mountain Knights (Cavaleiros das Montanhas Rochosas, em tradução livre). Embora ele não diga exatamente quantos membros este novo grupo da KKK tem, Abarr afirma que a organização não irá discriminar as pessoas por sua raça, religião ou orientação sexual. “A KKK é para uma América forte. A supremacia branca é a velha Klan. Esta é a nova ...

Leia mais

Prefeito de Roma aprova casamentos gays e enfurece Igreja

Um casal gay, casado oficialmente fora da Itália, posa com o prefeito de Roma, Ignazio Marino (ao centro) durante a cerimônia de reconhecimento do seu casamento em Roma, neste sábado, 18 de outubro: Foto: Remo Casilli / Reuters Embora o casamento gay seja ilegal na Itália, algumas cidades têm permitido que gays casados ​​legalmente em outros países registrem suas uniões em prefeituras O prefeito de centro-esquerda de Roma reconheceu neste sábado a validade de 16 casamentos gays realizados fora da Itália, provocando a irada do ministro do Interior e da Igreja Católica Romana do país. "Hoje é um dia esplêndido", disse o prefeito Ignazio Marino na prefeitura de Roma onde registrou o casamento de 11 casais do sexo masculino e seis do sexo feminino. Embora o casamento gay seja ilegal na Itália, algumas cidades têm permitido que casais homossexuais casados legalmente em outros países registrem suas uniões em prefeituras, quando retornam, ...

Leia mais

Filho adotivo de pastores gays é registrado com nomes dos dois pais na certidão

Uma vitória contra o preconceito. Assim o casal de pastores homossexuais Marcos Gladstone Canuto da Silva, de 38 anos, e Fabio Inácio de Souza Canuto, de 34 anos, classifica a decisão da Justiça que garantiu ao filho Felipe, de 10 anos, que vive com eles há quatro anos, o direito de ter o nome dos dois pais no espaço destinado à filiação, em sua certidão de nascimento. O documento foi lavrado na última sexta-feira no cartório do 3° Registro Civil da Capital do Rio de Janeiro. Por: Geraldo Ribeiro — É um fato importante para a gente e para a sociedade, além de atender a um desejo antigo do menino, tanto que ele já escrevia seu nome acompanhado dos nossos sobrenomes — comemora Fábio Inácio, que assim como Marcos é pastor da Igreja Cristã Contemporânea, que abriga fiéis independentemente de sua orientação sexual e possui nove templos, seis deles no ...

Leia mais

Homofobia em Brasília: a agressão de jovens gays com garrafada no bar Simpsons

Três jovens gays foram agredidos nesta semana no bar Simpsons, na 307 Sul, no centro de Brasília. Eles acreditam que foram vítimas de homofobia. Um deles chegou a ser atacado com uma garrafa de cerveja. Na terça-feira (7), o casal Rayan De Souza e Thayrone Rocha, ambos com 23 anos, e o amigo Yuri Rodrigues, de 22, foram hostilizados por seis rapazes, que estavam sentados próximo à mesa deles. Eles passaram a ofendê-los por conta da orientação sexual do trio. A irmã de Rayan, Jhennifer Souza, também participava do encontro. Após os xingamentos, os dois grupos começaram a discutir. Irritados, os seis agressores partiram para cima de Rayan, Thayrone e Yuri. "O que me deixa mais revoltado é que a gente foi agredido pelo simples fato de nossa orientação sexual. Isso ficou bem claro", desabafou Thayrone à TV Brasília. Os rapazes quebraram o maxilar de Yuri, que teve de ser levado às pressas para ...

Leia mais

Jovem é agredido e queimado vivo em ritual de ‘purificação de gays’ em BH

Um jovem gay de 19 anos foi brutalmente torturado em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, durante um "ritual de purificação", segundo informações do jornal O Tempo. Homossexual assumido, ele já havia sido agredido por dois homens na semana passada e acredita ser alvo de homofobia. O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia de Betim, e é investigado como tentativa de homicídio e crime religioso. Por: Nelson Sheep Em depoimento à polícia, a vítima relatou que na última quarta-feira (17), e em plena luz do dia, foi abordado na rua por dois homens que estavam dentro de uma Kombi branca - os mesmos que o agrediram dias antes. Ele teve a barba e os cabelos queimados, os braços machucados e chegou a perder a consciência. "Eles estavam com facas e me obrigaram a entrar no veículo", afirma o rapaz, que recebia agressões no abdômen e ao mesmo tempo escutava orações. "Eles pediam ...

Leia mais

Jovem é agredido e queimado vivo em ritual de purificação de gays em BH

Um jovem gay de 19 anos foi brutalmente torturado em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, durante um "ritual de purificação", segundo informações do jornal O Tempo. Homossexual assumido, ele já havia sido agredido por dois homens na semana passada e acredita ser alvo de homofobia. O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia de Betim, e é investigado como tentativa de homicídio e crime religioso. Em depoimento à polícia, a vítima relatou que na última quarta-feira (17), e em plena luz do dia, foi abordado na rua por dois homens que estavam dentro de uma Kombi branca - os mesmos que o agrediram dias antes. Ele teve a barba e os cabelos queimados, os braços machucados e chegou a perder a consciência. "Eles estavam com facas e me obrigaram a entrar no veículo", afirma o rapaz, que recebia agressões no abdômen e ao mesmo tempo escutava orações. "Eles pediam perdão pelos ...

Leia mais

Ambiente ‘hostil e opressor’ afasta torcidas gays dos estádios

No retorno do goleiro santista à Arena, ele ouviu gritos de "Aranha veado"   Renata Mendonça Da BBC Brasil em São Paulo Duas semanas atrás, o Grêmio foi punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e acabou excluído da Copa do Brasil pelos gritos de "macaco" proferidos por alguns torcedores e direcionados ao goleiro Aranha, do Santos, adversário naquela partida em Porto Alegre. No reencontro dos dois times, na última quinta-feira, não foram flagrados insultos racistas. Mas ecoaram vaias e um outro grito no estádio: "Aranha veado, Aranha veado". Um coro comum a praticamente todas as torcidas e que costuma ser ouvido em praticamente todos os estádios brasileiros – só varia o nome do jogador "ofendido". É como se a luta contra a homofobia ficasse de lado ou nem mesmo existisse, se comparada com a luta contra o racismo nos estádios. Para os mais recentes movimentos de torcida de futebol ...

Leia mais
Vereador volta atrás sobre isolamento de gays em ilha deserta

Vereador volta atrás sobre isolamento de gays em ilha deserta

Após repercussão nacional de discurso homofóbico, vereador diz que não sugeriu segregação de gays O vereador Sérgio Nogueira, de Dourados (MS), publicou em seu site nota oficial afirmando que, na sessão do dia 15 da Câmara, diferentemente do que foi noticiado, não sugeriu a segregação dos homossexuais. O desmentido de Nogueira deve-se à repercussão nacional de seu discurso homofóbico feito naquele dia. Disse: “Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. Bota as pessoas que assim pensam numa ilha por 50 anos e depois volta para ver; não vai ter mais ninguém”. Agora ele afirmou, de acordo com a nota, que as suas afirmações foram distorcidas pela Rádio 94FM, de Dourados com o propósito de prejudicá-lo. Nogueira é candidato pelo PSB a deputado estadual e, evangélico, conta com o apoio, segundo ele, de pastores de várias denominações. Em 1996, foi presidente da Associação das ...

Leia mais

Vereador do PSB sugere segregar gays em uma ilha

Sérgio Nogueira (PSB), vereador de Dourados (MS), afirmou que os homossexuais devem ser "colocados em uma ilha" por 50 anos; "Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. Bota (sic) as pessoas que pensam assim numa ilha por 50 anos. Coloca essas pessoas numa ilha e depois de 50 anos volta para ver; não vai ter mais ninguém", declarou; "Não sou a favor da homofobia. Quero colocar a população para refletir" O vereador da cidade de Dourados (MS) Sérgio Nogueira (PSB) afirmou, nesta segunda-feira (15), que os homossexuais devem ser colocados em uma ilha por 50 anos. Apesar do seu posicionamento, o parlamentar, que é pastor evangélico, disse não ser homofóbico. As informações são da Rádio (4 FM Dourados. "Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. Bota (sic) as pessoas que pensam assim numa ilha por 50 anos. Coloca essas pessoas numa ilha e ...

Leia mais
Página 3 de 71 1 2 3 4 71

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist