terça-feira, julho 14, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Cultura Afro-Brasileira'

    cor_da_cultura

    Professores discutem a cultura afro-brasileira e africana nos currículos escolares

    Os participantes receberam materiais pedagógicos para tratar as relações étnico-raciais no ambiente escolar   Profissionais da rede municipal de ensino de Araucária participaram do projeto “A Cor da Cultura”, de 15 a 23 de setembro, em curso realizado na Faculdade Bagozzi. A formação foi promovida em duas etapas, sendo a primeira voltada para profissionais da educação infantil e a segunda para profissionais das escolas e das Secretarias Municipais de Cultura e Turismo (SMCT) e Assistência Social (SMAS), do Conselho Municipal de Educação (CME) e representantes da sociedade civil.  O projeto “A Cor da Cultura” percorre o país com o objetivo de promover a formação de professores da rede pública para apoiar o atendimento à Lei Federal nº 10.639/2003, que torna obrigatório o ensino da história e da cultura afro-brasileira e africanas nas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).Para a professora Carla Roberta Alves, do CMEI Manuel Bandeira, o ...

    Leia mais
    ensino_medio

    Cultura afro-brasileira é tema de encontro para educadores

    Por: Paula Peres Cem coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino participam, até quarta-feira (29), da qualificação oferecida em parceria com a Seduc-MT e Canal Futura   Contribuir para universalizar a formação de crianças, jovens e educadores para o conhecimento e reconhecimento do patrimônio da cultura afro-brasileira. É com este objetivo que teve início, nesta segunda-feira (27/09), o projeto A cor da cultura. Idealizado pelo Canal Futura, é uma parceria da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) e secretarias municipais de educação. Até a próxima quarta-feira (29), 100 coordenadores pedagógicos de todas as escolas municipais de Várzea Grande participam da qualificação que ocorre no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, em período integral. Esta é uma oportunidade para que fortaleçamos as ações relacionadas às questões étnico-raciais que já estão sendo colocadas em prática na Rede Municipal de Ensino em atendimento à legislação que prevê a inclusão, no ...

    Leia mais
    cor_da_cultura

    Curitiba: Professores discutem preservação da cultura afro-brasileira

    Professores do ensino fundamental das escolas municipais participam de hoje (15) até sexta-feira (17), e de 20 a 22 de setembro, do projeto A Cor da Cultura. Os encontros serão das 8h às 17h, na Faculdade Bagozzi, no Portão, a cada dia para uma nova turma. A capacitação terá palestras e debates para promover a igualdade racial e a valorização e preservação do patrimônio cultural afro-brasileiro. Para a diretora do Departamento de Ensino Fundamental da Secretaria Municipal da Educação, Nara Luz Salamunes, o projeto é um importante complemento às ações desenvolvidas nas escolas municipais para a inclusão do tema em sala de aula. "Em todas as escolas municipais temos representantes que tratam dea temática. Com a capacitação, ampliamos os conhecimentos da história dos afro-descendentes e da própria África e enriquecemos o conteúdo que será apresentado aos estudantes", disse Nara. O projeto A Cor da Cultura é uma parceria do Canal ...

    Leia mais
    g288palmares

    Fundação Palmares promove encontro preparatório à Conferência Nacional de Cultura Afro-Brasileira

          Cerca de 120 representantes da cultura afro-brasileira no Brasil estão reunidos, em Brasília, num evento preparatório à Conferência Nacional de Cultura Afro-Brasileira que será realizada em março, sob a promoção do Ministério da Cultura. Eles vão apresentar propostas que serão levadas à conferência nacional. Os representantes também avaliarão o trabalho da Fundação Palmares e discutirão a força da herança que a cultura afro exerce sobre a cultura brasileira. De acordo com o presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo, a pré-conferência é necessária para que os representantes nacionais da cultura africana cheguem à conferência nacional com suas propostas amadurecidas e consolidadas. Zulu Araújo destacou a importância da cultura negra na vida do país. "No inicio do ano o IBGE revelou que 56% da população brasileira é afrodescendente. Em todos os lugares há manifestação das nossas origens como música, culinária etc. Isso é fruto da força que a ...

    Leia mais
    marta1

    Tocantins: Livro de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana será distribuído para Escolas

    O livro “História e Cultura Afro-Brasileira e Africana”, que reuni uma coletânea de textos pedagógicos sobre fatos da história afro-brasileira, foi lançado na noite da última segunda-feira, 16, durante a abertura do IV Fórum Estadual de Educação e Cultura Afro-Brasileira do Tocantins, que aconteceu no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas.   Autoridades, professores, alunos, representantes do movimento negro e simpatizantes prestigiaram o lançamento do livro. Para Maria Luiza Barbosa da Silva, do Grupo de Consciência Negra do Tocantins, que estava no evento, o conteúdo é fundamental para memorizar os movimentos sociais da cultura negra. A obra, com 258 páginas e ilustrações coloridas, aborda o estudo das relações étnicos-raciais, geografia da África, escravidão no Tocantins, comunidades negras rurais, cultura negra, entre outros aspectos sobre o movimento afro. O livro será distribuído para todas as escolas da rede estadual de ensino. A publicação traz o resultado final do curso de especialização ...

    Leia mais

    Livro de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana será distribuído para Escolas

      Fonte:O Girassol   O livro "História e Cultura Afro-Brasileira e Africana", que reuni uma coletânea de textos pedagógicos sobre fatos da história afro-brasileira, foi lançado na noite da última segunda-feira, 16, durante a abertura do IV Fórum Estadual de Educação e Cultura Afro-Brasileira do Tocantins, que aconteceu no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas.   Autoridades, professores, alunos, representantes do movimento negro e simpatizantes prestigiaram o lançamento do livro. Para Maria Luiza Barbosa da Silva, do Grupo de Consciência Negra do Tocantins, que estava no evento, o conteúdo é fundamental para memorizar os movimentos sociais da cultura negra.   A obra, com 258 páginas e ilustrações coloridas, aborda o estudo das relações étnicos-raciais, geografia da África, escravidão no Tocantins, comunidades negras rurais, cultura negra, entre outros aspectos sobre o movimento afro. O livro será distribuído para todas as escolas da rede estadual de ensino.   A publicação traz o ...

    Leia mais
    marta1

    Formação docente e cultura afro-brasileira

    O(a) professor(a) ao trabalhar com a temática cultura afro-brasileira deve atentar para não reproduzir a idéia de inferioridade da África, dos africanos e dos negros brasileiros. Por: Waldeci Ferreira Chagas A educação é por excelência uma oportunidade dos sujeitos aprenderem sobre o valor da cultura, e manterem contatos com as diferentes práticas culturais. Desta feita a escola é um dos espaços relevantes nesse processo, mas nem sempre isso ocorre na perspectiva da valorização e respeito dos valores e expressões culturais dos sujeitos nela envolvidos. Embora o Brasil seja mundialmente conhecido por seu caráter pluri e multi cultural, nem sempre a diversidade é contemplada em sala de aula, apesar de a escola ser composta por negros, brancos e índios. Sobre essa questão apresentamos neste artigo uma análise do que observamos nas práticas de alguns docentes que atuam em escolas públicas nas cidades de João Pessoa e Guarabira. No transcorrer dessa trajetória ...

    Leia mais
    te artigo tem como intenção analisar a influência cultural dos africanos no Brasil.

    A influência africana no processo de formação de cultura afro-brasileira

    A influência africana no processo de formação de cultura afro-brasileira, neste artigo tem como intenção analisar a influência cultural dos africanos no Brasil. Por meio da revisão bibliográfica observa-se o intenso intercâmbio cultural ocorrido entre os escravos africanos, os indígenas e os europeus. Essas trocas culturais ocorridas por vários séculos durante o período colonial brasileiro contribuíram para a formação de uma cultura híbrida e bastante rica. No que se refere à contribuição africana é evidente, principalmente, na culinária, dança, religião, música e língua. Percebe-se, que, essa matriz africana teve um papel importante na formação e delineamento da identidade cultural afro-brasileira, uma que, os escravos possuíam uma grande diversidade cultural devido à sua origem distinta e por pertencerem a diversas etnias com idiomas e tradições distintas, pois, eram oriundos de diversas regiões do continente africano. Já, no Brasil esses africanos souberam assimilar, interpretar e recriar certas práticas de outras culturas com ...

    Leia mais

    Macapá: Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e o ensino da História e Cultura Afro-brasileira

    Fonte: Listaracial- Criado o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e o ensino da História e Cultura Afro-brasileira agora faz parte da grade curricular da rede municipal de Educação de Macapá A prefeita em exercício, Helena Guerra sancionou dois projetos da vereadora Cristina Almeida, a emend a do projeto de Lei 021/2009 que cria o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM) e projeto de Lei 012/2009, que institui a obrigatoriedade do ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana na Rede Municipal de Educação de Macapá. Os dois projetos foram aprovados no dia 18 de junho em sessão na Câmara Municipal de Macapá (CMM).Estiveram presentes na solenidade representantes dos movimentos de mulheres e que ajudaram na elaboração da emenda, como a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedimap), Delma Skibinsk, Maria das Dores do Instituto de Mulheres Negras do Amapá (Imena), Cristiane Mota da Coordenadoria Municipal de ...

    Leia mais
    ori_etudoverdade2009

    “Ôrí” é uma grande tradução da cultura afro-brasileira

    "Ô rí", segundo consta, em ioruba significa "cabeça" e, por extensão, "consciência". "Ôrí", o filme, agora relançado no cinema depois de 20 anos, é a tentativa da socióloga e cineasta Raquel Gerber de traçar um painel poético e militante da consciência negra no Brasil, em suas múltiplas facetas. Fonte: Folha de São Paulo - O filme começou a ser realizado em 1977, com o registro do Congresso dos Povos de Origem Africana, em São Paulo, e sofreu influências visíveis do diretor Glauber Rocha -Gerber foi amiga dele e estudiosa de sua obra. "Ôrí", com sua montagem descontínua e sua mistura de registros, organiza-se em núcleos temáticos: as raízes étnicas, os rituais religiosos, as lutas históricas, as formas de expressão cultural. De um debate acadêmico a uma noite de "black music" no Chic Show de São Paulo, de um ensaio da escola de samba Vai-Vai a um ritual de candomblé, de ...

    Leia mais

    MEC lança plano nacional para impulsionar lei que obriga o ensino da história e cultura afro-brasileira

    Divulgação/MEC O MEC (Ministério da Educação) e a Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção para a Igualdade Racial) lançam nesta quarta-feira (13), o Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino da Cultura e História Afro-Brasileira e Africana, em Brasília. Segundo o MEC, o plano tem como objetivo ajudar as instituições a cumprir determinações legais da Lei nº 10.639/03, que torna obrigatório ensino de cultura e história afro-brasileira nos sistemas de ensino. O plano nacional tem como base seis eixos estratégicos: fortalecimento do marco legal; política de formação para gestores e profissionais de educação; política de material didático e paradidático; gestão democrática e mecanismos de participação social; avaliação e monitoramento e condições institucionais. "Há três gerações, a população branca registra pelos censos e pesquisas oficiais 2,7 anos a mais de estudo, em relação à população negra. O fato de essa diferença permanecer ...

    Leia mais
    Serão sete prêmios para Comunidades Quilombolas, 15 para Coletivos Culturais e 10 para Comunidades Tradicionais de Matriz Africana / Foto: Divulgação/SPS-CE

    Inscrições abertas para o I Prêmio Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará

    As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de fevereiro. Do Brasil de Fato Serão sete prêmios para Comunidades Quilombolas, 15 para Coletivos Culturais e 10 para Comunidades Tradicionais de Matriz Africana / Foto: Divulgação/SPS-CE Até o dia 11 de fevereiro, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) está com inscrições abertas para o I Prêmio Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará, que tem como objetivo reconhecer e valorizar as formas de expressão, de celebrações e de saberes realizadas por coletivos negros, das comunidades quilombolas e tradicionais de matriz africana e afro-brasileira no Ceará. Confira o edital e mais informações na página da Secult. Ao todo, serão sete prêmios para Comunidades Quilombolas reconhecidas pelo Movimento Quilombola do Estado do Ceará através da Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Ceará (Cequirce), da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq) e as certificadas ...

    Leia mais
    Foto: Helder Tavares/Divulgação

    Amaro Freitas une a cultura popular afro-brasileira e o jazz em ‘Rasif’

    O pianista pernambuco leva ao Teatro de Santa Isabel, nesta sexta-feira, a turnê do seu segundo disco, que mostrou primeiro nos palcos da Europa Por: Daniel Medeiros, do FolhaPE Foto: Helder Tavares/Divulgação Ao lançar seu primeiro disco, "Sangue Negro" (2016), o pianista pernambucano Amaro Freitas, de 27 anos, conquistou a crítica especializada, que costuma apontá-lo como a renovação do jazz brasileiro. A boa reputação alcançada fez com que o artista assinasse contrato com o renomado selo musical londrino Far Out, pelo qual lançou seu segundo álbum, "Rasif". O trabalho será apresentado ao público recifense nesta sexta-feira (26), às 20h30, no Teatro de Santa Isabel. Antes de chegar à capital pernambucana, o show passou por diversos clubes de jazz da Europa, no segundo semestre do ano passado. Amaro sobe ao palco em trio, ao lado de Jean Elton (baixo acústico) e Hugo Medeiros (bateria). Os dois músicos também participaram da ...

    Leia mais

    Manifestações culturais afro-brasileiras se encontram na 33ª Lavagem da Escadaria

    A tradicional Lavagem da Escadaria da Catedral Metropolitana de Campinas chega à sua 33ª edição neste sábado de Aleluia, 31 de março, das 9h às 17h, com a participação de integrantes de religiões afro-brasileiras de Campinas e Região Metropolitana. “É uma mistura de fé, religião, tradição, cultura e celebra a resistência dos povos negros vindos de todas as partes do território africano, com seu rico legado cultural e religioso”, destaca Mãe Dango, uma das idealizadoras da cerimônia. no Carta Campinas Antes da Lavagem, os participantes fazem uma cortejo que tem sua saída da Estação Cultura, descendo pela Rua 13 de Maio em direção à Catedral. Durante o trajeto, cânticos, flores e muita água de cheiro que, ao final da Lavagem, perfumam o público. Durante o dia, várias atividades culturais e sociais são oferecidas aos que prestigiam o evento. Entre as apresentações estão o Jongo, a Congada, a Folia de Reis, ...

    Leia mais

    1ª Semana Carolina de Jesus: Mulher Negra e a Cultura Periférica Afro-Brasileira

    EVENT DETAILS 1ª SEMANA CAROLINA DE JESUS: MULHER NEGRA E A CULTURA PERIFÉRICA AFRO-BRASILEIRA Do Allevents NCRIÇÃO Para inscrever seu trabalho envie um resumo do mesmo para o email: [email protected] Para se inscrever no encontro e para maiores informações sobre o evento e sobre o Coletivo Carolinas, acesse o blog! https://somoscarolinas.wordpress.com/ OBS.: Lembrando que uma incrição não garante a outra, se for apresentar um trabalho nos envie um email e se increva no blog CRONOGRAMA 25 de Julho 09h00 às 11h00 - Vivência com o Coletivo Carolinas 13h00 às 14:30 - Oficina das Pretas 15h00 às 16:30 - Cine-debate: Carolina Maria de Jesus 17h00 às 21h00 - Feirinha AFRO 17h00 às 18h30 - Apresentação de trabalhos acadêmicos 19h00 às 21h00 - Mesa de abertura: Literatura periférica e a linguagem marginal 21h00 às 22h00 - Coffe Black 26 de Julho 10h30 às 12h00 - Apresentação de trabalhos acadêmicos 13h30 às 15h00 - ...

    Leia mais

    Escola estadual promove mostra cultural afro-brasileira, indígena e cigana em Joinville

    A exposição resgata ainda estudo sobre o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. No Governo de Santa Catarina  A mostra multidisciplinar vai reunir, da cultura indígena, os nomes de ruas, a simbologia das figuras, a culinária e a utilização de ervas como cura. Do povo cigano, os trabalhos dos estudantes apresentam as músicas, instrumentos e danças e rituais espirituais praticados. “Acredita-se que os instrumentos eram tocados para retirada dos maus espíritos, mas é difícil estudar o povo cigano”, comenta a professora de história, Adriana Jacinto de Carvalho. Para o professor de sociologia, Izequiel José Fereira da Costa, a identidade cultural e a violação foram os aspectos mais marcantes no levantamento de informações sobre afro-brasileiros. “O preconceito às religiões de matrizes africanas também são abordados assim como a musicalidade e os instrumentos utilizados”. Na quinta-feira também haverá um desfile sobre a moda e tendências dos povos. Será às 19 horas no Clube 25 ...

    Leia mais

    Ministério da Cultura lança edital de apoio à produção audiovisual afro-brasileira

    A ministra da Cultura interina, Ana Cristina Wanzeler, lançou, nesta quinta-feira (13/11), na Fundação Nacional das Artes (Funarte) em São Paulo (SP), o edital "Curta afirmativo 2014: protagonismo de cineastas afro-brasileiros na produção audiovisual". As inscrições estão abertas até 30 de janeiro de 2015. no Ministério da Cultura A ministra Ana Wanzeler ressaltou a importância do edital que abre espaço para a cultura negra e reafirma a força do audiovisual no país. Ela destacou, também, o fato de o edital se preocupar com o equilíbrio na distribuição dos recursos com o objetivo de estimular a produção cultural em todas as regiões do país. "Buscamos dar voz e protagonismo a produtores negros e à cultura negra, tão essenciais à nossa raiz brasileira, tão fundamentais na formação de nossa identidade como país, mas que historicamente ficaram excluídos das políticas públicas", disse a ministra. As inscrições podem ser feitas por este link PROPOSTAWEB. As ...

    Leia mais
    Fundação-Cultural-Palmares

    Prêmio para atividades culturais afro-brasileiras será lançado

    Objetivo é reconhecer e apoiar iniciativas realizadas por comunidades quilombolas, religiosas de matriz africana e coletivos negros Na próxima terça-feira (7), a Fundação Cultural Palmares (FCP/MinC) lança, em Goiânia (GO), o Prêmio de Culturas Afro-brasileiras. O objetivo do edital inédito é reconhecer e apoiar iniciativas culturais realizadas por comunidades quilombolas, religiosas de matriz africana e coletivos negros. As inscrições para o Prêmio de Culturas Afro-brasileiras estão abertas até 6 de novembro, via Correios ou internet (SalicWeb). O valor total é de R$2,5 milhões oriundos da SCDC/MinC, que serão distribuídos entre os 60 projetos selecionados. O concurso vai premiar atividades nas áreas de literatura, música, artes plásticas e cênicas. A proposta é investir nas expressões culturais desenvolvidas por essas comunidades e garantir seu acesso aos mecanismos de fomento à cultura. Configura-se, ainda, uma forma de cumprir as diretrizes formuladas pelo Plano Plurianual do Governo Federal e pelo Plano Nacional de Cultura – Meta ...

    Leia mais

    História e cultura africana e afro-brasileira na educação infantil – livro do professor

    “A educação é a arma mais forte que você pode usar para mudar o mundo.” Nelson Mandela Fonte: Unesco Reprodução/http://unesdoc.unesco.org O Ministério da Educação (MEC), a Representação da UNESCO no Brasil e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), têm a satisfação de apresentar o livro “História e cultura africana e afro-brasileira na educação infantil”. A publicação objetiva contribuir com os sistemas de ensino para a inserção de conteúdos que relacionem a história e a cultura da África e dos afro-brasileiros no currículo da educação básica, para reforçar o compromisso com o fortalecimento dos laços existentes entre o Brasil e a África. O livro faz parte das ações realizadas no escopo do Programa Brasil- África: Histórias Cruzadas, desenvolvido por meio da parceria entre a Representação da UNESCO no Brasil e o Ministério da Educação, por intermédio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) ...

    Leia mais
    historia e cultura

    História e cultura africana e afro-brasileira na educação infantil

    Brasília: MEC, UFSCar, 2014. Divulgação O livro é uma ferramenta fundamental e disponibiliza tanto para os professores responsáveis e compromissados com a educação da primeira infância quanto para os interessados de modo geral em uma educação e em um país justo e igualitário, conteúdos sólidos para a formação e o conhecimento sobre a riqueza, as diferenças e a diversidade da história e da cultura africana e suas influências na história e na cultura do povo brasileiro, em especial, da população afro-brasileira. Por meio dos projetos pedagógicos presentes na publicação, os(as) professores(as), a comunidade e os demais profissionais envolvidos com a história, a vida e a educação das crianças, poderão construir atividades e desenvolver práticas pedagógicas promotoras da igualdade étnico-racial.   Download gratuito (PDF)   Fonte: Unesco.org

    Leia mais
    Página 4 de 95 1 3 4 5 95

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist