sexta-feira, julho 30, 2021

Resultados da pesquisa por 'Preta Gil '

livsovik

O Brasil visto através da MPB

A professora Liv Sovik lança "Aqui Ninguém É Branco", em que analisa o país por meio da música por: João Pombo Barile "Aqui Ninguém É Branco", novo livro que a suíça Liv Sovik acaba de publicar pela editora Aeroplano, traz de volta a discussão da convivência entre as raças no Brasil. Num país onde ninguém se diz racista, o livro da professora da Escola de Comunicação da UFRJ cai como uma bomba ao tocar numa questão essencial: afinal, por que o brasileiro cultua tanto a mestiçagem? Desde Gilberto Freyre - e seu sedutor discurso de "Casa Grande e Senzala" -, nos acostumamos com um certo discurso que afirma uma certa harmonia entre as raças.   "Será?", parece questionar o livro de Liv. Através do estudo de lugares-comuns na música popular brasileira e da maneira com que a grande imprensa nacional trata a questão entre as raças, Liv conseguiu desmascarar o ...

Leia mais

O Brasil visto através da MPB

A professora Liv Sovik lança "Aqui Ninguém É Branco", em que analisa o país por meio da música por: João Pombo Barile "Aqui Ninguém É Branco", novo livro que a suíça Liv Sovik acaba de publicar pela editora Aeroplano, traz de volta a discussão da convivência entre as raças no Brasil. Num país onde ninguém se diz racista, o livro da professora da Escola de Comunicação da UFRJ cai como uma bomba ao tocar numa questão essencial: afinal, por que o brasileiro cultua tanto a mestiçagem? Desde Gilberto Freyre - e seu sedutor discurso de "Casa Grande e Senzala" -, nos acostumamos com um certo discurso que afirma uma certa harmonia entre as raças. "Será?", parece questionar o livro de Liv. Através do estudo de lugares-comuns na música popular brasileira e da maneira com que a grande imprensa nacional trata a questão entre as raças, Liv conseguiu desmascarar o cínico ...

Leia mais

Defesa das açoes afirmativas e das cotas raciais para a populaçao negra, povos indigenas e alunos egressos das escolas publicas brasileiras

Marcos Antonio Cardoso Exmo Senhor Ministro Enrique Ricardo Lewandowski A nossa luta pelas ações afirmativas e por cotas raciais no Brasil tem uma perspectiva de futuro. O racismo não escolhe tempo, nem espaço, nem lugar. O racismo é mais que uma ideologia, é uma instituição em si, constituído na História. O racismo se realimenta, cotidianamente, pois, reforça-se no apoio incondicional das elites econômicas, movidas que são pelos seus privilégios e pelo que o eurocentrismo legou à Ciência e ao Mercado. As doutrinas eurocêntricas formaram parte significativa dos intelectuais brasileiros e influenciaram as instituições do Estado e as instituições privadas, entre essas, as instituições educacionais, de modo que, o processo de exclusão racial na sociedade brasileira funcione sem conflitos e na base de pseudos consensos. Entretanto, sabemos que explicitar o racismo e, por ventura, os conflitos étnicos e raciais, é necessário e fundamental para evidenciar a desigualdade entre campos de Poder ...

Leia mais
Foto: Marcus Steinmayer

Pela permanência das cotas raciais nas universidades brasileiras

Apresentação de Sueli Carneiro na Audiência Pública convocada pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski sobre a constitucionalidade das cotas para negros no ensino superior em 05 de março de 2010. Exmo. ministro Ricardo Lewandowski, exmo. ministro Joaquim Barbosa Como todos que me antecederam ressalto inicialmente a importância de sua iniciativa de convocação dessa audiência publica que está permitindo que a pluralidade de vozes que se posicionam sobre as cotas para negros no ensino superior possam ser ouvidas por essa Corte e pelo conjunto da sociedade. Sabemos perfeitamente que essa multiplicidade de atores não estão democraticamente presentes no debate publico sobre o tema, o que torna a sua iniciativa ainda mais relevante. Quero começar lembrando o Seminário Internacional “Multiculturalismo e Racismo: O papel da ação afirmativa nos Estados democráticos contemporâneos”, realizado pelo Ministério da Justiça em julho de 1996. Naquela oportunidade, o então vice-presidente Marco Maciel postulou que a realização daquele ...

Leia mais
feminismo

8 de março 2010 – 100 anos de luta feminista

ARTICULAÇÃO DE MULHERES BRASILEIRAS Neste 8 de março, há cem anos instituído como dia de luta das mulheres feministas, estaremos de novo nas ruas e praças enfrentando os conservadores e representantes do sistema de dominação que nos oprime e explora: as transnacionais beneficiadas com os grandes projetos de desenvolvimento, os latifundiários, expressão mais antiga do patriarcado no país, a igreja conservadora e os fundamentalistas que criminalizam, humilham, perseguem e maltratam as mulheres que recorrem ao aborto ou que defendem a LEGALIZAÇÃO DO ABORTO. 8 DE MARÇO 2010100 ANOS DE LUTA FEMINISTA: E mais mil anos se for preciso! Em muitos estados, não estaremos sozinhas. Movimentos de defesa dos direitos humanos, movimentos de luta por terra, movimentos diversos de mulheres do campo e da cidade, diversas expressões do feminismo se juntarão contra as forças militares, da grande mídia, das oligarquias e agronegócio, e todos e todas que, desde janeiro deste ano, ...

Leia mais
jonny_one

Johnny Alf começou a estudar música aos 9 anos

Pianista, cantor e compositor, Alfredo José da Silva, o Johnny Alf, nasceu no Rio de Janeiro, em 19 de maio de 1929. Considerado por muitos como um dos "pais" da bossa nova, Alf era filho de uma empregada doméstica com um cabo do Exército, que morreu em 1932, no Vale da Paraíba, combatendo na Revolução Constitucionalista. Johnny morreu nesta quinta-feira (4), aos 80 anos, em decorrência de um câncer de próstata. Começou os estudos de piano aos 9 anos com a professora Geni Borges, amiga de uma das famílias para a qual a sua mãe trabalhava. Inicialmente se dedicou ao piano clássico, mas logo se interessou pelo som de pianistas de jazz dos Estados Unidos, como Nat King Cole, George Gershwin e Cole Porter. Foi quando tocava e estudava inglês no Instituto Brasil Estados Unidos (Ibeu) que ganhou o apelido de Johhny Alf, por sugestão de uma amiga norte-americana. Acervo UH/Folha ...

Leia mais
Beyonce (Foto: Evan AgostiniInvision/ AP/ File)

Beyoncé Heat tem cheiro de sucesso

Empresas que compram os direitos do nome de celebridades como Beyoncé para perfumes só tem dois modos de criar e colocar no mercado tais fragrâncias: tentando a fórmula batida, que é doce e floral para os femininos, ou a fórmula condimentada e metálica para os masculinos. Eles podem também contrariar expectativas ao produzir uma fragrância que ninguém imaginava que poderia existir dentro do portfólio de uma celebridade. Em ambos os casos, seja a empresa licenciada Arden, Lauder, Coty ou outra, a sabedoria popular sabe que a celebridade em questão não tem nada a ver com o perfume. Neste caso, com o Beyoncé Heat, primeiro imaginei que o processo criativo na Coty seguiria por algum caminho mais ou menos assim: as equipes de criação e marketing da empresa escolheriam a direção a ser tomada e fariam seus pedidos para os perfumistas. Então, os perfumistas produziriam a fragrância e a batizariam de ...

Leia mais
kassab

Justiça suspende cassação de Kassab, que fica no cargo

Por: Fernndo Barros de Mello,Flávio Ferreira, Lilian Christofoletti     Defesa e Promotoria aguardam julgamento do recurso ao TRE, instância superior Decisão deverá sair em cerca de 3 meses; para advogado, juiz da 1ª instância mudou entendimento firmado pelo Tribunal Superior Eleitoral A Justiça Eleitoral suspendeu ontem a cassação do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e de sua vice, Alda Marco Antonio (PMDB). A defesa dos dois apresentou recurso, que foi acolhido pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aloísio Sérgio Resende Silveira, o mesmo que havia determinado as cassações. Dessa forma, Kassab permanece no cargo até que o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), instância superior, decida sobre o caso. O TRE leva, em média, de dois a três meses para analisar decisões de juízes de primeira instância. Em geral, a Justiça Eleitoral tem trâmite mais célere que o da Justiça comum. Kassab, Alda e oito vereadores foram cassados no ...

Leia mais

Impacto eleitoral de cassação de Kassab preocupa Serra

Desde a noite de sábado, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), acompanha, apreensivo, os desdobramentos da cassação do mandato do prefeito Gilberto Kassab, com quem conversou ao telefone, informa a reportagem de Catia Seabra, publicada nesta segunda-feira (22) pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL). Entre tucanos e democratas, a orientação foi a de evitar contaminação política, restringindo o problema ao campo técnico. Kassab nega ter recebido doações ilegais e diz não temer perder mandato Justiça eleitoral cassa mandato do prefeito Gilberto Kassab Cassação aprofunda avaliação negativa de Kassab, diz cientista política Embora concordem que Kassab não afrontou a lei, a controvérsia preocupa serristas por coincidir com um inferno astral experimentado pelo DEM e pelo prefeito.   Além da prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), as seguidas enchentes enfrentadas pela população paulistana provocaram desgaste na administração Kassab num momento em ...

Leia mais
sidney_poitier

Poitier conta percalços a sua bisneta

Primeiro ator negro a ganhar um Oscar lança livro em que aborda lições aprendidas ao longo de seus 80 anos de vida Astro de "Ao Mestre com Carinho" fala de sua infância pobre nas Bahamas e diz que deixa "mundo fraturado" como herança O título em português da autobiografia de Sidney Poitier, "Uma Vida Muito Além das Expectativas", pode soar pretensioso, mas ele tem mais a ver com sua infância do que com o que se deu na carreira do ator. Ele nasceu prematuro de sete meses, com 1,4 kg, e longe de um hospital -o preconceito contra os negros era violento. Era 20 de fevereiro de 1927. Sua mãe foi buscar alternativas para salvar a criança, enquanto seu pai saiu para encontrar uma caixa de sapatos para enterrar o filho. Sem esperanças médicas, a mãe visitou uma vidente para saber o que aconteceria ao bebê. Ela previu: "Ele crescerá ...

Leia mais
022-florestan-01

Brancos e Negros em São Paulo – Florestan Fernandes

Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. Do  2 dedos de prosa A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o ...

Leia mais
sandra-de-sa-100iso

Sandra de Sá celebra 30 anos de carreira com novo CD

RIO - Autora do rebatismo da sigla MPB como "Música Preta Brasileira", o que se deu há 20 anos, Sandra de Sá sempre foi movida pela certeza quanto à influência da cultura africana na brasileira. Seu avô materno, seu Manoel, era de Cabo Verde, e ela sente o maior orgulho disso. Em 2007, quando soube, por intermédio de uma pesquisa, que seu DNA é 96,7% africano (2,1% é europeu, 1,1% ameríndio), foi uma alegria só.   "Tudo o que a gente tem é herança desses africanos que vieram para cá, tanto faz se é Moreira da Silva, Monsueto, Adoniran Barbosa, Demônios da Garoa, Originais do Samba, Leny Andrade...", diz Sandra, que está comemorando 30 anos de carreira e lançando o CD "AfricaNatividade - Cheiro do Brasil" (Universal/Nega Produções) - o título é mais um de seus neologismos. "É a África enquanto berço e a África na atividade, influenciando a nossa ...

Leia mais
Milton Nascimento

Milton Nascimento

Milton Nascimento (Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1942) é um cantor e compositor brasileiro, reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da MPB. Conhecido também pelo apelido de Bituca. Nascido no Rio de Janeiro, filho de Maria do Carmo Nascimento, uma empregada doméstica, foi adotado por um casal cuja esposa (Lília Silva Campos) era professora de música. O pai adotivo, Josino Campos, era dono de uma estação de rádio. Mudou-se para Três Pontas, em Minas Gerais, antes dos dois anos e aos treze anos já cantava em festas e bailes da cidade. "Nós Dois" de A Barca Dos Amantes por Milton Nascimento. Lançado: 1986. Faixa 3 de 9. Gênero: MPB. Sobre a família, disse: Sou fascinado pela minha família, acho que eu não poderia ter tido mais amor, educação e liberdade em nenhuma outra família no mundo. Eles moldaram a minha vida. ...

Leia mais
MundoBraz

”MundoBraz”: a brasilianização do mundo. Entrevista especial com Giuseppe Cocco

Pensar o mundo a partir do Brasil. Pensar o mundo e suas complexidades a partir de um "ator fundamental" como o Brasil. Esse foi o desafio que Giuseppe Cocco, cientista político e doutor em história social, assumiu ao escrever seu novo livro "MundoBraz: O devir-mundo do Brasil e o devir-Brasil do mundo" (Ed. Record, 2009).   "A 'brasilianização' é o devir-Brasil do mundo: o país está, efetivamente, na frente, pois está em outro lugar em termos de políticas dos pobres, políticas sociais, de mestiçagem, de radicalização democrática", afirma o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), nesta entrevista especial concedida por telefone à IHU On-Line.   Analisando aspectos centrais do papel do Brasil no cenário mundial, Cocco afirma que é preciso "desinventar o Brasil: o Brasil nacionalista, da homologação da cidadania sob a figura unívoca da modernidade ocidental, que não respeita os direitos dos índios, dos quilombolas, dos ...

Leia mais
haiti-painting

O que você não está ouvindo sobre o Haiti, mas deveria estar

  Nas horas seguintes ao terremoto que devastou o Haiti, CNN, New York Times e outras importantes agências de notícias adotaram a mesma interpretação para a grave destruição: o terremoto de 7 graus foi tão devastador porque atingiu uma zona urbana extremamente povoada e pobre. Casas "construídas umas em cima de outras" e feitas pelo próprio povo pobre fizeram da cidade um local frágil. Os muitos anos de subdesenvolvimento e caos político do país fizeram com que o governo haitiano estivesse mal preparado para responder a um desastre desse tipo. É verdade. Mas essa não é toda a história. O que falta é uma explicação do motivo de existirem tantos haitianos vivendo dentro e nos arredores de Porto Príncipe e de tantos deles serem forçados a sobreviver com tão pouco. Na verdade, até quando uma explicação é dada, muitas vezes é escandalosamente falsa, como o depoimento de um ex-diplomata norte-americano ...

Leia mais
PNDH-3

Programa Nacional de Direitos Humanos – PNDH-3 – DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009

DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009. Aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3 e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea "a", da Constituição DECRETA: Art. 1o Fica aprovado o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3, em consonância com as diretrizes, objetivos estratégicos e ações programáticas estabelecidos, na forma do Anexo deste Decreto. Art. 2o O PNDH-3 será implementado de acordo com os seguintes eixos orientadores e suas respectivas diretrizes: I - Eixo Orientador I: Interação democrática entre Estado e sociedade civil: a) Diretriz 1: Interação democrática entre Estado e sociedade civil como instrumento de fortalecimento da democracia participativa; b) Diretriz 2: Fortalecimento dos Direitos Humanos como instrumento transversal das políticas públicas e de interação democrática; e c) Diretriz 3: Integração e ampliação dos sistemas de informações em Direitos Humanos e construção de ...

Leia mais
bandiera italia

“Nem animais, nem estrangeiros”: o racismo banaliza-se na Itália de Silvio Berlusconi

Livro do jornalista Gian Antonio Stella denuncia um crescente ambiente xenófobo e homofóbico Um futebolista italiano tratado por "preto de merda", anúncios de imobiliário que estabelecem "nem animais, nem estrangeiros", imigrantes agredidos na noite de Ano Novo: os comportamentos xenófobos têm-se banalizado em Itália, e alguns evocam mesmo um "racismo institucional". "A situação tem-se degradado. Todos os dias um negro é desancado. Isto não pode continuar assim", disse à AFP o jornalista Gian Antonio Stella, jornalista especializado nos movimentos de Direita e autor do livro Negros, gays, judeus e companhia. A eterna guerra contra o outro, lançado no início de Dezembro. Entre os últimos exemplos relevantes, a noite de São Silvestre: um etíope foi espancado no centro de Florença e um egípcio foi agredido aos gritos de "maricas de merda", segundo a organização Arcigay. Alguns dias antes, foi o "Natal Branco" organizado por um autarca da Liga Norte, partido anti-imigrantes ...

Leia mais
Eli_Efi_e_Dj_Laylo

Eli Efi & DJ Laylo em Conexão São Paulo-Nova York

Por: por: Gildean Silva Panikinho - Pode Crê! Eli Efi e DJ Laylo estarão pela cidade lançando o documentário "Estilo Hip Hop" (1/12 na Olido) e apresentando faixas do primeiro álbum solo do MC que fundou o DMN (12/12 na Hole Club) Quer saber o que mais estarão fazendo ou convidar Eli Efi e Laylo para alguma atividade???   Informações a seguir...   No dia 12 de dezembro, Eli Efi vai estar no Hole Clube - na festa comandada pelo DJ Marco - fazendo o pré-lançamento do seu tão aguardado primeiro disco solo. Fundador do grupo DMN - no qual esteve por 16 anos - e há cinco anos morando nos Estados Unidos, Eli Efi vai mostrar pela primeira vez em São Paulo partes do seu álbum feito integralmente em Nova York.   Por enquanto, além da faixa já divulgada na internet - "Propaganda" - www.eliefi.com - o que é ...

Leia mais
joel-rufino

Perturbadores do sono do mundo

Pra que serve mesmo a literatura? Vivemos num tempo repleto de relativismo, falsas verdades. De ideias fora do lugar. Ideias desafiadas pelo romance O PROFESSOR JOEL RUFINO dos Santos, autor de "Quem ama literatura não estuda literatura - Ensaios indisciplinados" Foto: Ângelo Duarte   A filosofia se debruçou sobre conceitos complexos como a verdade, a realidade, a felicidade, a vida e a morte. O Iluminismo prometeu liberdade, igualdade e fraternidade. Com a revolução industrial, os positivistas nutriam a felicidade. Receita: o desenvolvimento da ciência. A ciência e a técnica levariam o homem a uma nova dimensão. Bem, o que tem tudo isso a ver com literatura? Ou a arte do romance? Pra que serve mesmo a literatura? Para entreter a morte, postergá-la por "Mil e uma noites", isto é, por noites infinitas.Como estudar, afinal, a literatura? Essas questões e muitas outras são colocadas com propriedade no livro "Quem ama literatura ...

Leia mais
Foto: Ângelo Duarte

Perturbadores do sono do mundo

Pra que serve mesmo a literatura? Vivemos num tempo repleto de relativismo, falsas verdades. De ideias fora do lugar. Ideias desafiadas pelo romance O PROFESSOR JOEL RUFINO dos Santos, autor de "Quem ama literatura não estuda literatura - Ensaios indisciplinados" A filosofia se debruçou sobre conceitos complexos como a verdade, a realidade, a felicidade, a vida e a morte. O Iluminismo prometeu liberdade, igualdade e fraternidade. Com a revolução industrial, os positivistas nutriam a felicidade. Receita: o desenvolvimento da ciência. A ciência e a técnica levariam o homem a uma nova dimensão. Bem, o que tem tudo isso a ver com literatura? Ou a arte do romance? Pra que serve mesmo a literatura? Para entreter a morte, postergá-la por "Mil e uma noites", isto é, por noites infinitas. Como estudar, afinal, a literatura? Essas questões e muitas outras são colocadas com propriedade no livro "Quem ama literatura não estuda literatura ...

Leia mais
Página 47 de 51 1 46 47 48 51

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

No Content Available

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist