Resultados da pesquisa por 'preconceito'

    Preconceito e a banalidade do mal

    Quando refletimos sobre o preconceito, devemos subdividi-lo, porque pensar nele é admitir que existem muitos preconceitos. Pensar nestas divisões é admitir a ideia de pré-conceito, ou seja, uma formulação antecipada, julgadora e precipitada sobre uma ideia e concepção (do latim conseptus, que se refere à construção ideal do ser ou de objetos) Por Breno Rosostolato do Correio do Brasil Ao antecipar-se ao real, sem se aprofundar e conhecer as questões envolvidas, o preconceituoso constrói-se a partir de seu individualismo narcísico, uma solidão embrutecida, e que não busca compreender, mas, distorce aquilo que não reconhece como pertencente à ele, na prepotência de quem acha que possui o poder e o saber necessário para a existência. O preconceito torna-se verbo na ação de ignorar as diferenças, de não aceitar o outro. Portanto, incapaz de olhar-se no espelho. Ao contrário, o incompleto lhe é o bastante. O empobrecimento do preconceituoso cria raízes na mentira, na ...

    Leia mais

    LEITURAS PERIFÉRICAS: entre conceitos e o desfazer de preconceitos

    Encontrar uma definição para o termo periferia que possa abarcar as milhares de periferias do mundo contemporâneo não é uma tarefa simples. Foi tentando encontrar respostas para este desafio que representantes de 15 países se reuniram em uma dos maiores conglomerados de favelas do mundo: o complexo de favelas da Maré. Por Donminique Azevedo do Portal Correio Nagô. A ideia de construção de uma visão convergente – aberta a adesões e contribuições – norteou o encontro, realizado, em meados deste mês, que contou com gente dos EUA, México, Costa Rica, Colômbia, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, África do Sul, Portugal, Escócia, Inglaterra, França, Egito, Moçambique, Índia, China e Austrália. A Maré conta com 16 comunidades, cada uma com suas especificidades. Cercada pelas linhas Vermelha, Amarela e pela Avenida Brasil, o conjunto passa por um aumento significativo da poluição. Por outro lado, há uma relação de proximidade das pessoas com a ...

    Leia mais

    Em vídeo emocionante, Preta Gil fala sobre como sofre com o preconceito

     A artista brasileira mostra-se com força para superar as adversidades. no TVMais Perante a polémica que envolve o ator José Mayer (ver aqui), Preta Gil decidiu recordar uma campanha na qual expôs o que sofreu com o preconceito. Aos 42 anos, a artista brasileira revela que ser "mulher, negra e gorda" a torna num alvo fácil, mas que com a experiência acabou por ganhar força para lutar pelos seus direitos e pela liberdade e segurança das outras mulheres.

    Leia mais
    Brasília(DF), 09/11/2016 - Ocupação Unb - Faculdade de Medicina . Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

    Alunos de medicina da UnB acusam professor de assédio e preconceito

    Segundo estudantes, docente teria desqualificado alunos cotistas. Protesto chegou a ser realizado na quarta-feira (22/3) em sala de aula Por PEDRO ALVES, do  Metrópoles  Mais uma denúncia de assédio moral nos corredores da Universidade de Brasília (UnB) tem causado polêmica entre a comunidade acadêmica. Desta vez, são estudantes de medicina que fazem uma acusação contra o professor João Alexandre Gonçalves, do Instituto de Biologia. Os alunos alegam que o docente segrega cotistas e indígenas, colocando em xeque a capacidade deles. Na quarta-feira (22/3), estudantes fizeram um protesto silencioso na sala onde o professor daria aula. Um grupo colou cartazes na porta de entrada e no interior do local com dizeres como: “A casa grande surta quando a senzala vira médica” e “Vai ter cotista, sim”. João Gonçalves, no entanto, não compareceu ao local. Uma ex-aluna do professor conversou com o Metrópoles sob a condição de anonimato. Ela assistiu à disciplina bioquímica e biofísica médica com o ...

    Leia mais

    Iza fala de autoestima e preconceito: “Me deu força para entender que eu sou linda”

    Ela é linda, tem um estilo de diva pop e um vozeirão de silenciar a todos quando canta suas canções cheias de balanço. Iza é uma das cantoras e compositoras mais legais que apareceram nos últimos tempos. por Giovanna Mazzeo no Vix Referência de moda e estilo, ela revela que mudou sua forma de enxergar a si mesma com atrizes como Taís Araújo e Aisha Jambo. "A Taís foi uma das primeiras mulheres negras que eu vi de cabelo crespo. Quando eu era mais nova, meu rosto era mais magrinho, diziam que eu era muito parecida com a Taís ! Eu não sabia quem era e fui procurar. Quando vi, pensei: 'Oi? Jura? Tem uma mana negra em capa de revista e protagonista de novela?'. Ela e a Aisha Jambo. A Aisha apareceu em Malhação com um cabelo crespo que eu nunca tinha visto na vida! Quando eu vi aquilo... ...

    Leia mais

    Mulheres que faziam campanha contra preconceito são agredidas em blocos do Rio

    Elas foram substituídas por homens após xingamentos e puxões, dizem organizadores Do O Globo  Mulheres que promoviam uma campanha contra o preconceito e o assédio no carnaval tiveram que ser substituídas por homens após terem, elas mesmas, sofrido agressões físicas e verbais, segundo a Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do Rio (CAARJ), responsável pela ação. De acordo com a entidade, enquanto as mulheres falavam sobre a campanha "Carnaval sem preconceito" e distribuíam material de divulgação em blocos de rua no Rio, ouviram obscenidades e xingamentos, além de sofrerem agressões físicas como apalpadas, puxões de cabelo, agarrões e até copos de água no rosto. A campanha foi criada pela CAARJ para incentivar o respeito e o combate ao assédio sexual, o racismo e a violência contra mulheres e homossexuais durante o carnaval. — Há quem entenda que o carnaval autoriza a pessoa a exibir, publicamente, a falta de respeito ...

    Leia mais

    Ódio e preconceito na internet: Responda por seus atos

    Injúria, calúnia e difamação no universo digital. Entenda como a lei é aplicada em tempos de pós-verdade por Marcelo Brandão no Consumidor Moderno Um dos problemas mais discutidos na internet são crimes contra a honra, entendidos como injúria, calúnia e difamação, principalmente por meio das redes sociais. Esse problema é intensificado em tempos da chamada “pós-verdade” – termo que diz respeito às circunstâncias nas quais os fatos têm menos importância do que crenças pessoais, onde as pessoas se baseiam apenas em sua própria visão de mundo e tentam impor seu discurso ao outro, muitas vezes permeados de ódio ou preconceitos. Para André Pereira é advogado e consultor do Jurídico Certo, site que oferece apoio jurídico em qualquer localidade do País, o que é preciso ressaltar é que a internet não é um mundo sem lei, onde as pessoas podem fazer o que bem entendem sem qualquer consequência. “Da mesma forma que outros ...

    Leia mais

    Mês da mulher: Combate ao preconceito contra as mulheres é tema de painel na AJURIS – POA

    Com o objetivo de promover a reflexão sobre o papel da mulher na sociedade e debater os desafios, conquistas e perspectivas, a AJURIS promove durante o mês de março uma série de atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher com o tema Lugar de Mulher é onde ela quiser. no Ajuris Um dos assuntos em pauta é o painel Mulheres x Preconceito, que a partir das perspectivas e de depoimentos de mulheres pretende apontar as principais barreiras a serem superadas em uma sociedade marcada pelo machismo, e propor um olhar sobre os diversos tipos de discriminação de gênero. Entre as painelistas está Maria Conceição Fontoura, doutora em Educação e integrante da Maria Mulher – Organização de Mulheres Negras, que há 30 anos atua no enfrentamento ao racismo e ao sexismo. “Ainda há na sociedade brasileira um racismo muito arraigado e a gente tem que fazer essa discussão sempre”, aponta, afirmando: “a gente quer ...

    Leia mais

    Evangélicos se unem para combater preconceito dentro das igrejas

    Em parte por causa do ativismo conservador de alguns líderes evangélicos - especialmente no Congresso Nacional -, pastores e fiéis herdaram uma reputação de intolerância aos olhos dos defensores do Estado laico e dos direitos humanos. Por Gabriela Loureiro, da BBC MAYRA SARTORATO/BBC BRASILImage caption A funcionária pública Laudicéia Reis Silva dos Santos, o pastor Marco Davi e a empreendedora Evelyn Daisy, de grupo de estudos sobre raça e evangelho Para muitos evangélicos, no entanto, a realidade é outra - em diversas vertentes religiosas, existem iniciativas que pretendem evitar a disseminação de ideias preconceituosas e a defesa dos direitos humanos nas igrejas. Em São Paulo, por exemplo, o pastor batista Marco Davi de Oliveira coordena um grupo de estudos sobre raça e evangelho com o objetivo de combater o racismo dentro da igreja, enquanto a pastora metodista Lídia Maria de Lima organiza eventos religiosos para fazer um alerta sobre a violência ...

    Leia mais

    Juliana Alves fala sobre preconceito a revista: ‘Me sentia inadequada’

    Juliana Alves posou deslumbrante para a capa da revista “GOL Linhas Aéreas Inteligentes” de fevereiro deste ano e falou, durante entrevista, sobre questões envolvendo a batalha contra o racismo, em que é considerada porta-voz, e autoaceitação. por: Guilherme Campos no Correio do Sul A rainha de bateria da Unidos da Tijuca opiniou sobre a conquista do negro na área do entretenimento e elegeu as atrizes que serviram de referência para sua carreira. “É muito importante que o negro se veja na TV, no teatro, no cinema. Eu tive algumas referências, como Zezé Motta e Taís Araújo. Mas não havia bonecas negras na minha infância”, contou. “A criança não nasce racista, ela reproduz o que vê. Minha família sempre teve autoestima bem cuidada. Mas vivi situações em que, mesmo sem entender o que se passava, me sentia inadequada por uma questão visual”, acrescentou a atriz, de 34 anos, atualmente na novela das ...

    Leia mais

    Larissa Mendes, negra e da periferia supera preconceitos para estudar na Poli

    Em seu primeiro ano de engenharia civil na USP, Larissa Mendes, 19, ouviu de um colega: "Você não tem cara de quem estuda na Politécnica. Não tem muitas meninas assim aqui". "Assim como?", retrucou ela, hoje no 3º período do curso. Não obteve resposta. Pesquisa Datafolha apontou que, por lá, 82% são homens e 59% pertencem à classe A. Mulher, negra, Larissa foi criada no Capão Redondo. Levantamento de aluna do Poligen (Grupo de Estudos de Gênero da Escola Politécnica) apontou que, durante 121 anos, só sete mulheres negras se formaram na Poli. no Folha A estudante de engenharia da USP Larissa Mendes, 19. (Foto: Eduardo Anizelli) Sempre gostei de exatas e decidi fazer engenharia na 5ª série . É comum ver menos mulheres que homens com afinidade para matemática, e as pessoas acabam achando que é algo natural. Não é. É uma construção ...

    Leia mais
    AP and Reuters

    Novo filme com Viola Davis e Julia Roberts abordará preconceito racial

    O filme será uma adaptação de um livro recém-lançado e já está com nome reservado para a equipe técnica. por Gabriel Sabino no Registro Pop Foto: AP and Reuters Viola Davis e Julia Roberts vão atuar juntas num roteiro que promete tirar o fôlego de quem for assistir. As atrizes estão reservadas para a adaptação cinematográfica do livro recém-lançado “Small Great Things”, de Jodi Picoult. Produtor musical do recordista de indicações ao Oscar “La La Land”, Marc Platt também fará parte da equipe. Informações do Deadline. A história de “Small Great Things” gira em torno de uma enfermeira negra de uma maternidade dos Estados Unidos. Sua vida vira do avesso quando um casal defensor da supremacia branca dá entrada no local para que a mulher dê à luz a um bebê, que não pode ser cuidado pela enfermeira por conta de recomendação dos superiores. A criança, porém, tem um ataque cardíaco durante o turno da profissional, que ...

    Leia mais

    Obesidade: Ofensas corporais e preconceito deixam as pessoas mais doentes

    Chamar alguém de ‘gordo’ ou ‘magro’ pode ter sérias consequências. Em casos de obesidade, o efeito é demasiado grave. Por Daniela Costa Teixeira Do Noticias ao Minuto As ofensas corporais são cada vez mais comuns. A facilidade de acesso à internet e o uso (muitas vezes indevido) das redes sociais fazem eco a ofensas que surgem de todo o mundo e que apontam o dedo a quem não está em boa forma ou a quem não consegue encaixar nos padrões de beleza que acreditam ser os melhores. Chamar alguém de ‘gordo’ ou ‘magro’ pode ter sérias consequências. Mas quando a ofensa é feita devido à gordura e afeta pessoas obesas, o impacto é maior e bem mais grave. Esta é a conclusão de um estudo publicado na revista Obesity e que indica que os estereótipos negativos, as ofensas corporais e a discriminação face ao elevado peso estão associadas a mais casos ...

    Leia mais

    Voz ativa contra o preconceito, Karol Conka assume o comando do ‘Superbonita’ e finaliza novo disco

    ‘Os esquisitos também existem’, diz a rapper curitibana que faz show no Rio RIO — O texto no corpo do e-mail era bem claro: a equipe do “Superbonita” queria, sem qualquer sombra de dúvida, Karol Conka como apresentadora da nova fase da atração sobre beleza do GNT, que estreia no dia 6 de março. Ainda assim, a primeira reação da rapper de cabelo rosa-shocking foi achar que alguma coisa estava fora da ordem. De cara, ela entendeu que se tratava de um convite para ser mais uma das entrevistadas de Ivete Sangalo, que comandou o programa em suas últimas quatro temporadas. Por Luccas Oliveira, para O Globo — Eu fiquei muito surpresa. Mas aí conversei com a Fernanda (Novaes, diretora da atração) e perguntei se ela tinha certeza disso. Eu nunca apresentei um programa, mas sempre quis ser apresentadora — conta Karol, que cita Oprah Winfrey e Hebe Camargo como ...

    Leia mais
    Pharrell Williams, the musician and producer, in New York, Dec. 11, 2016. As of late, the in-demand star has been deeply involved with the film “Hidden Figures,” a story of representation that he cares about profoundly. Williams, now 43, said he is used to the many obligations that go hand-in-hand with the increasing opportunities coming his way. (Ryan Pfluger/The New York Times)

    Pharrell Williams batalha por filme sobre preconceito

    Cantor compôs músicas para o filme 'Estrelas Além do Tempo', que narra a história de três mulheres negras que trabalharam na Nasa Não importa o que Pharrell Williams esteja fazendo, ele sempre chama a atenção. No início de dezembro, o músico e produtor estava desfilando para a Chanel em Paris. Na sequência, ele estava em NY no progrma The Tonight Show de Jimmy Fallon, cantando I See a Victory, uma das músicas do filme Estrelas Além do Tempo – que deve estrear no Brasil em 2 de fevereiro –, com a cantora de gospel Kim Burrell. Em 9 de dezembro, ele e Kim apresentaram a música no programa Today e naquela tarde eu o encontrei em uma suíte de um hotel de luxo em Midtown Manhattan. Fonte: Estadão Mas o que Williams queria, acima de tudo, era chamar a atenção para o filme Estrelas Além do Tempo. Dirigido por Theodore ...

    Leia mais
    Thierry Le Gouès

    Versace processada por preconceito racial

    Um ex-funcionário de uma loja outlet da Versace em Pleasanton, Califórnia, entrou com um processo judicial contra a marca por práticas injustas nos negócios – e uma das alegações é o uso de um código secreto pra alertar os funcionários quando um cliente negro entra na loja. Ele deu entrada no processo em novembro de 2016. Fonte: Lilian Pacce O ex-funcionário, Christopher Sampiro, tem 23 anos e ainda explica que foi demitido por ser mestiço depois de trabalhar por duas semanas no local, em setembro. O código usado seria o mesmo de roupa preta, “D410”, e o gerente teria instruído Sampiro a falar D410 de maneira casual quando um negro entrasse no ponto de venda. Ele diz que sua resposta foi: “Você sabia que sou afro-americano?” e que a partir disso o gerente o tratou de maneira diferente e não lhe deu um “treinamento legítimo”. Fora tudo isso, o processo ainda ...

    Leia mais

    Contra preconceito, jovens de Cascavel apagam pichações xenofóbicas da cidade

    Integrantes da União da Juventude Socialista (UJS) de Cascavel, no oeste do Paraná, se reuniram em um ato simbólico nesta quinta-feira (29) para apagar as pichações xenofóbicas feitas em uma das praças centrais da cidade. O município é o segundo principal destino do Paraná de haitianos que imigram para o Brasil e, atualmente, abriga 1.568 estrangeiros, de acordo com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes). A militante do grupo, Stefany Kovalski, afirmou que a atitude foi adotada para evitar o discurso de ódio.  “Nós resolvemos agir e tampar as ofensas racistas. Vivemos em uma sociedade democrática e precisamos de um mínimo de respeito. Isso não ofende apenas os haitianos que moram em Cascavel, como também todos os jovens que acreditam que o respeito e a cultura são soluções para um mundo melhor.” Curitiba é a cidade do Paraná que mais recebe imigrantes, abrigando 4.529 pessoas em 2015. O estado é ...

    Leia mais
    @TEAM.MANNING

    Filhos que sofrem preconceito por ter cabelo crespo – veja o que fazer

    Ninguém quer ver um filho seu sendo alvo de piadas na escola. E isso não é diferente com uma criança de cabelos crespos. Já imaginou um professor ou diretor de escola aconselhar uma mãe a alisar o cabelo de sua filha ou filho, por causa da represália dos coleguinhas? Isso infelizmente acontece. por Jessica Moraes no  Fashion Bella Make @TEAM.MANNING Ao invés de reprimir o bullying, acontece o contrário: a repressão da estética da criança. Os pais não devem considerar isso certo. Não se deve aceitar essa repressão que tenta impor um padrão para que as crianças sigam uma estética ideal para todos. O cabelo crespo deve, sim, ser defendido como a identidade da criança, e a mãe precisa se emponderar diante dessa questão. Mas como lidar? É preciso antes verificar o que está acontecendo com a filha ou o filho e o que ela ou ele vem ...

    Leia mais
    Foto: Danilo Borges/Casé Assessoria

    Miss Brasil Raissa Santana é alvo de preconceito racial nas redes sociais

    A umuaramense Raissa Santana, de 21 anos, eleita Miss Brasil 2016, está sendo alvo de comentários preconceituosos no Facebook. Um perfil falso discute a sexualidade da candidata à Miss Universo, questionando, sobretudo a sua feminilidade. Fotos da modelo também foram alteradas relacionando-a com macacos. no Umuarama Foto: Danilo Borges/Casé Assessoria Tudo indica que o perfil foi criado na Colômbia, curiosamente um país privilegiado por belas mulheres. Os brasileiros que se manifestaram nos posts do perfil fizeram questão de destacar que o ato de intolerância é uma possível forma do país vizinho ou de outros de tentar boicotar a Miss Brasil que é favorita a levar o título. Para não promover o racismo, o Portal da Cidade Umuarama fez questão de não publicar os comentários e as fotos racistas, lamentando o fato e condenando qualquer tipo de preconceito racial. Racismo é crime, se houver condenação,  o autor dos comentários ...

    Leia mais

    “Me ensinaram ódio disfarçado de religião”. Cristão fingiu ser gay por um ano para sentir preconceito

    Em 2008, o americano Timothy Kurek pendurou num cabide sua verdadeira heterossexualidade e saiu do armário como gay. Não era, mas esperava convencer as pessoas de que sim… Acontece que Tim foi criado por pais cristãos ultraconservadores: não o matricularam na escola, educaram literalmente em casa (ou numa bolha, como costuma dizer) e na Igreja sob a cartilha da Bíblia. “Aprendeu” que a homossexualidade era uma ~escolha~ abominável, que tais pecadores precisariam se arrepender e pedir perdão a Deus para entrarem no céu. Por Nathalia Ziemkiewicz, no Yahoo Ele registrou detalhes de sua experiência, assim como suas reflexões, no livro “The Cross in the Closet” – ainda sem versão em português (Divulgação) Os “sapatos” que Tim vestia desde a infância pareciam confortáveis – serviam bem aos lugares pelos quais circulava, como a faculdade religiosa em que se graduou mais tarde. O pé apertou quando, numa noite no karaokê, certa conhecida desatou ...

    Leia mais
    Página 5 de 365 1 4 5 6 365

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist