Resultados da pesquisa por 'juventude negra'

    adolescente

    Violência contra as mulheres jovens

    "As vezes a guria é estuprada, Texto de Ana Rita Dutra. mas pelo cara já saber como ela é, ele achava que ela queria." Algo que me instiga ao falar sobre violência contra a mulher é refletir sobre quais mulheres estamos falando. A própria discussão sobre o que é uma mulher já mostra-se central, pois acaba legitimando que mulheres teriam direitos como mulheres e, quais mulheres tem seus direitos questionados. Será que a amplitude e diversidade das mulheres constam nas estatísticas normalmente levantadas? Esta é uma reflexão que o movimento de mulheres precisa se debruçar cada vez mais. A violência contra a mulher é uma questão de Direitos Humanos e saúde pública na América Latina. No Brasil, a cada 2 minutos, 5 mulheres são agredidas (Perseu Abramo, 2011). De 1980 até 2010, foram assassinadas no país perto de 91 mil mulheres, 43,5 mil só na última década. O número de ...

    Leia mais
    Dani Costa Russo/Divulgação

    Padrão imposto, mulheres aprisionadas – Por: Jarid Arraes

    Nas últimas semanas, vem sendo exibida pela internet uma nova campanha publicitária da Pantene, uma famosa marca de produtos para cabelos femininos. O vídeo em questão se inicia com o momento que uma modelo brasileira internacionalmente famosa faz uma revelação bombástica: cabelo envelhece. A partir daí, a propaganda mostra várias mulheres chocadas e perturbadas com o próprio cabelo, explicando que todas as mulheres agora têm um novo motivo para se preocupar. O que fazer para evitar a humilhação de um cabelo com aparência envelhecida? A solução para esse suposto problema, segundo a marca, está na compra de seus produtos. O fato de que a indústria de beleza é voltada para as mulheres não é uma descoberta recente. A feminista Naomi Wolf já havia escrito sobre o assunto em 1991, quando publicou "O Mito da Beleza", livro onde explica como as duras cobranças sobre a aparência física feminina dificultam a vida ...

    Leia mais
    Filho de Marcus Garvey visita Salvador para divulgar o Panafricanismo

    Filho de Marcus Garvey visita Salvador para divulgar o Panafricanismo

    O legado de um dos responsáveis pela criação do Panafricanismo, o líder jamaicano Marcus Garvey, será apresentado em Salvador, na próxima sexta-feira (30), pelo seu herdeiro. O Dr. Julius Garvey, filho de Marcus, estará no auditório da Biblioteca Pública do Estado, nos Barris, às 14h, para destacar as ações realizadas pelo pai e que tiveram repercussão mundial. Promovida pelo Instituto Mídia Étnica e a Instituição Rica Diáspora, dos Estados Unidos, a visita a Salvador tem como principal objetivo divulgar a memória do ativista por meio do seu filho que é presidente da Fundação Marcus Garvey. A atividade marca ainda os 50 anos da União Africana, organização política do continente africano inspirada pelo ativismo de Garvey. O encontro gratuito, em parceria com o Instituto Steve Biko, contará com a participação de militantes do movimento negro estudantes e o público em geral. Visita – O Dr. Julius Garvey chegará a Salvador na quinta-feira (29) e durante a ...

    Leia mais
    febem-2-300x166

    “A mãe dos senhores vai visitar os senhores lá no IML”

    Por Douglas Belchior "A frase autoexplicativa foi dita por um agente de segurança, pouco antes de uma sessão de tortura na Fundação Casa, antiga Febem. Mas é preciso imaginá-la na voz do Governador Geraldo Alckmin (PSDB), o grande responsável pela violência cotidiana imposta a grande parte das crianças e adolescentes em São Paulo." Repercutiu pouco a denúncia feita com "exclusividade" pelo Fantástico no domingo 18 de agosto, quando foi exibida a gravação de uma sessão de tortura a que seis menores foram submetidos em uma das unidades da Fundação Casa, na Vila Maria em São Paulo. Seria possível dizer que, assim como na morte, o espancamento e a tortura, quando dirigida a "marginais" (lê-se pretos e pobres), não nos comove? REVOLTANTE: Assista a reportagem abaixo Ao ver as cenas de espancamento, a presidenta da Fundação Casa (antiga Febem) Berenice Giannella, reagiu: "Isso é uma agressão gratuita, isso é um ato ...

    Leia mais
    muros

    A prisão e seus muros – por Jaqueline Gomes de Jesus

    Recentemente uma colega de trabalho nos contou uma história. A filha de uma conhecida dela era discriminada na escola por ter “cabelo ruim” (frase utilizada com convicção pela nossa narradora). A professora, em dado momento, interveio, trazendo a garota insultada para um canto isolado e lhe perguntando: — Você se acha feia?— Não… — retrucou a menina.— Você é muito bonita, não acredite no que seus coleguinhas dizem. Pois bem, imediatamente eu questionei a minha colega se a professora também tinha conversado com as demais crianças sobre o quão erradas elas estão em discriminar alguém. Ela disse que não, mas que iria conversar com a professora a respeito. Justifiquei minha pergunta explicando que é comum, em situações de racismo e outras discriminações no ambiente escolar, que os profissionais silenciem ou responsabilizem apenas as vítimas pelo que acontece. A história se repete. Lamentavelmente, na mesma semana, outro episódio. A conversa era ...

    Leia mais
    RTEmagicC Elionara.jpg

    Discurso da Ministra Eleonora Menicucci no plenario da CRPD

    Confiram o discurso da Ministra Eleonora Meniccuci da SPM no Plenário da CRPD, hoje, 13 de agosto de 2013. DISCURSO MINISTRA Em nome da delegação brasileira, gostaria de agradecer ao povo e ao governo uruguaio pela calorosa e solidária acolhida. Gostaria ainda de parabenizar nossos países pela acertada decisão, tomada em 2012 em Quito, de transformar a Comissão Especial de População e Desenvolvimento em Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento. E a CEPAL por, em seu 34ª período de Sessões, acolher com entusiasmo este novo órgão. Queremos registrar e reconhecer o apoio decisivo do Fundo de População das Nações Unidas, para a realização desta Conferência. Agradecer a importante contribuição da sociedade civil, em especial ao Movimento Feminista pela parceria na elaboração dessa nossa apresentação. A I Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento, além de aprofundar o compromisso da Região com o Programa de Ação de Cairo, sera a contribuição de ...

    Leia mais
    cor da cultura face

    “A Cor da Cultura” chega ao Maranhão

    Projeto social de valorização do patrimônio cultural afro-brasileiro é lançado no estado com exposição inédita do fotógrafo Walter Firmo e promove oficinas de formação para educadores em parceria com as Secretarias de Educação "A Cor da Cultura" chega ao MaranhãoA terceira etapa do A Cor da Cultura chega no dia 12 de agosto (segunda-feira) ao Maranhão. O lançamento será realizado no Auditório do Best Western Praia Mar Hotel (Av. São Marcos, Quadra Comercial, 4, Ponta D'Areia - São Luís) a partir das 14h. Já implementado em 14 unidades federativas do país desde sua primeira etapa, em 2004, o projeto mostra exposição inédita em São Luís, "O lugar do outro", do fotógrafo Walter Firmo, composta por imagens que retratam cenas do dia a dia em instituições da rede articulada pelo núcleo de mobilização social do Canal Futura em diferentes regiões brasileiras. Para apresentar o A Cor da Cultura e seus objetivos, ...

    Leia mais
    dexter

    O filho brasileiro de Luther King

    Por Igor Carvalho Dexter fala sobre a infância e a juventude na periferia, o período em que esteve preso e como foi que o contato com o rap despertou sua consciência para questões como o racismo Fórum – Você está completando dois anos de liberdade e vai produzir um show para comemorar. Sobre o que esse Dexter, que agora vive a rua, está falando?Dexter – Estou focando no tema liberdade mesmo, podendo ir a lugares em que fiquei sem ir por muitos anos, vendo pessoas maravilhosas, reencontrando amigos, porque em dois anos não consegui suprir as perdas que tive nos 13 anos de exílio. Uma parada que é legal é que estou correndo o Brasil com shows, e as pessoas sempre me ouviram, mas nunca viram minha cara, então é uma oportunidade de essas pessoas me conhecerem. Puta merda, como isso é bom…Também tenho visitado presídios em outros estados, infelizmente o ...

    Leia mais
    bisturi r3509

    Raízes do Brasil: no levante dos bisturis, ressoa o engenho colonial – por Saul Leblon

    Credite-se à elite brasileira façanhas anteriores dignas de figurar, como figuram, nos rankings da vergonha do nosso tempo.A seleta inclui a resistência histórica à retificação de uma das piores estruturas de renda do planeta.Ademais de levantes bélicos (32,62,64 etc) contra qualquer aroma de interferência num patrimônio de poder e riqueza acumulado por conhecidos métodos de apropriação.O repertório robusto ganha agora um destaque talvez inexcedível em seu simbolismo maculoso.A rebelião dos médicos contra o povo. Sim, os médicos, aos quais o senso comum associa a imagem de um aliado na luta apela vida, lutam hoje nas ruas do Brasil. Contra a adesão de profissionais ao programa ‘Mais Médicos', que busca mitigar o atendimento onde ele inexiste. A iniciativa federal tem uma dimensão estrutural, outra emergencial. A estrutural incorpora as unidades de ensino à política de saúde pública. Prevê um currículo estendido em dois anos de serviços remunerados no SUS. Prevê, ademais, investimentos que dotem os alvos ...

    Leia mais
    genocidiodenegros

    Homicídios de jovens negros seguem crescendo no Brasil; violência contra brancos diminui

    Mapa da Violência 2013 confirma tendência observada em anos anteriores; Brasil ocupa sétimo lugar no ranking mundial de assassinatos, atrás apenas de países da região  “Podemos observar uma acentuada tendência de queda no número absoluto de homicídios na população branca e de aumento nos números de vítimas na população negra. Essa tendência se observa no conjunto da população e de forma bem mais pronunciada na população jovem.” Esta é uma das principais conclusão do Mapa da Violência 2013: Homicídio e Juventude no Brasil, publicado hoje (18) pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso), a partir de dados disponíveis no Subsistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. De acordo com o estudo, elaborado pelo pesquisador Júlio Jacobo Waiselfisz, ocorreram em 2002 no Brasil 45.997 homicídios: 18.867 vítimas (41%) eram brancas e 26.952, ou 58,6%, eram negras. No grupo de “negros”, Waiselfisz ...

    Leia mais
    negros-organizados

    Negros falam em Brasília: As políticas e leis para negros e indígenas se tornaram nulas. Ir para as ruas é o único caminho

    Por Reginaldo Bispo. A Seppir convocou neste fim de semana, dia 06 e 07 de julho, uma reunião, com mais de 50 pessoas, de vários estados, para debater a conjuntura brasileira, para compor um documento orientador para o III Conappir. Antes de aceitar o convite, consultei cerca de 20 pessoas de vários estados sobre a conveniência de aceitar ou não o convite. Foi unanime a posição de que devêssemos ir e ver do que se tratava. O tema geral: Democracia e Desenvolvimento sem racismo, por um Brasil Afirmativo. Os subtemas: Elementos centrais da conjuntura; Efeitos das mudanças políticas recentes na sociedade e no estado, do ponto de vista do enfrentamento do racismo; Quais desafios a serem enfrentados?; As estratégias para superação dos desafios, na perspectiva do enfrentamento ao racismo e a Promoção da igualdade racial? Houve de tudo, de generalização da denuncia do governo, até por alguns petistas, à defesa ...

    Leia mais
    Negros falam em Brasília: As políticas e leis para negros e indígenas se tornaram nulas. Ir para as ruas é o único caminho

    Negros falam em Brasília: As políticas e leis para negros e indígenas se tornaram nulas. Ir para as ruas é o único caminho

    Por Reginaldo Bispo. A Seppir convocou neste fim de semana, dia 06 e 07 de julho, uma reunião, com mais de 50 pessoas, de vários estados, para debater a conjuntura brasileira, para compor um documento orientador para o III Conappir. Antes de aceitar o convite, consultei cerca de 20 pessoas de vários estados sobre a conveniência de aceitar ou não o convite. Foi unanime a posição de que devêssemos ir e ver do que se tratava. O tema geral: Democracia e Desenvolvimento sem racismo, por um Brasil Afirmativo. Os subtemas: Elementos centrais da conjuntura; Efeitos das mudanças políticas recentes na sociedade e no estado, do ponto de vista do enfrentamento do racismo; Quais desafios a serem enfrentados?; As estratégias para superação dos desafios, na perspectiva do enfrentamento ao racismo e a Promoção da igualdade racial? Houve de tudo, de generalização da denuncia do governo, até por alguns petistas, à defesa ...

    Leia mais
    ile 1

    Lutas e conquistas do Movimento Social Afrodescendente e o Movimento Ilê Aiyê

    Resumo:O presente artigo tem como tema o movimento Social Afrodescendente e o Movimento Ilê Aiyê e seu processo sócio-histórico, bem como seu surgimento,conceitos, lutas e resistência. Fazendo uma reflexão em relação a inserção do negro no mercado de trabalho e no âmbito educacional.Tendo como foco principal o Bloco Carnavalesco baiano Ylê Aiyê como movimento artístico,musical e cultural negro, que tem por finalidade superar toda e qualquer forma de racismo e preconceito. A metodologia utilizada foram recursos bibliográficos como: livros, artigos e por via internet. Cintia Valéria De Souza Silva*1Misleyanne Alves Rosa* Palavras-Chaves: Movimento Afro-descendente; Negro; Ilê Aiyê. 1-Introdução O referente artigo pretende apresentar como o Movimento Social Afrodescendente surge na perspectiva de combate à diferença sócio-cultural entre negros e brancos, com o propósito de luta pela igualdade e afirmação da identidade negra. O Movimento Negro teve várias fases passando por muitos períodos históricos, por muitas vezes sendo calados, mas resurgindo ...

    Leia mais
    Capturar-260x152

    Rio Claro realiza II Conferência de Promoção à Igualdade Racial

    Após cinco pré-conferências, realizadas entre os dias 14 e 26 deste mês, sendo três convocadas pela Comissão Organizadora do evento e duas por livre iniciativa de interessados na discussão, a II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial (II Compir) será aberta às 19 horas desta sexta-feira, 28, em Rio Claro. A solenidade de abertura e a plenária final, que acontecerá no sábado, 29, das 8 às 17 horas, ocorrerão no Auditório do Núcleo Administrativo Municipal (NAM). Com o tema "Democracia e Desenvolvimento sem Racismo: por um Brasil Afirmativo", a II Conferência Municipal de Promoção à Igualdade Racial precede as conferências Regional, Estadual e Nacional. Para a solenidade de abertura estão confirmadas as presenças de autoridades municipais e dos seguintes convidados: Edson Franco, presidente da Unegro, Evaldo Ribeiro de Oliveira, do Neab/UFSCar, e Netinho de Paula, secretário de Igualdade Racial do Município de São Paulo. A deputada estadual Leci Brandão ...

    Leia mais
    1047902 598470616850940 231681976 o

    Nota contra a violência policial: após protestos polícia realiza chacina na Maré

      As favelas da Maré foram ocupadas por diferentes unidades da Polícia Militar do Estado do Rio (PMERJ), incluindo o Batalhão de Operações Especiais (Bope), com seu equipamento de guerra – caveirão, helicóptero e fuzis – ontem, dia 24 de junho. Tal ocupação militar aconteceu após manifestação realizada em Bonsucesso pela redução do valor da passagem de ônibus, como as inúmeras que vêm sendo realizadas por todo o país desde o dia 6 de junho. As ações da polícia levaram à morte de um morador na noite de segunda-feira. Um sargento do Bope também morreu na operação e a violência policial se intensificou, com mais nove pessoas assassinadas, numa clara demonstração de revide por parte do Estado. Diversas manifestações estão ocorrendo em todo o país e intensamente na cidade do Rio de Janeiro. Nas última semanas a truculência policial se tornou regra e vivemos momentos de bairros sitiados e uma ...

    Leia mais
    DilmaRousseff

    Movimentos sociais propõem à Dilma reunião

      Carta aberta dos movimentos sociais para a presidenta Dilma Rousseff São Paulo, 19 de junho de 2013 O Brasil presenciou nesta semana mobilizações que ocorreram em 15 capitais e centenas cidades. Concordamos com suas declarações que afirmam a importância para a democracia brasileira dessas mobilizações, cientes que as mudanças necessárias ao país passarão pela mobilização popular. Mais que um fenômeno conjuntural as recentes mobilizações demonstram a gradativa retomada da capacidade de luta popular. É essa resistência popular que possibilitou os resultados eleitorais de 2002, 2006 e 2010. Nosso povo insatisfeito com as medidas neoliberais votou a favor de um outro projeto. Para sua implementação esse outro projeto enfrentou grande resistência principalmente do capital rentista e setores neoliberais que seguem com muita força na sociedade. Mas enfrentou também os limites impostos pelos aliados de última hora, uma burguesia interna que na disputa das políticas de governo impede a realização das ...

    Leia mais
    bira-vereador-de-joao-pessoa

    Bira diz que probabilidade de um negro ser morto na PB é maior que em outros estados

    Em sessão especial realizada na última quinta-feira (13), para debater o período pós-abolição na Paraíba, o vereador Bira apresentou dados sobre a violência no estado e afirmou que probabilidade de um negro ser vítima de arma de fogo na Paraíba é maior que em outros estados da federação. Os dados são do Mapa da Violência. "A Paraíba hoje é o estado onde mais se mata negros por arma de fogo. A juventude também representa outro dado alarmante, pois João Pessoa é a quarta cidade do Brasil onde existe a maior taxa de vitimização da população negra", disse Bira. De acordo com o parlamentar, é preciso que o poder público, a secretaria de segurança e as instituições desenvolvam ações efetivas para lidar com essa realidade. "Necessitamos de ações mais concretas e efetivas. Somente questionar os indicadores é um discurso muito pobre. Temos que reconhecer a realidade para entendê-la e acima de ...

    Leia mais
    graffiti-feminist

    Immanuel Kant, os Direitos Humanos e o Estatuto do Nasciturno

    Em 1785, numa pequena cidade da Prúsia, o dedicado e metódico filósofo Immanuel Kant, responsável por importantes formulações sobre a Razão Humana, publicava a ‘Fundamentação da Metafísica do Costume’ – obra que até hoje incide sobre os tratados de sociologia e convivência no planeta terra. Bruna Rocha Profundo observador da realidade social e conhecedor da tradição filosófica que o antecedeu, Kant propôs alguns valores que nortearam Leis, Constituições, Regimentos e todo o tipo de acordo entre povos, países e pessoas. Aqui, me aterei ao princípio da dignidade humana. Faço esta opção política e semântica, ao averiguar uma série de incongruências na abordagem deste princípio por parte dos segmentos conservadores e autoritários, sobretudo quando se trata da problemática do aborto no Brasil. Nesta quarta-feira, 5 de junho, mais uma Comissão da Câmara de Deputados (Finanças e Tributação) aprovou o Projeto de Lei nº 478, apresentado na casa em 2007 pelos deputados ...

    Leia mais
    afrofestival-panama 0

    O II AfroFestival Internacional do Panamá comemora as contribuições da comunidade afrodescendente no país

    O II AfroFestival Internacional do Panamá, uma iniciativa da Rede de Mulheres Afro-panamenhas, a Fundação Centro da Mulher Panamenha CEMP, o Centro de Estudos Afro-panamenhos (CEDEAP) e a Fundação da Etnia de Colón, celebrou-se durante os dias 22 a 25 de maio. Este projeto é concebido sob o prisma do resgate da riquíssima herança afrodescendente do Panamá, e dedica todo o mês de maio à comemoração das contribuições que a comunidade afrodescendente prestou no desenvolvimento do país. O objetivo do AfroFestival Internacional foi destacar que, através do ensino, os jovens e crianças conheçam o valor do conhecimento da sua herança, e que se respeitem e preservem os valores integradores que esta representa. Para a organização do AfroFestival, contou-se também com a colaboração do Escritório de Representação para a América Central e Haiti da SEGIB, da OEI, da Secretaria da Etnia Negra do Panamá e da Autoridade do Turismo deste país. ...

    Leia mais
    cotas-s

    Apoie e Assine a proposta de COTAS RACIAIS nas Universidades Públicas de SP

      Nos últimos meses o movimento negro e os movimentos sociais, organizados na FRENTE DE LUTAS PRÓ COTAS RACIAIS DE SP se dedicaram a uma ofensiva para exigir a aplicação desta política nas Universidades Públicas Paulistas. Na contramão do anseio popular, o governador Alckmin, em conjunto com as reitorias de USP, Unesp e Unicamp apresentaram o PIMESP-Programa de Inclusão por Mérito, que nem de longe atende as reivindicações históricas de democratização do acesso.Imediatamente reagimos. Formulamos o Manifesto a Favor das Cotas e contrário ao Pimesp. Provocamos as forças populares na Alesp e sobretudo, promovemos um amplo debate no seio das universidades e da sociedade como um todo. Como fruto desse processo, em comum acordo com o grupo de parlamentares favoráveis às Cotas, estabelecemos um Grupo de Trabalho composto por representantes da sociedade civil, cuja tarefa seria a elaboração de um novo texto que servisse de substitutivo ao PL de Cotas ...

    Leia mais
    Página 89 de 100 1 88 89 90 100

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist