Resultados da pesquisa por 'juventude negra'

    Fundacao-BB

    7º Edição Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social contempla Comunidades Tradicionais

    Sétima edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social traz duas novas categorias. Outra novidade é a premiação, em dinheiro, para os segundos e terceiros lugares em cada categoria Além das categorias "Juventude", "Mulheres" e "Gestores Públicos" a edição 2013 do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social traz duas novas categorias: "Comunidades Tradicionais, Agricultores Familiares e Assentados da Reforma Agrária" e "Instituições de ensino, Pesquisa e Universidades". Na primeira, concorrem tecnologias sociais que tenham proporcionado a inclusão socioprodutiva de povos tradicionais, agricultores familiares e assentados da reforma agrária. Na segunda, deverão ser identificadas tecnologias sociais desenvolvidas por instituições de ensino, pesquisa e universidades que tenham propiciado a inclusão socioprodutiva dos participantes.Outra novidade desta sétima edição é a premiação dos segundo e terceiro lugar em cada categoria. Enquanto o primeiro lugar vai levar R$ 80 mil para utilização no projeto vencedor, a segunda e a terceira tecnologia ...

    Leia mais
    mocao de repudio 025

    Moção de Repúdio do CNPIR a manifestação de racismo na UFMG

    MOÇÃO DE REPÚDIO N.º 007, DE 20 DE MARÇO DE 2013 Moção foi aprovada na 39a reunião do CNPIR em Brasília O Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial – CNPIR, órgão vinculado à Secretariade Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República – SEPPIR-PR, reunido na sua Trigésima Nona Reunião Ordinária, realizada nos dias 19 e 20 de março de 2013, no uso de suas competências regimentais e atribuições conferidas pela Lei n.º 10.678, de 23 de maio de 2003, pelo Decreto n.º 4.885, de 20 de novembro de 2003 e pelo Decreto n.º 6.509, de 16 de julho de 2008, vem a público manifestar absoluto repúdio aos injustificáveis episódios de racismo e violência contra a população negra, especialmente contra as mulheres e a juventude, ocorridos na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por ocasião da “recepção a calouros” do Curso de Direito da referida Universidade. A imagem divulgada nas redes sociais e nos meios de comunicação remete-nos à prática recorrente de menosprezo e depreciação da mulher negra, desta vez com alusão descabida à Francisca da Silva de Oliveira, conhecida como Chica da Silva, figura histórica, ligada ao Estado de Minas Gerais ...

    Leia mais
    racismo

    Entidades de Campinas iniciam campanha permanente contra o racismo

    Várias entidades representativas deram início a uma campanha permanente de combate ao racismo em Campinas. A proposta é promover a reflexão e conscientização sobre o problema e alertar a população sobre a necessidade de denunciar os casos envolvendo preconceitos. O plano nacional da juventude viva do Governo Federal aponta que no ano de 2010 foram registrados no país quase 50 mil homicídios, sendo que mais da metade desses casos envolveu jovens. Entre os jovens mortos, mais de 75% eram negros. Nesta quarta-feira, diversas entidades estiveram reunidas no plenarinho da Câmara Municipal para o lançamento da campanha. De acordo com a representante do grupo Força da Raça, Edna Almeida Lourenço, é necessário que as entidades se unam para não deixar que os direitos das pessoas que são vítimas de racismo sejam esquecidos. A coordenadora dos agentes da pastoral negros e negras de Campinas, Aparecida do Carmo Campos, afirma que é fundamental ...

    Leia mais
    Selos comemorativos correios 2013

    Correios lançam selos contra a discriminação racial

    Correios lançam selos contra a discriminação racial e defesa do meio ambiente Objetivo é promover a valorização da população negra e seu papel na história do Brasil Luta contra racismo, meio ambiente e Jornada Mundial da Juventude 2013 são temas de selos Os Correios lançam, nesta quinta-feira (21), um selo da série “América - Luta contra a Discriminação Racial” em comemoração ao Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. O lançamento também marca o aniversário de 10 anos da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir). Nesta nova parceria entre os Correios e a Secretaria, o objetivo é promover a valorização da população negra e seu papel na história do Brasil.  Em 2011, a ECT aderiu à Campanha Igualdade Racial é Pra Valer, promovida pela Seppir. Entre as ações dessa parceria estão a realização do Fórum dos Direitos Humanos e da Diversidade dos Correios (que teve sua ...

    Leia mais
    ministra luiza bairros

    Ministra da igualdade racial apresenta programas da SEPPIR em encontro nacional de prefeitas

    O Juventude Viva e o PBQ foram algumas das iniciativas apresentadas pela ministra na atividade programada dentro do mês das mulheres O Juventude Viva está entre as iniciativas da SEPPIR que podem ser acessadas pelos municípios A ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), apresentou inciativas da sua pasta que podem ser acessadas pelos municípios durante o Encontro Nacional de Mulheres Eleitas pelo PT. O Plano de Prevenção à Violência contra a Juventude Viva e o Programa Brasil Quilombola foram ações destacadas pela titular da SEPPIR, na atividade realizada em alusão ao Mês das Mulheres, com o objetivo de informar as novas gestoras municipais sobre como acessar os programas do governo federal. Reunidas sexta-feira (15/03), no Hotel San Marco, em Brasília, as novas prefeitas foram convidadas pela ministra a se comprometerem com a agenda da Igualdade Racial. "Assumindo essa agenda as elas vão se ...

    Leia mais
    apns

    Apns: 30 Anos de Fé e Luta pela Igualdade Racial

    *Por Nuno Coelho  Este é um mês particularmente especial para os Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs). Diante dos desafios cotidianos, por vezes, corremos o risco de não celebrar com a merecida importância a chegada dos nossos 30 anos, que foi celebrado quinta-feira, dia 14 de março. Nesta carta mensal resgato um pouco da nossa história e a sua relação frutuosa com o movimento social e a redemocratização do Brasil. A trajetória dos APNs sempre esteve ligada diretamente a questão da fé como elementos fundamentais para salvaguardar entre outras coisas dos valores do povo negro. Esse elemento, juntamente com sua cosmovisão e práxis solidária, trouxe para a comunidade negra uma rica contribuição. A participação junto às Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) possibilitou que negros e negras podia manifestar sua fé de forma concreta e comprometida e foi a partir daí que se deu a ampliação da consciência dos problemas ...

    Leia mais
    Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

    Ministra Luiza Bairros recebe bancada feminina da Câmara dos Deputados

    Pauta girou em torno das necessidades das mulheres negras e do papel das parlamentares para diminuir problemas que atingem essa parcela da população   A ministra Luiza Bairros, titular da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial - SEPPIR, recebeu na tarde desta terça-feira, 12, representantes da bancada feminina da Câmara dos Deputados para a primeira audiência do ano com o grupo. De acordo com a coordenadora da bancada, deputada Janete Pietá (PT-SP), o objetivo do encontro foi realizar uma avaliação do que vem sendo feito e do que pode ser feito pela SEPPIR em relação à mulher negra e qual a contribuição que as parlamentares podem dar a partir de sua atuação na Câmara. Luiza Bairros destacou que a SEPPIR está coordenando a formulação e pactuação de um conjunto de ações integradas voltadas às mulheres negras, com vistas à reversão da posição desvantajosa em que se encontram. "A ...

    Leia mais
    marcia santana

    Faleceu dia 12/03 – Márcia Santana, brava Secretária de Política Para as Mulheres do Rio Grande do Sul

    Márcia Santana, Presente! MULHERES NA LUTA PELA VIDA, PARA MARCIA SANTANA.MULHER NEGRA, GUERREIRA, RESISTENTE tombou ...A sina destas mulheres , que lutam dia a dia, no garrão do Brasil, esperança de tantas nós, mulheres pobres que são representadas nas mais altas instancias de poder. Na contra-mão da historia de opressão estão elas Marcias, marcando o tempo e o espaço das construções de um outro mundo possível. Demarcando na história, um lugar de excelência, para provar SIM QUE NÓS PODEMOS. MULHER FIEL, INTELIGENTE, MILITANTE tombou... A saga de mulheres como Marcia de deixar para a história gaúcha sua forma radical, de dizer o SIM pelo espaço conquistado e nunca doado. Pela boniteza de ser dirigente, líder e sempre fiel a seus princípios e gentes. Somos gentes desta mulher, povo que ela acreditava serem sempre mais, pois acreditava na vida. MULHER MENINA MOÇA, BATUQUEIRA, UNGIDA tombou... O legado de protetora da infância ...

    Leia mais
    Jurema-da-Silva-erica-Ramalho

    Jurema da Silva

    Destaque como mulher negra na política brasileira, Jurema da Silva Batista começou sua carreira como presidente da Associação de Moradores do Andaraí, em 1979. Formada em Português e Literatura pela Universidade Santa Úrsula, participou da criação do Partido dos Trabalhadores, no Rio de Janeiro, no início da década de 80. Em 2002, foi eleita deputada estadual e durante seu mandato na Assembléia Legislativa (Alerj), presidiu a Comissão de Combate à Discriminação de Etnia, Religião e Procedência Nacional. Em 2005 foi uma das 1000 mulheres do mundo indicadas para ganhar o Nobel da Paz. Em 2007 foi convidada para presidir a Fundação para a Infância e Juventude (FIA) do governo do estado. Atualmente exerce o cargo de Gerente de Segurança Alimentar na Secretaria de Assistência Social, da qual é funcionária de carreira. É membro do Movimento Negro Unificado, onde exerce o cargo de coordenadora de formação política. Entre seus projetos mais ...

    Leia mais
    foto-ne-hit

    Nota sobre o julgamento do estupro coletivo praticado por integrantes da banda New Hit

    No dia 26 de agosto de 2012, na cidade de Ruy Barbosa na Bahia, duas adolescentes foram estupradas por 9 homens integrantes da Banda New Hit, dentro do ônibus do grupo. As meninas se dirigiram ao veículo para pedir autógrafos e parabenizar um dos integrantes que fazia aniversário. Lá, foram violentadas de forma brutal e humilhante, com a conivência e também violência de um Policial Militar. Em virtude do caso, no dia 26 de outubro de 2012, nós, da Marcha Mundial das Mulheres , fomos até a casa de veraneio do estuprador Eduardo Martins, vocalista da Banda New Hit. Afirmamos que enquanto não houver justiça haverá escracho feminista! Para nós, exigir a punição de todos os estupradores e agressores às mulheres é tarefa fundamental dos que defendem a igualdade e a liberdade. A impunidade incentiva e naturaliza a violência contra a mulher. Além do sofrimento provocado pelo crime violento, as vítimas estão distantes da sua cidade, afastadas do convívio social ...

    Leia mais
    poder negro

    A dificuldade de acesso dos negros à estrutura de poder

     A baixa representatividade da população negra nas esferas de poder leva ao círculo vicioso da falta de acesso a esses postos e também à dificuldade de evolução na escala social. Para o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Marcelo Paixão, coordenador do Laboratório de Análises Econômicas, Históricas, Sociais e Estatísticas das Relações Sociais (Laeser) do Instituto de Economia (IE), quando uma pessoa de pele escura evolui na escala social, mais barreiras ele tem para desfrutar da condição conquistada. Ele lembra que não se pode deixar de lado o fato de que as práticas sociais existentes, independentemente das condições econômicas, não favorecem a mobilidade social ascendente da população negra. “Porque no Brasil houve uma espécie de consenso de que as melhores posições deveriam ser ocupadas por um determinado grupo de cor e um determinado grupo de sexo. E que as outras funções sociais de menor destaque, as mais ...

    Leia mais
    netinho

    Racismo: política pública se faz ouvindo as pessoas, diz Netinho

    Em audiência pública nesta quinta-fira (24) no bairro do Capão Redondo, na zona sul da capital paulista, moradores cobraram providências do Poder Público para as recorrentes chacinas e a atuação de grupos de extermínio na periferia da cidade. No dia 4, sete pessoas foram mortas em um crime no Capão Redondo. Netinho de Paula fala sobre a importância da voz da população para soluções dos problemas. Foto: Fernando Pereira / SECOM Os secretários municipais Netinho de Paula (Promoção da Igualdade Racial) Rogério Sottili (Direitos Humanos) acompanharam a reunião com entidades e a população de Capão Redondo, realizada no Parque Santo Dias, Zona Sul da cidade. Durante o encontro, as autoridades manifestaram o interesse de trazer para a Prefeitura de São Paulo o programa “Juventude Viva”, criado pelo Governo Federal para combater à violência contra jovens negros. O secretário da Promoção da Igualdade Social, Netinho de Paula, falou sobre a importância da voz da população ...

    Leia mais
    zozimo-bulbul-morreu-no-rio-aos-75-anos

    Corpo do ator Zózimo Bulbul será sepultado hoje no Rio

    O ator e cineasta Zózimo Bulbul vai ser enterrado nesta sexta-feira (25) no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária da cidade. Zózimo, que foi dos maiores militantes da cultura negra do Brasil, morreu na quinta-feira (24) aos 75 anos. Amigos e admiradores estiveram no velório, na Câmara Municipal, na Cinelândia, Centro do Rio. Zózimo participou de mais de 30 filmes. Carioca, nascido em Botafogo e estudante de contabilidade na juventude, Zózimo foi presença em obras históricas do cinema brasileiro como "Cinco Vezes Favela", "Quilombo", "Terra em Transe". Na televisão atuou em novelas e minisséries. O ator foi o primeiro negro protagonista de uma novela brasileira. Em 1969 ele fez par romântico com Leila Diniz na novela "Vidas em Conflito", da extinta TV Excelsior. Bulbul trabalhou até novembro do ano passado. "É um sentimento horrível, horroroso, mas o que existe agora é um grande alívio, pois ele estava sofrendo ...

    Leia mais
    DESMISTIFICANDO O DISCURSO DAS ANALISES SOCIAIS ECONÔMICAS GOVERNISTAS: POR Reginaldo Bispo

    Desmistificando o discurso das analises sociais e econômicas governistas. Por: Reginaldo Bispo

    Tem gente que infla o peito ao defender o governo, e utiliza-se disso, para defender a correção de suas posições. Eu até os entendo, mas dai concordar é outra historia. As interpretações estatísticas divulgadas, destacam avaliações gerais, nunca demonstram peculiaridades negativas de um seguimento particular, nem mesmo se ele for maioria, só enfatiza a média, onde se perde as desvantagens. Elas podem priorizar um dado sem importancia pra mim, mas eu posso sistematicamente, fazer outra leitura e demonstrar, o quanto os "favoráveis" para alguns, podem ser desfavoráveis para outros, que me interessam. O problema é que os seus produtores não nos respondem. Assim em qualquer conjuntura, tempo ou governo, há quem reconheça ou questione, só por ideologia!? Não, há outros fatores que não foram resolvidos, que não se discutem e nem são considerados. Há quem diga que haviam mais negros bem sucedidos no império, portanto, durante a escravidão, do que ...

    Leia mais
    Paulina Chiziane by Otávio de Souza

    O feminismo negro de Paulina Chiziane

    O feminismo negro de Paulina Chiziane (*) Se a literatura escrita por mulheres já é um mundo diferente, abordado por ângulos que romancistas e contistas homens dificilmente vêem, imaginemos, então, o que pode ser o mundo visto por uma mulher africana, moçambicana, ainda mais se é governado por costumes e tradições que nos soam estranhos. Esse estranho e mágico mundo é o que oferece em seus livros Paulina Chiziane (1955), a primeira romancista negra de Moçambique. Adelto Gonçalves - Para João Craveirinha, pela amizade e pelos subsídios fornecidos para este ensaio.   Se a literatura escrita por mulheres já é um mundo diferente, abordado por ângulos que romancistas e contistas homens dificilmente vêem, imaginemos, então, o que pode ser o mundo visto por uma mulher africana, moçambicana, ainda mais se é governado por costumes e tradições que nos soam estranhos. Esse estranho e mágico mundo é o que oferece em ...

    Leia mais
    joyce-ribeiro-apresentadora

    Presença do negro na TV também pode ser preconceito, considera apresentadora

    Por: Cojira/SP"Entrei na TV por uma brecha: vamos colocar um negro apresentando o jornal. Isso já é um preconceito", afirmou a apresentadora do SBT, Joyce Ribeiro, ao participar da mesa "Negro na Mídia", no 2º Vozes pela Igualdade, organizado pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira), do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, no mês de novembro (23). Joyce contou que nunca foi barrada na profissão de jornalista, mas considera que só conseguiu entrar na TV por conta desse novo "momento politicamente correto" em que precisam ter negros na TV. "Já fui mais otimista, mas hoje com uma situação que pouco mudou e há poucos colegas negros na TV, percebo que foi uma condição de momento e o preconceito ainda paira nas redações", avaliou. Ela ressaltou, dessa forma, que o número de profissionais negros não reflete a população brasileira, que tem, em sua maioria, ...

    Leia mais
    netinho de paula

    Netinho de Paula, fala sobre projetos para nova Secretaria da Igualdade Racial

    Por Washington Lúcio Andrade Em entrevista EXCLUSIVA concedida ao Portal Áfricas, o vereador reeleito e futuro secretário da Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo, Netinho de Paula, fala sobre seus principais projetos para nova Secretaria. Entrevista: Vereador reeleito e futuro secretário da Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo, Netinho de PaulaÁfricas: Como foi o convite para o senhor assumir a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial? Netinho de Paula: Foi feito de maneira direta e objetiva , o Fernando me chamou para uma conversa onde afirmou que minha vida foi pautada nestas lutas sociais e raciais e que gostaria de um quadro popular que com representação para assumir a pasta , e que pudesse focar nas questões de juventude e mulheres negras. Áfricas: Qual o maior obstáculo que o senhor acredita ainda existir que impede a superação das práticas racistas em nossa sociedade? Netinho ...

    Leia mais
    batima

    Conheça os ‘Joaquins Barbosa’ de Bauru

    Veja história de bauruenses que, a exemplo do novo presidente do STF, precisaram vencer o preconceito Por: PATRÍCIA LACERDA Estudo e força de vontade. São essas as palavras que definem a trajetória de Joaquim Barbosa, o novo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) - cargo que ainda não havia sido ocupado por um negro. Filho de um pedreiro e de uma dona de casa, a história dele é marcada pela sua principal batalha, que serve de exemplo para todos: a vitória contra os preconceitos social e racial. Coincidentemente, no mês da Consciência Negra, comemorado em novembro, o plenário o elegeu para substituir Ayres Britto – aposentado neste mês. Aos 58 anos, Barbosa atuou quase 20 anos como procurador do MPF (Ministério Público Federal) e ganhou notoriedade como relator no episódio mais polêmico da política: o mensalão. Até chegar nesse patamar, o menino negro e de origem pobre já morou de ...

    Leia mais
    luiza-bairros

    Jovens lideranças recebem formação sobre racismo e direitos quilombolas em curso promovido pela SEPPIR

    Atividade reúne 45 membros de comunidades de 15 estados e acontece até sábado (24) Saber como organizar sua comunidade para que ela busque direitos como a posse da terra em que vive, e evitar que ela se esvazie e enfraqueça sua identidade cultural. Conhecer os mecanismos de acesso às políticas públicas e descobrir formas de incentivar atividades de esporte e lazer para a juventude, além da geração de renda e emprego. Estes são os objetivos mais citados entre alguns dos 45 jovens que estão participando do curso Formação de Lideranças Quilombolas, promovido pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) até 24 de novembro, no Brisa Tower Hotel, em Ceilância (DF). O conteúdo da formação incorpora questões sobre racismo e questão racial, políticas de promoção da igualdade racial, direitos quilombolas, regularização fundiária e controle social das políticas públicas. As aulas acontecem em módulos que incluem os marcos internacionais, ...

    Leia mais

    O racismo e a crise econômica nos EUA

    Por Nilva de Souza Crise econômica contribuiu para aumentar o racismo nos EUA, diz filha de Martin Luther King Bernice King, filha do líder do movimento pelos direitos civis, participou de atividades do Dia da Consciência Negra A crise econômica e o colapso da bolha imobiliária contribuíram para aumentar o racismo nos Estados Unidos. Filha do ativista político norte-americano Martin Luther King Jr., Bernice Albertine King participou nesta terça-feira (20/11), na Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo, das celebrações do Dia da Consciência Negra. Segundo Bernice, a crise atingiu principalmente as comunidades mais pobres de seu país e as famílias negras que se viram impossibilitadas de arcar com as hipotecas, que, mesmo após terem passado por um período de prosperidade, voltaram a ser discriminadas. "Por essa razão dou um conselho a vocês: quando a oportunidade vier para aumentar o poderio econômico, sempre mantenham um alto padrão de disciplina, porque ...

    Leia mais
    Página 91 de 100 1 90 91 92 100

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist