sexta-feira, janeiro 22, 2021

Tag: A cor da cultura

A influência da cultura afro-brasileira para formação sergipana

O território sergipano possui inúmeras manifestações que garantem uma identidade chamada ‘Sergipanidade’. A cultura afro-brasileira é uma dessas manifestações e tem fortes influências para a formação dos cidadãos e comunidades na capital e interior do estado. São grupos folclóricos de origem africana e 29 comunidades quilombolas remanescentes reconhecidas pela Secretária de Estado da Inclusão Social. Por Leonardo Tomaz, do ASN Foto: Ascom Secult Para o Mestre em Comunicação e Cultura e professor de história, Antônio Bitencourt, a indenidade cultural que forma a sergipanidade tem fortes aspectos na religião e folclore dos povos africanos. “Como em todo Brasil, a presença da cultura africana tem forte aspecto na identidade cultural. Em Sergipe, as tradições que temos da origem negra são resultantes da presença dos africanos, que vieram para cá na condição de escravos, e fortemente marcada pela influência religiosa hoje tão presente na identidade sergipana”, afirma, dizendo a importância da ...

Leia mais

Documentário Vovó Leontina

  Vovó Leontina é um curta documentário que fala sobre a relação familiar que a matriarca Leontina, de 95 anos, estabeleceu com suas filhas, netas e com sua própria vida. Uma família de mulheres negras que resiste, através do Grupo de União e Consciência Negra (Grucon - Cachoeiras de Macacu/RJ), de maneira artística e cultural em um território onde o pensamento racista é muito latente. por Luana Dias via Guest Post para o Portal Geledés Reprodução/Documentário Vovó Leontina Reprodução/Documentário Vovó Leontina Sua neta, Celeida Rocha, líder do Grucon, que existe há 35 anos, atua também na área da educação preservando a memória de seus ancestrais negros e positivando os valores civilizatórios afro-brasileiros intrínsecos aos modos de viver e ser dos brasileiros. O documentário, sobretudo, é um relato de atravessamento entre gênero e etnia. Um fragmento de uma história familiar particular e universal. Um pedaço de memória da realidade das famílias negras nas ...

Leia mais

Educação para as relações étnico-raciais

Ilustração: Ação Educativa Programa Com uma década de existência, a lei 10.639/03 - que instituiu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura africana e afro-brasileira no currículo da educação básica - ainda esbarra em grandes obstáculos para sua efetivação. A resistência na adoção dos conteúdos no currículo dos cursos superiores, problemas estruturais do ensino público no Brasil (despreparo e desvalorização dos profissionais e a falta de material de apoio), ausência do poder público com ações efetivas para assegurar a aplicação da lei, a insuficiência de cursos de qualificação e formação na área, a persistência da ideologia da democracia racial brasileira, o racismo e a intolerância religiosa são algumas das barreiras que dificultam a consolidação dos conteúdos sobre cultura africana e afro-brasileira na educação básica. As melhores e mais abundantes iniciativas em prol da lei 10.639/03 têm se originado de ações individuais de militantes antirracistas, organizações ...

Leia mais

Usando o faz de conta para falar de racismo

Escola de educação infantil em São Paulo usa bonecos e um pouco de imaginação para trabalhar diversidade de um jeito nada óbvio por Marina Lopes, do  Porvir    Nem loiro dos olhos azuis nem moreno dos olhos verdes. Diferente dos estereótipos presentes nas histórias de literatura infantil, o boneco Azizi Abayomi é um príncipe africano negro. Figura conhecida por alunos e professores da escola municipal de educação infantil Guia Lopes, na zona norte de São Paulo, o personagem tem sido usado para discutir questões sobre racismo e tolerância com crianças de 3 a 5 anos. Com uma dose de imaginação e um pouco de criatividade, esse e outros bonecos já fazem parte do dia a dia escolar, mostrando que racismo é coisa séria, mas que pode ser tratado de forma lúdica. Trabalhando com a ideia de figuras de afeto, a escola utiliza bonecos para criar vínculos com os alunos. O ...

Leia mais
Nei Lopes - A cor da cultura brasileira

Nei Lopes – A cor da cultura brasileira

Ao longo da História do Brasil, o surgimento e o desenvolvimento de grandes nomes oriundos do povo negro foi, primeiro, dificultado pela escravidão, que negava a plena cidadania até mesmo aos pretos e pardos – ou seja, aos negros – livres ou libertos. Depois, com uma abolição desacompanhada de políticas educacionais e agrárias que possibilitassem ascensão social a esse segmento, seguida de uma política demográfica que visava o branqueamento da população, tornou-se ainda mais difícil a evolução almejada. Apesar disso, aqui e ali, graças à filantropia ou outras influências, alguns nomes despontaram. Entretanto, a referência a origens africanas de grandes personalidades da vida nacional, sempre foi, no Brasil, um tabu, pois quase sempre era considerada ofensiva, pesando como uma difamação. Essa ocultação das origens africanas de grandes vultos nacionais, associada à falta ou falsificação de suas iconografias, inclusive por fotografias retocadas, contribuiu lamentável e fatalmente para o desconhecimento sobre o ...

Leia mais

Plano de aula: Kit A Cor da Cultura para Professor

GELEDÉS E O PROJETO A COR DA CULTURA A Cor da Cultura é um projeto de valorização do patrimônio cultural afro brasileiro e de reconhecimento da história e da contribuição da população negra à sociedade brasileira. O projeto produziu o kit A Cor da Cultura, uma coleção que conta com recursos didáticos complementares, voltados para a formação de educadores das redes públicas. O projeto está em sua segunda etapa, que conta com a parceria de ONGs, que foram credenciadas para serem as formadoras das redes de ensino para utilização do kit A Cor da Cultura. Geledés Instituto da Mulher Negra é uma das ONGs credenciadas e está realizando a formação de educadores/as das redes municipal e estadual e de integrantes de movimentos sociais dos estados do Amazonas e Mato Grosso. Veja os E-books e sons para usar nos planos de aula Baixe os E-books Caderno1 - Modos de ...

Leia mais

Plano de aula: A África que você não vê na Tv

Autor Valéria Silva Neri BRASILIA - DF Universidade de Brasília   Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema Ensino Fundamental Inicial Pluralidade Cultural Pluralidade e educação   Dados da Aula O que o aluno poderá aprender com esta aula A África que você não vê na Tv. Nessas aulas o aluno terá a oportunidade de conhecer a cultura da África, suas lendas, suas músicas, culinária, brincadeiras, etc. e suas influências na nossa cultura. O objetivo é mostrar para o aluno que a África não é só pobreza, como geralmente é mostrado na mídia, ou escravidão, como aborda alguns livros didáticos. Dessa forma o aluno terá uma visão mais ampla e conciente das nossas raízes culturais. Duração das atividades Serão 4 aulas com duração média de 1 hora cada. Essas aulas poderão ser feitas próximo a semana da consciência Negra. Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno É interessante que ...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist