Bahia

Fumageiras e a manufatura da história: lutas de operárias negras na Bahia

Para iniciar as indagações e reflexões deste artigo, trago, na imagem abaixo reproduzida, um dos Registros dos Empregados da firma Cia. de Charutos Dannemann, localizada na cidade de São Félix, na Bahia. A ficha...

Especialistas em segurança e Defensoria Pública defendem uso de câmeras na farda

Cofundador e coordenador da Iniciativa por uma Nova Política sobre Drogas, Dudu Ribeiro defende o melhor planejamento das operações policiais. “A polícia está errada em operar sob uma ótica de guerra. É preciso rever a...

Estudante negra é proibida de entrar na escola por não ter cabelo liso

Por causa dos cabelos crespos, a estudante Eloah Monique Tavares, 13 anos, foi impedida de entrar na escola militarizada onde estuda, por um funcionário também negro e militar reformado. O episódio aconteceu no Colégio...

“Logo não serei a única”, diz primeira indígena empossada Defensora Pública na Bahia

O povo Tuxá é um grupo indígena que vive próximo ao Submédio do São Francisco, mais precisamente nos municípios baianos de Ibotirama e Rodelas. E é justamente desta segunda cidade que saiu a primeira...

Alaíde do Feijão, matriarca do movimento negro na Bahia

O movimento social negro da Bahia perdeu no último dia de janeiro a sua matriarca, conselheira e articuladora: Alaíde da Conceição, mais conhecida como Alaíde do Feijão, a cozinheira que transformou o restaurante de...

Uma semana após temporais, comunicador conta sobre solidariedade na BA

Nos últimos dias de dezembro, o comunicador Rick Trindade, 30, assistiu Itabuna, cidade no sul da Bahia onde nasceu e foi criado, ser transformada pelas fortes chuvas. Ilhado dentro da própria casa, ele compartilhava...

Processos por injúria racial crescem mais de 2.000% na Bahia nos últimos 4 anos

Em 2021, até o dia 25 de novembro, a Bahia tinha 45 processos no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) por crime de injúria racial. Esse número é 2.150% maior que os de 2017,...

Pai de uma das mulheres mortas em ação policial no Curuzu critica PM e lamenta: ‘Não vai trazer a vida da minha filha’

“As corporações estão cheias de despreparados, atirando de tudo quanto é jeito. E agora? Como fica essa vida que se foi? Duas vidas que se foram". O desabafo emocionado é de Jair Pedreiro, pai...

útimas postagens

-+=