segunda-feira, novembro 23, 2020

    Tag: casos de racismo

    Maju Coutinho (Foto: Globo/Reinaldo Marques)

    Justiça condena dois homens por racismo e injúria racial contra Maju Coutinho

    A Justiça condenou dois homens acusados de racismo e injúria racial contra a jornalista Maju Coutinho. A sentença foi expedida nesta segunda-feira, 9, pelo Tribunal de São Paulo. No A Tarde Maju Coutinho ( Foto: Globo/Reinaldo Marques) Conforme a decisão da Corte paulista, proferida pelo juiz Eduardo Pereira dos Santos Júnior, da 5ª Vara Criminal, Erico Monteiro dos Santos e Rogério Wagner Castor Sales utilizaram perfis falsos na internet para acessar a página da TV Globo e publicar injúrias contra a apresentadora. De acordo com a sentença, Erico foi condenado a 6 anos de reclusão e Rogério a 5 anos em regime semiaberto, além de multa. O magistrado também entendeu que a dupla praticou corrupção de menores por incentivar três adolescentes aos mesmos crimes. Os condenados poderão recorrer da sentença em liberdade.

    Leia mais

    Jovens são vítimas de racismo em restaurante no Centro de São Paulo

    Jovens denunciam episódio de racismo e agressão em restaurante durante o Carnaval Por André Nicolau, Do Catraca Livre (Foto: Imagem Geledés) Após curtirem mais um dia de Carnaval, na última segunda-feira, 24, os jovens Lucas Matheus dos Santos, 24, e Peterson Damião dos Santos, 35, foram ao restaurante Esquina da Praça, na República, centro de São Paulo, encontrar um grupo de amigos. A receptividade foi a pior possível: foram alvo de racismo e agressão por funcionários do estabelecimento e saíram de lá feridos, diretamente para tendas de atendimento de saúde espalhadas pela região. Os planos mudaram rapidamente: em vez de comer alguma coisa antes de voltar para Itaquera, bairro onde vivem na zona leste, tiveram de procurar delegacias. Este novo episódio de racismo, marcado por ofensa, intolerância e violência, começou assim que chegaram ao restaurante: aguardavam pacientemente a entrada, quando perceberam outros clientes passarem à frente ...

    Leia mais

    “Fora nazista”: torcida reage e homem é preso por racismo durante jogo

    Durante partida na Alemanha, torcedor insulta e imita macaco para provocar zagueiro do time adversário, é denunciado por colegas de arquibancada e detido. "A reação de vocês foi exemplar", agradece jogador. Do DW Leroy Kwadwo (c.) é consolado por jogador da equipe adversária após insultos racistas de torcedor (Foto: picture-alliance/dpa/nordphano) Um torcedor foi preso numa partida da terceira divisão do futebol alemão na noite da última sexta-feira (14/02), após ter sido identificado por outros espectadores como autor de ofensas racistas contra um jogador da equipe visitante. Um apoiador do time local, o Preußen Münster, proferiu insultos racistas e imitou ruídos de macaco para provocar o zagueiro Leroy Kwadwo, de origem ganesa, do Würzburger Kickers. Outros torcedores presentes no estádio o apontaram e ajudaram os seguranças a identificá-lo para que pudesse ser preso, sob gritos de "fora nazistas". "Isso é algo que não tem lugar em um ...

    Leia mais
    Divulgação/Conectas

    Nota de repúdio ao ato de racismo em edifício sede da Conectas

    Fato ocorreu na manhã desta quinta (20), em encontro com movimentos sociais e entidades da sociedade civil que lutam contra a violência institucional Do Conectas  Divulgação/Conectas Na manhã desta quinta-feira (20), a Conectas co-organizou em nossa sede um encontro com movimentos sociais e entidades da sociedade civil que lutam contra a violência institucional. Na chegada dos convidados e convidadas, uma participante sofreu racismo durante o processo de identificação junto à portaria do edifício. Outros participantes também relataram tratamento racista na recepção do prédio. A gravidade do episódio causou enorme sofrimento e indignação em todas as pessoas presentes, reunidas justamente para tratar de estratégias do combate à violência do Estado, marcada pelo racismo estrutural. O ocorrido levou à suspensão da atividade. Atos racistas como o de hoje são frequentes na vida das pessoas negras e devem ser combatidos firmemente, evitando qualquer forma de cumplicidade. Conectas tem o ...

    Leia mais
    ▲Evento teve lugar no dia 7 de fevereiro, em Nova Iorque Getty Images for Fashion Instituto

    Escola de moda prestigiada em Nova York se desculpa por desfile racista

    Uma prestigiada escola de moda em Nova York, o Fashion Institute of Technology (FIT), emitiu um pedido de desculpas nesta quarta-feira (19) por causa de um desfile considerado racista. Por AFP, na IstoÉ (Arquivo) A diretora do FIT, Joyce Brown - GETTY IMAGES/AFP Nele, as modelos usaram próteses vermelhas nos lábios para parecerem carnudos, grandes orelhas e sobrancelhas marcadas. A diretora da FIT, Joyce Brown, disse que estava investigando o uso dos acessórios no desfile do dia 7 de fevereiro, que fez parte da Semana de Moda de Nova York. Brown disse que não foi a intenção do estilista falar sobre raça em seu desfile, “mas agora está totalmente claro que esse foi o resultado”. “Por isso pedimos desculpa. Nos desculpamos aos que participaram do desfile, os estudantes, e qualquer um que tenha se sentido ofendido pelo que viu”, disse em comunicado enviado à AFP. O ...

    Leia mais
    Avanço do coronavírus pelo mundo aumenta preconceito contra asiáticos Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

    #EuNãoSouUmVírus: epidemia do covid-19 dispara racismo contra asiáticos

    "Ai, miga, sai com esse coronavírus daqui", ouviu a atriz Ana Hikari, durante uma festa pré-carnaval em São Paulo. Por Juliana Sayuri, do TAB  Avanço do coronavírus pelo mundo aumenta preconceito contra asiáticosImagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters "Sua chinesa porca, fica espalhando doença para todos nós" foram as palavras dirigidas à estudante Marie Okabayashi, em um trem do metrô do Rio de Janeiro. Você não é chinês, né? Não quero pegar coronavírus" foi a pergunta lançada a Leonardo Yamaguti, que trabalha em uma loja de produtos eletrônicos, em Campo Grande (MS). "Uso de máscaras cirúrgicas; utilização apenas do elevador privativo; e higienização das mãos com álcool gel" foram as condições impostas pelo Edifício Berrini 550, um condomínio empresarial na zona sul de São Paulo, para permitir a entrada de chineses. "Proibida a entrada de chineses. Não quero que espalhem o vírus", informa o cartaz de uma confeitaria ...

    Leia mais
    GETTY IMAGES

    Prada vai receber “treinamento de sensibilidade” após caso de racismo

    Isto inclui Miuccia Prada e todos os funcionários de Nova York e executivos de Milão Da  GLAMOUR GETTY IMAGES O jornal americano The New York Times publicou uma grande reportagem à respeito dos desdobramentos do caso de racismo o qual a marca italiana Prada foi acusada em 2018. Na época, a advogada Chinyere Ezie postou uma foto de uma vitrine da loja e apontou "blackface" de bonecos expostos. O caso viralizou na internet e ganhou ainda maiores proporções após o Diet Prada, conta no Instagram que faz críticas do mundo fashion, repostar a denúncia. A Prada rapidamente tirou os bonecos de circulação, mas mesmo assim, a Comissão de Direitos Humanos de Nova York – órgão responsável por supervisionar as leis desta área no estado americano – assinou um acordo com a Prada que implica em "Treinamento de sensibilidade". Isto quer dizer que, a partir de já, ...

    Leia mais
    Jordan Torunarigha (camisa 25) avisa companheiros de time dos cânticos racistas — Foto: Reuters

    Schalke 04 é multado em R$ 236 mil após cânticos racistas contra jogador do Hertha

    Jordan Torunarigha escutou gritos de macaco vindo de parte da arquibancada durante jogo na semana passada pela Copa da Alemanha Do Globo Esporte Globo Esporte  Jordan Torunarigha (camisa 25) avisa companheiros de time dos cânticos racistas — Foto: Reuters O Schalke 04 foi multado em 50 mil euros (cerca de R$ 236 mil) por cânticos racistas port parte de seus torcedores fizeram durante a vitória sobre o Hertha Berlin, na semana passada, pela Copa da Alemanha. A punição foi determinada nesta terça-feira pela Federação Alemã de Futebol (DFB). A entidade diz no comunicado que o Schalke poderia usar até 16 mil euros de fundos próprios para projetos de combate ao racismo e à discriminação, com esse valor sendo deduzido da multa. O DFB alertou o Schalke de sanções mais duras em caso de novo incidente racista. Esta não é a primeira vez que o Schalke está no ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Jovem senegalês é agredido em novo caso de racismo na Itália

    Um jovem senegalês de 20 anos, residente em Palermo, foi espancado na madrugada de domingo (9) por um grupo de adolescentes, em mais um caso de racismo registrado na Itália. Por Ansa, DO iStoÉ Jovem senegalês é agredido em novo caso de racismo na ItáliaFoto: Ansa / Ansa - Brasil O episódio ocorreu na Via Cavour, considerada o centro da vida noturna da região, quando Kande Boubacar voltava do trabalho. Na ocasião, os agressores surpreenderam e atacaram o rapaz com chutes e socos no rosto, enquanto gritavam “negro de merda, saia daqui”. O senegalês foi resgatado por duas pessoas e levado ao hospital Civico para receber os primeiros socorros. Ele sofreu uma lesão no olho e deve se recuperar em cerca de 10 dias, segundo os médicos. A polícia local investiga o caso e já solicitou as imagens de vigilância da área para identificar os autores ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Professora denuncia ato racista de diretora de colégio particular de Maceió

    Ela afirma que proprietária da instituição sugeriu que alunos levassem chicote de couro para lembrar à professora negra do tempo da escravidão. Colégio diz repudiar qualquer tipo de preconceito. Do G1 Imagem: Geledés A professora do ensino médio Thaynara Cristina Silva, 25, que trabalha no Colégio Agnes, no bairro do Trapiche, em Maceió, denunciou à Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (5) que foi vítima de um ato racista promovido pela diretora e proprietária da unidade de ensino. Em entrevista ao G1 por telefone, Thaynara disse que estava dando aula na escola, na terça (4), em uma turma do 3º ano do ensino médio onde estavam aproximadamente 50 alunos com idade entre 15 e 18 anos, quando a diretora entrou exaltada dizendo que a professora foi responsável por um acidente de trânsito envolvendo o filho dela durante uma discussão por telefone. “Na discussão, na frente de ...

    Leia mais
    Foto: Guilherme Gandolfi / Levante Popular da Juventude

    Cantora Preta Ferreira denuncia racismo contra companhia aérea: ‘Constrangimento’

    A cantora Preta Ferreira usou seu perfil no Instagram nesta quarta-feira para denunciar um caso de racismo contra a companhia aérea Gol. De acordo com ela, funcionários desconfiaram do pagamento de sua passagem para Salvador, feito por um cartão da empresária que agencia sua carreira, enquanto ela tentava fazer o check-in em Congonhas. Por Louise Queiroga, do Extra  Preta Ferreira (Foto: Guilherme Gandolfi / Levante Popular da Juventude) — Foi um constrangimento ver todos que passavam me olhando ali parada, foi mais um dos choques de todos os dias ver que maioria branca ali não sofreu nenhum tipo de questionamento, não teve nenhum tipo de retaliação e a negra estava sendo questionada por que está ocupando aquele espaço. Isso é muito estrutural no Brasil, mas não me desanima me dá mais força eu mostrar que eu vou continuar ocupando estes espaços, seja no débito ou no ...

    Leia mais
    Jovem foi agredido por policial no bairro de Paripe, em Salvador — Foto: Victor Silveira / TV Bahia

    ‘Gosto de ter meu cabelo assim’, diz jovem agredido por PM que também fez insultos racistas em Salvador

    Caso aconteceu durante abordagem no bairro de Paripe. Durante agressões, que foram flagradas em vídeo, PM diz: 'Você para mim é ladrão, olha esse cabelo'. Do G1 Jovem foi agredido por policial no bairro de Paripe, em Salvador — Foto: Victor Silveira / TV Bahia “Eu gosto de ter o meu cabelo assim. É bonito, e é a primeira vez que acontece isso ", disse o adolescente que foi agredido por um policial militar durante abordagem no bairro de Paripe, no subúrbio ferroviário de Salvador. A ação aconteceu no último domingo (2) e foi filmada por moradores. Em entrevista ao G1, a vítima contou que o caso aconteceu quando ele voltava da praia e ia levar a amiga da namorada dele no ponto de ônibus. “A gente estava no ponto de ônibus, porque a gente tinha vindo da praia. Aí a gente parou para ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Estudante chamada de “chinesa porca” identifica idosa: “Tomei medidas judiciais”

    A jovem, que não é descendente de chineses, diz que ficou completamente travada na hora e chorou muito depois de sair do vagão Por FELIPE CARVALHO, da Marie Claire  Imagem: Geledés A estudante de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro Marie Okabayashi compartilhou em sua conta do Twitter um episódio de racismo sofrido na última sexta-feira (31) enquanto viajava no metrô do Rio de Janeiro e o caso viralizou na internet. Em conversa com a Marie Claire, ela diz que escuta este tipo de comentário a todo momento, ainda que não seja, necessariamente, direcionado a ela ou ditos aos berros, como no caso de uma senhora que a chamou de "chinesa porca" no transporte público. Ela lembra que já presenciou pessoas fazendo afirmações deste tipo em ambientes de trabalho, na faculdade, no transporte público e até mesmo em rodas de amigos, muitas vezes, mascarado ...

    Leia mais
    Foto: Reprodução/Twitter

    Lorenna Vieira é vítima de racismo em agência do Itaú. ‘Não é caso isolado’

    Influenciadora digital conta que foi desbloquear um cartão e sacar dinheiro, mas acabou levada à delegacia pela Polícia Civil por suspeita de fraude por RBA Foto: Reprodução/Twitter A esteticista e influenciadora digital Lorenna Vieira foi vítima de racismo, na última quinta-feira (30), em uma agência do Banco Itaú, no Rio de Janeiro. Ela conta que foi desbloquear um cartão e sacar R$ 1.500, mas acabou levada à delegacia pela Polícia Civil, acusada de fraude. Ela diz que foi tratada como criminosa e afirmou, ainda, que os funcionários do banco não buscaram entender o que havia acontecido antes de chamarem a polícia. “Foram me buscar dentro do banco. Não tinha mais ninguém no banco, não estava entendendo por que da demora e chamaram a polícia pra mim. Me tiraram de lá, falaram que não era eu na identidade, que o dinheiro que estava entrando não era normal. ...

    Leia mais
    Prédio da Justiça Federal em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

    Justiça Federal absolve jovem negro acusado de ‘racismo reverso’ em rede social

    Ele era réu pelo crime de racismo, acusado de ter incitado discriminação contra brancos e pregado ódio entre raças. Juiz disse não crer em 'racismo reverso' porque 'nunca houve escravidão reversa'. Por Mariana Oliveira e Fernanda Vivas, do G1 Prédio da Justiça Federal em Goiânia, Goiás — (Foto: Reprodução/TV Anhanguera/Retirada do site G1) O juiz João Moreira Pessoa de Azambuja, da 11ª Vara Federal de Goiás, absolveu um jovem acusado de "racismo reverso" por postar, em uma rede social, conteúdos considerados ofensivos a brancos. Para o magistrado, não existe "racismo reverso" porque "nunca houve escravidão reversa". A decisão foi lançada no processo nesta quarta-feira (29). Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, o jovem Diego Lima criou um post na rede social em julho de 2018, no qual "praticou e incitou a discriminação de raça ou cor, por intermédio do meio de comunicação social (Facebook), tendo ...

    Leia mais

    Adolescente negro é suspenso e proibido de ir à formatura por usar dreads

    DeAndre Arnold está se formando no Ensino Médio na escola Barbers Hill, em Mont Belvieu, no Texas, mas foi informado que não poderia ir à cerimônia de graduação a não ser que cortasse os dreads de seu cabelo. No Universa A mãe dele, Sandy, contou à CBS News que o jovem nunca havia enfrentado problemas, até que a escola acrescentou às regras de conduta que "os cabelos devem estar limpos e bem arrumados" e que seu comprimento não pode ultrapassa a gola da camiseta. Após a mudança, De Andre foi suspenso. Ele alega que a decisão é injusta, já que ele só usa os fios presos quando está na escola, ou seja, não deixa o cabelo ultrapassar a gola da camiseta, como pede a regra. "Eles dizem que, mesmo que meu cabelo esteja preso e eu siga todas as regulamentações, que o dread pode cair e eu estaria fora da ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Mãe denuncia racismo de segurança de metrô que disse que filhas gêmeas eram ‘bucha 1 e bucha 2’; Concessionária apura

    Caso aconteceu na estação Rodoviária. Meninas têm três anos e desfilam como modelos. Do G1 Imagem: Geledés Uma mulher de 37 anos denunciou nas redes sociais o crime de racismo cometido por um segurança de metrô contra as filhas dela, que são gêmeas e têm três anos, em Salvador. Em entrevista ao G1, a mãe das meninas disse que o homem chamou as vítimas de "Bucha 1 e bucha 2", em referência a lã de aço, usada para lavar pratos. Conforme a mãe das meninas, Sandra Weydee, de 37 anos, o caso aconteceu na noite de sábado (25), por volta das 18h30, na estação Rodoviária. A mulher, que trabalha como técnica de metalúrgica e soldadora, disse que voltava de um passeio com as meninas. "A gente estava no Iguatemi passeando e ia voltar para casa. Tinha três seguranças, dois negros e um branco, ...

    Leia mais
    Vanessa Nakate com as suecas Greta Thunberg e Isabelle Axelsson, da alemã Luisa Neubauer e da suíça Loukina Tille Imagem: AFP

    Jornal se desculpa após cortar ativista Vanessa Nakate de foto

    A agência de notícias Associated Press teve que se desculpar depois de cortar Vanessa Nakate, uma ativista climática de Uganda, de uma foto em que ela aparecia ao lado de outras ativistas, entre elas a sueca Greta Thumberg. Da UOL  Vanessa Nakate com as suecas Greta Thunberg e Isabelle Axelsson, da alemã Luisa Neubauer e da suíça Loukina TilleImagem: AFP Na foto original, feita em Davos, na Suíça, Vanessa era a única negra entre outras quatro mulheres brancas. "É a primeira vez na minha vida que entendo a definição da palavra racismo", disse Nakate em um comunicado divulgado nas redes sociais. Ela confrontou o veículo e lembrou que era a única representante de todo o continente africano no grupo de jovens ativistas: "Por que você me removeu da foto? Eu fazia parte do grupo! A AP não apenas apagou uma foto, mas apagou um continente". You ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Atacante do Athletic Bilbao é alvo de ofensas racistas durante jogo do Espanhol

    Torcedores do Espanyol imitaram macacos para Iñaki Williams enquanto este se encaminhava para o banco de reservas após ser substituído; clube promete investigação Do Estadão  Geledés O atacante Iñaki Williams, do Athletic Bilbao, foi alvo de ofensas racistas durante a partida entre sua equipe e o Espanyol no estádio Cornellá-El-Prat, casa do adversário, neste sábado, 25. Enquanto Williams se dirigia para o banco de reservas após ser substituído por Raúl Garcia, os fãs do time catalão fizeram barulhos de macaco para ele. O jogo terminou empatado em 1 a 1. Williams reagiu ofendendo os que lhe insultavam de 'filhos da p***' e, ao se sentar no banco, comentou o ocorrido com companheiros de time, incluindo o capitão do Athletic, Muniain. O juiz da partida, Sánchez Martínez, foi avisado da situação, mas não a registrou na súmula. Ainda assim, o incidente deve ser investigado por LaLiga, entidade ...

    Leia mais

    Agência de notícias distribui foto com ativistas climáticas, mas corta a única negra do grupo

    É um caso de racismo evidente. A Associated Press, uma agência de notícias dos Estados Unidos, distribuiu uma foto das jovens ativistas do clima presentes em Davos em que a representante do continente africano, a única negra do grupo, foi cortada. Por Joaquim de Carvalho, do DCM  Acima, a foto original. No alto, a foto publicada: racismo explícito (Foto: Associated Press) Num vídeo em que parece muito triste, Vanessa Nakate, da Uganda, disse que agora entende “definição da palavra racismo”. “Por que vocês me removeram da foto? Eu fazia parte do grupo”, tuitou, em resposta à AP. David Ake, diretor de fotografia da AP, disse ao Buzzfeed do Reino Unido que, sob um prazo apertado, o fotógrafo “a recortou puramente por motivos de composição”. “Ele achava que o prédio ao fundo era perturbador”, disse, conforme registra o jornal The Gardian. Outras agências, incluindo a Reuters, publicaram ...

    Leia mais
    Página 2 de 236 1 2 3 236

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist