segunda-feira, maio 25, 2020

    Tag: Noémia de Sousa

    blank

    O sangue negro de Noémia de Sousa, poeta da revolução

    Mia Couto, Marcelino Freire e Emicida são alguns dos fãs de sua poesia crua e poderosa Por  Clarissa Wolff , do Carta Capital  O vaso chinês quebrou. Noémia de Souza, finalmente editada no Brasil Muito se fala sobre qual seria (e qual deve ser) a função da literatura, mas arrisco dizer que o vaso chinês realmente quebrou: a arte não vive mais só pela arte e o parnasianismo já era. Em cima de seu caixão recheado de descrições longas em versos com o mesmo número de sílabas e estrofes de rimas regulares, Noémia de Sousa dança. Seus poemas são assim, corporais, dinâmicos. Dá até pra fantasiar que ela criava como Jackson Pollock, com impulsos do próprio corpo, jogando palavras no lugar de tinta no papel e criando coisa atrás de coisa de tirar o fôlego. Claro que não era assim, mas sobretudo a mensagem poderosa e assustadora, que te seduz entre imagens fortes ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist