Início África e sua diáspora Entretenimento Taís Araújo e Lázaro Ramos entram em lista de atores afro-latinos da...

Taís Araújo e Lázaro Ramos entram em lista de atores afro-latinos da IndieWire

Site mencionou os atores ao debater as acusações de colorismo no filme Em Um Bairro em Nova York

Lázaro Ramos e Tais Araújo (Foto: Maurício Fidalgo/Globo)

Aconteceu na surdina. Ao entrar em um debate pautado sobre as acusações de colorismo que o musical Em um Bairro de Nova York, de Jon M. Chu (Podres de Rico), vem sofrendo, a IndieWire, uma das maiores publicações de entretenimento, mencionou Taís Araújo e Lázaro Ramos em uma lista de “astros afro-latino-americanos que merecem espaço em Hollywood”.

De acordo com o site, a dupla domina a telinha e as telonas brasileiras desde os anos 90 sem nenhuma complicação — o que é algo muito raro nos padrões da indústria internacional. “Com currículos longos, vários prêmios e inúmeras indicações na manga, já passou da hora de eles se tornarem rostos reconhecíveis em Hollywood, especialmente em meio à estreia de Ramos na direção”, disse a publicação fazendo menção ao filme Medida Provisória, escrito e dirigido por Ramos.

O filme é estrelado por Araújo, Alfred Enoch (Harry Potter e How to Get Away With Murder) e Seu Jorge, que vivem respectivamente uma médica, um advogado e um jornalista. Os personagens se rebelam contra uma ordem do governo, que manda deportar todos os cidadãos com “melanina acentudada” para o continete africano. Eles se isolam em um apartamento, onde começam a discutir temáticas sociais.

Muito esperado no circuito nacional, o longa foi exibido durante o festival SXSW, nos Estados Unidos. 

Além do casal brasileiro, o IndieWire também listou Jharrel Jerome (Olhos que Condenam), MJ Rodriguez e Indya Moore (ambas de Pose), Emayatzy Corinealdi (Evil), Amirah Vann (How To Get Away with Murder), Y’lan Noel (Insecure) e Yaya DaCosta (Chicago Med).

Medida Provisória estreia dia 11 de novembro de 2021 nos cinemas brasileiros. Já Em um Bairro em Nova York segue em cartaz.

-+=