Taís Araújo exibe decote ousado em capa de revista

Enviado por / FonteDo Terra

Protagonizar a trama de Manoel Carlos tem rendido bons frutos à atriz Taís Araújo. Ela, que interpreta Helena em Viver a Vida, da Globo, tem sido bastante assediada pelas revistas de moda e comportamento para falar de sua beleza, cuidados com o corpo, romance e trabalho.

Em janeiro, ela é a estrela da revista Nova. Em entrevista à publicação, Taís relembrou momentos de sua infância e o preconceito que enfrentava na escola pelo fato de ser negra. “Uma menina veio perguntar se era a patroa da minha mãe quem pagava as mensalidades. Só havia duas crianças negras no colégio: eu e minha irmã!”, disse.

Ela também falou de sua persistência para seguir sua carreira de atriz, como a vez que teve que pedir a Walter Avancini uma vaga em Xica da Silva. “Ele disse que seria bem difícil. E eu, que não estava certa se devia seguir a carreira de atriz, fazer intercâmbio ou tentar a faculdade de odontologia, desanimei”, disse a morena, que acabou surpreendida ao ser convidada para protagonizar a trama.

Além disso, Taís contou que a vontade de ter um filho aumentou depois que completou 30 anos. “Quero construir uma família. Depois que completei 30 anos, o desejo de ser mãe bateu com força total. Penso em ter um filho e adotar outro”, disse.

Confira abaixo trechos da entrevista de Taís Araújo à Nova:

“Eu não tinha em quem me espelhar quando comecei. Todos os atores negros eram mais velhos. Hoje, sei que garotas da minha cor olham para mim e sabem que podem sonhar mais alto. Isso tem valor social!”

“Tenho certeza de que meu jogo de cintura e bom humor para contornar as dificuldades da vida vêm dessa escola. Meus pais sempre batalharam para oferecer a melhor educação para mim e minha irmã (hoje, médica). Quando fiz 8 anos, nos mudamos para um condomínio na Barra da Tijuca, mas minhas lembranças de infância mais gostosas são do tempo do Méier: brincar na rua, pedir doce em festa de Cosme e Damião. Na Barra, os costumes eram mais refinados, as relações menos calorosas.”

“Na adolescência, nunca fui uma opção de paquera para os garotos brancos do condomínio. Ainda hoje as pessoas têm dificuldade de aceitar com naturalidade o fato de um negro ocupar o mesmo espaço na sociedade que um branco.”

“Esse negócio de ‘ter que’ passar creme todo dia, ‘ter que’ sair maquiada por aí. Sou pouco disciplinada. Então, o que eu faço é lavar o rosto com um bom sabonete, hidratar e passar filtro solar. Também passo hidratante no corpo. Adoro maquiagem, mas meu kit se restringe a corretivo, máscara para cílios, blush e batom.”

“As mulheres da minha família têm tendência a engordar. Para driblar os genes traiçoeiros, sempre controlei o que entra no meu prato. Passo longe de frituras e comidas gordurosas. Também não sou fã de leite e derivados. No mais, como de tudo um pouco – e o ponteiro da balança não costuma ultrapassar os 52 quilos. Mas, para interpretar Helena, que é modelo, quis dar uma afinada. Cortei carboidratos após as 18 horas. Também intensifiquei a malhação. Eu, que não sou chegada em exercício, corri muito e tive de ir à academia todos os dias.”

“Em um casal, os dois precisam estar comprometidos com a missão de manter o clima de romance. Para quem viaja o tempo todo por conta do trabalho e de quebra tem a vida vigiada por paparazzi, é uma aventura e tanto. Eu e o Lázaro sabemos que precisamos fazer um esforço extra. E a gente se empenha. Nosso maior desafio é conseguir tempo para estar junto e a sós. Tanto para namorar, como para resolver as questões do dia a dia. Somos um casal como qualquer outro.”

 

+ sobre o tema

Beleza Negra: a noite em que todos somos deuses do ébano

Concurso que elege rainha do carnaval do Ilê Aiyê...

Peponi – Versão Africana de Paradise dos Coldplay

Peponi é uma adaptação, em estilo africano, da música...

Ben Johnson pede desculpas 25 anos depois

  Poucas vezes o esporte foi tão manchado...

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado...

para lembrar

GENOCIDIO: Na Paraíba, uma diferença de 1.100%

  O Mapa da Violência 2010 revela que,...

A vida é loka, por Sérgio Vaz

Esses dias tinha um moleque na quebrada  com uma arma...

E o acordo?

Por Edson Cardoso Consideremos, de início, o fiasco da Seppir...
spot_imgspot_img

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...
-+=