Oscar honorário: Euzhan Palcy se torna primeira diretora negra a ganhar estatueta

Veja quem são as outras mulheres afrodescendentes que receberam a honraria

Euzhan Palcy (Foto: Renaud Monfourny)

A diretora de cinema Euzhan Palcy terá a sua trajetória reconhecida pelo Oscar honorário, troféu dado a profissionais que se destacaram por suas contribuições ímpares na arte e no cinema.

Responsável pela direção de filmes, como Sugar Cane Alley Assassinato Sob Custódia, Palcy será a primeira diretora negra a receber a estatueta. Antes dela, apenas cinco mulheres afrodescendentes haviam recebido a condecoração.

Em 2018, Cicely Tyson foi a primeira atriz negra a ganhar o prêmio. Já, em 2017, Agnès Varda foi a primeira cineasta, abrindo portas para Lina Wertmüller, homenageada em 2019, e Elaine May e Liv Ullmann, em 2021.

A diretora, que nasceu na Ilha de Martinica, no Caribe, também é roteirista e produtora. Desde o seu primeiro longa-metragem, Sugar Cane Alley, Palcy já garantiu prêmio, mais especificamente o Urso de Prata, no Festival de Veneza. A produção também venceu a categoria de Melhor Filme no César, conhecido como o Oscar do cinema francês.

-+=