Guest Post »

“A Cor da Cultura” chega ao Maranhão

Projeto social de valorização do patrimônio cultural afro-brasileiro é lançado no estado com exposição inédita do fotógrafo Walter Firmo e promove oficinas de formação para educadores em parceria com as Secretarias de Educação

“A Cor da Cultura” chega ao Maranhão
A terceira etapa do A Cor da Cultura chega no dia 12 de agosto (segunda-feira) ao Maranhão. O lançamento será realizado no Auditório do Best Western Praia Mar Hotel (Av. São Marcos, Quadra Comercial, 4, Ponta D’Areia – São Luís) a partir das 14h.

Já implementado em 14 unidades federativas do país desde sua primeira etapa, em 2004, o projeto mostra exposição inédita em São Luís, “O lugar do outro”, do fotógrafo Walter Firmo, composta por imagens que retratam cenas do dia a dia em instituições da rede articulada pelo núcleo de mobilização social do Canal Futura em diferentes regiões brasileiras.

Para apresentar o A Cor da Cultura e seus objetivos, estarão no local os representantes da SEPPIR, das organizações parceiras realizadoras do projeto e das Secretarias de Educação do estado do Maranhão e de municípios. A cerimônia de abertura ainda terá a presença dos palestrantes Nei Lopes, compositor e escritor, e Carlos Benedito Rodrigues da Silva, professor do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal do Maranhão, em mesa-redonda mediada por Ana Paula Brandão, coordenadora-geral do projeto ACDC.

O encontro contará com cerca de 300 educadores da rede pública de ensino, que participarão, de 13 a 15 de agosto (terça a quinta-feira), em São Luís (Best Western Praia Mar Hotel), das oficinas de formação voltadas para a demonstração da metodologia do ACDC. Em seguida, a equipe do projeto aplicará os cursos nos municípios de Imperatriz, Codó e Pinheiro, entre os dias 19 e 22 de agosto (segunda a quinta-feira), para mais 300 educadores.

Durante esses encontros, os profissionais vão receber orientações sobre como usar o material dos kits pedagógicos em sala de aula. Além disso, os formados atuarão nas escolas como multiplicadores do conteúdo didático, que visa promover o reconhecimento da cultura e da história da população negra.

A Cor da Cultura contribui para a implementação da Lei 10.639, que completa uma década em 2013 e determina a inclusão do ensino da história e da cultura afro-brasileiras no currículo escolar. Nesta etapa, o ACDC terá como foco o ensino fundamental e a educação infantil, assim como os temas relacionados à juventude e às questões de gênero. Ainda este mês, o projeto será lançado no Pará. Em setembro, chega a Goiás.

A iniciativa é fruto da parceria entre Petrobras, Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Centro Brasileiro de Informação e Documentação do Artista Negro (CIDAN), Ministério da Educação, por meio do SECADI, Ministério da Cultura, por meio da Fundação Cultural Palmares, Canal Futura e a TV Globo.

LANÇAMENTO “A COR DA CULTURA” NO MARANHÃO
LOCAL: Auditório do Best Western Praia Mar Hotel

ENDEREÇO: Av. São Marcos, Quadra Comercial, 4, Ponta D’Areia – São Luís
HORÁRIO: 14h

Saiba mais sobre o projeto

Iniciado em 2004, em consonância com a Lei 10.639/2003, A Cor da Cultura produz conteúdos audiovisuais e pedagógicos visando tirar a história da população negra da invisibilidade tanto na tela da televisão quanto nas salas de aula. Para tal, alia exibição nacional de programas sobre a temática ao uso desse conteúdo na formação de educadores.

Nesta terceira fase do projeto, serão produzidos e distribuídos, ao longo de dois anos, cinco mil kits com dois cadernos pedagógicos, programas inéditos das séries Livros Animados e Heróis de Todo Mundo com ênfase em personagens femininos e novos episódios da série Nota 10. Os programas poderão ser conferidos também na tela do Canal Futura a partir de novembro de 2013.

A nova etapa é marcada pela expansão da iniciativa para cinco novos estados – Pará, Maranhão, Espírito Santo, Goiás e Rio Grande do Sul. De 2010 a 2012, a ACDC formou mais de 4 mil profissionais da rede de ensino (professores, técnicos e coordenadores pedagógicos) em oficinas presenciais.

Para mais informações, educadores e público em geral podem acessar o site www.acordacultura.org.br, que funciona como um ambiente de gestão, relacionamento e espaço para retirada de dúvidas sobre a temática.

Na televisão:

O infantil Livros Animados vai ganhar dez episódios, de trinta minutos cada, com novas dicas que estimulam o hábito da leitura ao mesmo tempo em que proporcionam uma visão multirracial.

Experiências bem-sucedidas na área de educação vão conduzir os vinte programas inéditos, com duração de sete minutos, de Nota 10 – Especial A Cor da Cultura.

A série de interprogramas Heróis de Todo Mundo também retorna com homenagens às mulheres negras que integram a história do Brasil, personalidades famosas ou esquecidas pelos registros oficiais. Serão 15 novos episódios, de dois minutos cada.

 

 

Fonte: Seppir

Artigos relacionados