Cardápio de brinquedos e brincadeiras: diversão para as crianças durante a quarentena

Enviado por / Fonteno Primeira Infância

Artigo produzido por Redação de Geledés

Com a quarentena imposta pela pandemia de COVID-19, provocada pelo coronavírus, muitas mães e pais se deparam com o desafio de ter as crianças 24 horas por dia em casa. Como ocupar esse tempo com atividades que incentivem a criatividade e que criem um ambiente leve e afetuoso? A Plan International Brasil acredita que esse período pode aproximar as famílias por meio de brincadeiras e leituras.

Por isso, divulgaram o Cardápio de Brinquedos e Brincadeiras, desenvolvido em parceria com a NIVEA como parte do projeto Famílias que Cuidam. Você pode fazer aqui o download gratuito desse material que tem brincadeiras adequadas para as crianças de 0 a 6 anos.

No cardápio, você encontra o passo a passo para a construção de brinquedos e aprende como o adulto pode apoiar nos cuidados com o ambiente, na seleção dos materiais para brincar e na construção de brinquedos junto com a criança ou para a criança. Além de incentivar a ludicidade, o material fortalece o vínculo entre adultos e crianças.

O Cardápio de Brinquedos e Brincadeiras tem como objetivo orientar pais, mães, cuidadores, cuidadoras, professores, professoras, agentes comunitários de saúde e gestores da rede intersetorial da Primeira Infância na organização de um ambiente lúdico, no uso de brinquedos, materiais e brincadeiras pensadas para crianças de até 6 anos.

Leia mais aqui sobre como lidar com as crianças nesta quarentena:

Guia Tempojunto Covid-19: brincadeiras e atividades para os filhos em tempo de Coronavírus

O que vamos dizer às crianças sobre o coronavírus?

As crianças, o coronavírus e a quarentena

O que fazer com as crianças em casa

Crianças em quarentena e agora?

Cardápio de brinquedos e brincadeiras: diversão para as crianças durante a quarentena

Coronavírus: O que fazer com as crianças durante a quarentena

Coronavírus: Como proteger as crianças?

Xô, coronavírus: dicas e atividades para a quarentena

+ sobre o tema

Pacto Nacional do Poder Judiciário para a Equidade Racial

No último dia 25 de novembro, Geledés-Instituto da Mulher...

Casa Amarela – cultura e resistência

A Casa Amarela Quilombo Afroguarany é uma ocupação-sociocultural, voltada...

Clélia Rosa – Trabalhando relações étnico-raciais na educação

Conversamos com a pedagoga Clélia Rosa, sobre como as...

Mãe-solo, Inaihe se torna empreendedora na pandemia

Em fevereiro de 2021, em plena pandemia, Inaihe Nainhana...

para lembrar

A presença de uma Juíza Negra no STF é uma questão de coerência, reparação histórica e justiça

A Constituição Federal, estabelece como objetivo da República Federativa...

“Uma OAB antirracista é a que assegura a participação de 30% a advogados negros e advogadas negras”

André Costa, advogado e consultor especializado em direitos políticos e...

“O dia 25 de julho é um marco de luta para as negras”

por Kátia Mello Em sua quinta edição, é possível dizer...

“A poesia nos une pela cor, pela dor e pelo amor”, diz o poeta Sérgio Vaz

Mineiro de Ladainha, o aclamado poeta da periferia, Sérgio Vaz, chegou à periferia de São Paulo, aos quatro anos. Através do pai, desde menino,...

Tribunal de Justiça de São Paulo condena o estado a pagar indenização à jovem negro que sofreu violência em abordagem policial

Um dos desafios que se impõem à sociedade brasileira e que toca profundamente a comunidade negra é o enfrentamento à violência racial que tem na juventude...

Vítima de intolerância religiosa, Hekler quer abrir terreiro de candomblé

Hekler Patrícia dos Santos, de 45 anos, tem um barracão na Cidade Tiradentes, zona sul de São Paulo, e gostaria de transformá-lo em um...
-+=