Guest Post »

Enem 2019: notas erradas podem atingir até 30 mil estudantes

Erro na correção das provas foi admitido pelo Inep e cálculo do exame será revisado.

Por Lorraine Vilela Campos, do Brasil Escola 

Provas do segundo dia do Enem 2019 — Foto: Ana Carolina Moreno/G1

O erro em notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foi confirmado pelo Instituto Nacional de Estudos Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O órgão abriu um canal que recebeu pedidos de revisão da pontuação até as 10h deste segunda-feira, 20 de janeiro.

Confira as notas do Enem 2019

O Inep não tem um número exato de pessoas prejudicadas pelo erro no Enem. Segundo Alexandre Lopes, presidente do órgão, a quantidade pode chegar a 30 mil participantes, mas a estimativa é de que seja menos que 9 mil estudantes.

De acordo com o Inep, a situação será analisada e não haverá prejuízos futuros aos participantes do Enem 2019. O instituto informou que as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020/1 continuam confirmadas para o período entre 21 e 24 de janeiro.

O erro foi identificado em provas do segundo dia do Enem 2019 (Ciências da Natureza e Matemática). Após solicitações dos estudantes nas redes sociais, o Inep aumentou a investigação e revisão também para as provas do primeiro dia do exame.

Entenda o caso
Após a divulgação do resultado do Enem 2019 na última sexta-feira (17), participantes reclamaram nas redes sociais sobre a baixa pontuação mesmo com um índice alto de acertos. Inicialmente, o Inep justificou que a diferença entre número e questões certas e as notas era resultado da Teoria de Resposta ao Item (TRI), método adotado pelo órgão para calcular o desempenho dos estudantes.

Saiba o que é a Teoria de Resposta ao Item (TRI)

No sábado (18), o ministro Abraham Weintraub e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, anunciaram que houve erro em gabarito do segundo dia do Enem 2019 para uma parcela de estudantes e que isso acarretou no cálculo errado das notas.

O erro
Segundo Alexandre, a falha foi da gráfica. As provas são divididas por cores e os gabaritos são corrigidos de acordo com essa identificação e, neste caso, houve erro no momento de relacionar o estudante com a cor.

Como foi o Enem 2019?
O Enem 2019 foi realizado nos dias 3 e 10 de novembro. As provas do primeiro dia contaram com questões de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas, além da Redação. Já o segundo foi composto por perguntas de Ciências da Natureza e Matemática.

Na última sexta-feira (17), o Inep realizou uma coletiva de imprensa com o balanço do Enem 2019 após a divulgação do resultado. Na ocasião, foram informadas as notas máximas, mínimas e médias de cada área do exame e o desempenho dos participantes na redação, produção textual que teve 53 notas mil e mais de 143 mil provas zeradas.

Related posts