Papa Francisco rejeita diplomata gay para embaixada no Vaticano

O Papa Francisco não quer aprovar a indicação do diplomata Laurent Stéfanini, 55, como embaixador da França no Vaticano. A imprensa francesa suspeita que a recusa se deva à sexualidade de Stéfanini, que é gay. A afirmação é dos jornais franceses Le Monde e Libération.

Por Ione Aguiar, do Brasil Post

Stéfanini já foi o segundo na hierarquia da embaixada francesa no Vaticano, entre 2001 e 2005, e hoje é chefe do cerimonial do Palácio do Eliseu, sede do executivo francês.

É homossexual, católico praticante, solteiro e sem filhos, diz o Le Monde.

Em março, ele foi indicado pelo presidente François Hollande para chefiar a embaixada no Vaticano, mas a administração Santa Sé ainda não aprovou a nomeação. O cargo está vago há três meses, o que, de acordo com a imprensa francesa, tem gerado mal estar entre a Santa Sé e a chancelaria da França.

 

Leia Também:

Pela primeira vez na história, Papa recebe grupo gay no Vaticano

+ sobre o tema

Denúncias de violência contra a mulher no Ligue 180 aumentam 60% após campanha

Brasília – A ministra da Secretaria de Políticas para as...

Escritora Elisa Pereira lança amanhã “Sem Fantasia”, seu segundo livro!

Na próxima terça-feira (29), às 19h, será lançado “Sem...

Dr. Rosinha: A maioria dos agressores sexuais de mulheres é conhecida

A cada final de ano, os discursos se repetem:...

para lembrar

ONGs apontam sexismo e racismo em videoclipesp

Vídeos incitam a violência contra a mulher, diz relatório...

Modos de libertação e sobrevivência

Mulheres escravas usavam estratégias para conseguir comprar a alforria...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=