quarta-feira, novembro 25, 2020

    Tag: capitão do mato

    O que faziam dois negros no meio dos torcedores racistas do Grêmio?

    O que faziam dois negros no meio dos torcedores racistas do Grêmio?

     Marcos Sacramento Um detalhe chamou a atenção nas filmagens das agressões racistas contra o goleiro Aranha, do Santos, na vitória contra o Grêmio pela Copa do Brasil, nesta quinta-feira (28). No grupo de torcedores que entoavam o grito de “macaco” havia dois negros. O próprio goleiro citou este fato, durante uma entrevista coletiva. “Ontem tinha dois negros no meio lá me xingando também e eu ouvindo tudo aqui. Eu falei, pô, será que são negros só por fora? E por dentro? Sabe, o cara tem que ter consciência do que ele faz.” É mesmo difícil tentar compreender o que leva dois negros a lançar ofensas racistas contra outro negro. Negação da própria identidade? “Efeito matilha” provocado pela empolgação dos companheiros de torcida? Ignorância? Vendo os torcedores gremistas lembrei dos meus tempos de garoto. Havia um moleque endiabrado e negro que chamava outros dois amigos de “macacos”. Seu tom de pele ...

    Leia mais

    O que o racismo tem a ver com a violência policial?

    Por: Monique evelle Preciso reforçar o quanto 2014 começou f*da! Com certeza vocês lembram dos justiceiros que prenderam o adolescente negro ao poste. E também lembram que Rachel Sheherazade fez campanha para adotarmos um bandido. Mas não para por aí. O ator Vinicius Romão ficou 16 dias preso por engano. Cláudia Silva foi arrastada pelo carro da política, enquanto era socorrida (?). DG foi assassinado na região onde tinha uma UPP. Mulheres que abraçaram a campanha #EuNaoMerecoSerEstuprada foram ameaçadas. Neymar fez a camapanha #SomosTodosMacacacos, desqualificando e querendo acabar em um só dia , com lutas e estudos contra o racismo. Fabiane Maria de Jesus morreu após ter sido espancada pelos justiceiros do Guarujá. Pulando para o segundo semestre, Eduardo Campos morreu.  E há teorias que relacionam o dia da morte, com o DDD de Santos, com o número de outro partido, com o horário e simplesmente aparece o culpado: PT. ...

    Leia mais

    “Parecia um capitão do mato”, diz jovem sobre policial racista

    O PSTU entrevistou Maurício, jovem negro estudante da USP que foi perseguido por um policial armado dentro da Universidade No dia 5 de abril, Maurício de Freitas, jovem estudante de direito da USP caminhava pelo campus da universidade em Ribeirão Preto com dois colegas. Um veículo apareceu em alta velocidade em direção a Mauricio, quando ele alertou ao motorista que quase foi atropelado (o retrovisor do carro bateu na mão do jovem). o motorista parou o veículo e começou a chamá-lo de “macaco”, “vagabundo” e “sujo”. Não satisfeito em deferir ataques racistas, o motorista sacou seu revolver em direção ao estudante e iniciou uma perseguição no meio de um matagal do campus. Uma cena que lembra muito o que os capitães do mato faziam contra os escravos. “Vou ser mais uma pessoa que vai morrer”, pensou Mauricio que chegou por instantes a acreditar que perderia sua vida por conta do ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist