Tag: Guest Post

    blank

    Jornalista lança livro sobre Comunidade Quilombola de Mato Grosso do Sul

    Após um ano e meio de trabalho a jornalista Priscila Ribeiro lança o livro Retratos da Comunidade Tia Eva. Um produto jornalístico e documental que narra, em fotos e texto, a história da Comunidade Remanescente de Quilombo Eva Maria de Jesus, ou Tia Eva, como é tradicionalmente conhecida. Além disso, a obra registra um pouco da vida, dos costumes, das heranças culturais e das perspectivas de futuro dos moradores desta centenária comunidade. Enviado por Ana Carla Pimenta via Guest Post  A publicação foi construída por meio de fotografias, entrevistas, observação direta e pesquisa bibliográfica. Seu diferencial é justamente a abordagem fotográfica e contemporânea. Segundo a autora, Retratos da Comunidade Tia Eva busca fazer uma homenagem a ex-escrava Tia Eva e a comunidade que leva seu nome. “O livro apresenta um novo olhar, mostra como a trajetória da comunidade se confunde com a de Campo Grande. Também relata o esforço dos descendentes ...

    Leia mais
    Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

    A reforma ministerial e os negros

    O silêncio de chumbo dos diversos segmentos do Movimento Negro frente à reforma ministerial flagra um retrocesso da luta contra o racismo no Brasil. Por Helio Santos via Guest Post para o Portal Geledés  Tal silêncio se estende também aos estados da federação. Em 27 estados, secretários e secretárias serão mantidos ou trocados em função das eleições ocorridas neste ano. Num passado ainda não tão distante – 10/15 anos atrás - se reivindicava a ida de negras e negros para o primeiro escalão – isso vale para o plano municipal, estadual e federal. Aos poucos esse tipo de reivindicação foi se esmaecendo em benefício de cargos ofertados para os escalões operacionais dos governos. No plano federal, num determinado momento do governo Lula, chegou-se a ter 5 postos ministeriais – dos quais 3 eram ocupados por mulheres. Neste momento, antes de focarmos na SEPPIR, dever-se-ia pensar em pelo menos 2 outros ministérios cruciais para a luta pela equidade racial: o ...

    Leia mais
    blank

    I Jornada de Estudos de Direitos Culturais Negros acontece em Brasília, na próxima quinta-feira (27)

    A I Jornada de Estudos de Direitos Culturais Negros acontece em Brasília, na próxima quinta-feira (27), com debates sobre a inclusão do povo negro na democratização do acesso às políticas públicas de cultura, ao fomento e à participação na constituição de propostas. A Fundação Cultural Palmares e a Defensoria Pública da União (DPU), por intermédio do Projeto DPU Cultural, promovem a iniciativa. via Guest Post para o Portal Geledés Temas como legitimidade, manutenção e difusão das culturas negras, registro e salvaguarda do patrimônio imaterial, atuação do Grupo de Trabalho Quilombola da DPU, direito às manifestações religiosas de matriz africana, entre outros, integram a programação do evento. Entre os debatedores estão pensadores e mestres em estudos culturais, membros de comunidades quilombolas tradicionais, além de defensores públicos federais que atuam nessa área. O Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (CNIRC) fará exposição de obras sobre a temática racial e disponibilizará no ...

    Leia mais
    blank

    Africanizar – Jr. Barros e Willian Chacal (Videoclipe oficial)

    Africanizar via Guest Post para o Portal Geledés Músicos: Júnior Barros e Willian Chacal Clipe idealizado pelo Centro de Referência Afro “Mestre Jorge” de Araraquara em Parceria e Produção de Minuére Filmes, para divulgar a História e Cultura Afro brasileira, resgatando nossas raízes e valorizando a identidade negra. Elenco por Ordem Alfabética: Alessandra de Cássia Laurindo Aparecido Donisete Toledo Edilson Santos Fabrício do Amaral Gabriel Faby Guedes Fátima Barbosa Flavio Nascimento Isabella Gonçalves Junior Barros Lucia Helena Bento Nelson Vicente Junior Patrícia Oliveira Roberta Marcelo Roberta Silva Willian Chacal Luan Reis Direção Murillo Guedes Manalischi Assistente de direção Wesley Bastos Direção de fotografia Nayton Barbosa Assistente de fotografia Fernanda Sales Rocha Direção de arte André Caleffi Edição e correção de cor

    Leia mais
    blank

    O corpo é meu ou seu?

    Culturalmente o corpo feminino sempre foi trato como algo ou sagrado ou profano. Uma dualidade que persiste até hoje. O corpo feminino como espaço sagrado é visto como algo intocado, que não deve ser modificado nem maculado de forma alguma. Que deve sim, ser cuidado e mantido na forma padronizada que a sociedade espera. Visto nessa concepção arcaica é símbolo de pureza e santidade um espaço que não pertence de fato a mulher, e sendo assim, não deve servir a seus desejos, suas necessidades e suas vontades, mas sim atender os desejos e as vontades de outros. por Rosemeire Cerqueira via Guest Post para o Portal Geledés O corpo da mulher nessa percepção deixa de ser seu para ser público. Púbico no sentido de que, a sociedade se julga no direito de opinar sobre o que é certo ou errado, sobre o que a mulher pode ou não fazer com ele, sobre como ...

    Leia mais
    blank

    II Seminário Nacional Educadores Evangélicos e a Aplicação da Lei 10.639/03

    O 2º  Seminário Nacional Educadores Evangélicos e Aplicação da Lei 10.639/03, tem como objetivo promover a capacitação de profissionais da educação que se declaram evangélicos, através da formação continuada na aplicabilidade da lei 10.639/2003, visando o ampliar o conhecimento dos educandos em todos os níveis de escolaridade, desmistificando assim a quebra de paradigmas referente ao ensino de História da África e Afrobrasileira. enviado por Gicélia Cruz , via Guest Post Divulgação Local: Igreja Batista Sião Endereço: Rua Forte de São Pedro, 68 - Campo Grande, Salvador, Bahia. Ponto de referência: Ao lado do Teatro Castro Alves.  Data: 28 e 29/11/2014 28/11/2014: abertura às 19h 29/11/2014: palestras e oficinas. Palestrantes: Drª Silvia Cerqueira (OAB-BA) Profª Drª Elizete Silva (UEFS) Pr. Carlos Alberto Ferreira da Silva (Dr. em Teologia) Hernani Francisco (Missões Quilombo - São Paulo) Jailson Cá- Guiné Bissau     SERÁ CERTIFICADO BAIXE A FIXA DE INSCRIÇÃO   Mais informações ACESSE O SITE Leia também:   Professores ...

    Leia mais
    blank

    Crônica sobre o racismo em relação à mulher negra

    Hoje comprei o "Le monde" pra ver se fico mais inteligente. Pra ver se fico mais "cult". (Será que tem alguma seção que diga sobre a crise do coração latino-americano? Latino-americano tem hífem?). por Vanessa Nunes Lopes via Guest Post para o Portal Geledés Pensei também em começar a ler a Piauí e adquirir aquele ar blasé irresistível para os homens da minha geração que frequentam Santa Tereza, usam óculos de aro grosso, barba mal feita e não pegam ninguém. Mas é que - sei lá - meu tipo físico não ajuda. Acho que pra ser blasé a pessoa não pode ter essa cara de mulata iê-iê-iê, cheirando a marchinha de carnaval e confete, que Deus me deu. Pra piorar, meu riso frouxo me trai. Então - que jeito? - vai o "Le monde" mesmo. Pseudo dançarina de gafieira, mulata e brejeira, meu plano agora é deixar de ser um clichê e ...

    Leia mais
    blank

    Transgressiva ou submissa?

    Desde a antiguidade as mulheres têm um papel bem definido na sociedade. E, neste papel que lhe foi e ainda é imposto submissão ainda é a palavra de ordem, e a pobre mortal que se rebela contra o papel ao qual foi predestinada no momento de sua concepção está fadada a ser uma transgressora. Em pleno século XXI, termos tal diálogo parece-me algo descontextualizado, porém o nosso dia-a-dia nos mostra o quanto o mesmo é necessário e por que não dizer imperativo. Por: Rosemeire Cerqueira da Silva dos Santos via Guest Post para o Portal Geledés A mulher é submetida aos desejos de outros desde a mais terna idade. Ainda na infância aprende com os pais que menina não brinca com meninos, menina limpa a casa, menina ajuda a cuidar dos irmãos, menina não fica na rua até tarde, menina não fica bem com determinados tipos de roupas, menina não fala palavrões, etc, ...

    Leia mais
    Maurício Requião

    Brasil de carne e osso: Colarinho branco, o dono do pescoço é também

    Colarinho branco, o dono do pescoço é também  Helio Santos via Guest Post para o Portal Geledés No final dos anos 1990 concluí um livro que tomou quase dez anos de minha vida. Basicamente, o livro cuida do “Brasil de carne e osso” – tal qual o nosso país se desenrola em seu cotidiano, onde a vida, afinal, flui. Não há como fazer isso sem tomar em conta a questão étnico-racial, sem a qual os diagnósticos restarão inadequados e incapazes de nos decifrar efetivamente. Confesso que foi um período de imersão em subtemas que permeiam o cotidiano da terra-brasilis. A metodologia utilizada foi a de selecionar ao longo de praticamente uma década notícias recortadas de jornais e revistas brasileiros – os mais conhecidos. Esse material “rendeu” mais de meia Kombi de recortes sobre os mais diferentes assuntos – todos relevantes para o Brasil real. Foi “paulera” classificar todo aquele volume de textos que ...

    Leia mais
    Balaiada, revolta popular ocorrida no Maranhão. Victor Frond, Fabricantes de Jacás. (Domínio público)

    Consciência Negra: um longo caminho para a liberdade

    As lutas pela liberdade começaram há séculos e ainda não foram concluídas. Ainda há um longo caminho para o fim da discriminação racial. Dia Nacional da Consciência Negra 2014 André Azevedo da Fonseca via Guest Post para o Portal Geledés Balaiada, revolta popular ocorrida no Maranhão. Victor Frond, Fabricantes de Jacás. (Domínio público) crédito das imagens 1695, 20 de Novembro – Morte de Zumbi dos Palmares By Gorivero CC-BY-SA-3.0 1710, Destruição do Quilombo dos Palmares Guerra dos Palmares (pintura de Manuel Victor) 1835 - Revolta dos Malês na Bahia Guerreiros mandingos usando amuletos protetores (REIS, João José. Rebelião Escrava no Brasil: a história do levante dos Malês em 1835. Sâo Paulo: Cia das Letras, 2003) 1835-1840 - Cabanagem, revolta popular ocorrida no Pará Cabanagem Belém 1835 (Domínio público) http://bit.ly/11u9ed9 1838-1841 - Balaiada, revolta popular ocorrida no Maranhão. Victor Frond, Fabricantes de Jacás. (Domínio público). http://bit.ly/1H72yBP 1850 - Lei Eusébio de Queiróz ...

    Leia mais
    blank

    A consciência é negra: do gênero feminino

    Mas não é amada (por quê?) Por Vanda Albuquerque e Ellen Paes via Guest Post para o Portal Geledés Bem antes da década de 60 e 70, quando os movimentos libertários ganharam força no ocidente, destacamos aqui o Feminismo, suas militantes receberam vários rótulos: feias, mal amadas, loucas, etc. O mundo desconhecia o que aquelas feias poderiam conquistar: direito ao voto, acesso à pílula contraceptiva, leis mais rígidas para violência contra a mulher, mais igualdade no trabalho, e coisas, digamos assim, mais básicas como direito de usar calças. Pois é, pasmem, se você leitora, hoje, usa calças sem chocar a sociedade, creia, foi porque alguma feia, louca e mal amada lutou por isso. Naquele período a mídia nos pintava assim, e naquele período, a vida era bem dura para uma mulher que contestasse a `ordem´ da vida. Bom, agora pensem em uma mulher negra naquele mesmo período. Se logo lhe vem à cabeça ...

    Leia mais
    fundacao-casa

    Fundação Casa Botucatu recebe prêmio por trabalho no eixo étnico-racial

    Prêmio Educação Afirmativa será entregue, na segunda (17/11), pela prefeitura da cidade como reconhecimento ao trabalho desenvolvido com adolescentes por Laureen Mello Nottolini  via Guest Post para o Portal Geledés Divulgação O trabalho realizado pelo centro da Fundação CASA de Botucatu no eixo étnico-racial, por meio do Comitê Quesito Cor, da Fundação CASA, teve sua excelência reconhecida pela prefeitura daquela cidade. Na próxima segunda-feira (17 de novembro), o centro receberá o Prêmio Educação Afirmativa. O evento acontece durante a abertura dos Jogos da Igualdade, no ginásio da Ferroviária de Botucatu, a partir das 19h. A premiação é dirigida a professores, gestores e entidades em reconhecimento à promoção da igualdade. “Saber que o trabalho é reconhecido é muito bom. É um estímulo para que a gente continue trabalhando, lutando por esses meninos. O prêmio vem coroar nossa dedicação, mas mostrar que temos muito mais a fazer”, disse o coordenador ...

    Leia mais
    blank

    Luciana Oliveira canta Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana Dia 21/11

    Luciana Oliveira canta Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana Dia 21/11 as 20h30 pelo projeto Sankofa – memórias de mão dupla por Luciana Oliveira  via Guest Post para o Portal Geledés A cantora Luciana Oliveira participa do projeto Sankofa – memórias de mão dupla homenageando a cantora Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana dia 21/11. A programação faz parte das comemorações do mês da Consciência Negra, e tem como objetivo trazer a resignificação das heranças da diáspora africana, em especial na cultura brasileira, a partir da idéia de memórias de mão dupla. Sankofa é um ideograma adinkra da arte tradicional do povo Ashanti, do Golfo da Guiné, que está associado às ideias de retorno, olhar para trás, buscar, ir ao passado. Essa é a segunda homenagem que Luciana Oliveira realiza à dama do samba Jovelina Pérola Negra. A primeira vai ao ar dia 20/11 pelo Canal Brasil e faz parte ...

    Leia mais
    blank

    Na semana da Consciência Negra, o projeto Diásporas Urbanas (Salvador- Santos) chega à Cidade

    O evento é gratuito e acontece entre os dias 27 e 29 de novembro no SESC Santos e Instituto Arte no Dique. As vagas são limitadas. Por Rachel Munhoz  via Guest Post  para o Portal Geledés  Entre os dias 27 e 29 de novembro, o projeto Diásporas Urbanas estará em Santos para um intercâmbio artístico e cultural que propõe reflexão sobre a cultura afro-brasileira e africana contemporânea. Esta é segunda edição do evento na Cidade, que ficou em 1º lugar no FACULT 2014 (Programa de Apoio Cultural - Secretaria Municipal de Cultura de Santos), é idealizado pelo coletivo Sistema Kalakuta – (BA) e tem apoio do SESC Santos, UNIFESP e Instituto Arte no Dique. A ideia é abordar os temas africanidades, diásporas transatlânticas e cultura periférica por meio de oficinas, bate papos, apresentações musicais e intervenção performática com os artistas soteropolitanos Coletivo Sistema Kalakuta, DJ’s Dudoo Caribe e Sankofa, o poeta Nelson Maca (Sarau ...

    Leia mais
    Imagem: iStock/RomoloTavani

    Projeto de Museu-Valise da História da Escravidão, parceiro da Unesco

    Apresentamos a exposição  itinerante de Cooperação Internacional “As Aguas da Memória”, a Rota do Ex-cravo,parceiro do programa a Rota do Escravo – Unesco, no âmbito da década dos afro-descedentes (2015-2025) decretada pela ONU. Por:  Inêz OLudé via Guest Post para o Portal Geledés Imagem: iStock/RomoloTavani O Museu-Valise  da História da Escravidão, inspirado do museu –valise de Duchamps,  é um projeto de  resgate  histórico, social e  cultural da escravidão no Brasil e no mundo, através de atividades artísticas com foco na cultura dos povos de ascendência africana. Constituído de uma exposição de obras de arte e por meio de um projeto de arte educação multidisciplinar. O ensino das artes como parte do processo de educação, integrando os saberes ancestrais. A proposta além de  resgatar e difundir a história e a cultura africana do Brasil, permite de ter  uma visão global da história da escravidão no mundo,com efeito, pensamos ...

    Leia mais
    blank

    Oficina Cultural Fred Navarro promove o Projeto Especial Olhos Negros

    A Oficina Cultural Fred Navarro apresenta, de 4 a 29 de novembro, o Projeto Especial Olhos Negros, que tem como objetivo colaborar com a difusão e debate acerca da cultura, dos saberes e do histórico de contribuição da população negra à sociedade brasileira. Karina França via Guest Post para o Portal Geledés Abrangendo diferentes áreas, as atividades do projeto visam estimular a reflexão sobre a história e a importância da presença dos afrodescendentes na constituição cultural e socioeconômica do país, além de permitir um debate sobre a situação atual. ► EXPOSIÇÃO: O OLHAR DOS ARTISTAS AFRODESCENDENTES DE RIO PRETO Artistas: Cláudia Prestes, Daniel Firmino, Florêncio Duarte e Rodrigo Silva 4 a 29/11 – terças a sextas-feiras – 13h às 22h | sábados – 9h às 18h Classificação: livre A exposição pretende homenagear e reconhecer a arte negra rio-pretense, com obras que mostram o olhar de pintores afrodescendentes de nossa cidade acerca do ...

    Leia mais
    Geledés

    O planeta das “negritas de 25 de mayo”

    Moro na Argentina não sei faz quanto tempo em total, mas da última vez que cheguei do Brasil eu tinha uns treze anos. Antes eu morava na zona norte em São Paulo e minha última casa foi no Jaçanã. Chegamos aqui com minha mãe e meus irmãos antes da crise do ano 2001, tempo em que passei a minha adolescência. Tive sorte de pular a escola primária argentina, com exceção de alguns anos que foram para mim bem intensos, por ser um quase brasileiro recém-chegado, com conta a do racismo e a xenofobia dos meus coleguinhas, hoje nenhum deles meu amigo. por Rodrigo Arreyes via Guest Post para o Portal Geledés Geledés Argentina é um pais predominantemente formado por lhanuras, onde os produtores agrícolas, parentes de genocidas, produzem o alimento para toda a nação. O emblema dessa cultura produtiva é a vaca e o gaúcho, representado no grande poema argentino ...

    Leia mais
    blank

    Primeiro curso de formação em Comunicação Alternativa e Produção de Conteúdo de África Contemporânea

    Jornalistas, escritores e aspirantes apaixonados por África: O Afreaka abre vagas para o Primeiro curso de formação em Comunicação Alternativa  e Produção de Conteúdo de África Contemporânea. Serão quatro encontros, sempre às segundas, realizados entre o dia 17 de Novembro e 08 de Dezembro. *Afreakas via Guest Post para o Portal Geledés O curso é gratuito e serão selecionados 20 participantes. O objetivo é, ao trazer exemplos de uma África pouco conhecida no Brasil, fora dos clichês da mídia, discutir não apenas o continente africano, mas, sobretudo, a sua produção cultural e intelectual, o enxergando como um espaço ativo, protagonista. Ao desconstruir a imagem estereótipo do continente, rompe-se um fluxo de informação negativa que permeia o conteúdo hoje disposto em parte das redes de ensino e das grandes mídias brasileiras. Além disso, o curso também terá foco na produção de conteúdo para comunicação alternativa, construindo novas formas de abordagens de pautas, temas e ...

    Leia mais
    blank

    Avanços e desafios para as mulheres baianas nas eleições 2014

    Passada a primeira fase do pleito eleitoral e com ela a definição do quadro de parlamentares da Câmara dos Deputados a partir de 2015, visualizamos alguns avanços, porém, muitos desafios no âmbito das discussões sobre a participação política das mulheres. Sem dúvidas, o aumento do número de cadeiras ocupadas por candidatas baianas é um fator positivo a ser considerado, uma vez que saltamos de uma para três vagas preenchidas por mulheres. Poderíamos comemorar estatísticas bem mais expressivas, contabilizando maior contingente de deputadas federais eleitas pela Bahia, o que seria importante para a luta pela construção de uma sociedade com equidade de gênero e, ressalte-se, onde o poder não seja sinônimo do masculino. No entanto, as urnas ainda não nos permitiram alcançar tal cenário, por diversos motivos, que carecem de maiores debates. *Vera Lúcia Barbosa via Guest Post para o Portal Geledés Uma pesquisa divulgada pelo DataSenado, recentemente, apontou que a falta de apoio ...

    Leia mais
    blank

    Hoje nasci negro

    Ao tentar compreender tudo o que aconteceu comigo nas últimas 12 horas, ainda custo acreditar. O meu corpo dói enquanto escrevo, uma dor física e psíquica, uma almágama de medo e revolta. O meu corpo todo treme, como se ainda estivesse recebendo socos e ponta pés, resisti as várias tentativas de me desumanizar. por João Henrique Custódio via Guest Post para o Portal Geledés Entre amigos, todos brancos, sempre fui indagado por eles, se se na minha vida eu havia sofrido alguma violência policial, por ser afro-descendente. Eu, sinceramente, nunca entendia o porque da pergunta? Internamente me perguntava será que todo afro-descendente passar por esse questionário com seus amigos brancos. O racismo policial seria um fato social com todos os afro-descendentes ou meus amigos me viam como uma espécie rara diante deles, e que por ser tão rara vive situações incomuns, estruturalmente desigual, e por isso a curiosidade? Não, eu ...

    Leia mais
    Página 50 de 51 1 49 50 51

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist